SlideShare uma empresa Scribd logo
ARTE MODERNA E
CONTEMPORÂNEA
ARTE NO MODERNISMO
• O modernismo foi uma tendência artístico-
cultural ocorrida na primeira metade do século
XX.
• Se manifestou em diversos campos das artes,
como a pintura, escultura, arquitetura,
literatura, dança e música.
• No Brasil, a linguagem de maior destaque
dentro do movimento modernista foi a literária
e, assim como as demais, tinha como objetivo
questionar e romper com tradições passadas.
VANGUARDAS: ARTISTAS
BRASILEIROS
• Influenciados pela estética das Vanguardas
Europeias, os artistas brasileiros buscavam
romper com os padrões antigos e gerar uma
arte verdadeiramente nacional,que
retratasse a cultura e costumes locais.
• O marco inicial do movimento modernista
brasileiro foi a realização da Semana de Arte
Moderna de 1922, onde diversos artistas
plásticos e escritores apresentaram ao
público uma nova forma de expressão.
• Este evento ocorreu no Teatro Municipal de
São Paulo.
SISTEMA ACADÊMICO DE BELAS
ARTES
• Arte acadêmica, denominam um estilo artístico
europeu que existiu entre os séculos 17 e 19,
caracterizado pela tentativa de manter com rigor
as regras formais, estéticas e técnicas do estilo
das academias de arte.
• Uma das características gerais da pintura
acadêmica é seguir os padrões de beleza da
Academia de Belas Artes, ou seja, o artista não
deve imitar a realidade, mas tentar recriar a
beleza ideal em suas obras, por meio da
imitação dos clássicos, principalmente os gregos,
na arquitetura e dos renascentistas, na pintura.
OS MOVIMENTOS DO MODENISMO
• Fauvismo
Os artistas criavam
figuras apenas sugerindo
as formas, sem
representá-las de
maneira realista e
usavam as tintas sem
misturá-las .
EXPRESSIONISMO
• Acontece em contraposição ao movimento
impressionista, que se ocupava mais dos
efeitos das luzes e cores sua principal
característica é a representação dos
sentimentos e das emoções, procurando
expressar as angústias e o universo psicológico
da sociedade no início do século XX.
CUBISMO
• Os cubistas também procuravam retratar os
objetos e pessoas em todos os seus ângulos,
como se esses estivem "abertos". Dessa
forma, abandonam a noção de perspectiva e
terceira dimensão, tão buscada pelos
pintores do renascimento.
FUTURISMO
• Caracterizava-se pela valorização do industrialismo,
da aceleração e da tecnologia, que superavam a
velocidade do movimento natural.
• Tal movimento relaciona-se com a revolução
industrial que estava em curso.
DADAÍSMO
• Foi considerado o movimento propulsor das ideias
surrealistas e tinha um caráter ilógico, ante
racionalista e de protesto.
• Isso porque, através da ironia, buscava questionar a
arte e, sobretudo, seu contexto histórico, com a
ocorrência da Primeira Guerra Mundial.
SURREALISMO
• Essa forma de arte valorizava a fantasia, a loucura,
o universo onírico e o impulso dos artistas, dando
vazão às manifestações do inconsciente humano.
COMO ENTENDER A ARTE
CONTEMPORANÊA?
• Em 1913, momento das vanguardas europeias, Marcel
Duchamp propôs obras chamadas "ready made",
feitas a partir de objetos do dia-a-dia. O que ele fazia
era apresentar esses objetos de forma
descontextualizada e sem a possibilidade de serem
