MERCADO LINUX E A IMPORTÂNCIA DA
CERTIFICAÇÃO LPI
Sobre o palestrante
Formado em ciência da computação;
Trabalho há 8 anos com Linux;
Especialista em projeto de redes corpo...
Mercado de SL/CA;
Cenário nacional e internacional;
Certificação em Linux;
Por que se certificar?
Principais certificações...
Cenário Mundial
O sistema operacional Linux está presente em 67% dos
servidores na Internet e nos 208 maiores computadores...
Cenário Mundial
500 mais poderosos computadores
Fonte: top500.org
Adoção dos Sistemas Operacionais - Jun/2010 Performance ...
Cenário Brasileiro
Cresce a demanda de profissionais Linux e a procura por centros de treinamento.
Base instalada de Linux...
Software Livre está presente em 73% das empresas com mais de 1.000 funcionários.
31% das menores (até 99 funcionários) uti...
Empresas que utilizam Linux
Empresas que utilizam Linux
Desenvolvimento de Software
Indústria Cinematográfica
Indústria Cinematográfica
Dispositivos que rodam Linux
Microsoft investe em Linux
Microsoft investiu no ano de 2011 US$100 milhões de dólares no SUSE em
parceria com a Novell.
A...
Linux nas empresas
A DICE e a Linux Foundation, divulgaram um relatório, no qual foram convidas
empresas que tenham vendas...
Cenário profissional
Em outra pesquisa com 850 gerentes de contratação e 2.600 profissionais Linux
em todo o mundo, a Dice...
Cenário profissional
Quase 25% por cento dos gerentes de contratação disse que eles foram tão
longe para buscar treinament...
Cenário profissional
75% por cento dos entrevistados disseram que receberam pelo menos uma
chamada de um recrutador nos úl...
Por que tirar uma certificação?
Criar um caminho a ser percorrido por profissionais de TI.
Providenciar um mecanismo organ...
Por que tirar uma certificação?
Ter vantagem competitiva diante de um empregador em potencial.
Aumentar suas possibilidade...
Certificações em Linux
LPI – Linux Professional Institute
LPIC-1, LPIC-2, LPIC-3
RedHat (RHCSA, RHCE,RHCA)
Novell (CLA, CL...
Sobre o LPI
O Linux Professional Institute - LPI, estabeleceu-se como uma organização
internacional sem fins lucrativos, e...
101 102
+
Nível júnior
Requisitos para obter LPIC-1
Questões
Duração da prova
Pontuação
Preço
Disponível em português e inglês
Duração da certifi...
201 202
+
Nível Pleno
Requisitos para obter LPIC-2
Questões
Duração da prova
Pontuação
Preço
Disponível em português e inglês
Duração da certifi...
Nível Yoda
Composto por 5 provas;
Apenas 3 estão disponíveis;
Provas de especialização;
Poucos ainda certificados;
Nível Sênior
304
Nível Sênior
303300
300
Core
Nível Sênior
LDAP e SAMBA
303
Segurança
Diversas ferramentas
de segurança
Nível Sênior
Nível Sênior
304
Virtualização
XEN e KVM
Certificar especialistas;
4 níveis de especialização;
Prova 300 obrigatório;
Proposta LPIC-3
Proposta LPIC-3
301300 = LPIC-3 Especialista em:
LDAP+Ambientes Mistos (SAMBA)
301 303300 + = LPIC-3 Especialista em:
Segu...
Distribuições que são
recomendadas para estudar
Como se preparar
Realizar treinamento direcionado.
Fazer simulados disponíveis na internet.
Pesquisar e apreender por meio...
PARCERIAS
MONITORAMENTO
O Zabbix é a solução OpenSource para monitoramento de performance
definitiva. O Zabbix oferece monitoramento...
MONITORAMENTO
SERVIDOR DE E-MAIL
O Zimbra é uma solução completa e segura de email e colaboração, incluindo
anti-vírus, anti-spam, webma...
SERVIDOR DE E-MAIL
CLUSTER DE ALTO DESEMPENHO
Alta Disponibilidada (HA) é a capacidade de um sistema para executar a sua
função de forma cont...
SERVIDOR DE ARQUIVOS
O SAMBA é um conjunto de programas integrados desenvolvido para
autenticação de usuários e compartilh...
SERVIDOR DE BACKUP
Bacula é um software de backup de código aberto.1 Com ele é possível fazer
backup remotamente de Linux,...
