Cartilha Árvores do campus Planaltina 5

488 visualizações

Publicada em

Cartilha sobre algumas árvores existentes no campus Planaltina do Instituto Federal de Brasília.

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartilha Árvores do campus Planaltina 5

  1. 1. NOMES POPULARES Monguba, cacau-selvagem, mamorana, embi- ratanha, castanheiro-da-guiana, castanhola, carolina, munguba, castanheira-da-água, sa- pote-grande NOME CIENTIFICO Pachira aquatica FAMÍLIA BOTÂNICA Malvaceae (Bombacaceae) CARACTERÍSTICAS DIMENSÃO De 6m a 18m de altura, tronco de 30cm a 120cm de diâmetro. TRONCO Curto, pouco recurvado com ramos numero- sos, áspero com fissuras descontinuas, acin- zentado. FOLHAS Folhas compostas, digitadas, glabras, verde- escuro, brilhantes, de 15cm a 20cm de com- primento. FLORES Flores solitárias grandes de até 20cm de com- primento, coloração branco-amarelada, ao longo do estame rósea e perfumadas. FRUTOS Cápsula, lenhosa, aveludada, deiscente, de cor ferrugíneo-avermelhado. SEMENTES Sementes grandes, oleaginosa contendo ácido palmítico, de cor creme a castanho, até 5cm de comprimento. ORIGEM Toda região amazônica até o maranhão, co- mum em regiões alagadas. USO Madeira empregada apenas para uso interno, sementes comestíveis, apesar da discreta toxi- dade. Ornamental, muito usada em arboriza- ção urbana devido a sombra que proporciona. 40 41 Instituto Federal de Brasília 19. Monguba - Pachira aquatica Árvores do Campus Planaltina Tronco Flor Sementes FrutosDimensão
  2. 2. NOMES POPULARES Barriguda, paineira, paineira-rosa, árvore-de- paina, paina-de-seda NOME CIENTIFICO Ceiba speciosa FAMÍLIA BOTÂNICA Malvaceae (Bombacaceae) CARACTERÍSTICAS DIMENSÃO De 15m a 30m de altura, tronco de 80cm a 120cm de diâmetro. TRONCO Cilíndrico, volumoso, casca rugosa e munida de muitos acúleos, de 40cm a 60cm de diâ- metros, acinzentado, com engrossamento pró- ximo a base, formando uma barriga. Após 20 anos é comum os acúleos caírem, mostrando uma casca castanha, áspera, rugosa irregular. FOLHAS Compostas, digitadas, serrilhadas, glabras, 6cm a 12cm de comprimento, formando uma copa globosa e ampla. FLORES De coloração rósea clara a escura, garganta riscada de branco, grandes e vistosas. FRUTOS Cápsulas ovóide, lisa, deiscente, de superfície verde, que ao abrir apresenta uma paina bran- ca sedosa. SEMENTES Numerosas de cor bege, de formato globoso, envolvidas na paina. ORIGEM RJ, MG, GO, SP, MS, PR, florestas latifoliada e semidecídua. USO Madeira pode ser usada para construções ru- rais, usa-se a paina para enchimento de col- chões. Ornamental e pode ser empregada em áreas degradadas. 42 43 Instituto Federal de Brasília 20. Barriguda - Ceiba speciosa Árvores do Campus Planaltina FolhaFruto Dimensão Flores Tronco
