EBJ - Encontro 05/08/2012

434 visualizações

Publicada em

Apresentação do dia 05/08, sobre "Fidelidade Familiar".

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EBJ - Encontro 05/08/2012

  1. 1. Escola Bíblica Dominical EBJ Aula dia 05/08/2012
  2. 2. LOUVOROfertaORAÇÃO
  3. 3. “O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos;Mas o homem encoberto no coração; noincorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus. I Pedro 3:3~4
  4. 4. VISITANTESANIVERSARIANTES
  5. 5. Sitewww.ipcprocopio.com.br
  6. 6. FIDELIDADE FAMILIAR
  7. 7. Características Familiares
  8. 8. Qual a característicade algum animal que repre- senta a sua família?
  9. 9. INTRODUÇÃO Quando falamos de fidelidade familiar, falamos de fidelidade nos relacionamentos com a esposa(a) norelacionamento entre os filhos e pais, e no relacionamento entre irmãos.
  10. 10. INTRODUÇÃO O grande problema que percebemos neste texto e no relacionamento dentro de casa é quando um não vive para ooutro, mas para si mesmo, manifestando assim um individualismo egocêntrico. Aqui começa a infidelidade familiar.Vamos ver alguns princípios de fidelidade no relacionamento dentro de casa.
  11. 11. QUANDO HÁ FIDELIDADE NO LAR, HÁ DIÁLOGO: Há lares em que as pessoas são demasiadamente calados, cada um comseus interesses, televisão, internet, livros Isso é falta de dignidade e consideraçãouns pelos outros. O dialogo é um fator de fidelidade. Quando há fidelidade, se enfrenta as circunstancias com o devido respeito e em seu devido lugar.
  12. 12. QUANDO HÁ FIDELIDADE NO LAR, HÁ DIÁLOGO: O lar deve ser o lugar onde o ser humano aprende a se comunicar. Dignidade significatransparência pessoal com a família, com os atos como com as palavras. Na família não hásegredos eternos. Podemos guardar segredo por um tempo, porem cedo ou tarde, em minhafamília, se há algo, eles vão saber por mim e nãopelos de fora. Me agrade ou não sou parte deles e eles são parte de mim.
  13. 13. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ ACEITAÇÃO: Você aceita os membros da sua família como eles são. Um dos grandes problemas que existe nos relacionamento é querer que o outro mude para ser aceito. Quando há fidelidade você aceita os membros de sua família, lhe agrade ou não. As vezes vem a sensação em forma de dúvida de ter casado com a pessoa erra. Porem eu nunca jureisentimento a minha família mas fidelidade. No larnão fazemos as coisas por gosto ou por sentimento e sim por fidelidade.
  14. 14. QUANDO HÁ FIDELIDADE, VOCÊ PROJETA RESPEITO: Segundo o posição que cada um ocupa. Meu paipode ser o homem mais terrível do mundo, porem é meu pai e como tal eu o respeito. Não devo criticar a meu pai na frente de meus filhos, se não concordo com ele não discuto diante de outras pessoas. A Bíblia não diz que devemos honrarnossos pais se forem bons, mas sejam como forem.Meu filho pode ser o mais sem vergonha de todos, porem devo respeitar porque é meu filho.
  15. 15. QUANDO HÁ FIDELIDADE, VOCÊ PROJETA RESPEITO: Tenho escutado pessoas dizer: “Meu filho é tão mal criado”. Néscio! Por que o criastesmal? Se você aceita isto como verdade não odiga. A melhor maneira é prostrar-se diante de Deus e dizer: “Senhor muda-me porquemeu filho está se tornando como eu”. Se você é um homem que não respeita sua esposa, você encontrará filhos que tão pouco respeitarão a outros.
  16. 16. QUANDO HÁ FIDELIDADE, VOCÊ PROJETA RESPEITO: O respeito é um elemento contagioso dentro da família. Você honra um membro e todos tendem a honrar uns aos outros. Você falta com o respeito a um, e começam a faltar o respeito de uns para com os outros. Fomoscriados a imagem e semelhança de Deus e nolar devemos nos ter em alto respeito e honra. A falta de respeito no lar, vai destruindo o lar lentamente.
  17. 17. QUANDO HÁ FIDELIDADE NO LAR, HÁ PERSEVERANÇA: O que é perseverança? É fazer algo com ganas (vontade, garra, desejo, sentimento) ou sem ela, meimporte ou não. Quando se está namorando há muitosentimentalismo, o sentimento move as pessoas, maslogo os anos passam e dizem que não se toleram mais um ao outro. “É que não sinto mais o mesmo”. “É queminha esposa envelheceu” Mas ela evelheceu para ficar bem com você que também está velho. Que mais tu queria? Isto significa que não estão dispostos a perseverar. É um convencionalismo.
