SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
Energia
Fontes e formas de energia
Energia está em tudo que nos rodeia!




Nestas situações associa-se energia à saúde ou à actividade.
Energia está em tudo que nos rodeia!
Diariamente, ouvimos ou lemos frases como:




 Estes cereais dão muita energia.




Em frases como estas, a palavra energia é utilizada como
            sinónimo de fonte de energia.
Fontes de energia

As fontes de energia podem classificar-se em:


 Fontes de energia primárias – quando ocorrem
livremente na Natureza.
Ex.: Sol, água, vento, gás natural, petróleo bruto


 Fontes de energia secundárias – quando são obtidas
a partir de outras.
Ex.: electricidade, gasolina, petróleo.
Fontes de energia

As fontes de energia primárias podem ser:


 Fontes de energia renováveis são aquelas que se
renovam continuamente na Natureza, sendo, por isso
inesgotáveis.


 Fontes de energia não renováveis são aquelas cujas
reservas se esgotam, pois o seu processo de formação
é muito lento comparado com o ritmo de consumo que
o ser humano faz delas.
Fontes de energia renováveis
                  O Sol
                  Esta energia pode ser utilizada para produzir:
                   Calor através de colectores solares.
                   Electricidade através de painéis foto
                  voltaicos.




O vento
Esta energia pode ser utilizada para
produzir electricidade através de
aerogeradores.
Fontes de energia renováveis
                     A Água
                     A energia da água pode ser aproveitada
                     recorrendo aos modernos recursos da ciência e
                     tecnologia.
                     Por isso constroem-se barragens hidroeléctricas
                     para produzir electricidade.




A biomassa
A biomassa consiste no aproveitamento da
energia acumulada nos combustíveis
tradicionais (lenha) e em algumas plantas com
elevado teor energético (milho, cana-de-
açúcar).
Fontes de energia renováveis
                   Os géisers e fumarolas
                   O calor proveniente do interior da Terra pode ser
                   aproveitado.
                   A água de uma jazida geotérmica pode ser
                   recuperada sob a forma de calor e ser aproveitada
                   para produzir electricidade.


As marés
O aproveitamento desta energia pode ser feito
através de centrais eléctricas que funcionam
por acção da água das marés.
É necessário uma diferença de 5 metros entre
a maré alta e a maré baixa para que este
aproveitamento se torne rentável.
Fontes de energia não renováveis




Gás natural                Carvão                Petróleo bruto

Estas fontes de energia não renováveis são combustíveis fósseis.
Parte da electricidade que utilizamos provém destes combustíveis e
é produzida em centrais térmicas.
O calor que se liberta durante a queima destes combustíveis pode
ser utilizado para mover as turbinas das centrais e produzir
electricidade que chega às nossas casas através dos cabos de alta
tensão.
Fontes de energia não renováveis




                      Urânio


Também se pode produzir energia eléctrica nas centrais
nucleares.
Nestas centrais a fonte de energia é normalmente o
urânio.
Formas de energia
De acordo com os efeitos que a energia produz, ou conforme os
 fenómenos a que está associada, atribuímos-lhes diferentes
                       qualificações:


                        Energia solar – é a energia que
                        está associada à radiação solar.




   Energia luminosa – é a energia que
   está associada à radiação solar, à
   luz de uma lâmpada ou de uma vela.
Formas de energia

                   Energia hídrica – é a energia que
                   está associada à água armazenada
                   numa barragem.




Energia das ondas ou marés – é a
energia que está associada às ondas
do mar ou à subida e descida das
marés.
Formas de energia

                 Energia geotérmica – é a energia
                 que está associada ao calor
                 proveniente do interior da Terra.




Energia eólica – é a energia que
está associada ao vento.
Formas de energia

                    Energia sonora – é a energia que
                    está associada às ondas sonoras.




Energia eléctrica – é a energia
que está associada à corrente
eléctrica.
Formas de energia

                     Energia térmica – é a energia que
                     está associada às variações de
                     temperatura de um corpo.




Energia química – é a energia
que está associada ao carvão,
petróleo, alimentos,
medicamentos.
Formas de energia

Energia cinética - é a
energia associada ao
movimento dos corpos.




                         E a nossa Energia.
                         A que usamos no dia-a-dia.
Impactes ambientais
                     Energias renováveis
Energia solar:
 Energia limpa.