  3. 3. NOMES POPULARES Cedro, cedro-vermelho, cedro-branco, cedro- batata, cedro-cetim, cedro de várzea NOME CIENTIFICO Cedrela fissilis FAMÍLIA BOTÂNICA Meliaceae CARACTERÍSTICAS DIMENSÃO De 20m a 35m de altura, tronco de 60cm a 90cm de diâmetro. TRONCO Reto, envolvido por uma casca grossa, pardo acinzentado, rugosa, profundamente sulcada. FOLHAS Compostas, paripinada, finamente aveludada, com nervura central saliente na face inferior. Árvore decídua. FLORES Pequenas e brancas, reunidas em racemos, flo- resce de agosto a setembro; FRUTOS Cápsula deiscente, lenhosa, pardo-escuro, abre-se em 5 partes quando maduro, amadu- rece de junho a agosto. SEMENTES Aladas, achatada, castanho-claras geralmente 4 por fruto. ORIGEM RS, SC, PR, MG, Florestas semidecíduas e Atlântica. USO Madeira rosada é utilizada para compensados, esculturas e talhas, construção civil, naval e instrumento de música. Árvore ornamental usado no paisagismo urbano, jardins e pode ser empregada em reflorestamento de áreas degradadas, aconselhado plantar em consór- cio devido ao ataque de broca. 44 45 Instituto Federal de Brasília 21. Cedro - Cedrela fissilis Árvores do Campus Planaltina Dimensão Tronco Sementes Fruto
  4. 4. NOMES POPULARES Mogno, aguano, araputanga, cedroí, mogno- brasileiro NOME CIENTIFICO Swietenia macrophylla FAMÍLIA BOTÂNICA Meliaceae CARACTERÍSTICAS DIMENSÃO De 25m a 30m de altura, tronco de 50cm a 80cm de diâmetro. TRONCO Reto, com casca grossa, escamosa em placas, pardo-avermelhado. FOLHAS Folhas compostas, paripinadas, nervura cen- tral na face inferior, glabra, verde-brilhante. FLORES Discretas, pequenas e brancas, aromáticas com antese, floresce de novembro-janeiro. FRUTOS Cápsula deiscente, lenhosa, que se abre em 5 partes, castanho-claros, até 20cm de compri- mento, maturação de setembro a novembro; SEMENTES Aladas, leves, marrom-clara, até 12cm de comprimento. ORIGEM Região Amazônica, comum no PA, TO, MT, GO, MG. USO Madeira usada para fabricação de luxuosos mó- veis, acabamentos internos, construção civil. Árvore ornamental, muito usada em parques e grandes jardins, pode ser empregada em reflo- restamento de áreas degradadas. 46 47 Instituto Federal de Brasília 22. Mogno - Swietenia macrophylla Árvores do Campus Planaltina Dimensão Folhas Tronco Fruto e semestes
  5. 5. NOMES POPULARES Buriti, coqueiro-buriti, miriti, boriti, moriti, caradá-guaçu, carandaí-guaçu, palmeira-dos- brejos NOME CIENTIFICO Mauritia flexuosa FAMÍLIA BOTÂNICA Palmae (Arecaceae) CARACTERÍSTICAS DIMENSÃO De 15m a 25m de altura, tronco de 30cm a 50cm de diâmetro. TRONCO Estipe simples e ereto, casca de coloração acinzentada com fissuras estreitas. FOLHAS Compostas, aglomeradas no ápice do estipe, folíolos radiados em leque, glabras, verde bri- lhante. FLORES Amarelas em cachos de até 3m de comprimen- to pendente no ápice. FRUTOS Drupas cobertas por escamas de cor castanho- vináceo, até 6,5cm de comprimento. Polpa doce, oleaginosa, laranja-amarelada. Distri- bui-se em cachos de 2m a 3m de comprimen- to, floresce com mais freqüência de dezembro a abril. SEMENTES Amêndoa envolvida pela polpa do fruto. ORIGEM Amazônia, encontrada hoje em todos estados, comumente em regiões brejosas e inundadas, geralmente encontra-se agrupadas em buriti- zais. USO Madeira usada para construções rurais. A polpa é consumido pela população em forma de doce e fornece óleo, muito apreciado por algumas espécies de aves silvestres. Árvore ornamental usada em jardins e parques podendo ser usada em reflorestamento de áreas degradadas ala- gadas e margens de córregos. 48 49 Instituto Federal de Brasília 23. Buriti - Mauritia flexuosa Árvores do Campus Planaltina Dimensão Folhas FrutosTronco

×