Dea iii-versão draft

740 visualizações

Publicada em

2010/05/18

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
740
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dea iii-versão draft

  1. 1. UNIVERSIDAD DE EXTREMADURA<br />Facultad de Educación<br />Departamento de Ciencias de la Educación<br />Programa de Doctorado Avances en Formación del Profesorado<br />MEMORIA DE ESTUDIOS DE TERCER CICLO PARA LA OBTENCIÓN DE LA SUFICIÊNCIA INVESTIGADORA Y EL DIPLOMA DE ESTUDIOS AVANZADOS<br />
  2. 2.
  3. 3.
  4. 4.
  5. 5. Bacharelato em Tradução ISLA de Lisboa 1989<br />Licenciatura em Tradução ISLA de Leiria 1991<br />Pós-Graduação em “Gerir Projectos em Parcerias”ISCTE. Lisboa<br />
  6. 6. <ul><li>Professora de Francês do ensino secundário – 2 anos (Jovens)
  7. 7. Professora de Inglês do ensino secundário – 3 anos (Jovens)
  8. 8. Formadora de Inglês no CENFIM – 12 anos (Jovens e Adultos)
  9. 9. Coordenadora da Formação Pedagógica Inicial de Formadores (Adultos)
  10. 10. Acompanhante de estagiários em Contexto de Trabalho
  11. 11. Participantes em Projectos Comunitários: Leonardo da Vinci; Equal; Delfim; Now (ADAPT)
  12. 12. Directora e professora de inglês para crianças - escola privada</li></li></ul><li><ul><li>No IPL
  13. 13. Formadorade Inglês e Técnicas de Comunicação nos CET’s
  14. 14. Técnica no gabinete de projectos e responsávelpelos cursos preparatórios para acesso ao ensino superior
  15. 15. Actualmente, Coordenadora Pedagógica no Centro Novas Oportunidades do IPL (RVCC)</li></li></ul><li>Holanda,ConnectingWomenandNewTecnologies<br />Finlândia, Equal, Novas formas de trabalho e organização nas PME’s<br />França, formação individualizada<br />Portugal, Delfim, boas práticas ao nível da educação e formação<br />Lisboa, “Maiores de 23 anos” no IPL<br />Benedita, Escola e Empregabilidade<br />
  16. 16. - Formação Profissional em Portugal<br />- Educação e formação de adultos - Adultos<br /> Maiores de 23 anos.<br />
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22. … contribuíram de forma positiva <br />para:<br />- O acesso a ferramentas que me <br /> facilitaram a decisão e a utilização<br /> de técnicas de recolha de dados, <br /> organização, armazenamento e<br /> tratamento dos mesmos.<br />- O acesso a bibliografia.<br />
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25. CONCLUSIONES<br />RESULTADOS<br />PROCEDIMIENTOS METODOLÓGICOS<br />
  26. 26. Novas economias: economia do conhecimento e da informação<br />ALV, Aprendizagem ao Longo da Vida<br />Papel das universidades para a melhoria de vida dos cidadãos<br />Novas portas de entrada, novos desafios<br />Decreto-Lei 64/2006<br />“Maiores de 23 anos” no Instituto Politécnico de Leiria. Fim do exames “adhoc”<br />
  27. 27.
  28. 28. Antes<br />Exame centralizado<br />Exame demasiado rigoroso - Exame de Língua Portuguesa<br />Em 2005, 900 alunos inscritos<br />Depois<br />Exames descentralizados em cada IES<br />Exames ao critério de cada IES<br />Em 2006/2007, 10856 alunos inscritos<br />Relevância do tema<br />- O que se passa 3 anos após a nova Lei? Contacto no IPL com “maiores de 23 anos”; falta de estudos neste âmbito <br />
  29. 29.
  30. 30. Objectivos Gerais<br />1 - Conhecer as 3 formas de acesso dos “maiores de 23 anos”<br />2 - Verificar o sucesso dos “maiores de 23 anos”, no 1º ano de frequência dos cursos superiores do IPL<br />Objectivos Específicos<br />1 - Analisar as Provas Especialmente Adequadas a Avaliar a Capacidade para a frequência dos cursos do IP<br />2 - Identificar os Cursos de Especialização Tecnológica do IPL<br />3 - Valorizar a importância do Curso Preparatório para Acesso ao Ensino Superior de “maiores de 23 anos”<br />4 - Conhecer a forma de selecção dos candidatos para o ingresso ao ES<br />5 - Identificar a realidade dos “maiores de 23 anos” que frequentam os cursos superiores no IPL (2008/2009)<br />
  31. 31. Acesso dos maiores de 23 anos aos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria<br />1<br />Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a frequência do Ensino Superior dos maiores de 23 anos<br />3<br />Curso Preparatório para acesso ao ensino superior maiores de 23 anos<br />2<br />Curso de Especialização Tecnológica – Nível IV<br />Vagas para maiores de 23 anos<br />Concursos Especiais<br />Ingresso nos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria<br />
