SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
3. CAPTAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ÁGUA DETALHES CONSTRUTIVOS DE BARRAGENS DE TERRA
3.3.4. ARMAZENAMENTO DE ÁGUA EM REPRESAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  ESCOLHA DO LOCAL ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  ESCOLHA DO LOCAL
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  ESCOLHA DO LOCAL Cortina (muro) de concreto armado Rocha
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS: ESCOLHA DO LOCAL ,[object Object]
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS: ESCOLHA DO LOCAL ESTREITAMENTO DO VALE (GARGANTA)
[object Object],[object Object],INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS: ESCOLHA DO LOCAL
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  BACIA DE ACUMULAÇÃO (LOCAL ONDE SERÁ FORMADO O LAGO) ,[object Object],[object Object],Cota 100 Cota 101 Cota 102 Cota 103 Eixo da barragem
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  BACIA DE ACUMULAÇÃO Uma pequena declividade à montante proporciona maior capacidade de armazenamento, pois o lago terá maior comprimento. D = 4 a 8%
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  BACIA DE ACUMULAÇÃO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  BACIA DE ACUMULAÇÃO Eixo da barragem 102 Vol. total   acumulado =   V100  +  V101  +  V102  +  V103 102 ÁREA 100 = 980 m2   ÁREA 101 =  1680 m2 ÁREA 102 =   2048 m2 ÁREA 103 = 2720 m2 101 100 103 104
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  VOLUME DE ÁGUA ARMAZENADO ,[object Object],[object Object],[object Object]
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS:  VOLUME DE ÁGUA ARMAZENADO
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS: BACIA DE CAPTAÇÃO ,[object Object],[object Object],[object Object]
CARACTERÍSTICAS DO MACIÇO DE TERRA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Representação dos taludes recomendados 3:1 2:1 2,5 m jusante Crista 1 montante
Justificativa da inclinação do talude 3:1 2:1 Fy Fx A componente Fx tem intensidade menor que F F F
[object Object],[object Object],[object Object],VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM
VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM VISTA FRONTAL DO MACIÇO DE TERRA DIVIDIDO EM FIGURAS GEOMÉTRICAS 1 2 3 4 5 6 8 11 10 7 105 101 102 103 104 100 99,5 9
VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM VISTA 3D DO MACIÇO DIVIDIDO EM FIGURAS GEOMÉTRICAS
VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM VISTA SUPERIOR DO MACIÇO DE TERRA DIVIDIDO EM FIGURAS GEOMÉTRICAS
[object Object],[object Object],VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM
VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM L Altura h e largura L do trapézio h
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM
VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],VOLUME DE TERRA EMPREGADO NA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM
3.3.4.2.  ASPECTOS CONSTRUTIVOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: LIMPEZA DO TERRENO SOB O MACIÇO   TRINCHEIRA TALUDE  DE MONTANTE TALUDE  DE JUSANTE NÚCLEO 3 2 1
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: LIMPEZA DO TERRENO SOB O MACIÇO 10 Área escavada Perfil original
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: NÚCLEO CENTRAL ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],ASPECTOS CONSTRUTIVOS: NÚCLEO CENTRAL
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: RECOMENDAÇÕES Núcleo central + trincheira
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA ,[object Object],[object Object]
INVESTIGAÇÕES PRÉVIAS: VAZÃO DE BASE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE DESARENADOR MONGE
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE
CONTROLE DO NÍVEL DA ÁGUA: CAIXA DE NÍVEL TIPO MONGE
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: EXTRAVASOR ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: EXTRAVASOR POSIÇÃO DO EXTRAVASOR EM RELAÇÃO À BARRAGEM
ASPECTOS CONSTRUTIVOS: EXTRAVASOR O EXTRAVASOR É DIMENSIONADO PARA DAR VAZÃO AO ESCOMENTO SUPERFICIAL QUE VEM DA BACIA DE CAPTAÇÃO
[object Object],[object Object],[object Object],ASPECTOS CONSTRUTIVOS: ENROCAMENTO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaEstudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaluancaio_aguas
 
Projeto de sistema de drenagem (Completo)
Projeto de sistema de drenagem (Completo)Projeto de sistema de drenagem (Completo)
Projeto de sistema de drenagem (Completo)Giovani Aurélio Costa
 
Cap6 adutoras
Cap6 adutorasCap6 adutoras
Cap6 adutorasdcaldeira
 
Dimensionamento de Tubulações Hidraulicas
Dimensionamento de Tubulações HidraulicasDimensionamento de Tubulações Hidraulicas
Dimensionamento de Tubulações HidraulicasGuilherme Camargos
 
Apresentação vertedores
Apresentação vertedoresApresentação vertedores
Apresentação vertedoresNircele Leal
 
Aula Hidrologia - Método Racional
Aula Hidrologia - Método RacionalAula Hidrologia - Método Racional
Aula Hidrologia - Método RacionalLucas Sant'ana
 
Aplicação de geologia na elaboração de barragens
Aplicação de geologia na elaboração de barragensAplicação de geologia na elaboração de barragens
Aplicação de geologia na elaboração de barragensDouglas Gozzo
 
Exercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaExercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaSérgio Lessa
 
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCPool Shop Piscinas Ltda
 
Mecânicas dos Solos (exercícios)
Mecânicas dos Solos (exercícios)Mecânicas dos Solos (exercícios)
Mecânicas dos Solos (exercícios)Danilo Max
 
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água paraNbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água paraJacqueline Schultz
 
2. forças que atuam nas estruturas
2. forças que atuam nas estruturas2. forças que atuam nas estruturas
2. forças que atuam nas estruturasWillian De Sá
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicafernando correa
 

Mais procurados (20)

Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de águaEstudo de concepção de sistema de abastecimento de água
Estudo de concepção de sistema de abastecimento de água
 
Irrigação
IrrigaçãoIrrigação
Irrigação
 
Monge prático para piscicultura
Monge prático para pisciculturaMonge prático para piscicultura
Monge prático para piscicultura
 
Projeto de sistema de drenagem (Completo)
Projeto de sistema de drenagem (Completo)Projeto de sistema de drenagem (Completo)
Projeto de sistema de drenagem (Completo)
 
Pluviometria
PluviometriaPluviometria
Pluviometria
 
Cap6 adutoras
Cap6 adutorasCap6 adutoras
Cap6 adutoras
 
Dimensionamento de Tubulações Hidraulicas
Dimensionamento de Tubulações HidraulicasDimensionamento de Tubulações Hidraulicas
Dimensionamento de Tubulações Hidraulicas
 
Apresentação vertedores
Apresentação vertedoresApresentação vertedores
Apresentação vertedores
 
Aula Hidrologia - Método Racional
Aula Hidrologia - Método RacionalAula Hidrologia - Método Racional
Aula Hidrologia - Método Racional
 
Ensaio de adensamento
Ensaio de adensamentoEnsaio de adensamento
Ensaio de adensamento
 
Aplicação de geologia na elaboração de barragens
Aplicação de geologia na elaboração de barragensAplicação de geologia na elaboração de barragens
Aplicação de geologia na elaboração de barragens
 
Barragens
BarragensBarragens
Barragens
 
Exercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulicaExercicios resolvidos de_hidraulica
Exercicios resolvidos de_hidraulica
 
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
 
Mecânicas dos Solos (exercícios)
Mecânicas dos Solos (exercícios)Mecânicas dos Solos (exercícios)
Mecânicas dos Solos (exercícios)
 
Drenagem Superficial
Drenagem SuperficialDrenagem Superficial
Drenagem Superficial
 
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água paraNbr 12216 92   projeto de estação de tratamento de água para
Nbr 12216 92 projeto de estação de tratamento de água para
 
Drenagem urbana
Drenagem urbanaDrenagem urbana
Drenagem urbana
 
2. forças que atuam nas estruturas
2. forças que atuam nas estruturas2. forças que atuam nas estruturas
2. forças que atuam nas estruturas
 
Exercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulicaExercicios resolvidos hidraulica
Exercicios resolvidos hidraulica
 

Semelhante a 3 Barragens1

Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...
Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...
Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...Anizio Souza Leal
 
Sistemas de rebaixamento de lençol freatico
Sistemas de rebaixamento de lençol freaticoSistemas de rebaixamento de lençol freatico
Sistemas de rebaixamento de lençol freaticoJaeferson Batista
 
Barragem subterrânea
Barragem subterrâneaBarragem subterrânea
Barragem subterrâneaClayne Santos
 
Hote7 unid05 barragens-terra
Hote7 unid05 barragens-terraHote7 unid05 barragens-terra
Hote7 unid05 barragens-terraDiego Santos
 
Barragens sandroni - 2006 - 4 percolação fundações
Barragens   sandroni - 2006 - 4 percolação fundaçõesBarragens   sandroni - 2006 - 4 percolação fundações
Barragens sandroni - 2006 - 4 percolação fundaçõesAlex Duarte
 
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdf
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdfAula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdf
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdfMuriloJacob2
 
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...Armindo Rosa
 
420 12 nocoes-de_drenagem
420 12 nocoes-de_drenagem420 12 nocoes-de_drenagem
420 12 nocoes-de_drenagemRicardo Duarte
 
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdf
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdfAula 2 - Tipos de Barragens.pdf
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdfWendell Soares
 
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...Danilo Max
 
Concreto reservatorio elevado
Concreto reservatorio elevadoConcreto reservatorio elevado
Concreto reservatorio elevadoPaulo Marcelo
 
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptx
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptxSISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptx
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptxCamilaCamposGomezFam
 

Semelhante a 3 Barragens1 (20)

Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...
Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...
Como se define e como se detemina o coeficiente de permeabilidade dos solos d...
 
