Roteiro de viagem europa ocidental

583 visualizações

Publicada em

Roteiro de viagem pela Europa Ocidental, incluindo Roma, Florença, Veneza, Paris, Londres, Porto e Lisboa.

Publicada em: Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Roteiro de viagem europa ocidental

  1. 1. Roteiro 8 Europa Ocidental - Roma Florença Veneza Paris Londres Porto Lisboa
  2. 2. 26 Dez 27 Dez 28 Dez 29 Dez 30 Dez 31 Dez 01 Jan 02 Jan 03 Jan 04 Jan 05 Jan 06 Jan 07 Jan 08 Jan 09 Jan 10 Jan 11 Jan 12 Jan 13 Jan 14 Jan 15 Jan 16 Jan 17 Jan 18 Jan 19 Jan 20 Jan 21 Jan 22 Jan 23 Jan 24 Jan 25 Jan 26 Jan 27 Jan 28 Jan 29 Jan 30 Jan 31 Jan Saída do Rio de Janeiro Chegada em Lisboa Saída para Roma Chegada em Roma Apartamento 5 Diárias Traslado Hop on - Hop Off Museus Vaticanos Colosseo e Foro Romano * Il Vitorino – Museu Militar * Dia livre – sugere-se a Missa de Final de ano (muita gente)* Deslocamento para Florença Instalação no Hotel Galleria dei Uffizzi Galleria de la Achademia Duomo de Brunleschi* Deslocamento para Veneza Passeios pelos mercados* Visita a Rialto e Murano* Visita a Piazza San Marco* Deslocamento para Paris Hop on - Hop Off Visita ao Louvre* Jardins de las Tuilleries* Campo de Marte* Excursão ao Val de la Loire Excursão a Versailles Disney Disney Deslocamento para Londres Hop on - Hop Off London Eye (se funcionando) Museu de cera Aquário e British Museum Deslocamento para o Porto Aluguel de carro Visitação da cidade do Porto* Santiago de Compostela (232 Km)* Viana, Braga e Guimarães* Aveiro, Viseu e Coimbra* Partida para Lisboa* Visita a Évora * Visita a Santarém e Fátima* Palácio de Queluz* Jerônimos, São Jorge e Baixa* Retorno para o Rio * - Passeios sugeridos pela Militur Viagens Internacionais, sem o envolvimento da agência na marcação e/ou aquisição de ingressos. Fornecemos, contudo, toda a orientação que se fizer necessária.
  3. 3. Roma Porta Maggiore A Porta Maggiore ou Porta Prenestina, é uma das portas orientais nas antigas, mas bem conservadas Muralhas de Aureliano da Roma do terceiro século. Através da porta corriam duas antigas estradas: a Via Praenestina e a Via Labicana. A Via Prenestina era a estrada do leste da cidade antiga. A Via Labicana dominava o sudeste da cidade. A Porta Maggiore é de longe o melhor sítio urbano para visita de compreensão e visão dos antigos aquedutos. É um duplo arco monumental construído de branco travertino (um tipo de calcário). Ela foi primeiro conhecida como Porta Prenestina, talvez uma referência para a estrada sobre a qual é passava. O "portão", construído em 52 pelo imperador Cláudio, foi originalmente concebido para fornecer uma seção decorativa de suporte para dois aquedutos, o Aqua Claudia e o Novus Anio . Templo de Minerva Médica O Templo de Minerva Medica é uma antiga ruína romana que data º do IV século, situada no Esquilino , entre via Labicana e a Muralha de Aureliano. Ao contrário do que o próprio nome indica, este não é o templo de Minerva Medica (citado por Cícero ), mas de uma ninfa, e era originalmente parte dos jardins do Licínio . Este edifício foi erroneamente identificado a partir º do XVII século . O nome vem da estátua de Minerva que foi descoberta lá. O médico e anatomista Cloquet visitou o templo em 1837 e indicou que a estatua de Minerva com a cobra que está no Vaticano (estátua em mármore de Paros chamado Giustiniani Minerva ) não definia o templo e que aquelas eram ruínas pouco interessantes. O edifício tem doze lados de tijolos ( opus latericium ) de 24 m de diâmetro e 33 de altura. Encontramos este tipo de estrutura na cúpula do Pantheon ou a sala de jantar da Domus Áurea. Piazza Victor Emanuelle II
  4. 4. Piazza Vittorio Emanuele II é uma praça em Roma, na Esquilino . É servida pela estação Vittorio Emanuele. Rodeada por palácios com grandes pórticos no estilo do século 19, a praça foi construída por Gaetano Koch logo após a unificação da Itália. Umbertine em grande estilo, é a maior praça em Roma (316 x 174 metros). No centro da praça existe um jardim com os restos de um chafariz construído por Alexandre Severo, chamado Porta Mágica ou Porta Alchemica (Porta do Alquimista), a entrada para Villa Palombara , residência do alquimista Massimiliano II Palombara. Basílica de Santa Maria Maggiore A Basílica de Santa Maria também conhecida como Basílica de Nossa Senhora das Neves, ou Basílica Liberiana é uma das basílicas patriarcais de Roma. Foi construída entre 432 e 440, durante o pontificado do Papa Sisto III, e dedicada ao culto de Maria, Mãe de Deus, cujo dogma da Divina