  32. 32. Objectivos Gerais<br />Conhecer as 3 formas de acesso dos “maiores de 23 anos” Como?<br />Análise qualitativa e análise de conteúdo (dados documentais, relatórios do IPL inéditos, Estatísticas, Bibliografia e Legislação). E também entrevistas semi-estruturadas e exploratórias<br />Verificar o sucesso dos “maiores de 23 anos”, no 1º ano de frequência dos cursos superiores do IPL. Como?<br />Análise empírica (Entrevistas, Inquérito por questionário)<br />
  33. 33. Fonte de Acesso Aos Dados<br />Análise documental<br />Relatórios do IPL inéditos;<br />Estatísticas;<br />Bibliografia;<br />Legislação<br />
  34. 34. SUJEITOS DA INVESTIGAÇÃO<br />Entrevistas (9)<br />1 Dirigente do IPL<br />1 Docente de Matemática (Gestão)<br />1 Docente de Antropologia (Educação Básica)<br />1 Docente de Língua Inglesa (Educação Básica)<br />1 Coordenador do Curso Preparatório – 1ª edição<br />1 Elemento de Júri das provas<br />1Docente de Literatura Portuguesa de UTAD<br />2 alunos do 1º ano do Curso de Contabilidade e Finanças<br />Questionário (397/194)<br />
  35. 35. SUJEITOS DA INVESTIGAÇÃO<br />Entrevistas (9)<br />(2)Dirigentes: Visão geral sobre o novo acesso versus o antigo<br />(3)Docentes: Sucesso dos alunos m23 nas diferentes cadeiras<br />(1)Coordenador: Importância do Curso Preparatório “m23”<br />(1)Elementos de Júri das Provas: organização e estrutura das provas; acreditação de experiência profissional; Opinião sobre as provas<br />(2)Alunos: Antes e depois do ingresso; expectativas, resultados obtidos, dificuldades <br />Questionário (397) (SPSS)<br />Informação pessoal: idade, sexo, nacionalidade, concelho de residência, agregado familiar e estado civil<br />Percurso escolar: nível escolar, estabelecimento de ensino, hábitos de estudo, anos sem estudar, conhecimento do acesso e forma de ingresso; qual a preparação antes<br />Percurso Profissional: actividade desenvolvida e actual, vínculo contratual; <br />Licenciatura: frequenta, escola, projectos futuros, dificuldades ao nível pessoal e/ou académico<br />
  36. 36. 1 – Análise documental<br />2 – Entrevistas (análise de conteúdo)<br />3 – Questionários (frequência, Qui quadrado, regressão linear)<br />
  37. 37.
  38. 38. O nº de anos sem estudar está associado à idade<br />O estado de casado e/ou solteiro também contribuem para esta relação<br />O nº de anos sem estudar também é explicado pela idade e pelo agregado familiar com 2 pessoas<br />
  39. 39. A situação actual dos inquiridos face ao seu vínculo laboral influencia a opção do curso:<br />Garantia Profissional<br />Mas não influencia relativamente às oportunidades de emprego<br />A situação actual dos inquiridos face ao seu vinculo laboral influencia a opção pelos projectos profissionais :<br /> Progredir na carreira/aumentar o salário<br />A situação actual influencia a opção pelos projectos profissionais após o curso no que diz respeito a "permanecer mas com outras funções" <br />Não ter projectos profissionais ao terminar e querer manter a situação pode significar a tentativa de segurar o emprego que se tem. <br />
  40. 40. O acesso ao Ensino Superior através das Provas é uma oportunidade<br />O Curso Preparatório para Acesso ao ensino superior é reconhecido por aqueles que o frequentaram<br />Os CET são outra via de acesso ao ES.<br />
  41. 41. Consciência profunda da importância de ALV (pessoal e profissional)<br />Oportunidades<br />Todos ficam a ganhar<br />IPL alinhado com as políticas nacionais e internacionais, investe na ALV<br />Curso Preparatório dignifica a instituição pois permite progressão <br />
  42. 42. Voz das testemunhas<br />Progressão no curso<br />“ O curso preparatório serviu para isso. Já não foi estranho, o método de ensino já não era novo, já não era um choque tão grande” testemunho de aluno<br />Maior auto-estima<br />“Fazemos a comparação com as turmas de dia e as turmas de noite e garantidamente, as nossas piores notas são as melhores notas de muitos deles”<br />Bons resultados<br />“ são alunos que embora não tenham tempo disponível, estão motivados e trabalham tanto quanto podem. Se não têm o mesmo nível de conhecimentos, superam as lacunas porque trabalham mais” testemunho de docente<br />
  43. 43. Dificuldades ao nível da Matemática e TIC<br />Experiência de vida ao nível pessoal e profissional que os destaca pela positiva<br />Gera partilha e riqueza de conhecimentos <br />Dificuldades sentidas ao nível da conciliação de todas as dimensões de vida destes estudantes: vida familiar, pessoal, profissional e vida académica<br />
  44. 44. A educação é a arma mais poderosa que alguém pode usar para mudar o mundo “ Nelson Mandela”<br />
  45. 45. GRACIAS<br />Isabel Beato<br />15/06/2010<br />

×