 Ao instalar uma central fotovoltaica altera-se a paisagem existente e
o equilíbrio natural.

Energia eólica:
 Energia limpa.
 Os parques eólicos alteram a paisagem.
 Se for colocado em rotas migratória pode provocar a morte de muitas
aves.
Impactes ambientais
Energia hidráulica:
 Energia limpa.

 As centrais hidroeléctricas (barragens) provocam inundações
alterando o equilíbrio dos ecossistemas.

Energia da biomassa:
 Energia limpa.

 A produção de electricidade através da combustão liberta gases
nocivos e partículas para a atmosfera, contribuindo para o aquecimento
global.

Energia da geotérmica:
 Energia limpa.

 A libertação de vapor a alta pressão provoca poluição sonora e a
libertação de calor altera o ecossistema em redor.
Impactes ambientais
                  Energias não renováveis
Energia nuclear:
 Energia poluente.

 É altamente perigosa.
 Em caso de acidente liberta-se radioactividade que é prejudicial a
qualquer organismo, permanecendo no meio durante muito tempo.

Energia dos combustíveis fósseis:
 Energia poluente.

 Alteram os habitats naturais onde se efectuam as extracções .
A queima dos combustíveis liberta para a atmosfera gases poluentes.
A exploração dos combustíveis fósseis conduz ao seus esgotamento
uma vez que as reservas são cada vez menores.
Conclusões
 A energia manifesta-se à nossa volta e nas actividades
que desenvolvemos de muitas formas: nada acontece sem
energia. A energia faz parte do Universo que nos rodeia.
 As fontes de energia podem ser renováveis ou não
renováveis conforme o tempo que leva a repor-se a energia
que delas vai sendo utilizada.
 O século XX recorreu essencialmente a energias
poluentes ou sujas, como o petróleo, gás natural ou carvão.
O século XXI irá abrir as portas às energia limpas, que
além de não serem poluentes são inesgotáveis.
Conclusões

 O Sol é a principal fonte de energia renovável e é a
origem de toda a energia que consumimos na Terra.
A energia manifesta-se de diferentes modos, sendo
detectada pelos efeitos que produz.
A energia, que é só uma, pode ser qualificada de acordo
com os efeitos que produz, com os fenómenos a que está
associada ou de acordo com a fonte de onde provém.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisLeomark7
 
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 ano
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 anoAula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 ano
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 anoRonaldo Santana
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoCarlos Priante
 
Maquinas simples-cris
Maquinas simples-crisMaquinas simples-cris
Maquinas simples-criscristbarb
 
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série C
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série CTrabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série C
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série Cluisfernandobevilacqua
 
Energia elétrica
Energia elétricaEnergia elétrica
Energia elétricaProfessor
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011Roberto Bagatini
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisLuisMagina
 
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesIV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesRebeca Vale
 
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano]
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano] Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano]
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano] Ronaldo Santana
 
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptxmaria leir leir
 

Mais procurados (20)

Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
 
As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeis
 
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 ano
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 anoAula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 ano
Aula 9º Ano (Ensino Fundamental) Fontes de energia 9 ano
 
Energia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservaçãoEnergia: transformação e conservação
Energia: transformação e conservação
 
Maquinas simples-cris
Maquinas simples-crisMaquinas simples-cris
Maquinas simples-cris
 
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série C
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série CTrabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série C
Trabalho sobre tipos de energia - Gustavo 7ª série C
 
Energia elétrica
Energia elétricaEnergia elétrica
Energia elétrica
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
Maquinas simples
Maquinas simplesMaquinas simples
Maquinas simples
 
Energias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não RenováveisEnergias Renováveis e Não Renováveis
Energias Renováveis e Não Renováveis
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Efeito estufa
Efeito estufaEfeito estufa
Efeito estufa
 
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e PropriedadesIV.1 O ar - Composição e Propriedades
IV.1 O ar - Composição e Propriedades
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Luz
LuzLuz
Luz
 
Energia Renovável
Energia RenovávelEnergia Renovável
Energia Renovável
 
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano]
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano] Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano]
Aula de Física: Ondas e som [Ciências - EF - 9º Ano]
 
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx8ano -  Aula 12 -  circuito elétrico.pptx
8ano - Aula 12 - circuito elétrico.pptx
 
