Vigor Alimentos S.A.    Novembro, 20121
DisclaimerNós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declaraçõestêm como...
IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão  Apêndice                  3
Vigor: marcas de referência em segmentos de mercado diversos                             Vigor Hoje                       ...
Vigor: 94 anos de crescimento em diversos segmentos de mercado                          na indústria alimentícia brasileir...
Vigor: forças e vantagens competitivas     Mercado resiliente com forte potencial de crescimento     Portfolio diversifica...
Lácteos têm mostrado crescimento expressivo e consistente...          Crescimento das Vendas – 2011                       ...
...impulsionado pelo aumento na renda disponível                                2005                                      ...
IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão  Apêndice                  9
As taxas de crescimento da Vigor têm excedido as de mercado...                              Crescimento Mercado           ...
...resultando em expansão consistente de market share                                                                     ...
Produtos diversificados com alto valor agregado                         Lácteos1                                          ...
Marcas de referência nas divisões de Consumo e Food Service                                                         Consum...
Posicionamento consolidado em categorias chave                    Iogurte de 1 litro – market share1,2                    ...
Forte presença nas mais importantes regiões do Brasil alavanca                            a expansão futura…              ...
…distribuição através do varejo independente                                                                .................
Excelência profissional com geração de valor na cadeia produtiva                                                          ...
Performance financeira sólida                    Receita Líquida                                                  Lucro Br...
Performance financeira sólida        EBITDA e Margem de EBITDA                                             Lucro Líquido e...
Geração de Caixa e Endividamento     Geração de Caixa da operação1 suporta investimento (Capex)                           ...
O que fizemos e nossos próximos passos                                  Iniciativas Já Realizadas                         ...
Nossa visão     Grande empresa de alimentação, uma das maiores empresas brasileiras de Lácteos                            ...
IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão  Apêndice                  23
ConclusãoMercado resiliente com forte potencial de crescimentoPortfolio diversificado com produtos de alto valor agregadoM...
Obrigado!               Contatos:            ri@vigor.com.br            55.11.2799.5807               25
IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão  Apêndice                  26
Diretoria                                                                                                 Maurício Hasson ...
Conselho de Administração                                                Wesley Batista                                   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação institucional reunião anual

1.524 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
342
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação institucional reunião anual

  1. 1. Vigor Alimentos S.A. Novembro, 20121
