SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Tipos de Eventos Professor: Thiago. Congresso
Evento Eventos são todos os acontecimentos previamente planejados, coordenados de forma a contemplar o maior número de pessoas em um mesmo espaço físico e temporal, com informações, medidas e projetos sobre uma idéia, ação ou produto, apresentando os diagnósticos de resultados e os meios mais eficazes para se atingir determinados objetivos.”      Um evento geralmente provoca fortes emoções para os participantes,para os promotores e organizadores e, enfim, para todos que convivem com o turbilhão de atividades que compõem seu universo.      Para quem organiza, evento significa muito trabalho, iniciativa, criatividade, competência e resultados.      Para quem participa, significa congraçamento e integração, gerando e consolidando vínculos e relações de caráter profissional e pessoal.
Congresso Pode ser definido como uma reunião promovida por entidades associativas, visando ao debate de assuntos que interessem a um determinado segmento. É dividido em várias atividades, tais como mesas-redondas, conferências, simpósios, palestras, comissões, painéis, cursos, entre outras. Os congressos podem ser regionais, nacionais e internacionais.
Basicamente são reuniões promovidas por entidades associativas que visam debater assuntos de interesse de determinado ramo profissional, como por exemplo; médicos, engenheiros, professores, economistas etc. Um documento conhecido como “Anais do Congresso” registra as conclusões dos trabalhos apresentados. É um evento bastante abrangente e traz certas dificuldades na fixação de um único foco. 6
Também é veículo de intercâmbio setorial e de difusão técnico-científica, acelerando o desenvolvimento da categoria profissional. É eleita uma comissão organizadora responsável pelo planejamento, pelo regulamento e regimento e pelo controle financeiro do evento.   Estudam temas diversos, e ao final do trabalho, as conclusões e votações são adotadas no todo ou em parte após serem encaminhadas às autoridades competentes, com o pronunciamento oficial da classe.
Estudam temas diversos, e ao final do trabalho, as conclusões e votações são adotadas no todo ou em parte após serem encaminhadas às autoridades competentes, com o pronunciamento oficial da classe.
     Em geral, os temas são diversificados, embora se relacionem com a mesma especialidade ou entidade, e podem ter caráter profissional, técnico, cultural, artístico, político, histórico etc.
O fator de maior relevância de um congresso é a difusão de novas teorias e conceitos pela integração dos participantes em torno das matérias abordadas. A programação de um congresso poderá distribuir as atividades do evento em mesas-redondas, sessões plenárias, reuniões, conferências, painéis, palestras e Workshops.
   Em sua maioria, os congressos são realizados em períodos regulares, alternando-se as localidades-sede, com duração de 3 a 5 dias em locais especiais, centros de convenções e hotéis que disponham de instalações adequadas.    Os trabalhos apresentados nos congressos, reunidos em um conjunto com a denominação de anais, são entregues aos participantes do evento e, de acordo com a natureza e impor-tância, podem ser divulgados ou encaminhados a entidades ou autoridades como uma manifes-taçãoou pronunciamento oficial da classe.
Por sua grandeza e complexidade, o congresso deverá ser coordenado por uma comissão organizadora e seu funcionamento disciplinado por regulamento ou regimento interno.
Os trabalhos apresentados nos congressos, reunidos em um conjunto com a denominação de anais, são entregues aos participantes do evento e, de acordo com a natureza e importância, podem ser divulgados ou encaminhados a entidades ou autoridades como uma manifestação ou pronunciamento oficial da classe.
Equipe: ,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Destaque

11 soalan sebelum beli theme wordpress
11 soalan sebelum beli theme wordpress11 soalan sebelum beli theme wordpress
11 soalan sebelum beli theme wordpressafri2
 
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOps
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOpsFeweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOps
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOpsNucleus
 
Пришкільний табір «Барвінок»
Пришкільний табір «Барвінок»Пришкільний табір «Барвінок»
Пришкільний табір «Барвінок»Лариса Сєвєрін
 
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbH
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbHFirmenpräsentation MCP Deutschland GmbH
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbHMCP Deutschland GmbH
 
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design Thinking
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design ThinkingTiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design Thinking
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design ThinkingShashi Jain
 
EGS LB-250
EGS LB-250EGS LB-250
EGS LB-250savomir
 
Andrew V5PNM-RPC
Andrew V5PNM-RPCAndrew V5PNM-RPC
Andrew V5PNM-RPCsavomir
 
35. cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio
35.  cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio35.  cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio
35. cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerioComparte la Biblia
 
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...MCP Deutschland GmbH
 

Destaque (10)

11 soalan sebelum beli theme wordpress
11 soalan sebelum beli theme wordpress11 soalan sebelum beli theme wordpress
11 soalan sebelum beli theme wordpress
 
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOps
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOpsFeweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOps
Feweb Summer Event 2016: Nucleus over DevOps
 
Пришкільний табір «Барвінок»
Пришкільний табір «Барвінок»Пришкільний табір «Барвінок»
Пришкільний табір «Барвінок»
 
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbH
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbHFirmenpräsentation MCP Deutschland GmbH
Firmenpräsentation MCP Deutschland GmbH
 
Estudiante
EstudianteEstudiante
Estudiante
 
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design Thinking
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design ThinkingTiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design Thinking
TiE Youth Entrepreneurs (TYE) Design Thinking
 
EGS LB-250
EGS LB-250EGS LB-250
EGS LB-250
 
Andrew V5PNM-RPC
Andrew V5PNM-RPCAndrew V5PNM-RPC
Andrew V5PNM-RPC
 
35. cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio
35.  cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio35.  cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio
35. cuestionario génesis 19 la prioridad en el ministerio
 
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...
Fachkräftemangel, Weiterbildungslücken und andere Hürden auf dem Weg zum/r In...
 