Combustiveis
CombustiveisCombustiveis
Combustiveis
 
Evolução estelar
Evolução estelarEvolução estelar
Evolução estelar
 

Destaque

D3 crises e revoluções no século xiv
D3 crises e revoluções no século xivD3 crises e revoluções no século xiv
D3 crises e revoluções no século xivVítor Santos
 
Fontes De Energia
Fontes De EnergiaFontes De Energia
Fontes De Energiaguest3ad92c
 
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmica
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmicaProposta de atividades para uma biblioteca dinâmica
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmicaArmanda Ribeiro
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IRonaldo Santana
 
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xiiC2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xiiVítor Santos
 
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e TrabalhoAula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e TrabalhoRonaldo Santana
 
Modelo de ficha de leitura
Modelo de ficha de leituraModelo de ficha de leitura
Modelo de ficha de leituraSérgio Lagoa
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FShaieny Leite
 
Europa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IXEuropa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IXTeresa Maia
 
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XII
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XIIDesenvolvimento Económico Séculos XI-XII
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XIINelson Faustino
 
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃOAstronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃONuricel Aguilera
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarIsadora Girio
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Raquel Becker
 

Destaque (18)

D3 crises e revoluções no século xiv
D3 crises e revoluções no século xivD3 crises e revoluções no século xiv
D3 crises e revoluções no século xiv
 
Fontes De Energia
Fontes De EnergiaFontes De Energia
Fontes De Energia
 
Como fazer uma ficha de leitura
Como fazer uma ficha de leituraComo fazer uma ficha de leitura
Como fazer uma ficha de leitura
 
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmica
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmicaProposta de atividades para uma biblioteca dinâmica
Proposta de atividades para uma biblioteca dinâmica
 
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia IAula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
Aula de Física (Ensino Fundamental) - Trabalho, potência, máquinas e energia I
 
Ciências anual 4º ano
Ciências anual 4º anoCiências anual 4º ano
Ciências anual 4º ano
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xiiC2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
C2 a sociedade europeia nos séculos ix a xii
 
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e TrabalhoAula de Física (Ciências no Ensino Fundamental)  Máquinas e Trabalho
Aula de Física (Ciências no Ensino Fundamental) Máquinas e Trabalho
 
Modelo de ficha de leitura
Modelo de ficha de leituraModelo de ficha de leitura
Modelo de ficha de leitura
 
Ficha de leitura
Ficha de leituraFicha de leitura
Ficha de leitura
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
 
Europa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IXEuropa crista secs_VI_a_IX
Europa crista secs_VI_a_IX
 
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XII
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XIIDesenvolvimento Económico Séculos XI-XII
Desenvolvimento Económico Séculos XI-XII
 
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃOAstronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
 
Avaliação de língua portuguesa sistema solar
Avaliação de língua portuguesa sistema solarAvaliação de língua portuguesa sistema solar
Avaliação de língua portuguesa sistema solar
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
 

Semelhante a Energia Fontes E Formas De Energia

Energia3
Energia3Energia3
Energia3aveca
 
Fontes E Formas De Energia Energia 7ª SéRie
Fontes  E Formas De Energia  Energia 7ª SéRieFontes  E Formas De Energia  Energia 7ª SéRie
Fontes E Formas De Energia Energia 7ª SéRieguest65df5d
 
Energia fontes e formas de energia
Energia   fontes e formas de energiaEnergia   fontes e formas de energia
Energia fontes e formas de energiaPablo Jati
 
Energia fontes e formas de energia
Energia   fontes e formas de energiaEnergia   fontes e formas de energia
Energia fontes e formas de energiaLuiza Gonçalves
 
Aula Fontes de energia
Aula   Fontes de energiaAula   Fontes de energia
Aula Fontes de energiaOmar Fürst
 
A. p . energias renováveis
A. p . energias renováveisA. p . energias renováveis
A. p . energias renováveisLuis Pedro
 
EPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias LuisEPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias LuisSérgio Ferreira
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveisTiago Silva
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveisTiago Silva
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveisvallmachado
 
Factores de produção julio melo
Factores de produção julio meloFactores de produção julio melo
Factores de produção julio meloturma10ig
 

Semelhante a Energia Fontes E Formas De Energia (20)

