Exercicios sosiologia 7

512 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
512
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercicios sosiologia 7

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL ANTÔNIO CARLOS SOCIOLOGIA 1- social e a vida cultural de cada tribo só era possível através da ideia que os administradores e cientistas europeus tinham da “tradição”. As sociedades “tribais” (ou “primitivas”) seriam, para eles, “sociedades tradicionais” — não só as regras de conduta eram pautadas rigidamente pelo costume, como esse costume era transmitido, oralmente e de forma imutável, de geração a geração, desde o princípio dos tempos. Os europeus não admitiam que os africanos pudessem refletir criticamente sobre a sua própria cultura”. FIGUEIREDO, Fábio Baqueiro. História da África. Brasília: Ministério da Educação/Secretária de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; Salvador: Centro de Estudos Afro-Orientais, 2010. 144. Disponível em: <http://www.ceao.ufba.br/2007/livrosvideos.php>. Acesso em: 2 jul. 2011. O texto pontua a construção do olhar europeu sobre a África, no período colonial. A partir dos debates atuais sobre as relações étnicas no Brasil, identifique com V ou F, conforme sejam verdadeiras ou falsas as afirmativas sobre o texto. ( ) O resultado sociopolítico dessa visão estereotipada ainda hoje pode ser observado em relação à população afro-brasileira. ( ) Os conflitos raciais resultam de estereótipos sociais, e não de fatos científicos. ( ) Um indivíduo etnocêntrico não tem capacidade de observar outras culturas nas próprias condições em que elas se mostram. A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a a) V V V b) F V V c) V F F d) F V F e) V V F 2 – (ENEM, 2011) SMITH, D. Atlas da Situação Mundial. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 2007 [adaptado]. Uma explicação de caráter histórico para o percentual da religião com maior número de adeptos declarados no Brasil foi a existência, no passado colonial e monárquico, da a) incapacidade do cristianismo de incorporar aspectos de outras religiões. b) incorporação da ideia de liberdade religiosa na esfera pública. c) permissão para o funcionamento de igrejas não cristãs. d) relação de integração entre Estado e Igreja. e) influência das religiões de origem africana. 1
  2. 2. 3- Enem 2009 - Além dos inúmeros eletrodomésticos e bens eletrônicos, o automóvel produzido pela indústria fordista promoveu, a partir dos anos 50, mudanças significativas no modo de vida dos consumidores e também na habitação e nas cidades. Com a massificação do consumo dos bens modernos, dos eletroeletrônicos e também do automóvel, mudaram radicalmente o modo de vida, os valores, a cultura e o conjunto do ambiente construído. Da ocupação do solo urbano até o interior da moradia, a transformação foi profunda. MARICATO, E. Urbanismo na periferia do mundo globalizado: metrópoles brasileiras. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso em: 12 ago. 2009 (adaptado). Uma das consequências das inovações tecnológicas das últimas décadas, que determinaram diferentes formas de uso e ocupação do espaço geográfico, é a instituição das chamadas cidades globais, que se caracterizam por a) possuírem o mesmo nível de influência no cenário mundial. b) fortalecerem os laços de cidadania e solidariedade entre os membros das diversas comunidades. c) constituírem um passo importante para a diminuição das desigualdades sociais causadas pela polarização social e pela segregação urbana. d) terem sido diretamente impactadas pelo processo de internacionalização da economia, desencadeado a partir do final dos anos 1970. e) terem sua origem diretamente relacionadas ao processo de colonização ocidental do século XIX. 4- ENEM 2011 - Estamos testemunhando o reverso da tendência histórica da assalariação do trabalho e socialização da produção, que foi característica predominante na era industrial. A nova organização social e econômica baseada nas tecnologias da informação visa à administração descentralizadora, ao trabalho individualizante e aos mercados personalizados. As novas tecnologias da informação possibilitam, ao mesmo tempo, a descentralização das tarefas e sua coordenação em uma rede interativa de comunicação em tempo real, seja entre continentes, seja entre os andares de um mesmo edifício. (CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2006) (adaptado). No contexto descrito, as sociedades vivenciam mudanças constantes nas ferramentas de comunicação que afetam os processos produtivos nas empresas. Na esfera do trabalho, tais mudanças têm provocado a) o aprofundamento dos vínculos dos operários com as linhas de montagem sob os modelos orientais de gestão. b) o aumento das formas de teletrabalho como solução de larga escala para o problema do desemprego crônico. c) o avanço do trabalho flexível e da terceirização como respostas às demandas por inovação e com vistas à mobilidade dos investimentos. d) a autonomização crescente das máquinas e computadores em substituição ao trabalho dos especialistas técnicos e gestores. e) o fortalecimento do diálogo entre operários, gerentes, executivos e clientes com a garantia de harmonização das relações de trabalho. 5- (PUC – SP) Leia o texto: “Quando [o general De Gaulle] chegou ao poder, havia 1 milhão de aparelhos de televisão na França (...). Quando saiu, havia 10 milhões (...). O Estado é sempre uma questão de show biz. Mas o Estado-teatro de ontem era coisa muito diferente do Estado-Tv que existe hoje”. Segundo o autor, a) existe, hoje em dia, na França, um controle muito maior do Estado sobre a programação da televisão, do que já houve em outras épocas. b) sob o governo do general De Gaulle, o Estado incentivou a população a adquirir mais aparelhos de televisão. c) a relação do Estado com os meios de comunicação é oportunista, ora investe no desenvolvimento do teatro, ora no da televisão. d) as manifestações políticas são condicionadas diferentemente, conforme o meio empregado, e a televisão, hoje em dia, dita as regras da encenação. e) a TV é um meio muito mais alienante do que o teatro, e o Estado que pretende hegemonia política investe mais no primeiro que no último. 