2013 06 05_ata_reuniao_cban_anefac

531 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
126
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2013 06 05_ata_reuniao_cban_anefac

  1. 1. 1 1 ANEFAC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXECUTIVOS DE FINANÇAS, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE ATA REUNIÃO CBAN 05 de junho de 2013 PRESENTES José Fernandez Vidal Lopes Machado Consultores vidal@bkr-lopesmachado.com.br Gabriela Morais Levin gabriella.morais@levinglobal.com Giana Araujo Apsis giana.araujo@apsis.com.br René Gomes Dutra Lopes Machado Consultores rdutra@bkr-lopesmachado.com.br Mauro Jacob Gaia Silva Gaede & Associados jacob@gaiasilvagaede.com.br Mauro Braz Rocha Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda. mauro.rocha@barraenergia.com.br Vivian Ribeiro Schaeffer Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda. vivian.schaeffer@barra-energia.com.br Miguel Bahury ANEFAC bahury@globo.com LilianeTucci Smith Freitas Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda. liliane.tucci@barraenergia.com.br Rodrigo M. Amato Mark to Market rodrigo.amato@mark2market.com.br Dailson Alves Unimed Rio Empreendimentos dailson.alves@unimedrioemepreendimentos.co m.br Antonio Correia Unimed Rio Empreendimentos antonio.correia@unimedrioempreendimentos.co m.br antoniojcorreia1971@yahoo.com.br Carlos Andrade Unimed Rio Empreendimentos carlos.andrade@unimedrioempreendimentos.co m.br Leiliane Ramos Rolian, Viotti & Leite Campos l.ramos@rvlc.com leiliane_ramos@yahoo.com.br Mauricio Emerick Apsis Consultoria mauricio.emerick@apsis.com.br Celsoir Benetti Ferrari Avaliações celsoir.benetti@ferrariavaliacoes.com.br Eduardo Tonello Ferrari Avaliações eduardo.tonello@ferrariavaliacoes.com.br Nestor Sgarabotto Ferrari Avaliações nestor.sgarabotto@ferrariavaliacoes.com.br Ricardo Plizzari Ferrari Avaliações ricardo.plizzari@ferrariavaliacoes.com.br Tarciano Cardoso Ferrari Avaliações tarciano.cardoso@ferrariavaliacoes.com.br Tiago Vial Ferrari Avaliações tiago.vial@ferrariavaliacoes.com.br
  2. 2. ANEFAC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXECUTIVOS DE FINANÇAS, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE2 2 INFORMES 1. Curso parceria CBAN / International Association of Consultants, Valuators and Analysts (IACVA) – parceria se deu pelo fato da instituição seguir o padrão IFRS. a. Inclui treinamento básico e atualização em Avaliação de Negócios, com certificado internacional – CVA – com prova online. b. Este ano o material (apostila) vai estar em inglês, embora as aulas sejam dadas em português. A prova também é em inglês. Para o ano que vem, estamos providenciando a tradução. c. Giana ficou de ver se é necessário um diploma universitário ou não para obter a Certificação. d. Este ano está previsto um curso em São Paulo e um no Rio de Janeiro. 2. Reuniões gerais passaram a ser bimestrais, porém os Grupos de Trabalho são grupos reduzidos que podem se reunir mensalmente ou até mesmo quinzenalmente. Todos podem entrar em contato, caso haja interesse. a. Grupo virtual facilita a discussão à distância. Inscrições centralizadas no email giana@anefac.com.br – controle total dos inscritos para evitar spam. 3. Comentários ao edital SDM 04/2013 - CVM COMENTÁRIOS À MINUTA OCBAN 03 – VALOR JUSTO 4. A intenção é que a Orientação tenha um conteúdo prático – a parte final se concentra em trazer para o dia a dia do avaliador as principais questões. a. Trouxemos os fluxogramas de situações práticas de aplicação do valor justo, do livro recém-lançado “IFRS – Guia de Aplicação do Valor Justo”, pela Bookman. b. Através de debates nas reuniões, no Facebook, na lista de discussão e Linkedin sobre as questões encontradas pelos profissionais no dia a dia, em torno do valor justo, e compilar as opiniões, de modo a dar um caráter prático ao documento. c. Ao final, poderá surgir um mini guia de boas práticas para aplicação do Valor Justo. 5. O histórico do Valor Justo também está aberto a críticas: deve ser maior /menor? O que deve constar na descrição?