Semelhante a Congresso

2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. GiraldiRita de Cássia GIRALDI
 
Produção e Eventos de Moda
Produção e Eventos de ModaProdução e Eventos de Moda
Produção e Eventos de ModaMarcio Duarte
 
Organização de Eventos (I): aulas 06
Organização de Eventos (I): aulas 06Organização de Eventos (I): aulas 06
Organização de Eventos (I): aulas 06Aristides Faria
 
Classifição e tipologia de eventos
Classifição e tipologia de eventosClassifição e tipologia de eventos
Classifição e tipologia de eventosCibele Menezes
 
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestra
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestraQuais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestra
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestraJussinara Narvaz
 
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14casaredondacultural
 
oficina faca seus encontros
oficina faca seus encontrosoficina faca seus encontros
oficina faca seus encontrosblogbrasil
 
Oficina de elaboração espirito santo
Oficina de elaboração espirito santoOficina de elaboração espirito santo
Oficina de elaboração espirito santoMarco Antonio
 
Universidade anhanguera pesquisa quatro
Universidade anhanguera pesquisa quatroUniversidade anhanguera pesquisa quatro
Universidade anhanguera pesquisa quatrocagabi
 
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.doc
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.docMA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.doc
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.docGuilhermeS16
 
Seminário Comunicação Oral
Seminário Comunicação OralSeminário Comunicação Oral
Seminário Comunicação OralIvana Cavalcante
 
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturaissaifinfo
 
Portfolio nacional de eventos da AIESEC
Portfolio nacional de eventos da AIESECPortfolio nacional de eventos da AIESEC
Portfolio nacional de eventos da AIESECivanchagasp
 
Seminário de apoio ao projeto de intervenção Social
Seminário de apoio ao projeto de intervenção SocialSeminário de apoio ao projeto de intervenção Social
Seminário de apoio ao projeto de intervenção SocialKarina Tavares
 
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01Eslei Reis
 
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem E
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem EUso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem E
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem EWilson Azevedo
 

Semelhante a Congresso (20)

Tipo de eventos
Tipo de eventosTipo de eventos
Tipo de eventos
 
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
 
Eventos pdf
Eventos pdfEventos pdf
Eventos pdf
 
Produção e Eventos de Moda
Produção e Eventos de ModaProdução e Eventos de Moda
Produção e Eventos de Moda
 
Organização de Eventos (I): aulas 06
Organização de Eventos (I): aulas 06Organização de Eventos (I): aulas 06
Organização de Eventos (I): aulas 06
 
Classifição e tipologia de eventos
Classifição e tipologia de eventosClassifição e tipologia de eventos
Classifição e tipologia de eventos
 
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestra
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestraQuais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestra
Quais%20s%c3%a3o%20as%20diferen%c3%a7as%20entre%20palestra
 
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 14
 
oficina faca seus encontros
oficina faca seus encontrosoficina faca seus encontros
oficina faca seus encontros
 
Oficina de elaboração espirito santo
Oficina de elaboração espirito santoOficina de elaboração espirito santo
Oficina de elaboração espirito santo
 
Passo a passo Conferência Infantojuvenil
Passo a passo Conferência InfantojuvenilPasso a passo Conferência Infantojuvenil
Passo a passo Conferência Infantojuvenil
 
Universidade anhanguera pesquisa quatro
Universidade anhanguera pesquisa quatroUniversidade anhanguera pesquisa quatro
Universidade anhanguera pesquisa quatro
 
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.doc
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.docMA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.doc
MA_COMP__Vamos_ver_e_ouvir_o_mundo.doc
 
Seminário Comunicação Oral
Seminário Comunicação OralSeminário Comunicação Oral
Seminário Comunicação Oral
 
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais
45172466 oficina-de-elaboracao-de-projetos-culturais
 
Portfolio nacional de eventos da AIESEC
Portfolio nacional de eventos da AIESECPortfolio nacional de eventos da AIESEC
Portfolio nacional de eventos da AIESEC
 
World café - Experiência
World café - ExperiênciaWorld café - Experiência
World café - Experiência
 
Seminário de apoio ao projeto de intervenção Social
Seminário de apoio ao projeto de intervenção SocialSeminário de apoio ao projeto de intervenção Social
Seminário de apoio ao projeto de intervenção Social
 
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01
Manual de-preenchimento-do-currc3adculo-lattes-110516132649-phpapp01
 
