SlideShare uma empresa Scribd logo
O Nó do Afeto
Em uma reunião de pais numa escola da periferia, a diretora ressaltava o apoio que os pais devem dar aos filhos; pedia-lhes também que se fizessem presentes o máximo de tempo possível...
Ela entendia que, embora a maioria dos pais e mães daquela comunidade trabalhassem fora, deveriam achar um tempinho para se dedicar e entender as crianças.
Mas a diretora ficou muito surpresa quando um pai se levantou e explicou, com seu jeito humilde, que ele não tinha tempo de falar com o filho, nem de vê-lo, durante a semana, porque quando ele saía para trabalhar era muito cedo e  o filho ainda estava dormindo...
Quando voltava do serviço já era muito tarde e o garoto não estava mais acordado.
Explicou, ainda, que tinha de trabalhar assim para prover o sustento da família, mas também contou que isso  o deixava angustiado por não ter tempo para o filho e que tentava se redimir indo beijá-lo todas as noites quando chegava em casa.
E, para que o filho soubesse da sua presença, ele dava um nó na ponta do lençol que o cobria. Isso acontecia religiosamente todas as noites quando ia beijá-lo.
Quando o filho acordava e via o nó, sabia, através dele, que o pai tinha estado ali e o havia beijado. O nó era o meio de comunicação entre eles.
A diretora emocionou-se com aquela singela história e ficou surpresa quando constatou que o filho desse pai era um dos melhores alunos da escola.
O fato nos faz refletir sobre as muitas maneiras das pessoas se fazerem presentes, de se comunicarem com  os outros.
Aquele pai encontrou a sua, que era simples mas eficiente.  E o mais importante é que o filho percebia, através do nó afetivo, o que o pai estava lhe dizendo.
Por vezes, nos importamos tanto com a forma de dizer as coisas e esquecemos o principal, que é a comunicação através do sentimento. Simples gestos como um beijo e um nó na ponta do lençol, valiam, para aquele filho, muito mais do que presentes ou desculpas vazias.
É válido que nos preocupemos com as pessoas, mas é importante que elas saibam, que elas sintam isso.
Para que haja a comunicação é preciso que as pessoas "ouçam" a Linguagem do nosso coração, pois, em matéria de afeto, os sentimentos sempre falam mais alto que as palavras.
É por essa razão que um beijo, revestido do mais puro afeto, cura a dor de cabeça, o arranhão no joelho, o medo do escuro.
As pessoas podem não entender o significado de muitas palavras, mas sabem registrar um gesto de amor. Mesmo que esse gesto seja apenas um nó. . . Pense nisso.
“ O nó do afeto” (desconheço autor) Música tema:  Ave Maria (Bach Gounoud) Formatado por: Orlei Antônio E-mail: odossa@hotmail.com Por favor, não retire os créditos.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Revista digital matematica ii javier leal p.
Revista digital  matematica ii  javier  leal p.Revista digital  matematica ii  javier  leal p.
Revista digital matematica ii javier leal p.
Javier Leal
 
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management CourseDaca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
Bogdan - Marin Daca
 
Grant-Fowler Wedding
Grant-Fowler WeddingGrant-Fowler Wedding
Grant-Fowler Wedding
elisemanahan
 
Adam Turnell CV & Sample Portfolio
Adam Turnell CV & Sample PortfolioAdam Turnell CV & Sample Portfolio
Adam Turnell CV & Sample Portfolio
Adam Turnell
 

Destaque (16)

Copywriter Portfolio
Copywriter PortfolioCopywriter Portfolio
Copywriter Portfolio
 
Revista digital matematica ii javier leal p.
Revista digital  matematica ii  javier  leal p.Revista digital  matematica ii  javier  leal p.
Revista digital matematica ii javier leal p.
 
Портрет клиента и ниша
Портрет клиента и нишаПортрет клиента и ниша
Портрет клиента и ниша
 
Etica marica __paco_vidarte
Etica marica __paco_vidarteEtica marica __paco_vidarte
Etica marica __paco_vidarte
 
Производство серной кислоты из отходов серы с другого производства
Производство серной кислоты из отходов серы с другого производстваПроизводство серной кислоты из отходов серы с другого производства
Производство серной кислоты из отходов серы с другого производства
 
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management CourseDaca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
Daca Bogdan - Carnival Crowd Management Course
 
Grant-Fowler Wedding
Grant-Fowler WeddingGrant-Fowler Wedding
Grant-Fowler Wedding
 
Adam Turnell CV & Sample Portfolio
Adam Turnell CV & Sample PortfolioAdam Turnell CV & Sample Portfolio
Adam Turnell CV & Sample Portfolio
 
Expressionismo
Expressionismo Expressionismo
Expressionismo
 
Förvaltningsorganisation för de digitala kanalerna
Förvaltningsorganisation för de digitala kanalernaFörvaltningsorganisation för de digitala kanalerna
Förvaltningsorganisation för de digitala kanalerna
 
PLANIFICACIÓN ESTRATÉGICA: CASO PRÁCTICO
PLANIFICACIÓN ESTRATÉGICA: CASO PRÁCTICOPLANIFICACIÓN ESTRATÉGICA: CASO PRÁCTICO
PLANIFICACIÓN ESTRATÉGICA: CASO PRÁCTICO
 
Foro16. Dossier institucional y para la prensa.
Foro16. Dossier institucional y para la prensa. Foro16. Dossier institucional y para la prensa.
Foro16. Dossier institucional y para la prensa.
 
