Separação de materiais!

1.920 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.920
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Separação de materiais!

  1. 1. SEPARAÇÃO DE MATERIAIS!<br />
  2. 2. INTRODUÇÃO:-FILTRAÇÃO SIMPLES E A VÁCUO-DECANTAÇÃO LIQUÍDO/LIQUÍDO E LIQUÍDO/SOLIDO-CENTRIFUGAÇÃO-EXTRAÇÃO COM SOLVENTES-DESTILAÇÃOSIMPLES E FRACIONADA-CROMATOGRAFIA DE PAPEL, DE COLUNA, GASOSA<br />
  3. 3. Filtração:– consiste em fazer passar a mistura por uma parede ou superfície porosa. O sólido fica retido. Esse processo tem largo emprego doméstico; é usado para coar café ou coalhada, para coar um suco através do pano, etc.Filtração comum, mostrando a utilização do papel de filtro. O bastão junto ao béquer, na mão do operador, facilita a transferência da mistura sem derrame.<br />
  4. 4. Filtração a vácuoSubstituindo-se o funil de Buchner por um cadinho de porcelana com fundo perfurado temos a filtração com cadinho de Gooch. É portanto, efetuada com sucção e o meio filtrante é polpa de papel de filtro quantitativo ou amianto.Para a confecção do meio filtrante de amianto ou polpa de papel filtro, deve-se colocar o cadinho na alonga e adicionar com muito cuidado o amianto misturado com água (ou polpa de papel filtro com água). Bate-se levemente com a bagueta é deixa-se escorrer toda a água através de sucção. O meio filtrante não deve ser muito espesso.<br />
  5. 5. A decantação: é um processo de separação que permite separar misturas heterogêneas.Utilizada principalmente em misturas bifásicas, como sólido-líquido (areia e água), sólido-gás (poeira-gás), líquido-líquido (água e óleo) e líquido-gás (vapor d’água e ar). Sendo esse processo fundamentado nas diferenças existentes entre as densidadesdos componentes da mistura, e na espera pela sua decantação. A mistura é colocada em repouso num recipiente, de preferência fechado. Após a separação visual (fases), o processo pode ser feito através de vários métodos, que podem mudar o nome Decantação para Sifonação ou Funil de Decantação.<br />
  6. 6. CENTRIFUGAÇÃO:A centrifugação pode ser comparada a uma decantação acelerada, e pode ser usada quando a partícula sólida for pouco densa, o que tornaria a decantação muita lenta. As máquinas de lavar roupas utilizam esse processo para retirar a água dos tecidos. <br />
  7. 7. Extração com Solventes:A extração líquido-líquido é uma técnica em que uma solução aquosa é colocada em contato com um segundo solvente orgânico imiscível com o primeiro solvente, a fim de colocar a transferência de um ou de mais de um soluto para o segundo solvente.As separações que se podem fazer são simples, limpas, rápidas, convenientes, em muitos casos a separação pode ser efetuada pela agitação durante alguns minutos, num funil de separação.Esse tipo de extração é utilizado na química orgânica, para separação, purificação e concentração de certas substâncias de misturas que ocorrem na natureza. Esse método está baseado na propriedade física da substância: a solubilidade.Pode-se usar o método da extração com solventes para se extrair cafeína do café e das folhas de chá, essências aromáticas das flores ou o açúcar da cana de açúcar.Os solventes mais utilizados na extração são: clorofórmio, acetona, dissulfeto de carbono, álcool e água. <br />
  8. 8. Destilação simples: método utilizado para separar misturas homogêneas do tipo sólido-líquido. Um exemplo de mistura homogênea de sólido + líquido  é uma mistura de sal + água. Na destilação simples, a mistura é aquecida e os vapores produzidos no balão de destilação passam pelo condensador, onde são resfriados pela passagem de água  corrente. Os vapores então, condensam e são recolhidos no erlenmeyer. A parte sólida da mistura fica no balão, pois a temperatura que se atnge no sistema  não é necessária nem para derreter o sólido, quem dirá vaporizá-lo. Simplificando, o sólido não é volátil e fica retido no balão e o líquido mais volátil é retirado no erlenmeyer. <br />
  9. 9. Destilação fracionada: método utilizado para  separar misturas homogêneas, do tipo líquido-líquido. Exemplo de mistura deste tipo é o petróleo, ou uma simples mistura de água e álcool.Na destilação fracionada os líquidos são separados através de seus pontos de ebulição, desdes que eles não sejam muito próximos. Durante o aquecimento da mistura, é separado, primeiramente o líquido de menor P.E. (ponto de ebulição), depois o líquido de P.E. intermediário e sucessivamente até o líquido de P.E. maior.Utiliza-se uma coluna de fracionamento acoplada na aparelhagem de destilação simples. <br />
  10. 10. Cromatografia em Papel (CP):Fases da Cromatografia em Camada Delgada.Ou PC, do inglês "paperchromatography". É uma técnica de adsorção, utiliza um líquido e um sólido. Ocorre a retenção das substâncias devido a absorção sofrida na superfície da fase estacionária. Utiliza-se papel normal ou papel de filtro (mais utilizado) como fase estacionária.Exemplificando: a mistura é aplicada no papel (fase estacionária), a placa de vidro é colocada em um cuba contendo a fase móvel. Esta fase móvel (solvente) sobe por capilaridade e arrasta a substância menos adsorvida separando-a das substâncias mais adsorvidas. Como a maioria das substâncias separadas são incolores, utiliza-se um revelador. As manchas podem ser reveladas por meio de luz UV, vapores de iodo, soluções de cloreto férrico e tiocianoferrato de potássio, fluorescências, radioatividade, etc.Cromatografia em Coluna:É a técnica de separação cuja fase estacionária acontece dentro de um tubo. Utiliza-se uma coluna de vidro aberta na parte superior e munida de uma torneira na extremidade inferior, por onde sai o líquido (eluído). Dentro da coluna encontra-se a fase estacionária constituída por um enchimento sólido no caso da cromatografia de adsorção, ou por uma fase líquida no caso da cromatografia de partição. A fase móvel é líquida em ambos os casos.A ordem das substâncias dependerá da sua polaridade<br />
  11. 11. EM PAPELEM COLUNA<br />
  12. 12. EQUIPE:SUELEN RODRIGUES LOPESDANIELA DELL’ AGNOLOMICHELI DE SOUZA SAMANDA MARINHO RAISER<br />

×