  3. 3. ANEFAC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXECUTIVOS DE FINANÇAS, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE3 3 6. Consta nos apêndices um estudo jurídico de como a expressão valor justo é tratada na lei societária; uma compilação das diversas definições de valor emitidas por várias organizações de avaliação. Foi sugerido um com itens mínimos que devem constar num laudo de avaliação a valor justo, somando um total de 3 apêndices. 7. Os temas específicos serão desenvolvidos nas diretrizes específicas, que foram comentadas em linhas gerais: a. Mauro se dispôs com a sua equipe a coordenar uma diretriz técnica para avaliação de passivos – inserir na lista de Diretrizes a serem elaboradas, ao lado das de Ativos Intangíveis, Instrumentos Financeiros, Ativos Biológicos e Imobilizado. b. O diretor Rodrigo Amato explica a urgência de uma Diretriz Técnica em Instrumentos Financeiros – o modo como o mercado vai trabalhar o valor justo para dar o valor nos IF – estão aguardando os lançamentos das instituições internacionais. Vai preparar um informativo para circular sobre as questões. Já consta no blog um resumo http://blogrio.anefac.com.br/?p=1239 c. Gabriela, da Levin Global, juntamente com a Taís, serão responsáveis pela DT de imobilizado. Assim que começarem a encaminhar, vão iniciar os debates nas reuniões e por email. d. Clodiana, mesmo ausente, foi lembrada de iniciar também uma DT de Ativos Biológicos. e. Após discutidas pelos grupos de trabalho, as diretrizes e orientações serão colocadas em audiência pública para considerações do mercado e dos órgãos reguladores. 8. Larissa / Jacob ficaram com uma tarefa: ver se haverá aderência na lei das S.A ao conceito de valor justo presente no CPC 46. 9. A parte do Alcance (escopo) da Orientação irá tratar como o valor justo vai influenciar na aplicação de cada CPC. É o mesmo trabalho feito pelo apêndice D do IFRS 13, que enumera o novo entendimento para cada redação do IFRS que considera o valor justo. Em nosso apêndice, adaptamos o texto com os CPCs equivalentes. 10. As questões a serem lançadas na internet serão em cima das modificações citadas neste escopo: onde estes CPCs já foram aplicados utilizando o padrão do novo Valor Justo do CPC 46, quais foram as questões mais polêmicas?
  4. 4. ANEFAC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXECUTIVOS DE FINANÇAS, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE4 4 11. A parte de técnicas de avaliação intenciona não apenas descrever as metodologias rapidamente, mas dar um panorama da aplicação de cada uma no Brasil, diante das condições oferecidas pelo mercado. 12. Apêndice sobre os diferentes conceitos de valor – foram expostos os critérios de montagem da tabela e as fontes utilizadas. A tabela está aberta a críticas e à inserção de novas fontes. 13. A minuta está atualizada no blog para comentários http://blogrio.anefac.com.br/?p=1173 COMENTÁRIOS AO EDITAL DA CVM – SDM 04/2013 14. Nova instrução que vai substituir a CVM nº 319, de 3 de dezembro de 1999, com mudança significativa na parte de avaliação (Capítulo IV) com relação ao artigo 264 da Lei das S.A. a. Está à disposição no site da CVM para baixar http://www.cvm.gov.br/port/audi/Edital%20Aud%20Pub%20SDM%20-%2004- 13.pdf 15. CBAN irá responder à audiência em principalmente 2 pontos: a. Impactos em usar uma abordagem da renda em comparação com o PL a mercado em vigor. b. Emitir uma opinião de como a avaliação pela abordagem da renda pode afetar na decisão do acionista, para quem vai avaliar se a relação de troca é vantajosa ou não. 16. Deadline de 21 de junho foi prorrogado para 22 de julho. CBAN está recebendo sugestões e críticas para envio à CVM até o dia 20 de julho. REGIMENTO / ESTATUTO - JACOB 17. O advogado Mauro Jacob, da Gaia Silva Gaede & Associados preparou uma minuta que organiza as atividades do CBAN. Está em formato flexível para adaptação. 18. Contém premissas gerais de funcionamento do CBAN para críticas. 19. CBAN é um comitê da ANEFAC, que em si já possui um regimento. Há outros comitês. No Rio, temos o de CPC e o de Propriedade Intelectual. No entanto, com a complexificação das atividades, é importante que iniciemos este tipo de debate. 20. Marcado para a próxima reunião a apresentação da minuta e debates.
  5. 5. ANEFAC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXECUTIVOS DE FINANÇAS, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE5 5 21. Discussão sobre organizações profissionais de avaliação são metas do IVSC – recomendação da Força Tarefa da ONU para que sejam desenvolvidas pelo mundo. Ver artigo do blog sobre a missão do IVSC, de Giana Araujo http://blogrio.anefac.com.br/?p=1256 e sobre a profissão de Avaliador nos Estados Unidos, de Luiz Paulo Silveira http://blogrio.anefac.com.br/?p=203 PRÓXIMOS PASSOS 22. Reunião de agosto adiada – data a combinar. 23. Circulação de listas com inscrições para participação e promoção das Diretrizes Técnicas listadas e a Orientação de Valor Justo.

×