Distortion, Notan, Art 387
Distortion, Notan, Art 387Distortion, Notan, Art 387
Distortion, Notan, Art 387
 
Plano de compensação
Plano de compensaçãoPlano de compensação
Plano de compensação
 
Presentación Maria Laura Jasnis - eModa Day Buenos Aires 2016
Presentación Maria Laura Jasnis - eModa Day Buenos Aires 2016Presentación Maria Laura Jasnis - eModa Day Buenos Aires 2016
Presentación Maria Laura Jasnis - eModa Day Buenos Aires 2016
 
Violencia de genero
Violencia de generoViolencia de genero
Violencia de genero
 

Semelhante a O no do afeto

O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
Artes 100 Fronteiras
 
O nó afetivo
O nó afetivoO nó afetivo
O nó afetivo
Bru Zulli
 
Reunião de pais e responsáveis o nó do afeto
Reunião de pais e responsáveis  o nó do afetoReunião de pais e responsáveis  o nó do afeto
Reunião de pais e responsáveis o nó do afeto
profvanes
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.
Debora Silva
 
Reunião de pais 2º bim
Reunião de pais 2º bimReunião de pais 2º bim
Reunião de pais 2º bim
Valeriacamolesi
 
I encontro com pais 2011
I encontro com pais   2011 I encontro com pais   2011
I encontro com pais 2011
gislenedilly
 
Encontro com pais CE José de Lannes
Encontro com pais   CE José de LannesEncontro com pais   CE José de Lannes
Encontro com pais CE José de Lannes
gislenedilly
 
Tempo dos filhos
Tempo dos filhosTempo dos filhos
Tempo dos filhos
-
 

Semelhante a O no do afeto (20)

O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
O no-do-afeto-8580-100309153402-phpapp02
 
O no do afeto pps
O no do afeto   ppsO no do afeto   pps
O no do afeto pps
 
O Nó do Afeto
O Nó do AfetoO Nó do Afeto
O Nó do Afeto
 
O nó afetivo
O nó afetivoO nó afetivo
O nó afetivo
 
Reunião de pais e responsáveis o nó do afeto
Reunião de pais e responsáveis  o nó do afetoReunião de pais e responsáveis  o nó do afeto
Reunião de pais e responsáveis o nó do afeto
 
Folder REUNIÃO DE PAIS
Folder REUNIÃO DE PAISFolder REUNIÃO DE PAIS
Folder REUNIÃO DE PAIS
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.
 
Edição n. 50 do CH Noticias - Agosto/2019
Edição n. 50 do CH Noticias - Agosto/2019Edição n. 50 do CH Noticias - Agosto/2019
Edição n. 50 do CH Noticias - Agosto/2019
 
Projeto generosidade em sala de aula 2014_Autora: Andreia Pessoa
Projeto generosidade em sala de aula 2014_Autora: Andreia PessoaProjeto generosidade em sala de aula 2014_Autora: Andreia Pessoa
Projeto generosidade em sala de aula 2014_Autora: Andreia Pessoa
 
Meu Filho e as Manhãs
Meu Filho e as ManhãsMeu Filho e as Manhãs
Meu Filho e as Manhãs
 
Comunicação familiar
Comunicação familiarComunicação familiar
Comunicação familiar
 
Reunião de pais 2º bim
Reunião de pais 2º bimReunião de pais 2º bim
Reunião de pais 2º bim
 
News Out 09
News Out 09News Out 09
News Out 09
 
I encontro com pais 2011
I encontro com pais   2011 I encontro com pais   2011
I encontro com pais 2011
 
Encontro com pais CE José de Lannes
Encontro com pais   CE José de LannesEncontro com pais   CE José de Lannes
Encontro com pais CE José de Lannes
 
Tempo dos filhos
Tempo dos filhosTempo dos filhos
Tempo dos filhos
 
Portifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgtPortifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgt
 
Treinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slidesTreinamento de líderes_infantis_slides
Treinamento de líderes_infantis_slides
 
Portifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgtPortifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgt
 
Leitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-EscolarLeitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-Escolar
 

Mais de Luiz Carlos Dias

Mais de Luiz Carlos Dias (20)

Portugal - Castelos e palácios
Portugal - Castelos e paláciosPortugal - Castelos e palácios
Portugal - Castelos e palácios
 
Serra da Estrela - Portugal
Serra da Estrela - PortugalSerra da Estrela - Portugal
Serra da Estrela - Portugal
 
Sevilha - Espanha
Sevilha - EspanhaSevilha - Espanha
Sevilha - Espanha
 
Malmö - Suécia - Cidade ecológica
Malmö - Suécia - Cidade ecológicaMalmö - Suécia - Cidade ecológica
Malmö - Suécia - Cidade ecológica
 
