SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Baixar para ler offline
1º BIMESTRE - 5º ANO
5º ANO
Evando se tornou escritor. Ele gostava de literatura desde criança, recebeu
ajuda e inspiração de outras pessoas e era muito esforçado.
Correção da tarefa de casa p. 38
5º ANO
Resposta sugestiva: crianças que trabalham e não estudam, analfabetismo,
desvalorização do estudo, condições de vida de famílias brasileiras, etc.
As idas à feira e o acesso a cordéis.
Correção da
Tarefa de
casa p. 38
5º ANO
39
x
x
x
x Livro de biografias, diário
5º ANO
Foram usadas para dar continuidade ao texto.
“...Então ele fala de Josafá, que foi pego e vendido como escravo para
um fazendeiro lá da Bahia. Só que sua filha Marieta se apaixona por
ele. Mas o pai quer o casamento dela com o capataz, um homem
muito mau e cruel. Depois o propagandista para com a história e
começa a falar outra.”
5º ANO
40
x
5º ANO
x
5º ANO
41
Poderiam ser substituídas por travessão, pois também indica fala
direta.
“estudar? Estudar pra quê?”
5º ANO
Recordando: Acentuação Gráfica
5º ANO
x Resposta pessoal
Todas são oxítonas (última sílaba tônica).
Não, porque nem todas as oxítonas são acentuadas.
5º ANO
42
Em todas há duas vogais juntas.
ói
herói
heróis
corrói
remói
éu
ilhéu
ilhéus
céu
véus
éi
anéis
fiéis
papéis
pastéis
5º ANO
As palavras assembleia e ideia possuem ditongos aberto, mas são
paroxítonas.
As palavras heroico e jiboia possuem ditongo aberto, mas são
paroxítonas.
5º ANO
43
Tarefa para casa
5º ANO
Resposta pessoal
cordéis
anéis
fiéis
herói
ilhéu
papéis
Nas palavras que terminam com ditongo aberto: herói –
heróis, ilhéu – ilhéus.
44
5º ANO
Que a letra R final foi suprimida.
a fala do sertanejo (eu-lírico)
padecer
provar
reparar
findar
brocar
suportar
44
5º ANO
sofrer
experimentar
ver
terminar
Cortar com foice
aguentar
ação
verbos
45
5º ANO
45
5º ANO
Qual é o seu livro preferido?
5º ANO
Trocando ideias
O grupo narrador de Guilherme, narrador-personagem desse relato.
Eles farão uma representação de uma história do livro Marta Taquaral.
Ele teria 10 ou 11 anos, pois usou expressões cotidianas dessa faixa etária, fez uma redação
escolar, usou estilo informal da linguagem, etc.
5º ANO
Por dentro do texto
Relatar as impressões a respeito de um livro cuja leitura foi feita na
escola e apresentar história que os alunos escolheram por meio de
votação.
Sim , pois o narrador-personagem destaca o fato de o grupo dele
selecionar uma das histórias do livro de Marta Taquaral para
apresentar.
5º ANO
Resposta Pessoal
Resposta Pessoal
Quem tem o mesmo nome que o outro
Tolo, bobo, lerdo
Encenação teatral de uma história
5º ANO
Quando fala em “complicação”, o menino se refere ao
fato de a história de Marta Taquara ser uma adaptação
de um conto acumulativo compilado por Câmara
Cascudo. Guilherme, na verdade, quis dizer,
“compilação”. Ele criou um jogo de palavras para
mostrar que não entendeu muito bem o que é isso.
Resposta sugestiva: Lá diz que essa história, compilada
por Câmara Cascudo, é uma adaptação de uma narrativa
que se caracteriza pelo encadeamento de uma sequência
de falas ou ações.
5º ANO
Sim, semelhança no som (fonética).
Não, “complicado” significa “difícil”, e “compilado” tem a
ver com “agregar, resumir e/ou condensar uma obra”.
Possivelmente sim, pois Guilherme brinca com as palavras
ao usar a expressão “quer dizer”.
CAPÍTULO 8 - 5º ANO
Interjeições
Páginas 50 a 52
16/09
5º ANO
As interjeições são palavras que exprimem
sentimentos variados. Elas geralmente vêm
acompanhadas pelo ponto de exclamação, e
sempre usamos letras minúsculas para as
palavras que aparecem depois delas.
Interjeições
5º ANO
5º ANO
Página 50
Para expressar emoções e impressões sobre a autora e sobre as obras que serão
apresentadas no texto.
sugestão: Gente, essa escritora é muito legal/ Bah, essa autora é muito dez!
5º ANO
____
____
____
____
____
____
5º ANO
Ah, a gente combinou com a professora Mara...
Hum, a professora explicou o que quer dizer essa complicação toda ...
____
____
____
_________
__________________________________
_________________
_______________
_______________
________
5º ANO
5º ANO
Terminei de ler o livro da Marta Taquaral. Que escritora legal! As minhas histórias preferidas
foram: “ A revanche do esqueleto” e “O menino bocó”. Uma é assustadora e a outra é bem
divertida.
X
Virgulas foram usadas para separar essas partes, que são expressões explicativas
com informações adicionais.
5º ANO
CAPÍTULO 8 - 5º ANO
Para ler 2
Apostila p. 54 a 56
5º ANO
5º ANO
5º ANO
5º ANO
Projeto de rádio que envolve crianças de 3 a 5 anos.
Atividades em sala de aula, troca de
recados e homenagem de aniversariantes.
Resposta pessoal.
Resposta pessoal.
5º ANO
_____ ______
_____
_______
5º ANO
O projeto começou pelo trabalho da pedagoga Patrícia Osório
com alunos do Ensino Fundamental.
A professora Ana Paula, do Centro Municipal de Educação Infantil
Monteiro Lobato.
Ela se inspirou no educador Paulo Freire, porque ele defendia que
ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades
para a sua própria produção ou construção.
O projeto visa integrar novas tecnologias da informação ao ensino
da linguagem.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apostila de português 3 º bimestre.pptx

