Leste Europeu

173 visualizações

Publicada em

Roteiro por quatro capitais do leste europeu: Praga, Bratislava, Viena e Budapeste

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
173
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Leste Europeu

  1. 1. LESTE EUROPEU Clientes: Período: 27 Dez a 10 Jan Locais: Praha, Bratislava, Wien e Budapeste
  2. 2. Roteiro: 1º Sábado 27/dez Partida 2º Domingo 28/dez Chegada 3º Segunda-feira 29/dez 1ª Diária Praga 4º Terça-feira 30/dez 2ª Diária Praga 5º Quarta-feira 31/dez 3ª Diária Praga 6º Quinta-feira 01/jan 4ª Diária Praga Partida 7º Sexta-feira 02/jan 1ª Diária Bratislava 8º Sábado 03/jan 2ª Diária Bratislava Partida 9º Domingo 04/jan 1ª Diária Viena 10º Segunda-feira 05/jan 2ª Diária Viena Partida 11º Terça-feira 06/jan 1ª Diária Budapeste 12º Quarta-feira 07/jan 2ª Diária Budapeste 13º Quinta-feira 08/jan 3ª Diária Budapeste 14º Sexta-feira 09/jan 4ª Diária Budapeste 15º Sábado 10/jan 5ª Diária Budapeste Praga: Praga é uma cidade pequena e encantadora. Sua parte histórica tem estilo medieval, fazendo com que a visita se transforme numa viagem no tempo. A melhor forma de conhecer a cidade é a pé, pois sua área central é muito pequena. Apesar disso, a capital checa dispõe de um ótimo sistema de transporte urbano, com estações de metrô e bondes por toda a cidade. A noite os principais monumentos recebem iluminação especial, deixando a cidade ainda mais charmosa e romântica. Existem três principais locais para percorrer em Praga: o Centro Histórico ou Cidade Velha (Staré Město), o Distrito do Castelo e a Cidade Nova. Em cada um destes espaços serão encontrados conjuntos arquitetônicos peculiares e de grande beleza.
  3. 3. Bratislava: Capital e principal cidade da Eslováquia, situada a sudoeste do país, junto da fronteira com a Áustria e, da fronteira com a Hungria, Bratislava torna-se assim, na única capital europeia situada na fronteira do seu país com outros dois. A cidade é também cortada pelo rio Danúbio em seu curso. Com 427 mil habitantes, é a maior cidade do país. Os Cárpatos, uma das notórias cordilheiras europeias, começam no território da cidade. A cidade é relativamente pequena, mas apresenta uma série de atrações turísticas, com destaque para antigas igrejas e palácios. Algumas estátuas espalhadas pelo centro, lembranças do período comunista, também chamam a atenção. Viena: Poucas cidades do mundo podem tentar competir com a capital austríaca quando o assunto for beleza, sofisticação e riqueza cultural. Viena tem a tradição imperial ao seu lado. Sede de uma das mais importantes dinastias europeias, os Habsburgos, a cidade mantem ainda seu toque de nobreza através de tradições como os mais de 150 bailes de gala por ano. O centro antigo de Viena tem uma quantidade de atrações peso-pesado que chega a causar angústia em quem tem poucos dias na cidade. O Kunsthistorisches Museum é uma impressionante viagem pelo mundo das artes, com obras de Vermeer, Brueghel, Velásquez e Rafael, além de possuir uma extensa coleção de objetos egípcios. O Albertina é outra galeria que merece uma visita com seu belo acervo e ótimas exposições temporárias. Não muito longe dali está a sala onde os Meninos Cantores de Viena se apresentam, bem ao lado da Escola Espanhola de Equitação, cujas disputadas apresentações encantam a todos. Já os palácios Schönbrunn e Hofburg, com seus amplos e bem decorados salões são atrações imperdíveis, enquanto que a catedral de Santo Estevão (Stephansdom), é o orgulho da arquitetura gótica local. Budapeste: Budapeste é a capital, cidade mais populosa e principal centro financeiro, corporativo, mercantil e cultural da Hungria. É a sexta maior cidade da União Europeia e recebeu a classificação de cidade global Alpha. Localiza-se nas margens do rio Danúbio e possuía cerca de 1.700.000 habitantes, em
  4. 4. 2012. Budapeste foi fundada em 17 de novembro de 1873 com a fusão das cidades de Buda e Ôbuda, na margem direita do Danúbio, com Peste, na margem esquerda. Escolher onde iniciar os passeios em Budapeste é o grande desafio do turista que se aventura nessa que é uma das mais belas capitais da Europa. A leste do rio Danúbio está Peste, com os suntuosos edifícios da Avenida Andrássy que remetem ao antigo império austro-húngaro, a resposta local à Champs- Elyseés. É deste lado que se encontra também o edifício do Parlamento, com suas fachadas e agulhas góticas, e o metrô subterrâneo mais antigo da Europa, construído no século 19. Peste concentra os museus, galerias de arte, igrejas, óperas e o principal distrito de compras da cidade, com modernos shopping centers instalados em palácios com mais de dois séculos. Atravessando a ponte Széchenyi chega- se a Buda, o distrito onde vivem os endinheirados e onde se localiza o esplendoroso castelo e a majestosa (para não dizer extravagante) Igreja de São Matias, além de ruínas romanas e a maior parte das construções medievais da cidade.

×