Geniale bilder
Geniale bilderGeniale bilder
Geniale bilder
 
A rota dos faraós
A rota dos faraósA rota dos faraós
A rota dos faraós
 
Inglaterra - Beachy Head
Inglaterra - Beachy HeadInglaterra - Beachy Head
Inglaterra - Beachy Head
 
Hotéis em Las Vegas - EUA
Hotéis em Las Vegas - EUAHotéis em Las Vegas - EUA
Hotéis em Las Vegas - EUA
 
Paris - França
Paris - FrançaParis - França
Paris - França
 
Palácio da Foz - Lisboa
Palácio da Foz  - LisboaPalácio da Foz  - Lisboa
Palácio da Foz - Lisboa
 
Festival Glace Neige
Festival Glace NeigeFestival Glace Neige
Festival Glace Neige
 
A sensação de sede
A sensação de sedeA sensação de sede
A sensação de sede
 
Portugal é lindo visto do céu
Portugal é lindo visto do céuPortugal é lindo visto do céu
Portugal é lindo visto do céu
 
Itália
ItáliaItália
Itália
 
Mãos
MãosMãos
Mãos
 
Avenida Presidente Vargas - O antes, o durante e o depois
Avenida Presidente Vargas - O antes,  o durante e o depoisAvenida Presidente Vargas - O antes,  o durante e o depois
Avenida Presidente Vargas - O antes, o durante e o depois
 
Arraial do Cabo - Rio de Janeiro
Arraial do Cabo - Rio de JaneiroArraial do Cabo - Rio de Janeiro
Arraial do Cabo - Rio de Janeiro
 
Inglaterra - Beachy Head
Inglaterra - Beachy HeadInglaterra - Beachy Head
Inglaterra - Beachy Head
 
A travessia do caminho
A travessia do caminhoA travessia do caminho
A travessia do caminho
 
La route des pharaons
La route des pharaonsLa route des pharaons
La route des pharaons
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 

Último (20)

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

O no do afeto

  • 1. O Nó do Afeto
  • 2. Em uma reunião de pais numa escola da periferia, a diretora ressaltava o apoio que os pais devem dar aos filhos; pedia-lhes também que se fizessem presentes o máximo de tempo possível...
  • 3. Ela entendia que, embora a maioria dos pais e mães daquela comunidade trabalhassem fora, deveriam achar um tempinho para se dedicar e entender as crianças.
  • 4. Mas a diretora ficou muito surpresa quando um pai se levantou e explicou, com seu jeito humilde, que ele não tinha tempo de falar com o filho, nem de vê-lo, durante a semana, porque quando ele saía para trabalhar era muito cedo e o filho ainda estava dormindo...
  • 5. Quando voltava do serviço já era muito tarde e o garoto não estava mais acordado.
  • 6. Explicou, ainda, que tinha de trabalhar assim para prover o sustento da família, mas também contou que isso o deixava angustiado por não ter tempo para o filho e que tentava se redimir indo beijá-lo todas as noites quando chegava em casa.
  • 7. E, para que o filho soubesse da sua presença, ele dava um nó na ponta do lençol que o cobria. Isso acontecia religiosamente todas as noites quando ia beijá-lo.
  • 8. Quando o filho acordava e via o nó, sabia, através dele, que o pai tinha estado ali e o havia beijado. O nó era o meio de comunicação entre eles.
  • 9. A diretora emocionou-se com aquela singela história e ficou surpresa quando constatou que o filho desse pai era um dos melhores alunos da escola.
  • 10. O fato nos faz refletir sobre as muitas maneiras das pessoas se fazerem presentes, de se comunicarem com os outros.
  • 11. Aquele pai encontrou a sua, que era simples mas eficiente. E o mais importante é que o filho percebia, através do nó afetivo, o que o pai estava lhe dizendo.
  • 12. Por vezes, nos importamos tanto com a forma de dizer as coisas e esquecemos o principal, que é a comunicação através do sentimento. Simples gestos como um beijo e um nó na ponta do lençol, valiam, para aquele filho, muito mais do que presentes ou desculpas vazias.
  • 13. É válido que nos preocupemos com as pessoas, mas é importante que elas saibam, que elas sintam isso.
  • 14. Para que haja a comunicação é preciso que as pessoas "ouçam" a Linguagem do nosso coração, pois, em matéria de afeto, os sentimentos sempre falam mais alto que as palavras.
  • 15. É por essa razão que um beijo, revestido do mais puro afeto, cura a dor de cabeça, o arranhão no joelho, o medo do escuro.
  • 16. As pessoas podem não entender o significado de muitas palavras, mas sabem registrar um gesto de amor. Mesmo que esse gesto seja apenas um nó. . . Pense nisso.
  • 17. “ O nó do afeto” (desconheço autor) Música tema: Ave Maria (Bach Gounoud) Formatado por: Orlei Antônio E-mail: odossa@hotmail.com Por favor, não retire os créditos.