  2. 2. DisclaimerNós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declaraçõestêm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmentetem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ouexpectativas atuais, assim como aquelas dos membros do Conselho de Administração e Diretores daCompanhia.As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobreresultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ouque incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja","estima" ou expressões semelhantes.As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos,incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias quepoderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir demaneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dosfatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da nossa capacidade de controle ouprevisão. 2
  3. 3. IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão Apêndice 3
  4. 4. Vigor: marcas de referência em segmentos de mercado diversos Vigor Hoje Principais Marcas Setor de Consumo Setor de Food Service Funcionários 3,427 Receita líquida – 9M12 R$ 978.7 MM / +8%1 Lucro bruto – 9M12 R$ 281.4 MM / +25%1 EBITDA – 9M12 R$ 53.1 MM / +109%1 Margem de EBITDA – 9M12 5.4% / +2.6 p.p.Nota: 1. Crescimento comparado ao mesmo período do ano passado 4
  5. 5. Vigor: 94 anos de crescimento em diversos segmentos de mercado na indústria alimentícia brasileira 1917 Início das operações Fechamento do capital da Vigor 1982 Vigor atinge capacidade 1995 Combinação das atividades dainstalada de 1.0 milhão de Aquisição da Refino de JBS e Bertin, elitros/dia e adquire a Leco Óleos Brasil consequentemente da Vigor 2009 1917 a 1982 1990 a 1995 Futuro 1984 a 1986 1917 a 1982 2012 2007 2012 1984 Reestruturação corporativa em que Bertin S/A adquire o a Fábrica de Produtos Alimentícios IPO da Vigor e Leco controle da Vigor Vigor se torna subsidiária integral da Vigor Alimentos S.A. Aquisição da Serrabella 5 Listagem da Vigor na bolsa
  6. 6. Vigor: forças e vantagens competitivas Mercado resiliente com forte potencial de crescimento Portfolio diversificado com produtos de alto valor agregado Marcas com excelente reputação e forte potencial de expansão Aproximadamente 50% da distribuição através do varejo independente Administração independente e experiente, com sólidos padrões de governança 6
  7. 7. Lácteos têm mostrado crescimento expressivo e consistente... Crescimento das Vendas – 2011 Lácteos no Brasil – 2011 Total consumer1 3.8% Bebidas alcóolicas 3.6% 12.0%Bebidas não-alcóolicas 5.8% 9.1% Saúde 2.7% Higiene e Limpeza 4.4% Mercearia 3.2% Mercearia salgados 1.6% Perecíveis 7.7% Lácteos QueijoFonte: Nielsen1Base: 134 categorias de produtos – Brasil – 2010-11, em valor Lácteos = iogurte, leite fermentado, sobremesas e petit suisse | Queijo = requeijão, cream cheese, queijo minas 7
  8. 8. ...impulsionado pelo aumento na renda disponível 2005 2011 Renda média Renda média mensal mensal R$2,484 AB - 15% ~16 milhões ascenderam para AB - 22% R$2,907 as classes A / B +17% R$1,107 C - 34% ~40 milhões ascenderam para C - 54% R$1,450 a classe C +31% R$545 DE - 51% R$792 DE - 24% +45% Distribuição da População (%) 8Fonte: “O Observador 2012” Reporte – Cetelem / Ipsos – Estratificação Econômica de acordo com Abep
  9. 9. IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão Apêndice 9
  10. 10. As taxas de crescimento da Vigor têm excedido as de mercado... Crescimento Mercado Crescimento Vigor 2010 2011 2010 2011 13% Cesta de queijos e 32% Cesta de queijos e lácteos lácteos 9% 18% 37% 26% Queijos Queijos 12% 25% 10% 29% Lácteos Lácteos 9% 14%Fonte: Nielsen – LTM Jan 2012 | BrasilNota: variação percentual em valor 10Lácteos = iogurte, leite fermentado, sobremesas e petit suisse | Queijo = requeijão, cream cheese, queijo minas
  11. 11. ...resultando em expansão consistente de market share Market Share - Lácteos Market Share dos produtos Vigor1 5.7% 5.3% 5.5% 7.7% 4.7% 7.3% 7.1% 2009 2010 2011 YTD12 6.1% Market Share - Queijos 15.2% 14.9% 13.6% 12.6% 2009 2010 2011 YTD12 2009 2010 2011 YTD12Fonte: Nielsen – Dezembro-Janeiro 2012 LTM | Brasil1Market share em valor 11
