SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
Conceito
 Incisão é um corte com um instrumento
cortante, realizado geralmente por um
médico cirurgião, seu objetivo é permitir o
acesso a área a ser operada.
Tipos
 KOCHER: em homenagem a Emil Theodor
Kocher.
 MCBURNEY: realizada em quadrante inferior
direito, para cirurgias de apendicectomia, porém
oblíqua.
 LANZ: realizada no ponto mcburney, sentido das
fibras do músculo oblíquo externo.
 BATTLE: indicada para apendicectomia.
 PHANNESTIEL: incisão transversal abaixo
do umbigo
 RUTHERFORD MORRISON: indicada para
acesso do cólon sigmoide e pelve
 TRANSVERSA: mais usada para acessar o
pâncreas, cólon direito, duodeno, etc.
 MEDIANA: permite acesso amplo à
cavidade abdominal.
 PARAMEDIANA: indicada para
esplenectomia, ressecção de cólon
esquerdo e acesso ao estômago.
MONITORIZAÇÃO
MULTIPARAMÉTRICA
CONCEITO
 É um equipamento que faz a leitura dos
sinais vitais do paciente, indicando em
tempo real para a equipe médica,
através das informações na tela e de
alarmes visuais e sonoros, a condição de
saúde atual do paciente.
ONDE ENCONTRAR?
 setores de emergência (pronto-socorro e
clínicas);
 unidades de terapia intensiva (UTI) ou
semi-intensiva;
 ambulâncias, principalmente UTIs móveis;
 salas de recuperação pós-cirúrgica;
 centros cirúrgicos;
 ambulatórios.
SINAIS VITAIS LIDOS
 Pressão arterial (invasiva e/ou não
invasiva)
 Batimentos cardíacos
 Respiração
 Saturação de oxigênio
 Temperatura corporal
Tipos de incisões cirúrgicas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEA
Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEASuporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEA
Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEAConf_Bras_Beisebol_Softbol
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Will Nunes
 
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptx
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptxAula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptx
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptxNaraLcia2
 
Aula slide centro cirurgico 2
Aula slide centro cirurgico 2Aula slide centro cirurgico 2
Aula slide centro cirurgico 2Rosimeyre Lira
 
Clínica Cirúrgica AULA 1
Clínica Cirúrgica AULA 1Clínica Cirúrgica AULA 1
Clínica Cirúrgica AULA 1Aline Bandeira
 
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]Gessyca Antonia
 
Acesso venoso central
Acesso venoso centralAcesso venoso central
Acesso venoso centralLAEC UNIVAG
 
Aula centro-cirurgico
Aula centro-cirurgicoAula centro-cirurgico
Aula centro-cirurgico4523ppp
 
Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Will Nunes
 
Administração de medicamentos por via parenteral
Administração de medicamentos por via parenteralAdministração de medicamentos por via parenteral
Administração de medicamentos por via parenteralAline Neves
 
Eletrocardiograma aula
Eletrocardiograma   aulaEletrocardiograma   aula
Eletrocardiograma aulaFabio Sampaio
 
Apostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoApostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoWilmar Ribeiro
 
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalar
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalarPrecauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalar
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalarGrupo Ivan Ervilha
 

Mais procurados (20)

Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEA
Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEASuporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEA
Suporte Básico para a Vida - Uso do Desfibrilador Externo Automático - DEA
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
 
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptx
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptxAula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptx
Aula 1 - UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA-UTI (2).pptx
 
Aula slide centro cirurgico 2
Aula slide centro cirurgico 2Aula slide centro cirurgico 2
Aula slide centro cirurgico 2
 
Clínica Cirúrgica AULA 1
Clínica Cirúrgica AULA 1Clínica Cirúrgica AULA 1
Clínica Cirúrgica AULA 1
 
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]
2a.e 3a. aula_infecção_hospitalar[1]
 
Acesso venoso central
Acesso venoso centralAcesso venoso central
Acesso venoso central
 
Aula centro-cirurgico
Aula centro-cirurgicoAula centro-cirurgico
Aula centro-cirurgico
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica
 
Higiene Hospitalar
Higiene HospitalarHigiene Hospitalar
Higiene Hospitalar
 
Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)
 
Administração de medicamentos por via parenteral
Administração de medicamentos por via parenteralAdministração de medicamentos por via parenteral
Administração de medicamentos por via parenteral
 
Exame Físico Geral
Exame Físico Geral Exame Físico Geral
Exame Físico Geral
 
Eletrocardiograma aula
Eletrocardiograma   aulaEletrocardiograma   aula
Eletrocardiograma aula
 
Apostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoApostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgico
 
Processo de Enfermagem
Processo de Enfermagem Processo de Enfermagem
Processo de Enfermagem
 
Choque
Choque Choque
Choque
 
Uti
UtiUti
Uti
 
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalar
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalarPrecauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalar
Precauções para prevenção de transmissão de agentes infecciosos intra-hospitalar
 
Homero_Acolhimento
Homero_AcolhimentoHomero_Acolhimento
Homero_Acolhimento
 

Último

Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoWilliamdaCostaMoreir
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCProf. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (6)

Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
 

Tipos de incisões cirúrgicas

  • 1. Conceito  Incisão é um corte com um instrumento cortante, realizado geralmente por um médico cirurgião, seu objetivo é permitir o acesso a área a ser operada.
  • 3.  KOCHER: em homenagem a Emil Theodor Kocher.  MCBURNEY: realizada em quadrante inferior direito, para cirurgias de apendicectomia, porém oblíqua.  LANZ: realizada no ponto mcburney, sentido das fibras do músculo oblíquo externo.
  • 4.  BATTLE: indicada para apendicectomia.  PHANNESTIEL: incisão transversal abaixo do umbigo  RUTHERFORD MORRISON: indicada para acesso do cólon sigmoide e pelve  TRANSVERSA: mais usada para acessar o pâncreas, cólon direito, duodeno, etc.
  • 5.  MEDIANA: permite acesso amplo à cavidade abdominal.  PARAMEDIANA: indicada para esplenectomia, ressecção de cólon esquerdo e acesso ao estômago.
  • 6.
  • 8. CONCEITO  É um equipamento que faz a leitura dos sinais vitais do paciente, indicando em tempo real para a equipe médica, através das informações na tela e de alarmes visuais e sonoros, a condição de saúde atual do paciente.
  • 9. ONDE ENCONTRAR?  setores de emergência (pronto-socorro e clínicas);  unidades de terapia intensiva (UTI) ou semi-intensiva;  ambulâncias, principalmente UTIs móveis;  salas de recuperação pós-cirúrgica;  centros cirúrgicos;  ambulatórios.
  • 10. SINAIS VITAIS LIDOS  Pressão arterial (invasiva e/ou não invasiva)  Batimentos cardíacos  Respiração  Saturação de oxigênio  Temperatura corporal