GERENCIAMENTO CENTRALIZAO COM PUPPET
O Puppet essencialmente é um framework opensource e um conjunto de
ferramentas e solu...
REDUZINDO CUSTOS DE TELEFONIA COM O ASTERISK
O Asterisk é um software, baseado na licença, que executa todas as funções de...
VIRTUALIZAÇÃO
Xen é uma ferramenta de virtualização no mundo Linux e oferece um
poderoso, eficiente, segura e funcionalida...
INVENTÁRIO COM OCS
Inventário de informações detalhadas sobre drives, sistema operacional,
software instalado, monitor e d...
SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
Recente pesquisa realizada pela McAfee aponta que uma pequena ou média
empresa que possua entre 50...
SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
Segundo uma pesquisa realizada ano passado pelo Tech Pro Research com
empresas dos Estados Unidos,...
SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
Adequação as Normas da ISO 27001/27002, Guia de referência para boas práticas
dos processos e gest...
SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
PERGUNTAS?
Referências
lpibrasil.com.br
lpi.org
certificacaolinux.com.br
examcollection.com
top500.org
linuxmagazine.com.br
alessandr...
OBRIGADO
Tom Oliveira
E-mail: tomfoliveira@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Certificação LPI: qual sua importância no mercado de trabalho?

714 visualizações

Publicada em

Conheça os diferenciais de uma das dez certificações mais procuradas pelos profissionais da tecnologia da informação, como suas vantagens, aceitação do mercado, dicas valiosas de estudo e preparação para o exame.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Certificação LPI: qual sua importância no mercado de trabalho?

  1. 1. MERCADO LINUX E A IMPORTÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO LPI
  2. 2. Sobre o palestrante Formado em ciência da computação; Trabalho há 8 anos com Linux; Especialista em projeto de redes corporativas utilizando software livre e Linux em geral; Instrutor há 5 anos dos cursos da formação LPI, Red Hat, Novell, Zimbra, Samba, OpenLDAP e OpenLDAP Extreme. Conto com algumas certificações na área, como LPIC-1, LPIC-2, LPIC-3, LPIC-302, CLP, CLA e CompTIA Linux+.
  3. 3. Mercado de SL/CA; Cenário nacional e internacional; Certificação em Linux; Por que se certificar? Principais certificações em Linux; A certificação LPI; Carreira do administrador Linux; Tecnologias que são tendências Considerações finais; OBJETIVOS
  4. 4. Cenário Mundial O sistema operacional Linux está presente em 67% dos servidores na Internet e nos 208 maiores computadores do Mundo. É um mercado de 12 bilhões de dólares que precisa ser explorado por profissionais habilidosos e competentes capazes de criar, manter e administrar estes sistemas computacionais. Há falta de profissionais Linux no mercado de trabalho, pois o sistema cresce em uma velocidade impressionante. Fonte: http://www.alessandrosilva.info
  5. 5. Cenário Mundial 500 mais poderosos computadores Fonte: top500.org Adoção dos Sistemas Operacionais - Jun/2010 Performance dos Sistemas Operacionais - Jun/2010
  6. 6. Cenário Brasileiro Cresce a demanda de profissionais Linux e a procura por centros de treinamento. Base instalada de Linux, cresce 30% ao ano e já está em 64% das empresas brasileiras, um crescimento superior a 50% em relação a 2004. Empresas envolvidas nesse mercado sustentam que nunca o profissional Linux esteve tão valorizado. Fonte: http://www.alessandrosilva.info
  7. 7. Software Livre está presente em 73% das empresas com mais de 1.000 funcionários. 31% das menores (até 99 funcionários) utilizam essa inovadora tecnologia. Cenário Brasileiro Fonte: Pesquisa - Instituto Sem Fronteiras em 2007/2008
  8. 8. Empresas que utilizam Linux
  9. 9. Empresas que utilizam Linux
  10. 10. Desenvolvimento de Software
  11. 11. Indústria Cinematográfica
  12. 12. Indústria Cinematográfica
  13. 13. Dispositivos que rodam Linux