utilizados. Por exemplo: um mictório no meio de uma
sala, sem encanamento. Com essa "provocação",
Duchamp chamou a atenção para a arte produzida
naquele momento.
• Ela não seria mais uma representação do real, como
uma FOTO.
• Ela seria a própria realidade.
• O objeto de arte não representa algo, mas ele é algo.
Mesmo se o artista não tiver fabricado os elementos
que compõem sua obra.
• Muitos são os fatores para classificar uma produção
como obra de arte:
• o contexto histórico, o mercado de arte, a aceitação
entre os artistas e principalmente, a crítica.
Quem decide o que é obra de arte?
• A arte, como resultado de análise e avaliação,
pode adquirir novas dimensões e formas de
expressão por meio da crítica.
• Ela colabora para que a sociedade se mantenha
atenta aos valores da arte no passado e no
presente.
• A crítica leva em conta o fato de que a arte é um
produto da humanidade que expressa suas
experiências e emoções através da linguagem. A
evolução dos conceitos artísticos, a
transformação dos valores, são aplicáveis às
diferentes formas: a literatura, o teatro, a dança,
o cinema, a fotografia, a música e tantas outras
que surgem, como a web arte.
ARTE MODERNA E CONTEMPORANÊA
• Arte Contemporânea é uma tendência
artística que nasceu na segunda metade do
século XX, após a Segunda Guerra Mundial.
Também conhecida como Arte Pós-Moderna,
essa tendência teve início, sobretudo, com o
advento da Pop Art e do minimalismo(se
refere a uma tendência das artes visuais que
ocorre no fim dos anos 1950 e início dos 1960
em Nova York).
• Características da Arte Contemporânea
liberdade e subjetividade na produção
artística; influência de uma sociedade
permeada pela troca de informações, pelo
uso da tecnologia e pelas novas mídias;
efemeridade das obras, criação de obras
interativas, nas quais o espectador participa
ativamente.
ARTE CONTEMPORÂNEA NO BRASIL
• Depois da fase de críticas da década de 1960, o
Brasil, na década seguinte, se distanciou um
pouco dessa temática e, assim, deu início a um
processo que valorizava a razão, a reflexão de a
tecnologia. Desse modo, os artistas nacionais
começaram a produzir suas peças utilizando
recursos de computadores.
• Logo, pouco tempo depois, no começo da
década de 1980, voltou, em cena, a crítica social
e política. Afinal, nesse período, o Brasil viveu
uma de suas fases políticas mais importantes, a
Diretas Já.
• Assim, a preocupação política jogou uma
nova luz sobre a arte e, dessa forma, os
artistas brasileiros começaram a criar obras
provocativas, opinativas e questionadores e,
logo, as expuseram nos principais museus do
país.
• Nesse período, outras expressões artísticas
também ganharam destaque, como a arte
conceitual e arte efêmera, que também
apresentavam alto teor político, promovendo
a reflexão por meio de suas peças.
• Com o passar dos anos, a arte
contemporânea no Brasil conquistou mais
espaço e logo parou de seguir algumas
tendências internacionais.
• Desse modo, criou a sua própria identidade
artística e se transformou em uma vanguarda
a ser copiada e admirada ao redor do
MUNDO.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AULÃO-3º ANOSE.M..pptx

Modernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª faseModernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª fase
Miriam Zelmikaitis
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
Cristiane Seibt
 
modernismo brasileiro
modernismo brasileiromodernismo brasileiro
modernismo brasileiro
AlineCarolinaDaSilva1
 
9ano
9ano9ano
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
marleiart
 
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós modernoApresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
CBD0282 - Estados e Formas da Cultura na Atualidade
 
OP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ARTOP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ART
Cristiane Seibt
 
Arte e função da arte
Arte e função da arteArte e função da arte
Arte e função da arte
Isaias Vitor Almeida Silva
 
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e asManifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
Kivia Caroline
 
Modernismo2018
Modernismo2018Modernismo2018
Modernismo2018
CLEBER LUIS DAMACENO
 
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
TATE9
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
kardovsky
 
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Cristiane Seibt
 
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
Arte de nosso tempo   3º ano 2021Arte de nosso tempo   3º ano 2021
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
Edina Markis Oliveira
 
AULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptxAULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptx
Elaine572065
 
Trabalho de Filosofia - Arte Moderna
Trabalho de Filosofia - Arte ModernaTrabalho de Filosofia - Arte Moderna
Trabalho de Filosofia - Arte Moderna
Gabriel Gonçalves
 
Trab%20 fabiano
Trab%20 fabianoTrab%20 fabiano
Trab%20 fabiano
Matheus Rodrigues
 
Semana de Arte Moderna de 1922
Semana de Arte Moderna de 1922Semana de Arte Moderna de 1922
Semana de Arte Moderna de 1922
Matheus Rodrigues
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Priscila Barbosa
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
raays
 

Semelhante a AULÃO-3º ANOSE.M..pptx (20)

Modernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª faseModernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª fase
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
 
modernismo brasileiro
modernismo brasileiromodernismo brasileiro
modernismo brasileiro
 
9ano
9ano9ano
9ano
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós modernoApresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
 
OP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ARTOP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ART
 
Arte e função da arte
Arte e função da arteArte e função da arte
Arte e função da arte
 
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e asManifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
Manifestações artísticas da literatura brasileira contemporânea e as
 
Modernismo2018
Modernismo2018Modernismo2018
Modernismo2018
 
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
100 anos da Semana de Arte Moderna no Brasil (1).pptx
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
 
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
 
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
Arte de nosso tempo   3º ano 2021Arte de nosso tempo   3º ano 2021
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
 
AULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptxAULAO ENEM.pptx
AULAO ENEM.pptx
 
Trabalho de Filosofia - Arte Moderna
Trabalho de Filosofia - Arte ModernaTrabalho de Filosofia - Arte Moderna
Trabalho de Filosofia - Arte Moderna
 
Trab%20 fabiano
Trab%20 fabianoTrab%20 fabiano
Trab%20 fabiano
 
Semana de Arte Moderna de 1922
Semana de Arte Moderna de 1922Semana de Arte Moderna de 1922
Semana de Arte Moderna de 1922
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 

Último

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 

Último (20)

