Destrava linguas

2.545 visualizações

Publicada em

Obra recomendada pelas Metas Curriculares de Português para o 1º ano de escolaridade.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
477
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Destrava linguas

  1. 1. *à* › aatuxpyfl- Tino-H: :Koruny: LIVROS HORIZONTE , _, WF_ , ,,___ , ÍIIL-«linl-xílm #Imprim- *lhuzfltm
  2. 2. recolha e selecção ilustrações LUISA DUCLA SOARES SUSANA OLIVEIRA 7 LIVFOS Horizonte / ÍW /
  3. 3. Título: Destrava Línguas Autor: IJJÍSa Ducla Soares Ilustrações: Susana Oliveira Capa: Estúdios Horizonte A © Livros Horizonte. 2006 1.a edição. 1997 2.” edição. 2006 ISBN 972-24- I 009-1 Composição: Gráfica 99 Selecção de cores: Policor Impressão: Printer Portuguesa Setembro de 2006 Dep. legal n. ° 1 15389f97 'Y Reservados todos os direitos de publicação total ou parcial para a língua portuguesa por LIVROS HORIZONTE. LDA. Rua das Chagas, 17-1 . ° Dt. ° › 1200-106 LISBOA evmail: gcralínlívroshorizontept wwwlivroshorízontept
  4. 4. Debaixo daquela pipa está uma pita. Pinga a pipa, pia a pita, pia a pita, pinga a pipa. - Ç que é que há cá? Kgy - E o eco que há cá. ' 1*” - Há cá eco? - Há cá eco, há.
  5. 5. A Graça disse à Graça uma graça r e a Graça achou muita graça. 3 Um limão, Dois limões Meio limão. Padre Pedro pinta pregos, Padre Pedro prega pregos.
  6. 6. Fui à escola politécnica aprender a politecnicar; Estava lá o politécnico, não aprendi a politecnicar. A bomba dos bombeiros voluntários é boa, bonita e barata e trabalha bem. A história é uma sucessão sucessiva dos sucessos que sucedem sucessivamente
  7. 7. Num prato de trigo tragam três tigres. - Ó compadre, como passou a tarde de ontem à tarde? - Deixe-me lá, meu compadre, que a tarde de ontem à tarde foi para mim tamanha tarde que há-de ser tarde e bem tarde que eu venha cá outra tarde como a tarde de ontem à tarde.
  8. 8. Um homem desnarigado quem o desnarigaria? Um homem desnarigado quem o desnarigaria? Vale mais sê-lo que parecê-lo, mas não parecê-lo e não sê-lo, vale mais não parecê-lo.
  9. 9. Enquanto a pega o_ Yl-. iñ papa a fava 'S' porque não papa a Fava a pega? Esta burra torta trota, trota, trota a burra torta, trinca a murta, a murta brota, V, _çpgana/ f/“N/ _Á brota a murta ao pé da porta.
  10. 10. Um senhor que tinha tinha Pediu a outro que não tinha tinha Que lhe tirasse a tinha; Dava-lhe tudo o que tinha. Tenho uma capa bilrada, chilrada, galrripatalhada; Mandei-a ao senhor bilrador, chilrador, galrripatalhador, Que ma bilrasse, chilrasse, galrripatalhasse, Que eu lhe pagaria bilraduras, chilraduras, galrripatalhaduras.
  11. 11. Portas prega Pedro Bravo E sermão o padre Prado. Esta casa está ladrilhada. Quem a desladrilhará? O desladrilhador Que a desladrilhar Bom desladrilhador será.
  12. 12. - Pardal pardo, porque palras? - Palro sempre e palrarei, porque sou o pardal pardo e palrador del-rei. O rato roeu a rolha da garrafa do rei da Rússia. Se cá nevasse fazia-se cá ski.
  13. 13. Mário Mora foi a Mora com intenção de vir embora mas, como em Mora demora, diz um amigo de Mora: - Está cá o Mora? - Está, está cá o Mora. - Então agora o Mora mora em Mora? - Mora, mora. O compadre, merca ouca cabra parda, P que quem pouca cabra parda merca pouca cabra parda paga.
  14. 14. Porque é que o pisco empisca a pisca e a pisca não empisca o pisco? - Ó menina deste casal, diga-me se mora aqui o padre Pedro Pires Pisco Pascoal. - Não sei qual é esse padre Pedro Pires Pisco Pascoal porque aqui nestes casais há três padres Pedros Pires Piscos Pascoais.
