Nome

713 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
713
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nome

  1. 1. Língua Portuguesa – 8º Ano
  2. 2.  Nome – palavra pertencente à classe aberta de palavras, que permite variação em género, em número e, em alguns casos, em grau aumentativo e diminutivo 2
  3. 3. 3  Um nome admite quase sempre ser acompanhado de um artigo definido. Mesmo que o artigo não esteja presente, experimentamos colocá-lo antes da palavra. Se ela o permitir é porque pertence à classe do nome! Como se identifica um nome?
  4. 4. 4 Subclasses do nome Subclasses Próprio Rui, Portugal, Tejo Comum educação; rapaz, ódio, bola, maçã, areia, Coletivo Não Contável fauna, flora Contável Bando, turma Contável Rapaz, bola, maçã Não Contável Arroz, ódio, educação
  5. 5. 5 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal Subclasses do nome a. Nome próprio – individualiza algo ou alguém. Ex. Manuel, Tejo b. Nome comum – não se refere a seres ou entidades em particular. Ex. carro, livro
  6. 6. 6 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal Contável - pode ser enumerado Ex. o/um carro - os/vinte carros Não contável - não pode ser enumerado. Ex. Vinho , água , prata, farinha
  7. 7. 7 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal Coletivo - Nome que no singular designa um conjunto ou entidades do mesmo tipo. Ex. turma, enxame, alcateia, vara…
  8. 8. Variações do nome:  Género: masculino / feminino  Número: singular / plural  Grau: normal, aumentativo diminutivo 8
  9. 9. 9 VARIAÇÃO EM GÉNERO:
  10. 10. 2. Nomes cujo feminino é formado por palavras totalmente diferentes do masculino. Ex. homem / mulher; pai / mãe; cavalo / égua 3. Nomes cujo feminino é idêntico ao masculino: Ex. Tigre-macho; tigre-fêmea; cobra-macho / cobra-fêmea 4. Nomes que têm apena uma forma, qualquer que seja o sexo. Ex. a criança; o cadáver, a testemunha 5. Nomes ambíguos quanto ao sexo da entidade a que se referem. Ex. o artista; a artista; o doente / a doente; este jovem/ esta jovem 10
  11. 11.  VARIAÇÃO EM GÉNERO:  Regras para a formação do plural: 1. Regra geral: formam o plural acrescentando um -s os nomes terminados em vogal ou ditongo nasal. Ex.: sino > sinos; lã > lãs; mãe > mães 2. No caso das palavras que terminam em -m, este passa a -n. Ex.: bem > bens; item > itens 3. Os nomes terminados em consoante formam o plural acrescentando -es: Ex.: líquen > líquenes; mal > males; pomar > pomares; maltês > malteses; nariz > narizes 11
  12. 12. 12
  13. 13. 13 VARIAÇÃO EM GRAU
  14. 14. 14
  15. 15. 15
  16. 16. 16
  17. 17. 17 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal Grupo Nominal  O G. Nom. identifica-se sempre na frase e constitui-se em torno de um nome.
  18. 18. 18 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal  Composição do grupo nominal: Nome (núcleo) + 1. 1. (exclusivamente um nome) 2. Determinante e/ou quantificador 3. Grupo adjectival 4. Grupo preposicional 1. Chama-se João. 2. Todos os alunos conhecem o João. 3. Os alunos mais atentos resolvem as questões. 4. Os alunos desta escola estudam muito.
  19. 19. 19 LP – 7º -Nome e Grupo Nominal Em síntese... Subclasses  Próprios  Comuns  contável (pedra, carro) / não contável (água, ar)  colectivo Nota – falta graus e regras de plural dos nomes compostos (não sofreram alteração)

×