Projeto integralizador menina bonita
Projeto integralizador menina bonitaProjeto integralizador menina bonita
Projeto integralizador menina bonitaDiulha Colombo
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdf
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdfae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdf
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdfssuser692795
 
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDAFORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDAweleslima
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxssuser692795
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxssuser692795
 
Histórias a rimar guião
Histórias a rimar guiãoHistórias a rimar guião
Histórias a rimar guiãobibliotecap
 
Semana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioSemana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioJoice Bottoli
 
Semana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioSemana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioJoice Bottoli
 
Sequência gabriela 1
 Sequência gabriela 1 Sequência gabriela 1
Sequência gabriela 1Marisa Seara
 
Produção de paráfrase.ppt
Produção de paráfrase.pptProdução de paráfrase.ppt
Produção de paráfrase.pptAllanPatrick22
 
A menina que detestava livros_Atividades.pdf
A menina que detestava livros_Atividades.pdfA menina que detestava livros_Atividades.pdf
A menina que detestava livros_Atividades.pdfkikinha26
 
Sandra bozza alfabetização e disturbios
Sandra bozza   alfabetização e disturbiosSandra bozza   alfabetização e disturbios
Sandra bozza alfabetização e disturbiosMarlene Campos
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agostoDyone Andrade
 

Semelhante a Apostila de português 3 º bimestre.pptx (20)

Projeto integralizador menina bonita
Projeto integralizador menina bonitaProjeto integralizador menina bonita
Projeto integralizador menina bonita
 
Pedrinho Pintor
Pedrinho PintorPedrinho Pintor
Pedrinho Pintor
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdf
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdfae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdf
ae_avaliacao_trimestral2_port3_enunciado_2024.pdf
 
As sequências didáticas
As sequências didáticasAs sequências didáticas
As sequências didáticas
 
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDAFORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA
FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E LACERDA
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
 
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docxae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
ae_avaliacao_trimestral2_port3_solucoes_2024.docx
 
Histórias a rimar guião
Histórias a rimar guiãoHistórias a rimar guião
Histórias a rimar guião
 
Semana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioSemana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maio
 
Semana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maioSemana de 21 a 25 de maio
Semana de 21 a 25 de maio
 
As sequências didáticas
As sequências didáticasAs sequências didáticas
As sequências didáticas
 
Sequência gabriela 1
 Sequência gabriela 1 Sequência gabriela 1
Sequência gabriela 1
 
Pirandello
PirandelloPirandello
Pirandello
 
Produção de paráfrase.ppt
Produção de paráfrase.pptProdução de paráfrase.ppt
Produção de paráfrase.ppt
 
A menina que detestava livros_Atividades.pdf
A menina que detestava livros_Atividades.pdfA menina que detestava livros_Atividades.pdf
A menina que detestava livros_Atividades.pdf
 
Pedro.docx
Pedro.docxPedro.docx
Pedro.docx
 
seq. didática.pptx
seq. didática.pptxseq. didática.pptx
seq. didática.pptx
 
Sandra bozza alfabetização e disturbios
Sandra bozza   alfabetização e disturbiosSandra bozza   alfabetização e disturbios
Sandra bozza alfabetização e disturbios
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agosto
 
Revisao portugues
Revisao portuguesRevisao portugues
Revisao portugues
 

Mais de EdilmaBrando1

Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.
Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.
Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.EdilmaBrando1
 
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.EdilmaBrando1
 
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arte
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arteARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arte
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arteEdilmaBrando1
 
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptxEdilmaBrando1
 
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo ter
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo terPortuguês -Gerúndio . Aula sobre verbo ter
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo terEdilmaBrando1
 