  14. 14. Microsoft investe em Linux Microsoft investiu no ano de 2011 US$100 milhões de dólares no SUSE em parceria com a Novell. A mesma fez em 2009 outras parcerias com a Red Hat para interoperalidade em virtualização, agregando ainda mais no suporte aos seus clientes que utilizam ambas plataforma. Microsoft libera Linux no seu ambiente Windows Azure (ambiente de cloud computing da Microsoft). Microsoft ajudou e colaborou no desenvolvimento do samba. - http://www.aboutlinux.info/2011/07/microsoft-to-invest-100-million-more-in.html - https://tecnoblog.net/87070/windows-azure-linux - http://www.hardware.com.br/artigos/samba-active-directory/ - http://br-linux.org/wparchive/2009/microsoft-e-red-hat-fazem-parceria-para-interoperabilidade-em- virtualizacao.php
  15. 15. Linux nas empresas A DICE e a Linux Foundation, divulgaram um relatório, no qual foram convidas empresas que tenham vendas mínimas de US$ 500 milhões no ano ou no mínimo 500 funcionários, essa pesquisa incluiu empresas como Morgan Stanley, Goldman Sachs, Bank of America, Bristol-Myers Squibb, NTT, Deutsche Bank, DreamWorks, ADP, Bank of New York, NYSE, NASDAQ, Goodrich, MetLife, e AIG, entre outras. Implantações de aplicações Linux aumentaram durante os últimos 4 anos, de 65% para 79%, enquanto a implantação do Windows caiu de 45% para 36%. O Linux tem sido a plataforma de escolha para diversas empresas. Mais de 87% migraram para ela em 2014 e 82% possuem planos para adicionar ainda mais servidores Linux em 2015. http://www.profissionaisti.com.br/2015/01/por-que-voce-deve-aprender-linux-hoje/
  16. 16. Cenário profissional Em outra pesquisa com 850 gerentes de contratação e 2.600 profissionais Linux em todo o mundo, a Dice e a Free Software Fundation relatou: Das empresas pesquisadas, 73% afirmaram que estão procurando por administradores de sistema com habilidades em Linux, enquanto que 57% estão contratando desenvolvedores para projetos relacionados a Linux. Nove em cada 10 entrevistados disse que é "um pouco difícil" ou "muito difícil" encontrar profissionais experientes de Linux. Fonte: http://computerworld.com.br/carreira/2013/02/22/carreira-empresas- sofrem-com-a-falta-de-especialistas-em-linux/
  17. 17. Cenário profissional Quase 25% por cento dos gerentes de contratação disse que eles foram tão longe para buscar treinamento para os funcionários já existentes para atender as suas necessidades Linux quando não conseguia encontrar um candidato adequadamente qualificado. Chamado de 2013 Linux Jobs Report, o relatório apontou que essas circunstâncias levaram ao aumento da média salarial dos profissionais de Linux em 9%, enquanto que os profissionais de TI, em geral, tiveram um crescimento de 5% em seus salários. Fonte: http://computerworld.com.br/carreira/2013/02/22/carreira-empresas- sofrem-com-a-falta-de-especialistas-em-linux/
  18. 18. Cenário profissional 75% por cento dos entrevistados disseram que receberam pelo menos uma chamada de um recrutador nos últimos seis meses. 56% por cento disse que seria “fácil” ou “muito fácil” para encontrar um novo emprego. Um terço dos entrevistados disseram que pretendem mudar de emprego este ano, com salário mais alto é o No. 1 Fonte: http://computerworld.com.br/carreira/2013/02/22/carreira-empresas- sofrem-com-a-falta-de-especialistas-em-linux/
  19. 19. Por que tirar uma certificação? Criar um caminho a ser percorrido por profissionais de TI. Providenciar um mecanismo organizacional para Centros de Treinamento. Comprovar sua competência. Contra-atacar o argumento que “Não há suporte para Linux”. Auxiliar no processo de contratação.
  20. 20. Por que tirar uma certificação? Ter vantagem competitiva diante de um empregador em potencial. Aumentar suas possibilidades de empregabilidade. Oferecer novas soluções para potenciais clientes.
  21. 21. Certificações em Linux LPI – Linux Professional Institute LPIC-1, LPIC-2, LPIC-3 RedHat (RHCSA, RHCE,RHCA) Novell (CLA, CLP, CLE) Mandriva (MCB,MCU, e MCA) Ubuntu Certifield
  22. 22. Sobre o LPI O Linux Professional Institute - LPI, estabeleceu-se como uma organização internacional sem fins lucrativos, em1999, pela comunidade Linux, e desde então, desenvolve de forma acessível a todos um programa de certificação reconhecido internacionalmente por empresas, empregadores e profissionais de TI.
