Seminário - Apresentação do Artigo - Big Data and Historical Social Science

695 visualizações

Publicada em

Apresentação do artigo "Big Data and Historical Social Science" em seminário do grupo de estudos de Métodos Digitais, no dia 09/09/2016.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
695
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
643
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Radar Plot of the State of the Union Speeches: Words are located temporally when 50% of their occurences have taken place.
  • Seminário - Apresentação do Artigo - Big Data and Historical Social Science

    1. 1. Métodos Digitais Big Data and Historical Social Science Luiz Cruz Silveira Neto Apresentação para o Grupo de Estudos sobre Métodos Digitais E-mail: luiznetogi@gmail.com
    2. 2. Roteiro  Objetivo  Ideias Principais  Arquivo Old Bailey  Mudança de Discurso Social  Considerações Finais  Impressões sobre o Artigo  Referências Bibliográficas 2
    3. 3. Objetivo 3  Mostrar que o fenômeno do "Big Data" pode revolucionar a ciência social histórica a partir da derivação de contextos de importância que estejam orientados para responder a perguntas que seriam a algum tempo atrás, em teoria, intratáveis sobre acontecimentos e eventos históricos.  Apontar que o "Big Data" não faz diferença para os cientistas sociais e historiadores, que levam apenas as sentenças narrativas* como objetivo de estudo. * Uma sentença narrativa consiste em uma sentença sequencial descritiva sobre um determinado tema.
    4. 4. Ideias Principais  O autor explica que existe um fenômeno que está baseado na conectividade de redes sociais que geram o avanço da análise digital, pesquisas on-line, mídia sociais de relacionamentos, recomendações de compra, análises de produtos e assim por diante.  Mas esse assunto não é tão novo como imaginamos, historiadores também constroem estruturas de dados em massa dos registros existentes de instituições e contextos importantes e essas estruturas de dados estão disponíveis ao público.  Um exemplo seria o registro de texto completo dos Anais de Old Bailey*, que são informações existentes do comércio atlântico de escravos, e a Companhia Britânica das Índias Orientais. 4 * Os Anais de Old Bailey são uma edição totalmente pesquisável do maior corpo de textos que detalham as vidas das pessoas não-elite já publicados, contendo 197,745 julgamentos criminais realizadas no tribunal criminal central de Londres.
    5. 5. Ideias Principais  Quebra de paradigma: Questões que o historiador solitário debruçado em um arquivo empoeirado mal podia imaginar que é possível agora são realizáveis em questão de dias, talvez horas, ou mesmo minutos.  Como esses arquivos de Big Data e muitos outros mudar o nosso compreensão do passado e, portanto, o nosso presente? 5
    6. 6. Ideias Principais  Estudos que envolvem Big Data e ciência social histórica estão começando a ser realizados, um exemplo seria um projeto americano que envolve a análise dos discursos do Estado da União, que trazem como base os Registros do Congresso* e transcrições de decisões do Supremo Tribunal.  O Discurso sobre o Estado da União é o relatório apresentado pelo Presidente dos Estados Unidos na presença do Congresso dos Estados Unidos anualmente, geralmente na forma de um discurso.  Esse tipo de estudo tende a crescer em vista da disponibilização de uma massa de dados referente a objetos (culturais e sociais). 6 * Para o registro do Congresso, cf. http://thomas.loc.gov/home/LegislativeData.php?n=Record
    7. 7. Ideias Principais  Será que novos repositórios culturais tornam possíveis entendimentos mudou de dinâmica crucialmente importantes, como a formação de elites, a integração grupo étnico, a difusão da doença e até mesmo clima a longo prazo alterar?  Revolução de Arquivo. Arquivos históricos da enorme significado estão a ser digitalizados e disponibilizados de forma rápida.  Esse tipo de revolução do arquivo importa na produção de conhecimento de historiadores e cientistas sociais históricos? 7
    8. 8. Ideias Principais  A história da ciência social que não tenha foco na escrita, permite uma re-imaginação radical do passado, uma reorganização radical da nossa compreensão do presente, porque eles convidam e fornecem suporte para um novo tipo de história, uma focada na dinâmica, reconhecimento de padrões e na identificação dos mecanismos pelos quais as ações dos atores resultaram em eventos e acontecimentos sociais e históricos. 8