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 

AULÃO-3º ANOSE.M..pptx

  • 2. ARTE NO MODERNISMO • O modernismo foi uma tendência artístico- cultural ocorrida na primeira metade do século XX. • Se manifestou em diversos campos das artes, como a pintura, escultura, arquitetura, literatura, dança e música. • No Brasil, a linguagem de maior destaque dentro do movimento modernista foi a literária e, assim como as demais, tinha como objetivo questionar e romper com tradições passadas.
  • 3. VANGUARDAS: ARTISTAS BRASILEIROS • Influenciados pela estética das Vanguardas Europeias, os artistas brasileiros buscavam romper com os padrões antigos e gerar uma arte verdadeiramente nacional,que retratasse a cultura e costumes locais. • O marco inicial do movimento modernista brasileiro foi a realização da Semana de Arte Moderna de 1922, onde diversos artistas plásticos e escritores apresentaram ao público uma nova forma de expressão. • Este evento ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo.
  • 4. SISTEMA ACADÊMICO DE BELAS ARTES • Arte acadêmica, denominam um estilo artístico europeu que existiu entre os séculos 17 e 19, caracterizado pela tentativa de manter com rigor as regras formais, estéticas e técnicas do estilo das academias de arte. • Uma das características gerais da pintura acadêmica é seguir os padrões de beleza da Academia de Belas Artes, ou seja, o artista não deve imitar a realidade, mas tentar recriar a beleza ideal em suas obras, por meio da imitação dos clássicos, principalmente os gregos, na arquitetura e dos renascentistas, na pintura.
  • 5. OS MOVIMENTOS DO MODENISMO • Fauvismo Os artistas criavam figuras apenas sugerindo as formas, sem representá-las de maneira realista e usavam as tintas sem misturá-las .
  • 6. EXPRESSIONISMO • Acontece em contraposição ao movimento impressionista, que se ocupava mais dos efeitos das luzes e cores sua principal característica é a representação dos sentimentos e das emoções, procurando expressar as angústias e o universo psicológico da sociedade no início do século XX.
  • 7. CUBISMO • Os cubistas também procuravam retratar os objetos e pessoas em todos os seus ângulos, como se esses estivem "abertos". Dessa forma, abandonam a noção de perspectiva e terceira dimensão, tão buscada pelos pintores do renascimento.
  • 8. FUTURISMO • Caracterizava-se pela valorização do industrialismo, da aceleração e da tecnologia, que superavam a velocidade do movimento natural. • Tal movimento relaciona-se com a revolução industrial que estava em curso.
  • 9. DADAÍSMO • Foi considerado o movimento propulsor das ideias surrealistas e tinha um caráter ilógico, ante racionalista e de protesto. • Isso porque, através da ironia, buscava questionar a arte e, sobretudo, seu contexto histórico, com a ocorrência da Primeira Guerra Mundial.
  • 10. SURREALISMO • Essa forma de arte valorizava a fantasia, a loucura, o universo onírico e o impulso dos artistas, dando vazão às manifestações do inconsciente humano.
  • 11. COMO ENTENDER A ARTE CONTEMPORANÊA? • Em 1913, momento das vanguardas europeias, Marcel Duchamp propôs obras chamadas "ready made", feitas a partir de objetos do dia-a-dia. O que ele fazia era apresentar esses objetos de forma descontextualizada e sem a possibilidade de serem utilizados. Por exemplo: um mictório no meio de uma sala, sem encanamento. Com essa "provocação", Duchamp chamou a atenção para a arte produzida naquele momento. • Ela não seria mais uma representação do real, como uma FOTO. • Ela seria a própria realidade.
  • 12. • O objeto de arte não representa algo, mas ele é algo. Mesmo se o artista não tiver fabricado os elementos que compõem sua obra. • Muitos são os fatores para classificar uma produção como obra de arte: • o contexto histórico, o mercado de arte, a aceitação entre os artistas e principalmente, a crítica. Quem decide o que é obra de arte?
  • 13. • A arte, como resultado de análise e avaliação, pode adquirir novas dimensões e formas de expressão por meio da crítica. • Ela colabora para que a sociedade se mantenha atenta aos valores da arte no passado e no presente. • A crítica leva em conta o fato de que a arte é um produto da humanidade que expressa suas experiências e emoções através da linguagem. A evolução dos conceitos artísticos, a transformação dos valores, são aplicáveis às diferentes formas: a literatura, o teatro, a dança, o cinema, a fotografia, a música e tantas outras que surgem, como a web arte.
  • 14. ARTE MODERNA E CONTEMPORANÊA
  • 15.
  • 16. • Arte Contemporânea é uma tendência artística que nasceu na segunda metade do século XX, após a Segunda Guerra Mundial. Também conhecida como Arte Pós-Moderna, essa tendência teve início, sobretudo, com o advento da Pop Art e do minimalismo(se refere a uma tendência das artes visuais que ocorre no fim dos anos 1950 e início dos 1960 em Nova York).
  • 17. • Características da Arte Contemporânea liberdade e subjetividade na produção artística; influência de uma sociedade permeada pela troca de informações, pelo uso da tecnologia e pelas novas mídias; efemeridade das obras, criação de obras interativas, nas quais o espectador participa ativamente.
  • 18. ARTE CONTEMPORÂNEA NO BRASIL • Depois da fase de críticas da década de 1960, o Brasil, na década seguinte, se distanciou um pouco dessa temática e, assim, deu início a um processo que valorizava a razão, a reflexão de a tecnologia. Desse modo, os artistas nacionais começaram a produzir suas peças utilizando recursos de computadores. • Logo, pouco tempo depois, no começo da década de 1980, voltou, em cena, a crítica social e política. Afinal, nesse período, o Brasil viveu uma de suas fases políticas mais importantes, a Diretas Já.
  • 19. • Assim, a preocupação política jogou uma nova luz sobre a arte e, dessa forma, os artistas brasileiros começaram a criar obras provocativas, opinativas e questionadores e, logo, as expuseram nos principais museus do país. • Nesse período, outras expressões artísticas também ganharam destaque, como a arte conceitual e arte efêmera, que também apresentavam alto teor político, promovendo a reflexão por meio de suas peças.
  • 20. • Com o passar dos anos, a arte contemporânea no Brasil conquistou mais espaço e logo parou de seguir algumas tendências internacionais. • Desse modo, criou a sua própria identidade artística e se transformou em uma vanguarda a ser copiada e admirada ao redor do MUNDO.