  23. 23. 101 102 + Nível júnior
  24. 24. Requisitos para obter LPIC-1 Questões Duração da prova Pontuação Preço Disponível em português e inglês Duração da certificação
  25. 25. 201 202 + Nível Pleno
  26. 26. Requisitos para obter LPIC-2 Questões Duração da prova Pontuação Preço Disponível em português e inglês Duração da certificação
  27. 27. Nível Yoda
  28. 28. Composto por 5 provas; Apenas 3 estão disponíveis; Provas de especialização; Poucos ainda certificados; Nível Sênior
  29. 29. 304 Nível Sênior 303300
  30. 30. 300 Core Nível Sênior LDAP e SAMBA
  31. 31. 303 Segurança Diversas ferramentas de segurança Nível Sênior
  32. 32. Nível Sênior 304 Virtualização XEN e KVM
  33. 33. Certificar especialistas; 4 níveis de especialização; Prova 300 obrigatório; Proposta LPIC-3
  34. 34. Proposta LPIC-3 301300 = LPIC-3 Especialista em: LDAP+Ambientes Mistos (SAMBA) 301 303300 + = LPIC-3 Especialista em: Segurança 301 304300 + = LPIC-3 Especialista em: Alta disponibilidade Virtualização 301 305300 + = LPIC-3 Especialista em: Web & Intranet 301 306300 + = LPIC-3 Especialista em: Mail e Mensagens www.lpi.org
  35. 35. Distribuições que são recomendadas para estudar
  36. 36. Como se preparar Realizar treinamento direcionado. Fazer simulados disponíveis na internet. Pesquisar e apreender por meio de how-to. Participar de listas de discussão. Conversar com quem já foi aprovado. Procurar um bom livro.
  37. 37. PARCERIAS
  38. 38. MONITORAMENTO O Zabbix é a solução OpenSource para monitoramento de performance definitiva. O Zabbix oferece monitoramento Avançado, alertas e características visuais que hoje ainda faltam em outros sistemas, mesmo nos melhores sistemas comerciais (pagos). Além de ser poderosa e flexível, o Zabbix também é uma ferramenta com uma rápida curva de aprendizagem. Uma de suas grandes vantagens é que a sua gestão é toda através de uma interface via Web e a sua configuração permanece quase que inteiramente dentro do banco de dados escolhido.
  39. 39. MONITORAMENTO
  40. 40. SERVIDOR DE E-MAIL O Zimbra é uma solução completa e segura de email e colaboração, incluindo anti-vírus, anti-spam, webmail em ajax, calendário, agenda, contatos, tarefas, disco virtual e compartilhamento de arquivos através de uma interface 100% web, substituindo com vantagens o MS Exchange, Lotus Notes e outros sistemas. Mais de 60.000 empresas em 80 países utilizam Zimbra NE (versão comercial); O Zimbra cresceu mais de 100%, consagrando seu lugar entre os líderes de plataformas de Email e Colaboração nas Empresas;
  41. 41. SERVIDOR DE E-MAIL
  42. 42. CLUSTER DE ALTO DESEMPENHO Alta Disponibilidada (HA) é a capacidade de um sistema para executar a sua função de forma contínua (sem interrupção) por um período de tempo significativo e superior ao que a fiabilidade dos seus componentes individuais poderia sugerir. Tanto as pequenas empresas como as empresas globais têm utilizadores em todo o mundo que necessitam de acesso aos dados 24 horas por dia. Sem esse acesso aos dados, as operações podem parar e, consequentemente, perderem-se receitas. SUSE Linux Enterprise High Availability Extension, Cluster Suite Red Hat, Heartbeat.
  43. 43. SERVIDOR DE ARQUIVOS O SAMBA é um conjunto de programas integrados desenvolvido para autenticação de usuários e compartilhamentos de arquivos e impressoras em redes mistas, distribuídas sob licença GPL. O SAMBA4 possui suporte nativo com Active Directory, sistema capaz de gerenciar diversos recursos como: Servidores de Domínio, Compartilhamento de Arquivos, Mobilidade de Perfil de Usuários, Administração total de Ambientes Desktop Windows através da GPO. Conta com uma interface gráfica do Active Directory, facilitando e tornando a administração de seus recursos extremamente ágil e prática, esta ferramenta é disponibilizada gratuitamente pela Microsoft.