  12. 12. Produtos diversificados com alto valor agregado Lácteos1 Spreads2 Margens (%) Penetração mais elevadas elevada nos lares Marcas líderes Receita Líquida – 9M12 Equilíbrio na Foco em matriz de custo inovação e lançamentos de Possível criar produtos “brand equity” Leite UHT3 Outros4 Baixo volume Canais Molhos, sucos, específicos achocolatados e outros Margens sob Total: R$ 978.7 milhões forte disciplina orçamentáriaNotas: 1. Lácteos (iogurte, leite fermentado, sobremesas e petit suisse, requeijão, parmesão,queijos especiais, minas, cream cheese, fondue e cremes) / 2. Spreads (margarina, mix, manteiga,gorduras e maionese) / 3. Leite UHT (leite UHT e pasteurizado) / 4. Outros (massas, molhos,sucos e outros) 12
  13. 13. Marcas de referência nas divisões de Consumo e Food Service Consumo Food Service A/B/C A/B A/B A/B B/C Segmentação Business to Business Marca Nacional Marca Nacional Marca Nacional Marca Nacional Marca Regional Leite UHT Iogurte / Queijo/ Queijo Produtos Massas ePrincipais Produtos Queijos Manteiga Requeijão Sobremesa Parmesão Salgados Ingredientes Especiais Leite Básicos Achocolatado 13
  14. 14. Posicionamento consolidado em categorias chave Iogurte de 1 litro – market share1,2 Iogurtes Naturais – market share1,3 Brasil Área Metropolitana de SP Brasil Área Metropolitana de SP 2 1 3 7% 29% 1 15% 25% Mercado total R$ 651 mm Mercado total R$ 322 mm Requeijão – market share1 Queijo Parmesão Brasil Brasil Área Metropolitana de SP Referência em queijo 1 1 parmesão 1 15% 24% (categoria não auditada) Mercado total R$ 905 mmFonte: Nielsen – Acumulado121.Baseado na receita total:2. Iogurtes familiares, não inclui iogurtes funcionais3. Não inclui iogurtes funcionais 14
  15. 15. Forte presença nas mais importantes regiões do Brasil alavanca a expansão futura… Importância da região para Vigor e Mercado – Em valor 37% CAGR do Mercado 09-11 Mercado Vigor 30% 8.3% 13.4% 7.5% 14.0% 14.0% 18% 17% 16% 15% 16% 8.7% 14.3% 11% 10% 9% 7% 6% 4% 4% Nordeste ES + MG + Interior do RJ Área Metropolitana RJ Área Metropolitana SP Interior + Litoral de SP Sul Centro-oesteFonte: Nielsen – Acumulado12 | BrasilCategorias consideradas: iogurte, leite fermentado, sobremesas, petit suisse, requeijão, cream cheeses e minas”cheese 15
  16. 16. …distribuição através do varejo independente ...................................................... Varejo independente Receita Bruta por Canal de Distribuição – 9M12 • O varejo independente é o canal de vendas que mais cresce no Brasil Outros: 2% 47% das vendas através do • A Vigor tem atualmente c. 20,000 clientes ativoss varejo • Grandes oportunidades no segmento de food service, o qual Food Service: independente mostra ainda baixa penetração e altas taxas de crescimento 24%Distribuidores: 17% KA: 11% Total: R$ 978.7 bilhões 16
  17. 17. Excelência profissional com geração de valor na cadeia produtiva . . . . . . Centrais de coleta de leite ............................................................... .. 4 centrais de coleta de leite 1,280 produtores 4 Aprox. 18 milhões de litros coletados todo dia Base diversificada de fornecedores ...... Fábricas Aprox. 3,300 funcionários 7 plantas com capacidade instalada de mais de 7 47,000 toneladas por mês Forte capacidade de produção ...... ........................ Centros de Distribuição 7 centros de distribuição Centros localizados próximos a grandes mercados 7 14 TSPs Posicionamento estratégico ......Centrais de coleta de leiteCentros de distribuição Presença no ponto de vendaFábricas de lácteos Mais de 20,000 clientes ativosFábricas de óleos Diversificação dos canais de venda e perfil de clientesFábricas mistas 20k Distribuição no pequeno varejo 17
  18. 18. Performance financeira sólida Receita Líquida Lucro Bruto e Margem Bruta (Em milhões de R$, exceto quando mencionado) (Em milhões de R$, exceto quando mencionado) 33.2% 25.4% 1,229.5 34.8% 28.7% 342.8 1,032.4 311.9 24.8% 978.7 301.4 281.4 910.2 866.0 226.0 2009 2010 2011 9M11 9M12 2009 2010 2011 9M11 9M12Exclui Leite UHT 18
