ficha   28            A independência das Treze Colônias	 	O comércio nas colônias do norte                               ...
Enfim, a independênciaficha 28               No ano seguinte, intensificaram-se os           conflitos armados, tendo iníc...
Respostas          	 A independência das	 icha 28F		Treze Colônias	 1	 	 a)        P         orque, ao colonizar a América...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A independencia nas treze colonias

8.927 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A independencia nas treze colonias

  1. 1. ficha 28 A independência das Treze Colônias O comércio nas colônias do norte A Guerra dos Desde o início da colonização inglesa na América, as áreas terri- Sete Anostoriais do norte sofreram menor controle por parte da metrópole em (1756-1763)relação às áreas do sul. Isso permitiu o desenvolvimento do comércio A Guerra dos Seteinterno e o surgimento de uma elite econômica no norte da colônia. Anos agravou as tensões entre Essas colônias tornaram-se tão independentes economicamen- Metrópole e Colônia.te que formaram sua própria marinha comercial. Os comerciantes O conflito envolveuvendiam e compravam produtos de outras regiões dentro e fora dos principalmente adomínios coloniais ingleses sem a interferência da Metrópole. França e a Inglaterra, Os colonos do norte comercializavam madeira, cereais e teci- que disputavam o controle comercial edos nas colônias do sul e nas Antilhas. Do sul, eles compravam marítimo das colôniasrum, melaço, algodão e açúcar. O rum era trocado por escravos na das Índias e sobretudoÁfrica e estes eram vendidos para os colonos do sul. As relações do norte da América.econômicas que se estabeleceram entre as duas regiões coloniais, A Inglaterra venceu edo norte e do sul, receberam o nome de comércio triangular. conquistou territórios, Ainda no século XVII, a Coroa inglesa tentou coibir esse livre porém, ao final da guerra, acumulavacomércio, mas encontrou resistência. No século seguinte, a situação sérios problemasse agravou porque as atividades mercantis coloniais já faziam forte financeiros. Por isso, asconcorrência àquelas praticadas sob o comando da Metrópole. Treze Colônias inglesas deveriam ajudar a Os conflitos entre os colonos e a recuperar as finanças da Coroa pagando Metrópole novos impostos. Para aumentar a arrecadação de impostos, a Coroa britânica criou Domínios coloniaisuma série de leis. A Lei do Açúcar, de 1764, impôs novas taxas aoscarregamentos que chegassem das Antilhas. Essa medida encareceu omelaço de açúcar usado pelos colonos do sul para fabricar o rum. A Lei do Selo, criada em 1765, determinava que todo materialimpresso que circulasse pela colônia deveria conter um selo que sóa Metrópole vendia. Os colonos suspenderam as atividades mer- OCEANO ATLÂNTICOcantis com a Inglaterra até conseguirem revogar essa lei. Louisiana Colônias Finalmente, a Lei do Chá, de 1773, estabelecia que todo chá francesas (1755) Colôniasconsumido em territórios coloniais ingleses fosse comprado dire- britânicas Conquistas britânicas apóstamente da Metrópole. Em protesto, um grupo de colonos jogou 0 km 925 a Guerra dos Sete Anosao mar um carregamento de chá proveniente da Europa atacando Fonte: Atlas histórico. Madrid:um navio que havia ancorado no porto de Boston. SM, 2005. p. 94. Em 1774, outras leis, chamadas Intoleráveis, foram impostaspela Coroa britânica, tendo enfrentado mais resistência por partedos colonos. O porto de Boston foi fechado e vários rebeldes aca-baram presos. Esse episódio foi o estopim para que se começasse aorganizar a luta pela independência. Representantes das Treze Colônias se reuniram no PrimeiroCongresso Continental e decidiram boicotar o comércio de todosos produtos britânicos, enquanto a Coroa não revogasse as LeisIntoleráveis. Mesmo assim, a Metrópole não cedeu.
