ENERGIA Investimentos em Infraestrutura
Perspectiva de Investimentos em Energia
Cenário Macroeconômico 2008/2017 Fonte: EPE – PDE 2008/2017 Projeções de Investimentos em Energia
Principais Empreendimentos em Energia Elétrica Santo Antônio Rio Madeira/RO Conclusão: 2012  (2011) Custo: ~R$ 13,5 bilhõe...
Leilão de Energia Eólica <ul><li>Contratação de Energia de Reserva para início de suprimento em 1º de julho de 2012 </li><...
Fonte: PSR Consultoria (modificado) Preços de Energia (Resultados dos Leilões) (todos os preços atualizados pelo IPCA para...
Revisão Tarifária de Energia Elétrica – Parcela A <ul><li>Cobrança indevida no repasse da Parcela A </li></ul><ul><li>Meto...
<ul><li>O que vence:  </li></ul><ul><li>Geração : 18 mil MW (17%) </li></ul><ul><ul><li>15 hidroelétricas </li></ul></ul><...
Vencimento das Concessões em 2015 <ul><li>Conseqüências da indefinição: </li></ul><ul><li>Impossibilidade da contratação d...
Carlos Antonio Cavalcanti Departamento de Energia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Investimentos Em Infraestrutura Energia

1.103 visualizações

Publicada em

Carlos Antonio Cavalcanti
Departamento de energia - FIESP

Perspectiva de Investimentos em Energia
Cenário Macroeconômico 2008/2017
Principais Empreendimentos
Planejamento da Expansão

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.103
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Investimentos Em Infraestrutura Energia

  1. 1. ENERGIA Investimentos em Infraestrutura
  2. 2. Perspectiva de Investimentos em Energia
  3. 3. Cenário Macroeconômico 2008/2017 Fonte: EPE – PDE 2008/2017 Projeções de Investimentos em Energia
  4. 4. Principais Empreendimentos em Energia Elétrica Santo Antônio Rio Madeira/RO Conclusão: 2012 (2011) Custo: ~R$ 13,5 bilhões Potência: 3.150 MW Energia: R$ 78,90/MWh (2007) Jirau Rio Madeira/RO Conclusão: 2013 (2012) Custo: ~R$ 10 bilhões Potência: 3.300 MW Energia: R$ 71,40/MWh (2008) Belo Monte Rio Xingu/PA Conclusão: 2014 Custo: ~20 bilhões (2010) Potência: 11.233 MW Energia: ~ R$ 68,00/MWh Angra III Angra/RJ Conclusão: 2015 Custo: ~7,5 bilhões (2009) Potência: 1.405 MW Energia: R$ 138,00/MWh (2009) Estimativa BNDES até 2013: R$ 92 bi Principais empreendimentos: R$ 51 bi (55%)
  5. 5. Leilão de Energia Eólica <ul><li>Contratação de Energia de Reserva para início de suprimento em 1º de julho de 2012 </li></ul><ul><li>Resumo </li></ul><ul><ul><li>Potência Total Contratada: 1.800 MW </li></ul></ul><ul><ul><li>Preço de Venda médio (R$/MWh): 148,39 </li></ul></ul><ul><ul><li>Montante (R$): 19,6 Bilhões </li></ul></ul><ul><ul><li>Preço Máximo (R$): 153,05 (Delta/Eólica Ltda) </li></ul></ul><ul><ul><li>Preço Mínimo (R$): 131,00 (EletroSul S.A.) </li></ul></ul>Planejamento da Expansão de Energia Elétrica
  6. 6. Fonte: PSR Consultoria (modificado) Preços de Energia (Resultados dos Leilões) (todos os preços atualizados pelo IPCA para dez/2009) Planejamento da Expansão de Energia Elétrica Maioria Hidroelétrica Maioria Térmoelétrica
  7. 7. Revisão Tarifária de Energia Elétrica – Parcela A <ul><li>Cobrança indevida no repasse da Parcela A </li></ul><ul><li>Metodologia atual não leva em conta a evolução do mercado. </li></ul><ul><li>Prejuízo ao consumidor estimado pelo TCU em R$ 7 bilhões. </li></ul><ul><li>No final de 2009, a Aneel realizou audiência pública para discutir um </li></ul><ul><li>aditivo contratual para aperfeiçoar a metodologia, buscando a </li></ul><ul><li>neutralidade </li></ul><ul><li>da parcela A. </li></ul><ul><li>Setor ainda aguarda a forma de ressarcimento ao consumidor </li></ul>
  8. 8. <ul><li>O que vence: </li></ul><ul><li>Geração : 18 mil MW (17%) </li></ul><ul><ul><li>15 hidroelétricas </li></ul></ul><ul><ul><li>1 térmica </li></ul></ul><ul><ul><li>2 PCH </li></ul></ul><ul><li>Transmissão : 74 mil km (84%) </li></ul><ul><ul><li>9 Contratos </li></ul></ul><ul><ul><li>22 Estados </li></ul></ul><ul><ul><li>404 linhas da rede básica </li></ul></ul><ul><li>Distribuição : 41 empresas (58%) </li></ul><ul><ul><li>16 Estados </li></ul></ul>Vencimento das Concessões em 2015 O problema: Vencimento dos contratos de concessão, concentradas em 2015, já beneficiadas pela prorrogação de 20 anos, após a Lei das Concessões (Lei 8.987/1995).
  9. 9. Vencimento das Concessões em 2015 <ul><li>Conseqüências da indefinição: </li></ul><ul><li>Impossibilidade da contratação de energia a longo prazo, já que a continuidade da empresa na concessão não está definida. </li></ul><ul><li>Dificuldade na captação de recursos financeiros para as concessionárias devido à imprevisibilidade dos recebíveis. </li></ul><ul><li>Falta de investimentos e manutenções devido à insegurança quanto à reversão. </li></ul>Investimentos amortizados Contribuição para a modicidade Tarifária Prorrogação Licitação X
  10. 10. Carlos Antonio Cavalcanti Departamento de Energia

×