  19. 19. Performance financeira sólida EBITDA e Margem de EBITDA Lucro Líquido e Margem Líquida (Em milhões de R$, exceto quando mencionado) (Em milhões de R$, exceto quando mencionado) 11.4% 5.5% 118.2 6.0%10.3% 57.2 52.189.3 5.4% 2.4% 3.6% 53.1 24.0 2.8% 44.2 -2.7% -0.6% 25.4 (7.6) (24.3)2009 2010 2011 9M11 9M12 2009 2010 2011 9M11 9M12 19
  20. 20. Geração de Caixa e Endividamento Geração de Caixa da operação1 suporta investimento (Capex) Dívida Líquida (30/09/2012) – R$ milhões Geração de Caixa no 3T12– R$ milhões 103,1 134,9 39,8 115,0 238,7 Curto Prazo: 95,2 31,9 70% Dívida Líquida Caixa Dívida Bruta 24,9 9,9 211,9 Detalhamento da Dívida Bruta – R$ mil Linha Taxa Vencimento Saldo 103,1 Capital de Giro CDI + 2,5% a.a. 10/24/13 50,171 EGF 5,5% a.a. 05/03/13 40,222 Capital de Giro CDI+2,4% a.a 03/26/13 25,012 BNDES Automatico 11,4% a.a. 11/16/12 16,833 FCO 10,0% a.a. 05/02/14 1,450 Caixa Caixa Capex Captações Dívida Caixa Final Finame 7,0% a.a. 11/08/16 1,259 Inicial Operações Total 134,9471. Inclui pagamento do Refis de R$ 3.8 milhões 20
  21. 21. O que fizemos e nossos próximos passos Iniciativas Já Realizadas Ações Próximos PassosFortalecimento das principais marcas • Inovação e lançamento de novos produtos • Grego • Lançamento de iogurtes • Novas campanhas de mídia • Campanha “recall” SP/RJ funcionais • Marketing alinhado com o novo posicionamento de produtos e preços • Aumento preço médio • Inovação constante do • Phase-out de produtos não alinhadas com a estratégia • Redução massas frescas portfolio de produtosExpansão da rede de distribuição • Início em outubro 2012 • Expansão geográfica • Revisão do modelo go-to-market para aumentar nossa • Nova gestão do time de presença fora de São • Merchandising com time dedicado trade marketing PauloExcelência administrativa e governança corporativa • Contratação de • Meritocracia na administração, com monitoramento de KPIs profissionais experientes • Investimento contínuo • Maioria de membros independentes do Conselho no 2o nível no desenvolvimento de • Comitês de Gestão de Pessoas e de Finanças, Riscos e Auditoria • Monitoramento pelo pessoas ConselhoProcessos de produção modernos • Capex no ano de R$38,0 • Fábricas especializadas por produto • Certificação de qualidade milhões (acumulados) • Capex em categorias com forte potencial de crescimento em todas as fábricas em expansão de linhas • Fidelidade dos produtores de leite ao programa de compras • Aumento de • Início do programa de produtividade qualidade no leite 21
  22. 22. Nossa visão Grande empresa de alimentação, uma das maiores empresas brasileiras de Lácteos • Desenvolvimento de inovação de acordo com a sazonalidade Categorias e Segmentos • Expansão do segmento de Food Service com produtos de maior valor agregado • Ampliar nossa presença em mercados relevantes próximos a SP Expansão Geográfica • Entrar em novas praças Plano de Investimento • Aumentar a capacidade produtiva, com investimentos contínuos nas principais linhas de produtos Margem de EBITDA • Aumento contínuo de margens, acima dos níveis históricos • Aumento de liquidez das ações Estrutura de Capital • Redução do custo de capital • Retorno de capital para acionistas 22
  23. 23. IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão Apêndice 23
  24. 24. ConclusãoMercado resiliente com forte potencial de crescimentoPortfolio diversificado com produtos de alto valor agregadoMarcas com excelente reputação e forte potencial de expansãoAproximadamente 50% da distribuição através do varejo independenteAdministração independente e experiente, com sólidos padrões de governança 24
  25. 25. Obrigado! Contatos: ri@vigor.com.br 55.11.2799.5807 25