Maternidade acabara de ser declarado pelo Concílio de Éfeso (431). Entretanto, a data da fundação da basílica remete ao pontificado do Papa Libério (352-366). Termas de Diocleciano As termas de Diocleciano (Thermae Diocetiani), as maiores termas da Roma Antiga, foram construídas durante a era imperial. Estas termas, dedicadas ao imperador Diocleciano, em 306, foram as maiores termas imperiais e mantiveram-se operacionais até 537, quando os Godos destruíram o aqueduto que as alimentava. Semelhantes às Termas de Caracala na forma e dimensões, as Termas de Diocleciano estão parcialmente conservadas devido à sua utilização para fins religiosos. O complexo termal aloja a Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri e parte do Museu Nacional Romano. As três voltas do transepto da basílica fornecem ainda hoje um dos poucos exemplos do esplendor original dos edifícios romanos. Eram orientadas a sudeste, para permitir que a energia solar aquecesse o caldarium sem interceptar o frigidarium. São visíveis outros restos das termas nas ruas circundantes da basílica. Termas de Caracalla As Termas de Caracala foram construídas entre 212 e 217, durante o governo do imperador romano Caracala, e são um perfeito exemplo das grandes termas imperiais. Grande parte de sua estrutura ainda se encontra conservada, sem a interferência de edifícios modernos. Polêmio Sílvio, no século V, citava-as como uma das sete maravilhas de Roma, famosas pela riqueza de sua decoração e das obras que continha. As Termas de Caracala podiam acolher mais de 1.500 pessoas num edifício que media 337 por 328 metros, sendo somente a parte central de 220 por 114 metros. Santa Maria Soppra Minerva
  5. 5. A Igreja de Santa Maria Sopra Minerva é o primeiro e o único templo gótico de Roma. A construção do edifício foi iniciado em 1280, no sítio de antigo templo de Isis, erradamente identificado como templo de Minerva, donde o nome que significa «acima de Minerva». Seu edifício abrigou as altas autoridades da Inquisição no século XVII, nos tempos em que julgaram Galileu Galilei. Numerosas capelas laterais foram acrescentadas, e há muitos sepulcros onde estão papas, o pintor Fra Angelico, que pertencia à Ordem, e Santa Catarina de Siena. A capela mais famosa é a Carafa, no final do transepto direito, construída para o Cardeal Oliviero Carafa e consagrada em 1493. Sua fama deriva dos afrescos de Filippino Lippi, encarregado da decoração interna de 1488 a 1493. É uma das mais belas decorações de capela em toda Roma. Outra grande atração da igreja, seu maior tesouro, é a grande estátua do Cristo Ressuscitado por Michelangelo, esculpida em mármore em 1519. Pantheon de Roma . O Panteão, situado em Roma, Itália, também conhecido como Panteão de Agripa, é o único edifício construído na época greco-romana que, atualmente, se encontra em perfeito estado de conservação. Desde que foi construído que se manteve em uso: primeiro como templo dedicado a todos os deuses do panteão romano (daí o seu nome) e, desde o século VII, como templo cristão. O Panteão original foi construído em 27 a.C., durante a República Romana, no terceiro consulado de Marco Vipsânio Agripa. Foi destruído por um incêndio em 80 e totalmente reconstruído por Adriano em 125. . .
  6. 6. Partindo de Roma Florença 1- Galeria Del Uffizzi 2- Galeria d’ Accademia 3- Capela di Médicee
  7. 7. Chegando em Veneza
  8. 8. Paris Louvre Hop on / Hop off Val de da Loire
  9. 9. Versailles Parques Londres
  10. 10. Hop on / Hop off London Eye Portugal
  11. 11. Évora Fátima
  12. 12. Mosteiro dos Jerônimos Está incluído no seu roteiro para duas pessoas: 1) Parte terrestre: Tickets de trem Roma - Florença - Veneza - Paris Tickets de trem Paris - Londres Cinco diárias de Hotel Apartamento em Roma Quatro diárias de Hotel em Florença Quatro diárias de Hotel em Veneza Seis diárias de Apartamento em Paris em Paris Cinco diárias de Hotel em Londres Cinco diárias de Hotel no Porto Cinco diárias de Hotel em Lisboa Nove diárias de Aluguel de carro Porto - Lisboa Traslado em Roma Traslado em Florença Traslado em Paris Traslado em Londres Citytour tipo Hop on / Hop off em Roma Entradas nos Museus Vaticano Citytour tipo Hop on / Hop off em Paris Excursão guiada a Versalhes Excursão guiada ao Val de la Loire Dois dias de parques Disneyland Ingressos para Galeria dei Uffizzi Ingressos para Galeria de la Achademia City tur tipo Hop on / Hop off em Londres London Eye (se funcionando) Ingressos para museu de cera Mdme Tussauds Ingressos para Aquário Sea World de Londres

×