Dom Offices - Resumo

149 visualizações

Publicada em

Dom Offices

Publicada em: Imóveis
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dom Offices - Resumo

  1. 1. Realização:
  2. 2. PROJETO
  3. 3. LOCALIZAÇÃO
  4. 4. LOCALIZAÇÃO (REFERÊNCIA)
  5. 5. FICHA TÉCNICA
  6. 6. FICHA TÉCNICA (TIPOLOGIA)
  7. 7. VALORIZAÇÃO DA ZONA NORTE Valorização de até 76% em três anos na Zona Norte atrai investidores de outras regiões da cidade A proximidade com Linha Amarela não faz subir somente o valor total dos imóveis. Associada à ampla oferta de comércio e lazer na região, ela fez com que o metro quadrado nos bairros de Del Castilho, Cachambi, Engenho de Dentro e Pilares valorizasse até 76,2% nos últimos três anos. Jornal Extra: 10/07/11 Reurbanização e segurança dão novos contornos aos bairros da região, que se beneficia com a retomada dos grandes lançamentos A Zona Norte desponta como a próxima área de expansão do mercado imobiliário carioca. Os grandes terrenos, antes ocupados por galpões de indústrias, por exemplo, já cedem lugar a condomínios residenciais semelhantes aos da Barra da Tijuca. Investimentos da Prefeitura e do Governo do Estado estão promovendo a reurbanização por meio de projetos como o Bairro Maravilha. As UPPs trouxeram mais segurança. A implantação do BRT, por sua vez, facilitará o acesso a essas localidades. A Transcarioca ligará a Barra da Tijuca ao aeroporto internacional e reduzirá o tempo gasto no trajeto em mais de 60%, contando ainda com integração para trem, metrô e ciclovias. O Globo, Rio Imóveis, 24/mar/13 Ampla oferta de comércio e transporte na Zona Norte leva a boom imobiliário em torno da Linha Amarela Jornal Extra: 10/07/11 Zona Norte do Rio está em alta no ‘New York Times’ RIO - A notícia do bom momento vivido pela Zona Norte já chegou ao “New York Times”. Como informou Ancelmo Gois em sua coluna no GLOBO, o jornal americano publicou reportagem dizendo que a região, apesar de ser “amplamente ignorada em favor da Zona Sul”, está cheia de atrações. No texto, o jornalista Seth Kugel, especializado em viagens, diz que se surpreendeu, por exemplo, ao encontrar fila para entrar numa roda de samba em plena segunda-feira, no Andaraí. O Globo on line - Publicado: 6/11/13
  8. 8. SOBRE O GRANDE MÉIER População e demografia Com população de cerca de 600 mil habitantes, é de população majoritamente de classe média, até mesmo de classe média alta em algumas ruas nos bairros do Méier, Todos os Santos, Cachambi, Engenho de Dentro, Encantado, Piedade e Abolição, os bairros mais desenvolvidos da região. Comércio, Indústria e Transporte O Grande Méier possui um dos comércios mais movimentos e diversificados da cidade, concentrado principalmente no bairro do Méier, ao longo da Rua Dias da Cruz, e também no Norte Shopping, o maior shopping center da cidade do Rio de Janeiro e de toda a América Latina, localizado no bairro do Cachambi. Também podem ser citados o shopping center Nova América, em Del Castilho (que pertence a Região Administrativa de Inhaúma), e os comércios de rua da Avenida João Ribeiro, em Pilares e do Largo da Abolição, em Abolição . A atividade de serviços e varejo contam com empresas diversificadas entre elas diversas unidades do McDonnald's, restaurantes como Parmê, Rei do Bacalhau e Boi Bão (considerado um dos melhores restaurantes da zona norte), lojas de produtos naturais como Mundo Verde, grandes varejistas como C&A, Ponto Frio e Casa e Vídeo, supermercados de grande porte como Extra e Prezunic, clubes como o Mackenzie, faculdades como Celso Lisboa, Cândido Mendes, Unicarioca e Estácio de Sá, muitas escolas como o Colégio Metropolitano, o Colégio Pedro II, o Colégio Miguel Culto, além de cursos livres e de idiomas, como Wizard, Brasas, IBEU, Cultura Inglesa, Yes e Fisk, além uma loja maçônica, o hospital Pasteur. No ramo de transportes, além de ser servido por linhas de ônibus para toda a cidade, possui também estações de trem em todos os bairros, exceto no Cachambi, Todos os Santos, Lins de Vasconcelos, Abolição, Água Santa e Encantado e estações de metrô em Del Castilho e Maria da Graça.
  9. 9. SOBRE O GRANDE MÉIER Atrações O Grande Méier possui o Estádio João Havelange, o Engenhão. considerado o mais moderno estádio esportivo do Rio de Janeiro, que foi usado durante o Pan Americano, e agora está alugado para o Botafogo de Futebol e Regatas. Também possui o Jardim do Méier, um jardim com coreto e lago, as escola de samba Arranco, Lins Imperial e Cabuçu, além de diversas praças, casas de show e restaurantes ao longo de seus bairros. Progresso O Grande Méier é atualmente a segunda região que mais recebe lançamentos imobiliários na cidade, atrás apenas do eixo de Jacarepaguá/Barra da Tijuca/Recreio dos Bandeirantes. Diversos condomínios de alto padrão e farta infraestrutura tem sido lançados na região (Vide: DOM CONDOMINIUM CLUB).O fato de ser uma região com farto transporte, comércio, fácil acesso à outras regiões da cidade, contribui para o progresso e valorização da área. A escolha do Estádio Olímpico João Havelange para ser sede do atletismo nos Jogos Olímpicos de 2016 abre a perspectiva de uma aceleração no desenvolvimento econômico e urbanístico da região.

×