A lenda do uirapuru 3 versoes

4.867 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.867
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
128
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A lenda do uirapuru 3 versoes

  1. 1. A lenda do UirapuruA lenda do Uirapuru Uma lenda brasileiraUma lenda brasileira
  2. 2. A Lenda do Uirapuru, uma ave muito comum na Amazônia Brasileira.  O Uirapuru possui um canto longo, de uma melodia suave. Dizem que ele canta cerca de quinze dias por ano.  
  3. 3. Existem várias versões dessa lenda, vamos ler três delas ...
  4. 4. Versão 1 Havia na floresta duas índias que eram amigas inseparáveis, uma se chamava Moema a outra Jussara. Um dia a tribo fez uma festa para o novo chefe, Peri. Moema e Jussara ficaram muito impressionadas com o rapaz. Apaixonadas, amavam em segredo, falavam da paixão que sentiam sem dizer uma à outra o nome do rapaz.
  5. 5. Um dia descobriram que estavam apaixonadas pela mesma pessoa. A amizade entre elas era tão grande que resolveram superar o ciúme, o medo e decidiram que ele é quem escolheria uma das duas.
  6. 6. A Aldeia começou perceber o que acontecia com as meninas, o Xamã conversou com elas e resolveu contar ao chefe o que se passava. Peri ficou surpreso com o amor das índias e respondeu ao Xamã que gostava de ambas. O Xamã lhe perguntou o que pretendia fazer.
  7. 7. “Vou decidir na Floresta, aquela que acertar em pleno vôo o pássaro que eu escolher, será a rainha do meu coração.” No dia seguinte, foram para a floresta. Peri escolheu um pássaro branco, as índias dispararam suas flechas. O pássaro caiu no solo com uma flecha no peito. As flechas foram marcadas, a vencedora foi Jussara que se casou com Peri. Moema então se sentiu desamparada, não tinha sua amiga nem seu amor. Muito infeliz, foi para floresta chorar.
  8. 8. Tupã compadecido dela transformou-a num pássaro que não chamava muito atenção. Ela escolheu voar para o norte da Amazônia, vivendo longe da felicidade da amiga. Tupã mais uma vez compadecido do sofrimento de Moema, deu-lhe um canto maravilhoso e disse: “De agora em diante você será Uirapuru – o pássaro que não é pássaro- seu canto vai espantar a sua tristeza e a do mundo. Seu canto é tão belo que todos os pássaros se calam para ouvi-lo cantar”.
  9. 9. Versão 2 A lenda diz, que um jovem índio guerreiro apaixonou-se pela esposa de um cacique. Esta também se namorara dele, porém, era um amor proibido.  O Jovem guerreiro sofria muito, pois amava, era correspondido, mas ambos não podiam viver esse amor, pois poderiam ser mortos se alguém da tribo descobrisse.  Com o tempo a bela esposa do cacique, foi esquecendo seu amor pelo jovem guerreiro. Porém, esse sofria toda vez que a via. 
  10. 10. Um dia o jovem índio amanheceu muito doente, com uma forte febre. Ninguém, nem o pajé sabia o que ele tinha. O jovem índio sentia que estava doente de amor.  Não agüentando mais tanto sofrimento, pediu ao deus Tupã, que o transformasse em um pássaro, assim poderia ficar bem perto da amada sem oferecer perigo para os dois.  Tupã transformou-o em um pássaro vermelho telha, que possuía um magnifico canto. 
  11. 11. O jovem guerreiro, agora transformado em pássaro, cantava todas as noites para a amada. Porém, quem notou o seu belo canto foi o cacique, que tentando aprisioná-lo numa gaiola, correu para capturá-lo e acabou perdendo-se na floresta. Ao Uirapuru restou o sonho de que a sua amada descobrisse que ele era o jovem guerreiro e assim quebrasse o encanto. 
  12. 12. O Uirapuru é considerado um pássaro que traz boa sorte,um ser mágico. Quem o encontra pode fazer um pedido que se tornará realidade.  Os nativos da floresta relatam que quando o Uirapuru canta, toda a floresta fica em silêncio rendendo-lhe homenagem.
  13. 13. Versão 3 É um deus que se transforma em pássaro e anda rodeado de outros pássaros . Quando canta, todos os outros pássaros da mata ao redor silenciam, ou querendo aprender seu canto ou em respeitosa reverência.
  14. 14. Numa tribo indígena havia dois homens : Ubirajara e Ubiratan , os dois se apaixonaram pela filha do cacique , cujo o nome era Jurema . O chefe disse que sua filha se casaria com o homem que vencesse no teste de força . Então Ubirajara ganhou .
  15. 15. Ubiratan ficou triste e participou de um ritual sagrado , onde ele pediu para que Tupã lhe transformasse num pássaro .Então o deus atendeu o seu pedido e chamou o pássaro de Uirapuru , cujo o canto era hipnotizador .
  16. 16. Na noite do casamento de Jurema, seu marido Ubirajara ficou tão encantado com o som do pássaro que vinha da floresta , que resolveu sair no meio da noite e caçá – lo .
  17. 17. Assim ele se perdeu no meio do mato e não conseguiu voltar mais para a tribo .Deste jeito o Uirapuru passou a seguir Jurema e a encantá – la através do seu canto com a esperança de que ela reconhecesse a sua verdadeira identidade .
  18. 18. Falam que quando um uirapuru canta é porque perto existe uma pessoa que ama , mas não é correspondida.
  19. 19. ● Vamos discutir as diferenças entre as três versões ? ● Qual delas você gostou mais ? Porquê ?
  20. 20. Apresentação feita para o projeto « Contos e Lendas lusófonas » e trabalhado com o CM2 da Cité Scolaire Internationale de Lyon. 20/03/14

×