Transformacoes transferencias energia

613 visualizações

Publicada em

fisica e quimica

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
613
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transformacoes transferencias energia

  1. 1. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia cinética e energia potencial. Transformações e transferências de energia.
  2. 2. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Formas fundamentais de energia As diferentes designações atribuídas à energia correspondem apenas a duas formas fundamentais de energia:
  3. 3. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Formas fundamentais de energia A energia cinética está associada ao movimento. Esta é a energia que associamos ao vento, à água em movimento, à corrente elétrica no circuito, ao som e à agitação das partículas do ar junto de um aquecedor.
  4. 4. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Formas fundamentais de energia A energia potencial corresponde à energia armazenada em condições de poder ser utilizada. Esta é a energia acumulada numa bateria, nos alimentos e nos combustíveis.
  5. 5. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia cinética A rapariga que corre, o autocarro em movimento e a bola em movimento têm energia cinética. Qualquer corpo em movimento possui energia cinética!
  6. 6. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia potencial A alpinista possui energia armazenada pelo facto de estar a ser atraído pela Terra. Essa energia, que não se manifesta mas que pode vir a manifestar-se se ela cair, designa-se por energia potencial gravítica.
  7. 7. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia potencial O boneco dentro da caixa tem energia armazenada. Esta energia manifesta-se quando o boneco «salta» e designa-se por energia potencial elástica.
  8. 8. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia potencial A mistura explosiva possui energia, mesmo antes de explodir. Esta energia está relacionada com as forças de ligação entre as partículas que constituem as substâncias e designa-se por energia potencial química.
  9. 9. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo )) A energia cinética depende de quê? Se duas pedras, de massas diferentes, forem atiradas contra uma parede com a mesma velocidade, qual provocará maior estrago? )) A pedra que provoca maior estrago é a que possui maior massa porque tem uma energia cinética maior.
  10. 10. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo )) ))))) A energia cinética depende de quê? Se duas pedras, com a mesma massa, forem atiradas contra uma parede com velocidades diferentes, qual provocará mais danos? A pedra que provoca maior estrago é a que possui maior velocidade porque tem uma energia cinética maior.
  11. 11. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo A energia potencial gravítica depende de quê? Se deixarmos cair uma pedra, em qual dos três níveis vai causar maior estrago? A pedra produz mais estragos quando cai do nível 3 porque como cai de uma altura maior tem uma energia potencial gravítica maior. Nível1 Nível2 Nível3
  12. 12. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Se deixarmos cair duas pedras de massas diferentes mas da mesma altura, qual vai causar maior estrago? A pedra de maior massa produz mais estragos porque tem uma energia potencial gravítica maior. A energia potencial gravítica depende de quê?
  13. 13. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Energia cinética e energia potencial  A energia cinética depende da massa e da velocidade. Maior massa Maior velocidade Maior energia cinética  A energia potencial gravítica depende da massa e da altura. Maior massa Maior altura Maior energia potencial gravítica  A energia potencial elástica depende da deformação. Maior deformação Maior energia potencial elástica
  14. 14. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Fonte, recetor e transferência de energia O sistema em estudo é a água a ser aquecida: • Fonte de energia – gás em combustão • Recetor de energia - água As fontes de energia fornecem energia aos recetores de energia.
  15. 15. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Sempre que a energia passa de um sistema para outro diz- se que ocorre uma transferência de energia: Aqui a energia passou do gás em combustão para a água. Fonte, recetor e transferência de energia Transferência de energia Fonte Recetor
  16. 16. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo • Fonte de energia – pilha • Recetor de energia – lâmpada Fonte, recetor e transferência de energia Transferência de energia
  17. 17. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Transferências e transformações de energia Núcleo de Estágio de Física e Química 1
  18. 18. C = FQ7 • Adelaide Amaro Rebelo l Filipe Rebelo Conclusões  A energia, que é só uma, pode ser classificada de acordo com os efeitos que produz, com os fenómenos a que está associada ou de acordo com a fonte de onde provém.  Na Natureza há apenas duas formas de energia: Energia cinética – que está associada ao movimento; Energia potencial – que esta armazenada em condições de poder vir a ser utilizada.  A energia pode transferir-se de fontes para receptores.  Um sistema físico é uma porção do universo que escolhemos para analisar ou estudar.

×