Jogo do Contrário

2.307 visualizações

Publicada em

Exemplo de atividade e dinâmica para ser explorada em sala de informática

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.307
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jogo do Contrário

  1. 1. JOGO DOCONTRÁRIOVamos entender?Danielle souza
  2. 2. JOGO DO CONTRÁRIO O que é um jogo?Jogo é toda e qualquer atividade em que exista a figura do jogador (como indivíduo praticante do jogo) e para ele, são criadas as regras que podem ser para ambiente restrito ou livre.
  3. 3. A IMPORTÂNCIA DA ELABORAÇÃO DE JOGOSCOLABORATIVOS Envolve expressões corporais e o trabalho em equipe.E é importante primar a ambos, expressões corporais e o trabalho em equipe, em sintonia para podermos socializar e integrar todos envolvidos na atividade , e mais tarde, as crianças possam viver em sociedade, estabelecendo combinações e cumprindo regras.
  4. 4.  Como criar situações de interação e respeito na sala de aula? Esta interação é mesmo importante? Seriam os jogos, uma forma de desenvolver e garantir a permanência de atitudes de interação e tolerância em sala de aula? Seriam estes jogos auxiliares eficazes para o processo de ensino – aprendizagem?
  5. 5.  Jogos cooperativos são jogos para compartilhar. O que caracteriza os jogos cooperativos são os conceitos essências como, o intuito de promover a interação, auto-estima, solidariedade e comunicação contribuindo para uma conduta que favoreça o jogar e o brincar com o outro e não contra o outro.
  6. 6. REGRAS DO JOGO Sem perdedores, pois todos jogam juntos e não há perdedores. O intuito é que joguem juntos para alcançar o objetivo final. Estimular a participação daqueles que normalmente não participam de um jogo ou brincadeira devido a uma menor habilidade criando regras para facilitar a participação desses. Não falar mal de ninguém e nem citar nomes.

×