Roteiro de viagem itália maravilhosa

3.240 visualizações

Publicada em

Roteiro de viagem pela Itália contemplando os mais lindos recantos do país. Inclui Roma, Pompéia, Costa Amalfitana, Milão e uma série de atrações e passeios que irão tornar sua experiência de viajar inesquecível.

Publicada em: Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Roteiro de viagem itália maravilhosa

  1. 1. Roteiro 4 ItáliaMaravilhosa - Roma - Pompéia - Furore - Conca dei Marini - Amalfi - Atrani - Minori - Catanzaro - Reggio Calábria - Milano
  2. 2. Primeiro dia Saída de Porto Alegre Chegada em Roma Instalação no HotelSegundo dia Hotel Sonya 3 Tarde livreTerceiro dia Hop on - Hop OffQuarto dia Museus Vaticnos Visita a AssisQuinto dia Carro (9 diárias) Partida de RomaSexto dia; Chegada em Pompéia Visita ao sítio arqueológicoSétimo dia Visita a Pompéia e Partida Costa AmalfitanaOitavo dia Furore, Conca dei Marini, Amalfi Atrani e MinoriNono dia Ilha de CapriDécimo dia Partida de AmalfiDécimo primeiro dia CatanzaroDécimo segundo dia Réggio CalábriaDécimo terceiro dia Réggio CalábriaDécimo quarto dia MilanoDécimo quinto dia MilanoDécimo sexto dia Milano (Partida)Décimo sétimo dia Porto Alegre
  3. 3. RomaPorta Maggiore A Porta Maggiore ou Porta Prenestina, é uma das portas orientais nas antigas, mas bem conservadas Muralhas de Aureliano da Roma do terceiro século. Através da porta corriam duas antigas estradas: a Via Praenestina e a Via Labicana. A Via Prenestina era a estrada do leste da cidade antiga. A Via Labicana dominava o sudeste da cidade. A Porta Maggiore é de longe o melhor sítio urbano para visita de compreensão e visão dos antigos aquedutos. É um duplo arco monumental construído de branco travertino (um tipo de calcário). Ela foi primeiro conhecida como Porta Prenestina, talvez uma referência para a estrada sobre a qual é passava. O "portão", construído em 52 pelo imperador Cláudio, foi originalmente concebido para fornecer uma seção decorativa de suporte para dois aquedutos, o Aqua Claudia e o Novus Anio .Templo de Minerva Médica O Templo de Minerva Medica é uma antiga ruína romana que data º do IV século, situada no Esquilino , entre via Labicana e a Muralha de Aureliano. Ao contrário do que o próprio nome indica, este não é o templo de Minerva Medica (citado por Cícero ), mas de uma ninfa, e era originalmente parte dos jardins do Licínio . Este edifício foi erroneamente identificado a partir º do XVII século . O nome vem da estátua de Minerva que foi descoberta lá. O médico e anatomista Cloquet visitou o templo em 1837 e indicou que a estatua de Minerva com a cobra que está no Vaticano (estátua em mármore de Paros chamado Giustiniani Minerva ) não definia o templo e que aquelas eram ruínas pouco interessantes. O edifício tem doze lados de tijolos ( opus latericium ) de 24 m de diâmetro e 33 de altura. Encontramos este tipo de estrutura na cúpula do Pantheon ou a sala de jantar da Domus Áurea.
  4. 4. Piazza Victor Emanuelle II Piazza Vittorio Emanuele II é uma praça em Roma, na Esquilino . É servida pela estação Vittorio Emanuele. Rodeada por palácios com grandes pórticos no estilo do século 19, a praça foi construída por Gaetano Koch logo após a unificação da Itália. Umbertine em grande estilo, é a maior praça em Roma (316 x 174 metros). No centro da praça existe um jardim com os restos de um chafariz construído por Alexandre Severo, chamado Porta Mágica ou Porta Alchemica (Porta do Alquimista), a entrada para Villa Palombara , residência do alquimista Massimiliano II Palombara.Basílica de Santa Maria Maggiore A Basílica de Santa Maria também conhecida