    9. 9. Arquivo Old Bailey  Pense em nossos mais profundos problemas intelectuais, por exemplo, algo como o surgimento de "sociedade moderna". Como o Big Data contribuir para a nossa compreensão sobre essa questão? Jose Atria - estudante na Universidade de Columbia (NY - USA), está trabalhando sobre como usar o arquivo de Old Bailey para responder apenas a essa pergunta (2015).  O arquivo, que abrange o período 1674-1913 (isto é, afinal, um período que limita a emergência da modernidade) contém dados precisos com carimbo de tempo de milhões de pessoas únicas, milhares de lugares, e centenas de milhares de interações, tanto penal e cotidiano. 9
    10. 10. Arquivo Old Bailey  Indexado nesses registos são estruturas de dados relacionais precisos que nos permitem concentrar em mudar padrões de relações sociais, a geografia social da violência, o deslocamento de parentesco, a repartição dos localismos de todos os tipos, e o surgimento de novas estratégias e discursos sobre a governança .  E a partir disso, pode-se identificar o ritmo da mudança institucional, a dinâmica causais subjacentes ao complexo conjunto de processos interligados que constituem a modernidade. 10
    11. 11. Curiosidade  A Sabedoria das Multidões (The Wisdom of Crowds), primeiramente publicado em 2004, é um livro escrito por James Surowiecki sobre a agregação de informação em grupos, resultando em decisões que, como ele argumenta, são quase sempre melhores do que as que poderiam ser feitas por qualquer membro do grupo. 11 Vale a pena
    12. 12. Mudança de Discurso Social  Historiadores americanos concordam que em algum momento o discurso social e político norte- americano ao longo dos mais de dois séculos de 1790 a presente alterado.  Usando novas estratégias para a análise de textos históricos em que termos, conceitos, uso da linguagem e significados palavras onde o discurso moderno político e social sobre a natureza da governança surge como um objeto distinto depois de 1917, embora os elementos de tal discurso são identificáveis antes.  Isto fornece novos insights sobre nossa compreensão da história americana e transforma nossa compreensão do que discurso moderno e pré-moderna em elementos de continuidade que os ligam, por usarem termos iguais com diferentes significados. 12
    13. 13. Figura 1. Radar de Palavras Chave dos discursos sobre o Estado da União: As palavras são localizadas temporariamente quando 50% das suas ocorrências tiveram lugar no discurso Peter Bearman Big Data & Society 2015;2:2053951715612497 Copyright © by SAGE Publications Ltd unless otherwise noted. Manuscript content on this site is licensed under Creative Commons Licenses. Please see individual articles for license details.
    14. 14. 14
    15. 15. Considerações Finais  Todos estes estudos foram teoricamente possíveis antes do "Big Data", mas nenhum deles poderia ser realizado dentro do tempo hábil por apenas um pesquisador.  A promessa de tais estudos é tanto a sua contribuição para a história específica com a qual eles se envolvem e a identificação de mecanismos que podem ser transponíveis em todo contexto. Usando Big Data para identificar mecanismos de transposição é fundamental. Caso contrário, ficamos com mera descrição, um projeto útil, mas sem potencial para utilização no campo das ciências sociais. 15
    16. 16. Impressões sobre o Artigo  O argumento de que o fenômeno do "Big Data" pode revolucionar a ciência social histórica a partir da análise de dados foi bem explorado cientificamente e os exemplos são muito bons para reforçar essa argumentação.  Os estudos que foram apresentados não tiveram uma explicação clara sobre seus resultados e tão pouco sobre a metodologia de análise.  Os resultados sobre os questionamentos estão mal definidos, onde o leitor, principalmente o que não tem tanta proximidade com o tema de Big Data, pode encontrar dificuldade para compreender o que os dados estão mostrando de forma sistemática. 16
    17. 17. 17 Nuvem de Palavras do Artigo A fonte representa a recorrência de uso de uma palavra no texto.
    18. 18. Referências Bibliográficas 18  BEARMAN, Peter. Big Data and historical social science. Big Data & Society. July–December 2015: 1–5. Disponível em: <goo.gl/5LyKyK>  For the congressional record, cf. http://thomas.loc.gov/home/LegislativeData.php?n¼Record;  For the SoU, cf: http://www.presidency.ucsb.edu/sou.php;  For Court Records cf; http://www.loc.gov  Vídeo sobre o Poder do Coletivo: <https://www.youtube.com/watch?v=eANH5f1ul7s>

    ×