  18. 18. QUANDO HÁ FIDELIDADE NO LAR, HÁ PERSEVERANÇA: Em quanto me convém, tudo bem e quando não me convém, adeus busco outra. A família não é um mercado, onde compro e vendo. A família é onde convivemos nas boas e nas más horas, com perseverança. Mas é mais fácilsair a passear por ai, que permanecer e perseverar quando as coisas não estão como eu quero. Na família temos umcompromisso para toda a vida. Eu sou filho de meu pai até que ele morra. E até que morra vou honra-lo por que há perseverança. Por que vou tratar bem meus pais? Um dia também serei velho e meus filhos estão aprendendo hoje como tratar os velhos?
  19. 19. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ DEFESA: De uns para com os outros. Um dia quandome chateei com minha mãe por causa de uma camisa que ela não passou bem, meu paiinterferiu e me fez ver que claramente que eu não podia faltar o respeito com ela, sem me ver com ele. Do mesmo modo eu não deixo que meus filhos faltem o respeito a minha esposa, e minha esposa não deixa que eles faltem o respeito para comigo.
  20. 20. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ DEFESA: Porque nos defendemos. Outras pessoas não poderão destruir estafamília por que nós nos defendemos. Por isso Pedro disse: que o homem que não respeita sua esposa, nem Deus responde suas orações.
  21. 21. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ SATISFAÇÃO, NA FAMÍLIA. O princípio da satisfação não é o quantominha família pode me dar, mas sim, o que eu posso dar a minha família. Essa relação se cultiva dando mais do que recebendo. Não é o quanto meus pais me suprem a mim, é o quanto eu colaboro com a família. Cristo nosdeu o Exemplo, por que ele nos amou quando éramos pecadores e perdidos.
  22. 22. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ SATISFAÇÃO, NA FAMÍLIA. Ele conseguiu ganhar meu coração e o seu tão somente com amor. Cristo compara a relação dele com a igreja, com a relação do homem com sua esposa. Isto nos mostra quepodemos ter um lar modelo, quando tratamos de satisfazer os membros de nossa famíliadentro de nossa capacidade, dentro dos meio que contamos.
  23. 23. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ SATISFAÇÃO, NA FAMÍLIA.Se chego em casa e ficaram alguns pratos sem lavar, não fere o meuorgulho lavar. Afinal de contas são poucos minutos. Não tenho que esperar que me peçam. Isto é satisfação na relação familiar.
  24. 24. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ DETERMINAÇÃO. Numa família tem que haver ordem e e limites e dizer não quando necessário.Quando tratamos de satisfazer a família, nãodizemos sim a tudo porque isso não convêm. Temos que dizer não quando é para o bem dos filhos e para a esposa quando deseja comprar algo que realmente não faz falta. Você precisa ser exemplo.
  25. 25. QUANDO HÁ FIDELIDADE FAMILIAR, HÁ DETERMINAÇÃO. Você não pode exigir algo que você não colabora. Se você exige alguma coisa, tem que mostrar como se faz primeiro, porque assim os filhos aprendem bem.Este é o grande problema de hoje, queroque meus filhos sejam melhor do que eu. Eles copiarão a minha vida e se esquecerão do que lhes disse.
  26. 26. QUANDO HÁ FIDELIDADE, HÁ ADMIRAÇÃO ENTRE OS CÔNJUGES.No momento em que deixo de admirar minhaesposa, ai aparecerão muitas outras para fazer comparação. Quando os pais admiram os filhos, não vão contar suas travessuras de criança a seus amigos. Não vão tornar publicas coisas que podem causar dano naimagem que ele está tentando conseguir com suas amizades.
  27. 27. CONCLUSÃO:Deus quer que você e eu vejamos em cada membro de nossa família um istrumento de Deus para formar nosso caráter. Cada membro tem algumacoisa boa para compartilhar e contribuir na família.Se você tem problemas com algum membro de sua família , tem que começar a dar graças a Deus por essa pessoa. Logo devemos pedir perdão aos membros de nossa família que temos ofendido. Assim se começa a receber a benção, quando se admite o erro e dá os passos para consertar.
  28. 28. CONCLUSÃO: Cada membro de nossa foi dado por Deus e ao não aceita-los e respeita-los, estamos faltando o respeito com Deus que nos deu. Afamília é uma instituição criada por Deus e Elecertamente a pode compor e restaurar com o seu poder. Permitamos que Deus intervenha em nossas famílias e como Ele é fiel por natureza, desenvolvera por sua graça, fidelidade no mais intimo, como no mais público de nosso lar.
  29. 29. 1. Produtos para cesta básica
  30. 30. AVISOS• Ben Wong – 24 a 26/08• Camiseta cor por coordenação –dar nome e tamanho (R$ 11,00)
  31. 31. Próximo EncontroData: 12/08/2012Tema: Vida em FamíliaLição: Identidade Familiar

×