  15. 15. Fui a Belas para ver velas, mas em Belas velas não vi; porque as velas que iam para Belas eram as velas que iam daqui. Pedro Paulo Pacheco Pereira, pobre pintor português, pede passagem para passar para Portugal.
  16. 16. Copo, copo, jericopo, jericopo, copo cá; quem não disser três vezes (sem se enganar) copo, copo, jericopo, jericopo, copo cá, por este copo não beberá. Num ninho de nafagafos há sete nafagafinhos. Quando a nafagafa sai ficam os nafagafos sozinhos.
  17. 17. Se o Arcebispo de Constantinopla se quisesse desarcebispoconstantinoplizar quem o desarcebispoconstantinoplizaria? Se o banco que tem três pés é uma tripeça, não tropeça nos pés a tripeça de três pés? t(
  18. 18. Uma cabra carga trapos, outra cabra trapos carga. Moço, meu moço, leva os bois ao lameiro, os sapatos ao sapateiro que tos sole e sobressole e que tos torne a sobressolar que ele bom sobressolador será.
  19. 19. Fui comprar bolas ao senhor Bolas, o senhor Bolas não tinha bolas. Ora bolas para o senhor Bolas! Se a liga me ligasse, eu ligava à liga. Mas como a liga não me liga eu também não ligo à liga.
  20. 20. Dizer muito rapidamente: arcas, arcas, arcas, arcas. Dizer muito rapidamente: Jaime, Jaime, Jaime, Jaime. l'.
  21. 21. Tu me enganas, eu te entendo mas tu não entendes que eu entendo que me estás a enganar. Disse você ou não disse o que eu disse que você disse? Porque se você disse o que eu não disse que você disse, que disse você?
  22. 22. Ô pavão, lindo pavão, que lindas penas o pavão tem. Percebeste? Se não percebeste, faz que percebeste para que eu perceba que tu percebeste. Percebeste?
  23. 23. Paulino sem Pau é Lino, Paulino sem Lino é pau, tirando o pau ao Paulino lica o Paulino sem pau. ,x “f ç Era uma vez Um caçador Furufunfor Triunfunfor Misericuntor. E foi à caça Furufunfaça Triunfunfaça Misericuntaça. E caçou um coelho Furunfunfelho Triunfunfelho Misericuntelho. E levou-o a uma velha Furunfunfelha Triunfunfelha Misericuntelha.
  24. 24. Está o céu estrelado? Quem o estrelaria? Ó homem que o estrelou, grande estrelador seria. Na rua das Rosas vai um carro à riba carregado de rolhas, garrafas e rosas.
  25. 25. Eu cantarolarei, tu cantarolarás, ele cantarolará, nós cantarolaremos, vós cantarolareis, eles cantarolarão. Se o Papa papasse papa, se o Papa papasse pão, o Papa tudo papava, seria o Papa papão.
  26. 26. Dou-te um soco, desnarizo-te, tu desnarizaste-me a mim. Qual será o melhor desnarizador? O tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto o tempo tempo tem. / ÕJ ' ' . :›
  27. 27. Este nabos amarujam, eles amarujarão. (l , . A pia perto do pinto, c í z z . ' . . ' / z z 2 i o pinto erto da pia. 5 f 7 r p . . . ' g í À Quanto mais a pia pinga , mais o pinto pia. Í . . ' A pia pinga, ' o pinto pia, ó pinga a pia, ?L4 pia o pinto, r x *S47 O pinto perto da pia, t, a pia perto do pinto. x3” / ""“"_V“ ~ -
  28. 28. Ó pá, já casaste pá? Eu não, pá, e tu pá? Eu já, pá. Com quem, pá? Com a Maria, pá, filha do Zé, pá! Oh, pá, tanto pá. O rato rói a serralha, o raio do rato roía; A Rita Rosa Ramalha do raio do rato se ria.
  29. 29. Tenho um colarinho muito bem encolarinhado. Foi o colarinhador que me encolarinhou este colarinho. Vê se és capaz de encolarinhar tão bem encolarinhado como o colarinhador que me encolarinhou este colarinho. Uma gata preta prendeu a perna na porta do prédio. Veio a prima da praça e viu a prima preta com a perna presa. Foi desprendê-la e ficaram as duas presas na porta do prédio.
  30. 30. Desire v: lüiguas Num ninho de nafagafos Im' safe nafagañn/ ios. Quando a nafagafa sai ficam os nafagafos sozinhos. I leis;

×