Escola Municipal de EnsinoFundamental Martinho Lutero          Santa Augusta     São Lourenço do Sul - RS
Domingo, dia 17 de julho de 2011                   professores, funcionárias    alunos e familiares Sobrenomes das famíli...
Rainha do Motorista: Vitória Wiegand      Rainha do Colono: Pâmela Kroning                                         Rainha ...
Luciele Hellwig                                   Representante da Escola nos XII                                  Jogos O...
Cantando a Música do Teixeirinha         “O colono”
Antes da unificação das escolas multisseriadas,as professoras já trabalhavam com o resgate da cultura local. A faixa foi c...
   A vida escolar dos pomeranos das décadas de 60 e 70 era    diferente do que é hoje. Os alunos iam a pé para a escola e...
   BATIZADO: os padrinhos costumam dar o petas braiv (lembrança    de batismo) onde colocam dinheiro. Antigamente, além d...
O ConvidadorPara entregar os convites de          casamento, era sempre o irmão mais      velho da noiva.     Mais antigam...
A BandaA banda faz a animação dos casamentos.Ainda hoje, em algumas festas,os noivos, pais epadrinhos fazema tradicionalvo...
Os Noivos – A Festa   Nos casamentos mais antigos o traje da noiva era um vestido decor preta e o véu e grinalda eram bran...
Os trajes
Ferramentas do trabalho diárioSaraquá (plantador de grãos)EnxadaRastilhoPedra de afiarMachado
Trabalhando na lavouraComendo “frischtik” (lanche) levado no cesto e arrancando batata
Buscando pasto
Com a serra                  (drum zóoh)Com o cestode “frischtik”
Fazendo schmia
Na cozinha...Perto do fogão à lenha...fazendo manteiga, sopa de leite com cliva ou arroz,   bordando, costurando e tomando...
Fazendo varejo de carroça
Tradição realizada no sábado de Páscoa, constituídode um grupo de pessoas da comunidade que,fantasiados, visitam as casas ...
...sempre haverá um pomerano lembrando isto, nem queseja daqui a cem ou duzentos anos.                          (pag. 300,...
Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono
Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono
Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono
Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono
Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono

1.014 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.014
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desfile temático na 13ª Festa em Homenagem ao Colono

  1. 1. Escola Municipal de EnsinoFundamental Martinho Lutero Santa Augusta São Lourenço do Sul - RS
  2. 2. Domingo, dia 17 de julho de 2011 professores, funcionárias alunos e familiares Sobrenomes das famílias Educação, Cultura, Religiosidade dos Pomeranos Vivências do dia-a-dia no meio rural.
  3. 3. Rainha do Motorista: Vitória Wiegand Rainha do Colono: Pâmela Kroning Rainha do Motorista: Taissa Hall Malüe Rainha do Colono: Kelin Thurow Erdmann
  4. 4. Luciele Hellwig Representante da Escola nos XII Jogos Olímpicos Municipais Título conquistado: 2ª Princesa No desfile, com o Troféu de Escola Campeã Soberanas da Festa Junina 2011Princesinha: Francine Bahr MassMinirrainha: Pâmela Sell HarterRainha: Jaqueline Kunde
  5. 5. Cantando a Música do Teixeirinha “O colono”
  6. 6. Antes da unificação das escolas multisseriadas,as professoras já trabalhavam com o resgate da cultura local. A faixa foi confeccionada na oportunidade quando participaram do desfile do Sesquicentenário da Imigração no Município.
  7. 7.  A vida escolar dos pomeranos das décadas de 60 e 70 era diferente do que é hoje. Os alunos iam a pé para a escola e levavam seu material escolar em sacos plásticos de açúcar e arroz ou em bolsas de pano confeccionadas pelas mães. A merenda era levada de casa e usavam tamancos (hult chlapa), chinelos e tapapó branco. As aulas eram ministradas em salas multisseriadas, onde alunos com idades diferentes estudavam em uma mesma sala, sentados em classes de madeira, em duplas. A maioria estudava até a 3ª ou 4ª série porque tinham que ajudar os pais na agricultura. Os professores, quando não eram da comunidade, alojavam-se nas casas de comércio ou vinham de cavalo ou bicicleta.
  8. 8.  BATIZADO: os padrinhos costumam dar o petas braiv (lembrança de batismo) onde colocam dinheiro. Antigamente, além do dinheiro, colocavam grãos de trigo ou feijão para desejar boas colheitas no futuro, no caso dos meninos, e agulha e linha para as meninas, na intenção de que fossem boas donas de casa. A criança era levada ao altar pelo padrinho mais velho e do mesmo sexo, o mais novo segurava a criança enquanto essa recebia a benção. CONFIRMAÇÃO: a confirmação tem um significado especial na vida dos adolescentes pomeranos: seria a passagem da infância para a vida adulta. Segundo a tradição, a partir da confirmação o jovem está preparado para trabalhar, namorar e casar. Para a igreja, a confirmação significa que o jovem responde por sua fé e nessa ocasião participa pela primeira vez da Santa Ceia.
  9. 9. O ConvidadorPara entregar os convites de casamento, era sempre o irmão mais velho da noiva. Mais antigamente, era a cavalo e depois,passaram a usar a bicicleta. Em tempos atuais, são os noivos que entregam o convite de casa em casa, usando carro ou moto.
  10. 10. A BandaA banda faz a animação dos casamentos.Ainda hoje, em algumas festas,os noivos, pais epadrinhos fazema tradicionalvolta naschurrasqueiras,puxadapela banda.
  11. 11. Os Noivos – A Festa Nos casamentos mais antigos o traje da noiva era um vestido decor preta e o véu e grinalda eram brancos. O vestido preto podiaser usado depois em ocasiões especiais como cultos, batizados,casamentos, enterros, etc. Depois de algum tempo, os vestidos denoiva passaram a ser os tradicionais vestidos brancos. A festa de casamento era realizada na casa da noiva e osvizinhos ajudavam nos preparativos. Tinha a dança dos noivos, a dança do bolo e a dança dascozinheiras. Quando tinha um irmão da noiva ou noivo mais velho esolteiro, este era levado para cima do forno de rua, o bak óhwa. É claro que, toda esta festa era muito animada pela tradicional“bandinha”.
  12. 12. Os trajes
  13. 13. Ferramentas do trabalho diárioSaraquá (plantador de grãos)EnxadaRastilhoPedra de afiarMachado
  14. 14. Trabalhando na lavouraComendo “frischtik” (lanche) levado no cesto e arrancando batata
  15. 15. Buscando pasto
  16. 16. Com a serra (drum zóoh)Com o cestode “frischtik”
  17. 17. Fazendo schmia
  18. 18. Na cozinha...Perto do fogão à lenha...fazendo manteiga, sopa de leite com cliva ou arroz, bordando, costurando e tomando chimarrão.
  19. 19. Fazendo varejo de carroça
  20. 20. Tradição realizada no sábado de Páscoa, constituídode um grupo de pessoas da comunidade que,fantasiados, visitam as casas anunciando a Páscoa.Os stüpas dançam fantasiados, ao som do gaiteiro elevam pequenos ramos e galhos para anunciar suachegada nas janelas das casas.Além de comidas e bebidas, as famílias visitadascostumam presentear os stüpas com uma quantia emdinheiro para ser dividida entre eles para cobrirem asdespesas.
  21. 21. ...sempre haverá um pomerano lembrando isto, nem queseja daqui a cem ou duzentos anos. (pag. 300, Jairo Scholl Costa)

×