  26. 26. IntroduçãoVantagens Competitivas Conclusão Apêndice 26
  27. 27. Diretoria Maurício Hasson Anne Napoli Gilberto Xandó – CEO CFO and IRO Marketing DirectorO Sr. Xandó é formado em Administração de Empresas pela O Sr. Maurício Leonardo Hasson é formado em EngenhariaFundação Getúlio Vargas, com Mestrado em Varejo pela Graduada pela European Business Program e pelo Insead, Mecânica e Produção pela PUC-RJ, possui MBA na TheUSP/FEA e especialização em Gestão de Negócios PGA pela University of Chicago Booth School of Business. Com mais possui 18 anos de experiência no mercado de produtosFundação Dom Cabral/INSEAD, na França. Atualmente é de 13 anos de experiência em Investment Banking e de consumo. Envolveu-se em definições de estratégias deDiretor Presidente da Vigor Alimentos S.A. Possui forte finanças corporativas, trabalhou nos últimos sete anos no marketing, projetos de inovação, comunicação evivência multidisciplinar em carreira desenvolvida nas áreas Rothschild e Bear Sterns no assessoramento e coordenação de planos com abrangência regional ede Finanças, Controladoria, Trade Marketing, Marketing, acompanhmento de importantes processos de fusões e internacional. Anne atuou por sete anos na Unilever eComercial (Brasil e Exterior) e Gestão de Unidade de aquisições. outros seis na Danone, assumindo em dezembro de 2011Negócios nas empresas Natura, Sadia S.A. e Coopers & a diretoria de Marketing da Vigor.Lybrand. Luiz Gennari Gustavo Theodozio Paulo Botelho Sales Director Administrative Director Industrial Director O Sr. Theodozio é aDiretor de Administração e Controle daO Sr. Gennari é formado em Estatística pela UFSCar e tem Vigor Alimentos S.A. Possui MBA em Gestão Empresarial Atua há mais de 29 anos na Vigor, tendo se juntado aoMestrado em Marketing pela ESPM. Acumula mais de 19 pela FGV Management, Pós-Graduação em Contabilidade e grupo como estagiário e desenvolvendo sua carreira comoanos de experiência no setor de consumo, com Controladoria pela Universidade Federal de Pernambuco e supervisor de manutenção, gerente de manutenção,envolvimento nas áreas de pesquisa de mercado, trade é graduado em Administração de Empresas pela FOCCA/PE. gerente industrial, atuando nas áreas de manutenção,marketing e vendas. Ele trabalhou por mais de 15 anos na O Sr. Theodozio foiDiretor Administrativo e Financeiro e de produção e engenharia. O Sr. Botelho assumiu a DiretoriaSadia e por 4 anos na Cia J.Macedo. Antes de se juntar à Diretor de Novas Mídias no Grupo JCPM, atuando no Industrial da Vigor em Junho de 2011.Vigor, trabalhou como Diretor Comercial da divisão de Sistema Jornal do Commercio de Comunicação e delácteos da BRFoods, a Batavo. Auditor Interno no Bompreço S.A. Supermercados do NE. Darlan Carvalho Diretor de Supply chain Graduado em Ciências Contábeis, pós graduado em Administração e com MBA em gestão empresarial, trabalhou por 29 anos na Sadia, atuando nas áreas de suprimentos, planejamento e logística, sendo, nos últimos 3 anos, o responsável por toda a área de logística da BR Foods. Assumiu o cargo de Diretor de Supply Chain, na Vigor em Setembro de 2011. 27
  28. 28. Conselho de Administração Wesley Batista Joesley Batista Vicente Falconi Campo Chairman Member elected by FB Independent memberO Sr. Wesley Batista é o atual Vice-Presidente do Conselho de O Sr. Joesley Batista é o atual Presidente do Conselho de O Sr. Falconi é membro do Conselho de Administração da AmbevAdministração da JBS e possui mais de 20 anos de experiência Administração da JBS e Presidente da J&F Participações S.A., e do Conselho do Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG),com produção de carne bovina no Grupo JBS. É também o Diretor holding controladora do Grupo JBS, e possui mais de 20 anos de além de ser professor emérito da Universidade Federal de MinasPresidente da JBS. O