como Basílica de Nossa Senhora das Neves, ou Basílica Liberiana é uma das basílicas patriarcais de Roma. Foi construída entre 432 e 440, durante o pontificado do Papa Sisto III, e dedicada ao culto de Maria, Mãe de Deus, cujo dogma da Divina Maternidade acabara de ser declarado pelo Concílio de Éfeso (431). Entretanto, a data da fundação da basílica remete ao pontificado do Papa Libério (352-366).Termas de Diocleciano As termas de Diocleciano (Thermae Diocetiani), as maiores termas da Roma Antiga, foram construídas durante a era imperial. Estas termas, dedicadas ao imperador Diocleciano, em 306, foram as maiores termas imperiais e mantiveram-se operacionais até 537, quando os Godos destruíram o aqueduto que as alimentava. Semelhantes às Termas de Caracala na forma e dimensões, as Termas de Diocleciano estão parcialmente conservadas devido à sua utilização para fins religiosos. O complexo termal aloja a Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri e parte do Museu Nacional Romano. As três voltas do transepto da basílica fornecem ainda hoje um dos poucos exemplos do esplendor original dos edifícios romanos. Eram orientadas a sudeste, para permitir que a energia solar aquecesse o caldarium sem interceptar o frigidarium. São visíveis outros restos das termas nas ruas circundantes da basílica.Termas de Caracalla As Termas de Caracala foram construídas entre 212 e 217, durante o governo do imperador romano Caracala, e são um perfeito exemplo das grandes termas imperiais. Grande parte de sua estrutura ainda se encontra conservada, sem a interferência de edifícios modernos. Polêmio Sílvio, no século V, citava-as como uma das sete maravilhas de Roma, famosas pela riqueza de sua decoração e das obras que continha. As Termas de Caracala podiam acolher mais de 1.500 pessoas num edifício que media 337 por 328 metros, sendo somente a parte central de 220 por 114 metros.
  5. 5. Santa Maria Soppra Minerva A Igreja de Santa Maria Sopra Minerva é o primeiro e o único templo gótico de Roma. A construção do edifício foi iniciado em 1280, no sítio de antigo templo de Isis, erradamente identificado como templo de Minerva, donde o nome que significa «acima de Minerva». Seu edifício abrigou as altas autoridades da Inquisição no século XVII, nos tempos em que julgaram Galileu Galilei. Numerosas capelas laterais foram acrescentadas, e há muitos sepulcros onde estão papas, o pintor Fra Angelico, que pertencia à Ordem, e Santa Catarina de Siena. A capela mais famosa é a Carafa, no final do transepto direito, construída para o Cardeal Oliviero Carafa e consagrada em 1493. Sua fama deriva dos afrescos de Filippino Lippi, encarregado da decoração interna de 1488 a 1493. É uma das mais belas decorações de capela em toda Roma. Outra grande atração da igreja, seu maior tesouro, é a grande estátua do Cristo Ressuscitado por Michelangelo, esculpida em mármore em 1519.Pantheon de Roma . O Panteão, situado em Roma, Itália, também conhecido como Panteão de Agripa, é o único edifício construído na época greco-romana que, atualmente, se encontra em perfeito estado de conservação. Desde que foi construído que se manteve em uso: primeiro como templo dedicado a todos os deuses do panteão romano (daí o seu nome) e, desde o século VII, como templo cristão. O Panteão original foi construído em 27 a.C., durante a República Romana, no terceiro consulado de Marco Vipsânio Agripa. Foi destruído por um incêndio em 80 e totalmente reconstruído por Adriano em 125. . .
  6. 6. Vaticano
