Autor(a) Vínculo Institucional Orientador(a) Título do Trabalho Resumo
Mateus Cordenonsi Bonez UFSM
SOCIABILIDADE E IMPULS...
Dina Santos Araujo
UNB - Universidade de
Brasilia
O deslocamento forçado e a reinserção
obrigatória:
um estudo sobre a aco...
Trabalhos Aprovados - Posteres
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalhos Aprovados - Posteres

738 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
738
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
566
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalhos Aprovados - Posteres

  1. 1. Autor(a) Vínculo Institucional Orientador(a) Título do Trabalho Resumo Mateus Cordenonsi Bonez UFSM SOCIABILIDADE E IMPULSOS PARA A ASSIDUIDADE DE TRABALHADORES EM UM BAR DE CARÁTER POPULAR A sociabilidade erigida sob o tempo livre, sob as práticas de lazer e sob as ocupações cotidianas externas às determinações laborais já serviu de foco para várias pesquisas na área das Ciências Sociais. Mais especificadamente, a sociabilidade em bares com caráter popular, embora não servindo como objeto de inúmeras pesquisas, ganhou destaque em trabalhos históricos e antropológicos que enfatizaram o cotidiano de indivíduos no preenchimento do espaço- tempo externo ao trabalho. Sendo assim, o presente trabalho , que é um projeto de pesquisa para um TCC, apresenta como problema de pesquisa a pergunta: De que forma a sociabilidade entre frequentadores em um bar de caráter popular, localizado no bairro Camobi (Santa Maria – RS), impulsiona a assiduidade de alguns indivíduos neste local atualmente? O objetivo principal deste trabalho é compreender de que forma a sociabilidade entre frequentadores, em um bar de caráter popular no bairro Camobi (Santa Maria- RS), impulsiona a assiduidade de alguns indivíduos neste local. Além disso, objetiva-se especificadamente, analisar a dinâmica das interações sociais cotidianas dentro do bar pesquisado, como também interpretar as práticas de lazer e os MARCELO LARANJEIRA DUARTE Mestrando em Educação na Universidade do Estado do Rio de Janeiro Mônica Peregrino JUVENTUDE E ESCOLA: REFLETINDO SOBRE AS RELAÇÕES ENTRE ESCOLA E CULTURAS JUVENIS O presente trabalho nasce à partir de estudos teóricos realizados na construção da pesquisa sobre juventude e escola , tendo como ponto de partida a problemática do aumento significativo do número de jovens na Educação de Jovens e Adultos. O texto procura discutir as relações entre cultura juvenil e cultura escolar, problematizando a posição da juventude na escola, em particular na modalidade EJA, no cenário educacional contemporâneo, que tem sido fortemente marcado por desigualdades e processos de exclusão, em especial com os jovens das camadas populares. Para tanto, esforçamo-nos na investigação e análise do processo de juvenilização, tendo como campo empírico a EJA ofertada pela Rede Municipal de Ensino de Angra dos Reis, Município localizado na Região Sul do Estado do Rio de Janeiro. Os estudos teóricos desenvolvem-se sob o referencial de: Feixa, Pais, Bourdieu, Mannhein, Spósito, Abramovay, Dayrrel, Peregrino, Carrano, entre outros, que discutem e problematizam o conceito de juventude, as culturas juvenis, além de questões relacionadas à juventude e a escola. Pretende-se refletir sobre a juventude numa sociedade excludente e desigual, e analisar a relação entre “cultura juvenil” e “cultura escolar” dentro da escola pública. Karla Estefânia Comamala Arbusa de Souza Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE Eric Cardin O Migrante na Obra "Doze Contos Peregrinos" de Gabriel García Marquez Nesta monografia em andamento estão sendo investigados alguns contos da obra Doze Contos Peregrinos de Gabriel García Márquez, no intuito de demonstrar que a migração é um elemento presente, que pode ser visualizada nos processos de construção de identidade dos personagens e também nas relações sociais que marcam as fronteiras étnicas expostas no livro. Partindo do pressuposto de que a trajetória pessoal, intelectual e artística do autor se amarra a pedaços da história latino-americana e, por consequência, interferem de alguma maneira em suas decisões, práticas e representações, primeiramente será