Sr. Wesley Batista trabalha no Grupo JBS experiência com produção de carne bovina no Grupo JBS. O Sr. Gerais. Já foi membro dos Conselhos de Administração da Sadia e do Unibanco e recebeu homenagens de vários órgãos públicos,desde 1987 e é um dos filhos do Sr. José Batista Sobrinho, o Joesley Batista trabalha no Grupo JBS desde 1988 e é um dos filhos tanto do executivo como do legislativo, e de associaçõesfundador do Grupo JBS, e irmão do Sr. José Batista Jr. e do Sr. do Sr. José Batista Sobrinho, o fundador do Grupo JBS, e irmão do empresariais, além de ter publicado seis livros na área de GestãoJoesley Mendonça Batista. Sr. José Batista Junior e do Sr. Wesley Mendonça Batista. Empresarial. Formou-se em Engenharia de Mineração e Metalurgia pela Universidade Federal de Minas Gerais, e possui diplomas de M.Sc. e Ph.D. da Colorado School of Mines (EUA). Betânia Tanure de Barros Evandro Guimarães Cristiana Arcangeli Independent member Independent member Independent memberA Sra. Betania Barros é membro do Conselho de Administração da O Sr. Evandro Guimarães é graduado em Administração de A Sra. Cristiana Arcangeli é formada em Odontologia comRBS e da GOL Linhas Aéreas. Adicionalmente, atua como Empresas pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro. especialização em Endodontia e atua como empresária doconsultora, responsável técnica pela BTA e professora em Iniciou sua vida profissional na Ciba Geigy como Gerente de segmento de cosméticos há mais de 25 anos, tendo criadoempresas nacionais e internacionais como: ArcelorMittal, Banco Produto, em seguida na Bicicletas Caloi S.A. como Gerente de marcas como Phytoervas, Éh Cosméticos e Beauty´in. RecebeuSantander, Banco Central do Brasil, Banco Itaú, Brasilprev, Marketing. Ingressou na TV Globo de São Paulo em 1980 na áreaEmbraer, Gerdau, Kimberly-Clark, IBM, Natura, RBS, Sadia, de vendas e em 1984 assumiu a Diretoria Nacional de Vendas. diversos prêmios por sua atuação e influência no segmento deSamarco, TAP, Usiminas, Vale, Via Varejo e Weg. A Sra. Barros é Em 1989, dirigiu a Central Globo de Afiliadas e Expansão até cosméticos e perfumaria e por suas ações empreendedoras,doutora pela Brunel University (Inglaterra), Postgraduate Diploma 1997 quando foi nomeado Vice-Presidente de Relações além de ter sido a primeira mulher membro da Academiain Management Consulting na Henley Management College Institucionais das Organizações Globo, atuando diretamente Brasileira de Marketing, ser voluntária da ONG Endeavor, ter(Inglaterra), e possui especialização em gestão pelo INSEAD. junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário até o final escrito três livros e participado em programas de TV. de 2011. Luiz Antonio Rodrigues Elias Marício Tiomno Tolmasquim Independent member Independent memberO Sr. Luiz Antonio Rodrigues Elias é Economista e também O Sr. Tolmasquim foi Secretário-Executivo do Ministério dePesquisador Titular do Instituto de Nacional de Propriedade Minas e Energia (MME), Conselheiro de Administração da ItaipuIntelectual (INPI). Desde 2007, ocupa o cargo de Secretário Binacional e de Furnas Centrais Elétricas; coordenador do grupoExecutivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. técnico de formulação e implementação da reformaAnteriormente, foi Secretário de DesenvolvimentoTecnológico e institucional do setor elétrico; membro do grupo de trabalhoInovação do mesmo Ministério (2006), Diretor da Rede que elaborou o novo marco regulatório do Pré-Sal. FoiFerroviária Federal, por indicação do Ministério do Planejamento condecorado com o Grau de Grande Oficial da Ordem de Rio(2005) e Secretário Adjunto da Secretaria Municipal de Branco pelo Itamaraty. É organizador, autor ou coautor de 20Desenvolvimento Social da Prefeitura do Rio de Janeiro. livros e de mais de uma centena de artigos técnicos. 28

×