  7. 7. Partindo de RomaPompéia......foi outrora uma cidade do Império Romano situada a 22 quilômetros da cidade de Nápoles, na Itália, no território do atualmunicípio de Pompeia. A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio em 79 d.C., que provocouuma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade. Ela se manteve oculta por 1600 anos, até ser eventualmentereencontrada em 1649. Cinzas e lama protegeram as construções e objetos dos efeitos do tempo, moldando também os corposdas vítimas, o que fez com que fossem encontradas do modo exato como foram atingidas pela erupção. Desde então, asescavações proporcionaram um sítio arqueológico extraordinário, que possibilita uma visão detalhada na vida de uma cidade dostempos da Roma Antiga.Considerada patrimônio mundial pela UNESCO, atualmente Pompeia é uma das atrações turísticas mais populares da Itália, comaproximadamente 2,500,000 visitantes por ano
  8. 8. Costa Amalfitana...... ou Costa de Amalfi, Costiera Amalfitana em italiano, é uma costa de grande beleza natural em Província de Salerno,classificada pela UNESCO, desde 1997, como Património Mundial da Humanidade.Ela compreende as comunas de Vietri sul Mare, Cetara, Tramonti, Maiori, Minori, Ravello, Scala, Atrani, Amalfi, Conca deiMarini, Furore, Praiano e Positano.De Amalfi a Reggio Calábria 377 Km 3 H 32 Min 159 Km 1 H 47 MinCalábria...... (em italiano: Calabria, em dialetos calabreses: Calàbbria, em greco-calabrês: Calavría, em grego: Καλαβρíα,em albanês: Kalabria, antiga Brutium romana), é uma região do sul da Itália que ocupa o “dedo” da península itálica ao sulde Nápoles. Tem 2,09 milhões de habitantes, 15.079 km² e sua capital é Catanzaro. Tem limites ao norte com a Basilicata, aoeste com Mar Tirreno, ao leste com o Mar Jônico. A Calábria é separada da Sicília pelo Estreito de Messina.
  9. 9. Milão...... foi fundada sob o nome de Mediolanum pelos ínsubres, um povo celta. Posteriormente, foi capturado pelos romanos em 222a.C., tornando-se assim muito bem sucedida sob o Império Romano. Mais tarde, Milão foi governada por Visconti, Sforza,os espanhóis em 1500 e os austríacos em 1700. Em 1796, Milão foi conquistada por Napoleão I, que fez dela a capital doseu Reino de Itália em 1805. Durante operíodo romântico, Milão foi um importante centro cultural na Europa, atraindovários artistas, compositores e importantes figuras literárias. Mais tarde, durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade foigravemente afetada pelos bombardeios dos Aliados, e após a ocupação alemã em 1943, Milão tornou-se o principal centro daresistência italiana. Apesar disso, Milão viu um pós-guerra, o crescimento econômico, atraindo milhares de imigrantes do sul daItália e do exterior.Valores: a partir de R$ 7.700,00 por pessoa em acomodações double.Grupo de 6 pessoas R$ 8.700,00 por pessoa com guia/motorista desde o Brasil.O roteiro inclui: - Passagens aéreas Porto Alegre – Roma e Milão – Porto Alegre; - Seguro viagem padrão Schengen; - Nove diárias de aluguel de carro Opel Astra; - Quatro diárias de hotel em Roma; - Dois dias de Hop on/off em Roma (ônibus turístico); - Entradas para o Museu Vaticano; - Excursão para Assis; - Uma diária de hotel em Pompéia; - Três diárias de hotel em Amalfi; - Excursão à ilha de Capri, partindo de Nápoles; - Uma diária de hotel em Catanzaro; - Duas diárias de hotel em Reggio Calábria; - Vôo Reggio Calábria – Milão; - Três diárias de hotel em Milão; - Hop on/off em Milão. Garanta o melhor preço de sua viagem e as melhores condições de pagamento. Faça agora suareserva para 2014 e pague em até 10 vezes. Entre em contato conosco pelo e-mail raquelamaro@militurviagens.com ougerencia@militurviagens.com e faça seu pedido.

×