6- (UFSM) "Essa é a dança do desempregado / Quem ainda não dançou tá na hora de aprender / A nova dança do desempregado / Amanhã o dançarino pode ser você." (Gabriel, o pensador) Esses versos remetem à reflexão sobre o desemprego. Com relação a esse assunto, é INCORRETO afirmar: a) Com a globalização da economia, intensifica-se a transferência de empresas e tecnologias para os países onde os salários são mais baixos e as normas que regem o sistema de empregos, mais rígidas, o que garante a estabilidade econômica das corporações transnacionais. b) Nos países em que as empresas investem em informatização e robótica, verifica-se o desemprego estrutural, que ocorre independentemente do crescimento ou da crise da economia. c) As empresas perderam a bandeira da Pátria e ignoram fronteiras, instalando suas fábricas onde a mão-de-obra é mais barata e passando a extrair a mais-valia em escala mundial. d) Nos países subdesenvolvidos, a diminuição da taxa de emprego na indústria é parcialmente compensada por um aumento da taxa de ocupação no setor terciário e informal. e) A crescente informatização do setor terciário elimina cada vez mais a possibilidade de absorção de mão-de- obra, fator que explica, em parte, o número crescente de desempregados no mundo dos países ricos. 2
  3. 3. 7- Um dos aspectos utilizados para avaliar a posição ocupada pela mulher na sociedade é a sua participação no mercado de trabalho. O gráfico mostra a evolução da presença de homens e mulheres no mercado de trabalho entre anos de 1940 e 2000. (Fonte: IBGE, Anuários Estatísticos do Brasil) Da leitura do gráfico, pode-se afirmar que a participação percentual do trabalho feminino no Brasil a) teve valor máximo em 1950, o que não ocorreu com a participação masculina. b) apresento, tanto quanto a masculina, menor crescimento nas três últimas décadas. c) apresentou o mesmo crescimento que a participação masculina no período de 1960 a 1980. d) teve valor mínimo em 1940, enquanto que a participação masculina teve o menor valor em 1950. e) apresentou-se crescente desde 1950 e, se mantida a tendência, alcançará, a curto prazo, a participação masculina. 8- ENEM 2009 No presente, observa-se crescente atenção aos efeitos da atividade humana, em diferentes áreas, sobre o meio ambiente, sendo constante, nos fóruns internacionais e nas instâncias nacionais, a referência à sustentabilidade como princípio orientador de ações e propostas que deles emanam. A sustentabilidade explica-se pela a) incapacidade de se manter uma atividade econômica ao longo do tempo sem causar danos ao meio ambiente. b) incompatibilidade entre crescimento econômico acelerado e preservação de recursos naturais e de fontes não renováveis de energia. c) interação de todas as dimensões do bem-estar humano com o crescimento econômico, sem a preocupação com a conservação dos recursos naturais que estivera presente desde a Antiguidade. d) proteção da biodiversidade em face das ameaças de destruição que sofrem as florestas tropicais devido ao avanço de atividades como a mineração, a monocultura, o tráfico de madeira e de espécies selvagens. e) necessidade de se satisfazer as demandas atuais colocadas pelo desenvolvimento sem comprometer a capacidade de as gerações futuras atenderem suas próprias necessidades nos campos econômico, social e ambiental. 9- Em conflitos regionais e na guerra entre nações tem sido observada a ocorrência de seqüestros, execuções sumárias, torturas e outras violações de direitos. Em 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou a Declaração Universal dos Direitos do Homem, que, em seu artigo 5º, afirma: Ninguém será submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes. Assim, entre nações que assinaram essa Declaração, é coerente esperar que a) a Constituição de cada país deva se sobrepor aos Direitos Universais do Homem, apenas enquanto houver conflito. b) a soberania dos Estados esteja em conformidade com os Direitos Universais do Homem, até mesmo em situações de conflito. c) a violação dos direitos humanos por uma nação autorize a mesma violação pela nação adversária. d) sejam estabelecidos limites de tolerância, para além dos quais a violação aos direitos humanos seria permitida. e) a autodefesa nacional legitime a supressão dos Direitos Universais do Homem. 10- Sobre a questão da Violência Social, indique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) A violência social abrange ações que atingem a integridade física de um ser humano e toda violação de direitos do cidadão e direitos humanos, como: atitudes de discriminação e preconceito contra indivíduos e grupos e a não concessão do direito à alimentação, a uma moradia digna e ao trabalho. ( ) Consideramos como violência social apenas ações que atingem a integridade física de um ser humano. ( ) São muitos os fatores que têm provocado o aumento de reações violentas das pessoas. Testemunhamos situações de violência no trânsito, no ambiente doméstico e, sobretudo, contra crianças, adolescentes, mulheres, grupos étnicos e sexuais. Entre esses fatores, o individualismo e a desagregação das famílias - incapazes de estabelecer limites comportamentais que possibilitam a convivência social pacífica. ( ) No mundo todo, no passado e no presente, encontramos diversos conflitos étnicos e religiosos. Esses conflitos se caracterizam pelo choque entre grupos de indivíduos com origens religiosas, raciais, culturais ou geográficas diferentes, com o enfrentamento violento e muitas vezes extremista – genocídios e outras violações do Código de Guerra. A alternativa que contém a sequência correta é: a) FVVF b) FVVV c)VFVV d) VFFV e)FVFV 3

×