investigada sua história de vida, para que posteriormente a análise mais cuidadosa da obra possa ser realizada. Renata da Silva Gonçalves Universidade Federal de Pelotas Luciana Maria de Aragão Ballestrin A ATUAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL NO ÂMBITO DO MERCOSUL: Uma análise a partir da Cúpula Social do MERCOSUL (2006-2012) O presente trabalho pretende Identificar quais as principais características da atuação da sociedade civil dentro da Cúpula Social do MERCOSUL considerando: o formato associativo, a escala de atuação e as demandas e interesses que a sociedade civil apresenta. Num primeiro momento é possível perceber que as associações da sociedade civil que atuam no bloco tem, em sua maioria, base nacional, mas a abertura do MERCOSUL através da Cúpula Social do MERCOSUL propiciou a criação de uma estrutura de oportunidades para a articulação transnacional da sociedade civil. Tendo ela dentro desse organismo papel ativo na proposição de novas demandas para a agenda do bloco, que, em sua maioria, se relacionam principalmente com questões de trabalho e economia; uma vez que as associações da sociedade civil, que mais são atendidas, estão ligadas ao mercado e/ou interesses privados. Serão analisados os documentos produzidos nas Cúpulas entre 2006-2012, além da observação direta in loco para compreender o funcionamento, a estrutura e as tensões decorrentes da institucionalização da participação da sociedade civil no âmbito interno do Mercosul. Edson Alencar Farias Estudante do 7º semestre do Curso de História da América Latina da UNILA Professor Doutor Gerson Galo Ledezma VILA BANANAL: DESLOCAMENTO E ISOLAMENTO SOCIAL Neste trabalho que está em andamento e que faz parte da minha monografia, pretendo analisar os efeitos de Itaipu sobre a comunidade Vila Bananal, localizada a 50 km de Foz do Iguaçu, com acesso via São Miguel do Iguaçu. Esta comunidade que pertence juridicamente a Foz do Iguaçu foi o que restou do antigo Distrito de Alvorada do Iguaçu que acabou submersa com a formação do lago de Itaipu. O objetivo é fazer o levantamento histórico da região anterior a Itaipu, quando este era um distrito de Foz do Iguaçu. Apontar como se deu o processo de alagamento, deslocamento e isolamento das famílias. Mostrar a disputa entre Foz do Iguaçu e São Miguel do Iguaçu pela região, devido ao seu valor econômico advindo dos “royaltys” que Itaipu paga mensalmente aos municípios afetados pela represa. Demonstrar como a comunidade ficou esquecida pelo poder público tendo em vista sua importância econômica e o baixo retorno em acesso aos serviços municipais e levantar como estas famílias se posicionaram em cada um destes processos. Como metodologia, estou fazendo análise documental, levantamento bibliográfico, visitas ao local e entrevistas orais com moradores e pessoas envolvidas no processo, sendo que o POSTERES
  2. 2. Dina Santos Araujo UNB - Universidade de Brasilia O deslocamento forçado e a reinserção obrigatória: um estudo sobre a acolhida de refugiados na sociedade brasileira a partir do mercado de trabalho. No contexto mundial, as guerras envolvem cada vez mais vítimas civis e habitantes dos meios urbanos. Soma-se a isso os sinistros da natureza, e este crescente aumento de conflitos força o deslocamento internacional de indivíduos e por vezes de populações, ou seja, ocorrem as migrações involuntárias. Assim, este projeto tem como finalidade o levantamento do processo de acolhida de uma minoria pouco estudada: os indivíduos com status de refugiados, no Distrito Federal. Procura-se deslindar o modo de inserção destes no mercado de trabalho, quer seja formal ou informal, com foco em suas redes de sociabilidade, uma vez que o trabalho é categoria fundante do ser social e de sua interação com o meio. Levanta-se aqui a categoria informal de trabalho, pois acredita-se que este grupo possui características diversas passíveis de discriminação que os levariam à marginalização social independente de sua formação no país de origem. Esta informação vai de encontro ao estereótipo acolhedor do brasileiro, que poderia estar reservado apenas para determinado grupo de estrangeiros. Ainda que a soberania nacional