Energia3
Energia3Energia3
Energia3
 
Fontes E Formas De Energia Energia 7ª SéRie
Fontes  E Formas De Energia  Energia 7ª SéRieFontes  E Formas De Energia  Energia 7ª SéRie
Fontes E Formas De Energia Energia 7ª SéRie
 
Energia fontes e formas de energia
Energia   fontes e formas de energiaEnergia   fontes e formas de energia
Energia fontes e formas de energia
 
Energia fontes e formas de energia
Energia   fontes e formas de energiaEnergia   fontes e formas de energia
Energia fontes e formas de energia
 
Energia fontes e formas de energia
Energia   fontes e formas de energiaEnergia   fontes e formas de energia
Energia fontes e formas de energia
 
Aula Fontes de energia
Aula   Fontes de energiaAula   Fontes de energia
Aula Fontes de energia
 
"Somos Físicos" Fontes de Energias
"Somos Físicos" Fontes de Energias"Somos Físicos" Fontes de Energias
"Somos Físicos" Fontes de Energias
 
Energia -
Energia  -Energia  -
Energia -
 
A. p . energias renováveis
A. p . energias renováveisA. p . energias renováveis
A. p . energias renováveis
 
EPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias LuisEPF Fontes de energias Luis
EPF Fontes de energias Luis
 
Doc1
Doc1Doc1
Doc1
 
Energias renovveis4251
Energias renovveis4251Energias renovveis4251
Energias renovveis4251
 
Ana Luisa
Ana LuisaAna Luisa
Ana Luisa
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptxENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
ENERGIA RENOVAVEIS (3).pptx
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveis
 
Energias renovaveis
Energias renovaveisEnergias renovaveis
Energias renovaveis
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Factores de produção julio melo
Factores de produção julio meloFactores de produção julio melo
Factores de produção julio melo
 

Mais de João França

Mais de João França (7)

Constituição do Mundo Material
Constituição do Mundo MaterialConstituição do Mundo Material
Constituição do Mundo Material
 
The Music
The MusicThe Music
The Music
 
Cultura Romana
Cultura RomanaCultura Romana
Cultura Romana
 
Movimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAsMovimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAs
 
Terra Lua Sol
Terra   Lua  SolTerra   Lua  Sol
Terra Lua Sol
 
Eclipses
EclipsesEclipses
Eclipses
 
Atenas - Grécia
Atenas - GréciaAtenas - Grécia
Atenas - Grécia
 

Último

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfdottoor
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 

