Tecido Muscular

5.471 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
327
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecido Muscular

  1. 1. TECIDO MUSCULAR Possibilitar movimentos, gerar calor e fornecer estabilidade postural para o corpo.
  2. 2.  Formado por células de origem mesodérmica e a sua diferenciação se dá por meio da síntese de proteínas específicas com uma organização determinada, tais como os diferentes tipos de actinas, miosinas e proteínas motoras filamentosas.  O constituinte dos músculos está relacionado ao mecanismo de locomoção e ao processo de movimentação de substâncias internas do corpo.  Os músculos são sustentados pela oxidação de gorduras e de carboidratos. Produzindo adenosina trifosfato (ATP), que fornece energia para a movimentação das cabeças de miosina.
  3. 3. TIPOS DE TECIDO MUSCULAR
  4. 4. MÚSCULO ESQUELÉTICO  Está preso aos ossos e é o tipo de tecido encontrado recobrindo o nosso esqueleto, mas também pode ser encontrado em nosso rosto, abdome, etc.  O corpo de todos os animais vertebrados é constituído por cerca de 40% de musculo esquelético de nosso peso corporal.  Os músculos que compõem esse tipo de tecido têm movimentos voluntários, eles só se movimentam quando nós queremos.
  5. 5. MÚSCULO LISO  É encontrado em nossas vísceras, revestindo nossos órgãos internos como estômago, intestino, bexiga, útero, artérias, veias, glândulas, brônquios e bronquíolos etc.  Tem movimentos involuntários.  Os movimentos peristálticos do nosso esôfago quando nos alimentamos, o movimento de abre e fecha da íris em nossos olhos quando passamos de um ambiente claro para um escuro, ou viceversa, os brônquios e bronquíolos do nosso pulmão ao respirarmos etc.
  6. 6. MÚSCULO ESTRIADO CARDÍACO  É um tecido que se movimenta de forma involuntária, seus movimentos são inconscientes e não dependem da nossa vontade para ocorrer.  O tecido muscular estriado cardíaco é encontrado no coração dos vertebrados.  Chamamos de batimentos cardíacos as contrações involuntárias do tecido muscular estriado cardíaco.
  7. 7. DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR  Quando uma doença ataca o sistema muscular, os efeitos são devastadores, não somente para os músculos, mas também para toda a habilidade do corpo de funcionar.  Essas doenças são, frequentemente, dolorosas e podem resultar em deficiências físicas, como a incapacidade de caminhar.  O impacto delas no sistema muscular inclui distrofia muscular, miastenia gravis, esclerose lateral amiotrófica e paralisia cerebral.
  8. 8. ATONIA VS. ATROFIA  Atonia se refere a um estado no qual os músculos não conseguem manter a elasticidade normal e se tornam flácidos.  Atrofia se refere a um estado em que o tecido muscular definha e cada fibra do músculo encolhe. Isso pode ser causado por desuso do músculo ou quando os impulsos nervosos tornam-se ineficazes.
  9. 9. DISTROFIA MUSCULAR  É uma doença hereditária que faz as fibras dos músculos ficarem susceptíveis a danos.  Os músculos vão ficando progressivamente mais fracos e a fibra muscular é substituída por gordura e outros tecidos.  Os sintomas incluem falta de coordenação, fraqueza e perda de mobilidade progressiva.  Não existe cura para essa doença, mas algumas terapias e medicamentos podem ajudar a diminuir o progresso.
  10. 10. MIASTENIA GRAVIS  O nome deriva do grego e do latim e significa "fraqueza muscular grave".  A doença faz os receptores de impulsos dos músculos falharem e então, os impulsos nervosos enviados pelo cérebro ficam ineficazes.  Os sintomas incluem pálpebras caídas, dificuldade para comer, visão turva, fadiga muscular e dificuldade de respiração.
  11. 11. ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA (ELA)  É uma doença neurodegenerativa que ataca os neurônios motores. Conforme esses neurônios tornamse incapacitados, eles são incapazes de alcançar os músculos, o que faz a função de controle motor se deteriorar.  Os primeiros sintomas incluem fraqueza nos braços e pernas e dificuldade de engolir, respirar e falar.  Muitas vezes, em estágios mais avançados da ocorre a paralisia e atrofia dos membros
  12. 12. PARALISIA CEREBRAL  É uma desordem que prejudica a função motora, a postura e o equilíbrio de uma pessoa.  Ocorre quando há danos na região do cérebro responsável pelo tônus muscular ou pela quantidade de resistência imposta a um músculo.  A pessoa com paralisia cerebral, muitas vezes, tem dificuldade para realizar tarefas físicas, embora os sintomas variem de acordo com a gravidade de cada caso.
  13. 13. REFERÊNCIAS http://evunix.uevora.pt/~fcs/HistoVet_tecidosbasicos.htm# muscular  http://www.ehow.com.br/doencas-sistema-muscularsobre_20409/  http://www.brasilescola.com/biologia/tecido-muscular.htm  http://www.infoescola.com/anatomia-humana/tecidomuscular/  http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Histologia/epitelio 21.php  http://www.escolakids.com/caracteristicas-do-tecidomuscular.htm 
  14. 14. COMPONENTES Jéssica Elaine Kaíne Lulyan Thays Iolanda 2ºC

×