  44. 44. SERVIDOR DE BACKUP Bacula é um software de backup de código aberto.1 Com ele é possível fazer backup remotamente de Linux, Solaris, FreeBSD, NetBSD, Windows, Mac OS X, OpenBSD, HP-UX e AIX. No Brasil, o Bacula tem despertado o interesse de diversas grandes empresas, e diversos orgãos públicos, que já utilizam a ferramenta, de acordo com o alinhamento estratégico pela utilização de Software Livre.
  45. 45. GERENCIAMENTO CENTRALIZAO COM PUPPET O Puppet essencialmente é um framework opensource e um conjunto de ferramentas e soluções para gerência de configurações e automação. O puppet faz parte de uma nova geração de sistemas para automatização de servidores e serviços, ele nos permite tratar infraestrutura como código, para administradores de sistema tem sido comum por muito tempo automatizar rotinas de administração via scripts personalizados. A Manutenção desses conjuntos de ferramentas customizáveis torna-se incrivelmente complexo como a quantidade de servidores, diversos sistemas operacionais, ou um aumento da complexidade da rede. operacionais, ou um aumento da complexidade da rede.
  46. 46. REDUZINDO CUSTOS DE TELEFONIA COM O ASTERISK O Asterisk é um software, baseado na licença, que executa todas as funções de uma central telefônica convencional através das principais tecnologias de comunicação existentes no mercado, como por exemplo: linhas telefônicas analógicas, links de telefonia digital via placas de comunicação TDM (Time-Division Multplexing, ou Multiplexação por divisão detempo), VoIP (Voice over IP, ou Voz sobre IP) através dos protocolos SIP, H.323, IAX2, MGCP, Skinny,GoogleTalk, Skype, entre outros. A tecnologia VOIP vem crescendo muito nas empresas, entretanto falta profissionais para gerenciar essas centrais.
  47. 47. VIRTUALIZAÇÃO Xen é uma ferramenta de virtualização no mundo Linux e oferece um poderoso, eficiente, segura e funcionalidade estabelecidos para virtualização de x86, x86_64, IA64, PowerPC, CPU e outras arquiteturas. Eles suporta uma vasta gama de sistemas operacionais, incluindo convidado do Windows , Linux , Solaris , e várias versões dos sistemas operacionais BSD.
  48. 48. INVENTÁRIO COM OCS Inventário de informações detalhadas sobre drives, sistema operacional, software instalado, monitor e demais componentes de hardware. Agentes para diversos sistema operacionais incluindo Microsoft Windows, Linux, *BSD, Sun Solaris, IBM AIX, HP-UX, MacOS X. Planejar futuros investimentos em TI, levantar e controlar todo o patrimônio atual e gerenciar suas licenças de software, sem perder o controle do que está sendo usado ou não na rede.
  49. 49. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Recente pesquisa realizada pela McAfee aponta que uma pequena ou média empresa que possua entre 50 e 1.000 usuários de computadores, apenas 8% destas empresas possuem um profissional dedicado à Segurança da Informação. E nas 92% restantes, quem trabalha pela Segurança da Informação? Fonte: http://www.revistainfra.com.br
  50. 50. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Segundo uma pesquisa realizada ano passado pelo Tech Pro Research com empresas dos Estados Unidos, Europa e Ásia, 41% dos entrevistados pretendem investir mais em segurança da informação em 2014 do que em 2013 – um acréscimo de 16% em relação ao ano anterior. Na América do Sul, esse número é ainda maior: 66% dos entrevistados aumentarão seus investimentos em segurança da informação este ano, segundo relatório da consultoria PwC. Fonte: http://www.itforum365.com.br
  51. 51. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Adequação as Normas da ISO 27001/27002, Guia de referência para boas práticas dos processos e gestão da Segurança da Informação Corporativa; Controle de acesso (lógico e físico); Políticas; Processos (gestão de continuidade do negócio); Avaliação de todos os ativos;
  52. 52. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
  53. 53. PERGUNTAS?
  54. 54. Referências lpibrasil.com.br lpi.org certificacaolinux.com.br examcollection.com top500.org linuxmagazine.com.br alessandrosilva.info
  55. 55. OBRIGADO Tom Oliveira E-mail: tomfoliveira@gmail.com

×