Último (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 

Energia Fontes E Formas De Energia

  • 2. Energia está em tudo que nos rodeia! Nestas situações associa-se energia à saúde ou à actividade.
  • 3. Energia está em tudo que nos rodeia! Diariamente, ouvimos ou lemos frases como: Estes cereais dão muita energia. Em frases como estas, a palavra energia é utilizada como sinónimo de fonte de energia.
  • 4. Fontes de energia As fontes de energia podem classificar-se em:  Fontes de energia primárias – quando ocorrem livremente na Natureza. Ex.: Sol, água, vento, gás natural, petróleo bruto  Fontes de energia secundárias – quando são obtidas a partir de outras. Ex.: electricidade, gasolina, petróleo.
  • 5. Fontes de energia As fontes de energia primárias podem ser:  Fontes de energia renováveis são aquelas que se renovam continuamente na Natureza, sendo, por isso inesgotáveis.  Fontes de energia não renováveis são aquelas cujas reservas se esgotam, pois o seu processo de formação é muito lento comparado com o ritmo de consumo que o ser humano faz delas.
  • 6. Fontes de energia renováveis O Sol Esta energia pode ser utilizada para produzir:  Calor através de colectores solares.  Electricidade através de painéis foto voltaicos. O vento Esta energia pode ser utilizada para produzir electricidade através de aerogeradores.
  • 7. Fontes de energia renováveis A Água A energia da água pode ser aproveitada recorrendo aos modernos recursos da ciência e tecnologia. Por isso constroem-se barragens hidroeléctricas para produzir electricidade. A biomassa A biomassa consiste no aproveitamento da energia acumulada nos combustíveis tradicionais (lenha) e em algumas plantas com elevado teor energético (milho, cana-de- açúcar).
  • 8. Fontes de energia renováveis Os géisers e fumarolas O calor proveniente do interior da Terra pode ser aproveitado. A água de uma jazida geotérmica pode ser recuperada sob a forma de calor e ser aproveitada para produzir electricidade. As marés O aproveitamento desta energia pode ser feito através de centrais eléctricas que funcionam por acção da água das marés. É necessário uma diferença de 5 metros entre a maré alta e a maré baixa para que este aproveitamento se torne rentável.
  • 9. Fontes de energia não renováveis Gás natural Carvão Petróleo bruto Estas fontes de energia não renováveis são combustíveis fósseis. Parte da electricidade que utilizamos provém destes combustíveis e é produzida em centrais térmicas. O calor que se liberta durante a queima destes combustíveis pode ser utilizado para mover as turbinas das centrais e produzir electricidade que chega às nossas casas através dos cabos de alta tensão.
  • 10. Fontes de energia não renováveis Urânio Também se pode produzir energia eléctrica nas centrais nucleares. Nestas centrais a fonte de energia é normalmente o urânio.
  • 11. Formas de energia De acordo com os efeitos que a energia produz, ou conforme os fenómenos a que está associada, atribuímos-lhes diferentes qualificações: Energia solar – é a energia que está associada à radiação solar. Energia luminosa – é a energia que está associada à radiação solar, à luz de uma lâmpada ou de uma vela.
  • 12. Formas de energia Energia hídrica – é a energia que está associada à água armazenada numa barragem. Energia das ondas ou marés – é a energia que está associada às ondas do mar ou à subida e descida das marés.
  • 13. Formas de energia Energia geotérmica – é a energia que está associada ao calor proveniente do interior da Terra. Energia eólica – é a energia que está associada ao vento.
  • 14. Formas de energia Energia sonora – é a energia que está associada às ondas sonoras. Energia eléctrica – é a energia que está associada à corrente eléctrica.
  • 15. Formas de energia Energia térmica – é a energia que está associada às variações de temperatura de um corpo. Energia química – é a energia que está associada ao carvão, petróleo, alimentos, medicamentos.
  • 16. Formas de energia Energia cinética - é a energia associada ao movimento dos corpos. E a nossa Energia. A que usamos no dia-a-dia.
  • 17. Impactes ambientais Energias renováveis Energia solar:  Energia limpa.  Ao instalar uma central fotovoltaica altera-se a paisagem existente e o equilíbrio natural. Energia eólica:  Energia limpa.  Os parques eólicos alteram a paisagem.  Se for colocado em rotas migratória pode provocar a morte de muitas aves.
  • 18. Impactes ambientais Energia hidráulica:  Energia limpa.  As centrais hidroeléctricas (barragens) provocam inundações alterando o equilíbrio dos ecossistemas. Energia da biomassa:  Energia limpa.  A produção de electricidade através da combustão liberta gases nocivos e partículas para a atmosfera, contribuindo para o aquecimento global. Energia da geotérmica:  Energia limpa.  A libertação de vapor a alta pressão provoca poluição sonora e a libertação de calor altera o ecossistema em redor.
  • 19. Impactes ambientais Energias não renováveis Energia nuclear:  Energia poluente.  É altamente perigosa.  Em caso de acidente liberta-se radioactividade que é prejudicial a qualquer organismo, permanecendo no meio durante muito tempo. Energia dos combustíveis fósseis:  Energia poluente.  Alteram os habitats naturais onde se efectuam as extracções . A queima dos combustíveis liberta para a atmosfera gases poluentes. A exploração dos combustíveis fósseis conduz ao seus esgotamento uma vez que as reservas são cada vez menores.
  • 20. Conclusões  A energia manifesta-se à nossa volta e nas actividades que desenvolvemos de muitas formas: nada acontece sem energia. A energia faz parte do Universo que nos rodeia.  As fontes de energia podem ser renováveis ou não renováveis conforme o tempo que leva a repor-se a energia que delas vai sendo utilizada.  O século XX recorreu essencialmente a energias poluentes ou sujas, como o petróleo, gás natural ou carvão. O século XXI irá abrir as portas às energia limpas, que além de não serem poluentes são inesgotáveis.
  • 21. Conclusões  O Sol é a principal fonte de energia renovável e é a origem de toda a energia que consumimos na Terra. A energia manifesta-se de diferentes modos, sendo detectada pelos efeitos que produz. A energia, que é só uma, pode ser qualificada de acordo com os efeitos que produz, com os fenómenos a que está associada ou de acordo com a fonte de onde provém.