garanta aos refugiados um direito objetivo, visto que são imigrantes regularizados pelo governo federal, pretende-se investigar como se efetivam alguns desses direitos que só subjetivamente se pode alcançar. Aline Neves do Rocio Diana Moreira de Jesus Ingrid de Souza Oliveira Portugal Graduandas do curso de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Sandra Mattar Dias A REPRODUÇÃO DA DESIGUALDADE SOCIAL NO SISTEMA EDUCACIONAL BRASILEIRO. O presente artigo tem como objetivo analisar as consequências da educação básica pública no país e o seu reflexo no ensino superior. O estudo inicia vinculando as implicações da desigualdade social e a falta de reais oportunidades básicas nas projeções de vida dos indivíduos. A promoção de políticas públicas educacionais aumentou significativamente o número de alunos que ingressam na educação superior, porém este número não tem correspondência com o número de formados. Desta forma se tomará como base os autores, François Dubet, Pierre Bourdieu, Jessé Souza e Dermeval Saviani, e suas perspectivas teóricas, entre outros, para esta análise. Fatores como a relação familiar e a estrutura social em que este indivíduo se desenvolve influenciam na sua vida acadêmica. Procura-se esclarecer que: sem um progresso qualitativo de base, o futuro acadêmico do indivíduo que entra precarizado culturamente no sistema, poderá ser afetado, o que denota a emergência de ações que melhorem a educação básica e a implementação de políticas públicas afirmativas que realmente contemplem as necessidades do estudante. Buscar-se-á entender neste trabalho, sem qualquer pretensão de esgotamento epistemológico do vasto e multifacetado tema, o motivo, da não permanência e do insucesso dos alunos oriundos das escolas públicas nas instituições de ensino superior. Cleber Silva Santos UNILA - Universidade Federal da Integração Latino Americana A emergência dos conflitos territoriais no século XXI: o caso da informatização do território brasileiro O território sempre esteve em disputa pelos povos, não importa o tempo na história. O poder territorial se manteve no locus das sociedades. Isso não mudou nos tempos atuais, porém um novo dado se faz possível, a possibilidade técnica que possibilita a assenção de um novo período histórico, ou melhor, o período popular da história (Santos, 2001) ao mesmo tempo que um violência maior por parte das técnicas no lugares. Com as variações políticas da última década no Brasil, fenômenos sociais se tornaram mais visíveis e passíveis de análise. O avanço de políticas públicas a serviço das tecnologias admite que tantos os atores hegemônicos, necessitados da velocidade de fluxos (materiais e imateriais) quanto as pessoas em geral, os homens lentos, atores do cotidiano, detenham algum controle sobre sobre as novas técnicas e as convertem de acordo com suas necessidades. Mariana Rey Varela Unila POLITICAS PUBLICAS DE SALUD INTERCULTURAL Y GOBIERNOS DEL "GIRO A LA IZQUIERDA" EN AMERICA LATINA Partimos de que para problematizar la Autonomía de los Pueblos Originarios en Salud en América Latina se precisa abordar más allá de las experiencias nacionales aisladamente, dada la condición de realidad compartida por el gran número de comunidades indígenas de la región. Identificando como elemento común a dichos Estados, además de contar con población indígena, se colocz lo definido por Constanza Moreira como “giro a la izquierda” en la elección de los ciudadanos en las últimas contiendas electorales. El objetivo general es describir y analizar las Políticas de Salud desarrolladas por los nuevos “Gobiernos Progresistas” de la última década en América Latina, en tanto su diálogo con la dimensión Intercultural. Teniendo en cuenta la importancia de dicho abordaje de la Salud para la construcción de sociedades plurales e inclusivas, se evaluó también la presencia de las diferentes Cosmologías Indígenas en los Sistemas. Se buscará para ello, identificar el rol de los saberes tradicionales medicinales en tres categorías analíticas: Modelo Bio-médico, Modelo híbrido – Salud Indigenista y Modelo de Salud Indígena. Se trata de una investigación cualitativa, de cuño exploratorio, con un enfoque

×