  2. 2. Enfim, a independênciaficha 28 No ano seguinte, intensificaram-se os conflitos armados, tendo início a Guerra de Os estados unidos pós-independência Independência. Em 1776, em meio à luta, Território da Companhia da Baía Hudson NA DÁ NOVA ESCÓCIA AL CA os representantes das colônias reunidos no TO CA IX O Maine NA BA Segundo Congresso Continental aprovaram a DÁ Nova Declaração de Independência dos Estados Nova Hampshire Massachusetts Unidos. York Rhode Island Connecticut Essa declaração foi inspirada nos ideais TERRITÓRIO Pensilvânia Nova Jérsey de liberdade e de igualdade dos pensadores DO NOROESTE Maryland Delaware iluministas, especialmente do filósofo inglês Virgínia John Locke, que defendia a igualdade entre LOUISIANA Terr. fr. até 1763 e Carolina do Norte OCEANO ATLÂNTICO os homens, o direito à vida e à liberdade. entre 1800-1803 TERRITÓRIO Carolina do Sul Mesmo assim, o conflito continuou. Os DO MISSISSÍPI Georgia colonos receberam então ajuda da França, a VICE- Estados Unidos em 1776 grande rival da Inglaterra, fato decisivo para a -REINO DE NOVA Conquistado pelos Estados Unidos FL vitória das Treze Colônias. O exército britâni- ESPANHA ÓR em 1783 ID Territórios da Espanha A co se rendeu em 1781, mas o reconhecimento 0 375 Territórios da França da independência só veio dois anos depois. km Logo após a emancipação, cada colônia se Fonte: Wernerp. 286. Perrin, 2006. Hilgemann; Hermann Kinder. Atlas historique. Paris: organizou independentemente das demais, formando 13 estados autônomos, mas confederados. Na Consti- tuição aprovada em 1787, a Confederação dos Estados america- nos foi formalizada, determinando que os 13 estados teriam au- tonomia para elaborar leis e impostos, mas estariam submetidos a um poder central, segundo o regime republicano. Estava criada a primeira República Federativa do mundo. Atividades 1 O texto a seguir foi extraído de um panfleto escrito pelo ativista político inglês Thomas Paine. Apesar de sua nacionalidade, ele foi um dos grandes defensores da independência das Treze Colônias. A pátria-mãe A Inglaterra é, apesar de tudo, a pátria-mãe, dizem alguns. Sendo assim, mais vergonhosa resulta sua conduta, porque nem sequer os animais devoram suas crias nem fazem os selva- gens guerra a suas famílias; de modo que esse fato volta-se ainda mais para a condenação da Inglaterra. [...] este novo continente foi asilo dos amantes perseguidos da liberdade civil e religiosa [...] a mesma tirania que obrigou os primeiros imigrantes a deixar o país segue perseguindo seus descendentes. Thomas Paine. Senso comum. In: Leandro Karnal et al. História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI. São Paulo: Contexto, 2007. p. 85. a) Por que o autor trata a Inglaterra como pátria-mãe? b) O que significa dizer que a América “foi asilo dos amantes perseguidos da liberdade civil e religiosa”? c) Quem praticou a tirania citada na última frase? 2 Relacione os fatores que culminaram na insatisfação das colônias norte-americanas com a Coroa britânica.
  3. 3. Respostas A independência das icha 28F Treze Colônias 1 a) P orque, ao colonizar a América, a Inglaterra transmitiu sua língua, seus costumes e sua cultura. b) Os territórios coloniais ingleses na Améri- ca receberam grandes levas de imigrantes oriundos da Inglaterra por causa de perse- guições religiosas e políticas. No Novo Mun- do, essas pessoas se estabeleceram e forma- ram suas famílias. c) A Coroa britânica. 2 Entreas décadas de 1760 e 1770 a Coroa criou uma série de leis que visavam aumentar a arre- cadação de impostos e o controle comercial na região: a Lei do Açúcar, a Lei do Selo e a Lei do Chá. Em 1774, a Coroa ainda impôs outras leis, chamadas Intoleráveis, e o porto de Boston foi fechado. As medidas provocaram a reação dos colonos e foram o estopim para a luta pela inde- pendência.

×