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptx
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptxARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptx
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptxEdilmaBrando1
 
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptx
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptxCiências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptx
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptxEdilmaBrando1
 
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptx
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptxARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptx
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptxEdilmaBrando1
 
apresentação Eletiva culturando.pptx
apresentação Eletiva culturando.pptxapresentação Eletiva culturando.pptx
apresentação Eletiva culturando.pptxEdilmaBrando1
 
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptx
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptxProdução Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptx
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptxEdilmaBrando1
 
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptxEdilmaBrando1
 
2º ano - Redação- tema 6.pptx
2º ano - Redação- tema 6.pptx2º ano - Redação- tema 6.pptx
2º ano - Redação- tema 6.pptxEdilmaBrando1
 
Apostila de matemática 3º bimestre.pptx
Apostila de matemática 3º bimestre.pptxApostila de matemática 3º bimestre.pptx
Apostila de matemática 3º bimestre.pptxEdilmaBrando1
 
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxtipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxEdilmaBrando1
 
eletiva - tinta.pptx
eletiva - tinta.pptxeletiva - tinta.pptx
eletiva - tinta.pptxEdilmaBrando1
 
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptx
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptxApostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptx
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptxEdilmaBrando1
 
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdf
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdftiposdepredicado-170504191959 (1).pdf
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdfEdilmaBrando1
 
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptx
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptxAs origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptx
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptxEdilmaBrando1
 
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptslides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptEdilmaBrando1
 

Mais de EdilmaBrando1 (20)

Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.
Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.
Definicao-de-arte - aula sobre o capítulo de introdução.
 
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.
CIENCIAS.parte do livro didatico para aula.
 
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arte
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arteARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arte
ARTE - Monocromia para utilizar nas aulas de arte
 
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx
18-03-2021 Português -verbo no gerúndio, págs.49 e 50.pptx
 
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo ter
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo terPortuguês -Gerúndio . Aula sobre verbo ter
Português -Gerúndio . Aula sobre verbo ter
 
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptx
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptxARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptx
ARTE - Impressionismo - releitura da obra de Monet -15-02.pptx
 
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptx
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptxCiências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptx
Ciências - Cap. 8 - pág,140 a 148.pptx
 
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptx
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptxARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptx
ARTE - Policromia- Tarsila do Amaral ..pptx
 
16-02 - ARTES.pptx
16-02 - ARTES.pptx16-02 - ARTES.pptx
16-02 - ARTES.pptx
 
apresentação Eletiva culturando.pptx
apresentação Eletiva culturando.pptxapresentação Eletiva culturando.pptx
apresentação Eletiva culturando.pptx
 
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptx
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptxProdução Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptx
Produção Textual - ler é uma aventura. - Copia.pptx
 
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx
12-03-2021 Português - AULA DUPLA.pptx
 
2º ano - Redação- tema 6.pptx
2º ano - Redação- tema 6.pptx2º ano - Redação- tema 6.pptx
2º ano - Redação- tema 6.pptx
 
Apostila de matemática 3º bimestre.pptx
Apostila de matemática 3º bimestre.pptxApostila de matemática 3º bimestre.pptx
Apostila de matemática 3º bimestre.pptx
 
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptxtipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
tipologiatextual-230317235329-fb91fd71 (1).pptx
 
eletiva - tinta.pptx
eletiva - tinta.pptxeletiva - tinta.pptx
eletiva - tinta.pptx
 
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptx
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptxApostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptx
Apostila de geografia - 2º BIMESTRE.pptx
 
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdf
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdftiposdepredicado-170504191959 (1).pdf
tiposdepredicado-170504191959 (1).pdf
 
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptx
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptxAs origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptx
As origens da literatura portuguesa-trovadorismo-.pptx
 
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptslides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
 

Último

Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 

Último (20)

Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 

Apostila de português 3 º bimestre.pptx

  • 1. 1º BIMESTRE - 5º ANO
  • 2. 5º ANO Evando se tornou escritor. Ele gostava de literatura desde criança, recebeu ajuda e inspiração de outras pessoas e era muito esforçado. Correção da tarefa de casa p. 38
  • 3. 5º ANO Resposta sugestiva: crianças que trabalham e não estudam, analfabetismo, desvalorização do estudo, condições de vida de famílias brasileiras, etc. As idas à feira e o acesso a cordéis. Correção da Tarefa de casa p. 38
  • 4. 5º ANO 39 x x x x Livro de biografias, diário
  • 5. 5º ANO Foram usadas para dar continuidade ao texto. “...Então ele fala de Josafá, que foi pego e vendido como escravo para um fazendeiro lá da Bahia. Só que sua filha Marieta se apaixona por ele. Mas o pai quer o casamento dela com o capataz, um homem muito mau e cruel. Depois o propagandista para com a história e começa a falar outra.”
  • 8. 5º ANO 41 Poderiam ser substituídas por travessão, pois também indica fala direta. “estudar? Estudar pra quê?”
  • 10. 5º ANO x Resposta pessoal Todas são oxítonas (última sílaba tônica). Não, porque nem todas as oxítonas são acentuadas.
  • 11. 5º ANO 42 Em todas há duas vogais juntas. ói herói heróis corrói remói éu ilhéu ilhéus céu véus éi anéis fiéis papéis pastéis
  • 12. 5º ANO As palavras assembleia e ideia possuem ditongos aberto, mas são paroxítonas. As palavras heroico e jiboia possuem ditongo aberto, mas são paroxítonas.
  • 14. 5º ANO Resposta pessoal cordéis anéis fiéis herói ilhéu papéis Nas palavras que terminam com ditongo aberto: herói – heróis, ilhéu – ilhéus. 44
  • 15. 5º ANO Que a letra R final foi suprimida. a fala do sertanejo (eu-lírico) padecer provar reparar findar brocar suportar 44
  • 16. 5º ANO sofrer experimentar ver terminar Cortar com foice aguentar ação verbos 45
  • 18. 5º ANO Qual é o seu livro preferido?
  • 19. 5º ANO Trocando ideias O grupo narrador de Guilherme, narrador-personagem desse relato. Eles farão uma representação de uma história do livro Marta Taquaral. Ele teria 10 ou 11 anos, pois usou expressões cotidianas dessa faixa etária, fez uma redação escolar, usou estilo informal da linguagem, etc.
  • 20.
  • 21. 5º ANO Por dentro do texto Relatar as impressões a respeito de um livro cuja leitura foi feita na escola e apresentar história que os alunos escolheram por meio de votação. Sim , pois o narrador-personagem destaca o fato de o grupo dele selecionar uma das histórias do livro de Marta Taquaral para apresentar.
  • 22.
  • 23.
  • 24. 5º ANO Resposta Pessoal Resposta Pessoal Quem tem o mesmo nome que o outro Tolo, bobo, lerdo Encenação teatral de uma história
  • 25. 5º ANO Quando fala em “complicação”, o menino se refere ao fato de a história de Marta Taquara ser uma adaptação de um conto acumulativo compilado por Câmara Cascudo. Guilherme, na verdade, quis dizer, “compilação”. Ele criou um jogo de palavras para mostrar que não entendeu muito bem o que é isso. Resposta sugestiva: Lá diz que essa história, compilada por Câmara Cascudo, é uma adaptação de uma narrativa que se caracteriza pelo encadeamento de uma sequência de falas ou ações.
  • 26. 5º ANO Sim, semelhança no som (fonética). Não, “complicado” significa “difícil”, e “compilado” tem a ver com “agregar, resumir e/ou condensar uma obra”. Possivelmente sim, pois Guilherme brinca com as palavras ao usar a expressão “quer dizer”.
  • 27. CAPÍTULO 8 - 5º ANO Interjeições Páginas 50 a 52 16/09
  • 28. 5º ANO As interjeições são palavras que exprimem sentimentos variados. Elas geralmente vêm acompanhadas pelo ponto de exclamação, e sempre usamos letras minúsculas para as palavras que aparecem depois delas. Interjeições
  • 30. 5º ANO Página 50 Para expressar emoções e impressões sobre a autora e sobre as obras que serão apresentadas no texto. sugestão: Gente, essa escritora é muito legal/ Bah, essa autora é muito dez!
  • 32. 5º ANO Ah, a gente combinou com a professora Mara... Hum, a professora explicou o que quer dizer essa complicação toda ... ____ ____ ____ _________ __________________________________ _________________ _______________ _______________ ________
  • 34. 5º ANO Terminei de ler o livro da Marta Taquaral. Que escritora legal! As minhas histórias preferidas foram: “ A revanche do esqueleto” e “O menino bocó”. Uma é assustadora e a outra é bem divertida. X Virgulas foram usadas para separar essas partes, que são expressões explicativas com informações adicionais.
  • 36. CAPÍTULO 8 - 5º ANO Para ler 2 Apostila p. 54 a 56
  • 40. 5º ANO Projeto de rádio que envolve crianças de 3 a 5 anos. Atividades em sala de aula, troca de recados e homenagem de aniversariantes. Resposta pessoal. Resposta pessoal.
  • 42. 5º ANO O projeto começou pelo trabalho da pedagoga Patrícia Osório com alunos do Ensino Fundamental. A professora Ana Paula, do Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato. Ela se inspirou no educador Paulo Freire, porque ele defendia que ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou construção. O projeto visa integrar novas tecnologias da informação ao ensino da linguagem.