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem E
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem EUso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem E
Uso De Comunidades Virtuais Para A Aprendizagem E
 

Mais de Paloma Meneses

Mais de Paloma Meneses (20)

Winnicott
WinnicottWinnicott
Winnicott
 
Washington d.c
Washington d.cWashington d.c
Washington d.c
 
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de marteloNietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
Nietzsche e sua filosofia a golpes de martelo
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Geografia do ceara
Geografia do cearaGeografia do ceara
Geografia do ceara
 
Movimento constitucionalista
Movimento constitucionalistaMovimento constitucionalista
Movimento constitucionalista
 
O preto pode ficar branco
O preto pode ficar brancoO preto pode ficar branco
O preto pode ficar branco
 
Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945Período vargas 1930 1945
Período vargas 1930 1945
 
Juscelino kubitschek
Juscelino kubitschekJuscelino kubitschek
Juscelino kubitschek
 
India x paquistão
India x paquistãoIndia x paquistão
India x paquistão
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Atletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuaisAtletismo para deficientes visuais
Atletismo para deficientes visuais
 
As cidades e a urbanização brasileira
As  cidades  e  a urbanização   brasileiraAs  cidades  e  a urbanização   brasileira
As cidades e a urbanização brasileira
 
Aids
AidsAids
Aids
 
A ética de aristóteles
A ética de aristótelesA ética de aristóteles
A ética de aristóteles
 
A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.A crise da metafísica com hume.
A crise da metafísica com hume.
 
Apec
ApecApec
Apec
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 

Último

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 

Último (20)

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 

Congresso

  • 1. Tipos de Eventos Professor: Thiago. Congresso
  • 2. Evento Eventos são todos os acontecimentos previamente planejados, coordenados de forma a contemplar o maior número de pessoas em um mesmo espaço físico e temporal, com informações, medidas e projetos sobre uma idéia, ação ou produto, apresentando os diagnósticos de resultados e os meios mais eficazes para se atingir determinados objetivos.” Um evento geralmente provoca fortes emoções para os participantes,para os promotores e organizadores e, enfim, para todos que convivem com o turbilhão de atividades que compõem seu universo. Para quem organiza, evento significa muito trabalho, iniciativa, criatividade, competência e resultados. Para quem participa, significa congraçamento e integração, gerando e consolidando vínculos e relações de caráter profissional e pessoal.
  • 3. Congresso Pode ser definido como uma reunião promovida por entidades associativas, visando ao debate de assuntos que interessem a um determinado segmento. É dividido em várias atividades, tais como mesas-redondas, conferências, simpósios, palestras, comissões, painéis, cursos, entre outras. Os congressos podem ser regionais, nacionais e internacionais.
  • 4. Basicamente são reuniões promovidas por entidades associativas que visam debater assuntos de interesse de determinado ramo profissional, como por exemplo; médicos, engenheiros, professores, economistas etc. Um documento conhecido como “Anais do Congresso” registra as conclusões dos trabalhos apresentados. É um evento bastante abrangente e traz certas dificuldades na fixação de um único foco. 6
  • 5. Também é veículo de intercâmbio setorial e de difusão técnico-científica, acelerando o desenvolvimento da categoria profissional. É eleita uma comissão organizadora responsável pelo planejamento, pelo regulamento e regimento e pelo controle financeiro do evento. Estudam temas diversos, e ao final do trabalho, as conclusões e votações são adotadas no todo ou em parte após serem encaminhadas às autoridades competentes, com o pronunciamento oficial da classe.
  • 6. Estudam temas diversos, e ao final do trabalho, as conclusões e votações são adotadas no todo ou em parte após serem encaminhadas às autoridades competentes, com o pronunciamento oficial da classe.
  • 7. Em geral, os temas são diversificados, embora se relacionem com a mesma especialidade ou entidade, e podem ter caráter profissional, técnico, cultural, artístico, político, histórico etc.
  • 8. O fator de maior relevância de um congresso é a difusão de novas teorias e conceitos pela integração dos participantes em torno das matérias abordadas. A programação de um congresso poderá distribuir as atividades do evento em mesas-redondas, sessões plenárias, reuniões, conferências, painéis, palestras e Workshops.
  • 9. Em sua maioria, os congressos são realizados em períodos regulares, alternando-se as localidades-sede, com duração de 3 a 5 dias em locais especiais, centros de convenções e hotéis que disponham de instalações adequadas. Os trabalhos apresentados nos congressos, reunidos em um conjunto com a denominação de anais, são entregues aos participantes do evento e, de acordo com a natureza e impor-tância, podem ser divulgados ou encaminhados a entidades ou autoridades como uma manifes-taçãoou pronunciamento oficial da classe.
  • 10. Por sua grandeza e complexidade, o congresso deverá ser coordenado por uma comissão organizadora e seu funcionamento disciplinado por regulamento ou regimento interno.
  • 11. Os trabalhos apresentados nos congressos, reunidos em um conjunto com a denominação de anais, são entregues aos participantes do evento e, de acordo com a natureza e importância, podem ser divulgados ou encaminhados a entidades ou autoridades como uma manifestação ou pronunciamento oficial da classe.
  • 12.