Sistemas de rebaixamento de lençol freatico
Sistemas de rebaixamento de lençol freaticoSistemas de rebaixamento de lençol freatico
Sistemas de rebaixamento de lençol freatico
 
Guia de instalação cisterna
Guia de instalação cisternaGuia de instalação cisterna
Guia de instalação cisterna
 
Barragem subterrânea
Barragem subterrâneaBarragem subterrânea
Barragem subterrânea
 
Aula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
Aula de Irrigacao 3 - 4 BimestreAula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
Aula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
 
Hote7 unid05 barragens-terra
Hote7 unid05 barragens-terraHote7 unid05 barragens-terra
Hote7 unid05 barragens-terra
 
Barragens sandroni - 2006 - 4 percolação fundações
Barragens   sandroni - 2006 - 4 percolação fundaçõesBarragens   sandroni - 2006 - 4 percolação fundações
Barragens sandroni - 2006 - 4 percolação fundações
 
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdf
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdfAula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdf
Aula 4 - Sistemas de Esgotamento Sanitário - Parte 2.pdf
 
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...
Documento orientador da programação da rega em diferentes culturas hortofrutí...
 
Aula método racional
Aula método racionalAula método racional
Aula método racional
 
420 12 nocoes-de_drenagem
420 12 nocoes-de_drenagem420 12 nocoes-de_drenagem
420 12 nocoes-de_drenagem
 
Drenagem
DrenagemDrenagem
Drenagem
 
Hidrometria
HidrometriaHidrometria
Hidrometria
 
curso 1 dia.ppt
curso 1 dia.pptcurso 1 dia.ppt
curso 1 dia.ppt
 
Microdrenagem.pdf
Microdrenagem.pdfMicrodrenagem.pdf
Microdrenagem.pdf
 
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdf
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdfAula 2 - Tipos de Barragens.pdf
Aula 2 - Tipos de Barragens.pdf
 
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...
Apostila de Hidrologia (Profa. Ticiana Studart) - Capítulo 10: Controle de En...
 
Concreto reservatorio elevado
Concreto reservatorio elevadoConcreto reservatorio elevado
Concreto reservatorio elevado
 
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptx
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptxSISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptx
SISTEMAS DE ESGOTOS SANITÁRIOS - drenagem 1.pptx
 
Infiltração
InfiltraçãoInfiltração
Infiltração
 

Mais de Santos de Castro

39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS
39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS
39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOSSantos de Castro
 
39 receitas doces sem açucar para diabéticos
39 receitas doces sem açucar para diabéticos39 receitas doces sem açucar para diabéticos
39 receitas doces sem açucar para diabéticosSantos de Castro
 
Manual criança também pode ser portadora de diabetes
Manual criança também pode ser portadora de diabetes Manual criança também pode ser portadora de diabetes
Manual criança também pode ser portadora de diabetes Santos de Castro
 
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulinaDiabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulinaSantos de Castro
 
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmica
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmicaTabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmica
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmicaSantos de Castro
 
Revista diabetes portugual
Revista diabetes portugualRevista diabetes portugual
Revista diabetes portugualSantos de Castro
 
Gráfico da taxa de glicose1
Gráfico da taxa de glicose1Gráfico da taxa de glicose1
Gráfico da taxa de glicose1Santos de Castro
 
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Santos de Castro
 
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Santos de Castro
 

Mais de Santos de Castro (20)

39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS
39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS
39 RECEITAS DOCES SEM AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS
 
39 receitas doces sem açucar para diabéticos
39 receitas doces sem açucar para diabéticos39 receitas doces sem açucar para diabéticos
39 receitas doces sem açucar para diabéticos
 
Manual criança também pode ser portadora de diabetes
Manual criança também pode ser portadora de diabetes Manual criança também pode ser portadora de diabetes
Manual criança também pode ser portadora de diabetes
 
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulinaDiabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
 
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmica
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmicaTabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmica
Tabela internacional de índice glicêmico (ig) e carga glicêmica
 
Revista diabetes portugual
Revista diabetes portugualRevista diabetes portugual
Revista diabetes portugual
 
Entendendoodiabetes
EntendendoodiabetesEntendendoodiabetes
Entendendoodiabetes
 
Entendendoodiabetes
EntendendoodiabetesEntendendoodiabetes
Entendendoodiabetes
 
Apresentação da abad
Apresentação da abadApresentação da abad
Apresentação da abad
 
Gráfico da taxa de glicose1
Gráfico da taxa de glicose1Gráfico da taxa de glicose1
Gráfico da taxa de glicose1
 
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
 
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
Livro do churrasco_com_fotos..aac..pp..
 
Amante
AmanteAmante
Amante
 
A Adolescencia
A AdolescenciaA Adolescencia
A Adolescencia
 
@ Poema Para Amigos
@ Poema Para Amigos@ Poema Para Amigos
@ Poema Para Amigos
 
A Borboleta E O Cavalinho
A Borboleta E O CavalinhoA Borboleta E O Cavalinho
A Borboleta E O Cavalinho
 
A Cadeira O Encontro
A Cadeira O EncontroA Cadeira O Encontro
A Cadeira O Encontro
 
Adietadaalma
AdietadaalmaAdietadaalma
Adietadaalma
 
Aexist Nciade Deus
Aexist Nciade DeusAexist Nciade Deus
Aexist Nciade Deus
 
As 10 Melhores
As 10 MelhoresAs 10 Melhores
As 10 Melhores
 

3 Barragens1