SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
CAPÍTULO XIV
EVANGELHO SEGUNDO
O ESPIRITISMO
EduardoOttonelli Pithan
Vagalumes – Novo Hamburgo
51.982042277
Facebook Eduardo Pithan
Email: eduardopithan64@gmail.com
Honrar Pai e Mãe!
Referências Bibliográficas
EVANGELHO SEGUNDO ESPIRITISMO, Allan Kardec, Cap. XIV.
LIVRO DOS ESPIRITOS, Allan Kardec, questões 203, 204, 208, 385, 582, 583 e 892
“CÓPIA DA PALESTRA” no SLIDESHARE ou solicitar por email
eduardopithan64@gmail.com
Evangelho Segundo o Espiritismo
Temas do capítulo
Piedade Filial
Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?
Parentesco Corporal e parentesco Espiritual
Leitura Evangelho
• Jesus disse para aqueles que O escutavam: "Vocês conhecem os
mandamentos: Não cometer adultério, não matar, não roubar, não
prestar falso testemunho, não fazer mal a ninguém, honrar o pai e a
mãe". (Marcos, 10:19, Lucas, 18:20, Mateus, 19: 18)
• 2 — Honrem o pai a mãe, afim de viverem muito tempo naTerra que
Deus dará a vocês. (Decálogo, Êxodo, 20:12.)
LEI MOISÉS– Dez mandamentos
1. NÃO terás outros deuses estrangeiros diante de mim. Não farás imagem talhada, nem figura
nenhuma de tudo o que está no Céu e na Terra, nem de tudo o que está nas águas e debaixo da
terra. Não os adorarás, nem lhes renderás cultos soberanos.
2. NÃO tomarás em vão o nome do Senhor, teu Deus.
3. Lembra-te de santificar o dia de sábado.
4. HONRA A TEU PAI E À TUA MÃE, A FIM DE VIVERES MUITO TEMPO NA TERRA QUE O
SENHOR TEU DEUS TE DARÁ.
5. NÃO matarás.
6. NÃO cometerás adultério.
7. NÃO roubarás.
8. NÃO prestarás falso testemunho contra o teu próximo.
9. NÃO desejarás a mulher de teu próximo.
10. NÃO desejarás a casa de teu próximo, nem seu servo, ou serva,
nem seu boi, seu asno, ou qualquer outra coisa que lhe pertença.
E.S.E. Piedade Filial
• O mandamento "honrar o pai e a mãe" é uma consequência da Lei da Caridade e de
Amor ao próximo, porque não se pode amar o próximo sem amar o pai e a mãe.
• O termo "honrar' encerra um dever a mais para com eles: o da piedade filial. Deus quer
que ao amor que se deve ter pelos pais se junte o RESPEITO, a ATENÇÃO, a OBEDIÊNCIA
e a PACIÊNCIA.
• Assim, é preciso ser mais caridoso e atencioso para com os pais do que para com o
próximo em geral. Deve-se ter também o mesmo CARINHO e ATENÇÃO para com
aqueles que assumem o papel de pai e mãe.
• Honrar pai e mãe não é somente respeitá-los, é também ajudá-los em suas
necessidades. É proporcionar a eles o repouso na velhice, cercando-os de cuidados
como eles fizeram conosco na infância.
E.S.E. Piedade Filial - advertência
• Existem filhos que julgam estar cumprindo o mandamento "honrar pai e mãe" dando-lhes
apenas o necessário para que não morram de fome, ENQUANTO ELES não se privam de nada.
• Colocam seus pais nos piores cômodos da casa, só para não deixá-los na rua, reservando para si
o que há de melhor e mais confortável. Menos mal, quando não o fazem de má vontade,
obrigando os pais a fazerem os trabalhos domésticos pelo resto de suas vidas!
• Caberá aos pais velhos e fracos servirem aos filhos jovens e fortes? Quando eles ainda estavam
no berço, sua mãe cobrou-lhes o leite com que os alimentava? Contou quantas vezes deixou de
dormir quando estavam doentes? Contou quantos passos deu para lhes proporcionar os
cuidados necessários? Não.
• O que os filhos devem a seus pais pobres não é só o estritamente necessário. Devem dar a eles
as pequenas alegrias do supérfluo, as atenções, os cuidados carinhosos, pois estarão apenas
retribuindo o amor que receberam e pagando uma divida sagrada! ESSA É A ÚNICA PIEDADE
FILIAL ACEITA POR DEUS.
E.S.E. Piedade Filial - advertência
• INFELIZ daquele que esquece sua dívida para com aqueles que o sustentaram na
infância, aqueles que com a vida material lhe deram também a vida moral e que, muitas
vezes, se submeteram a duras privações para lhe assegurar o bem-estar.
• INFELIZ DO INGRATO, porque será punido com a ingratidão e o abandono. Será
atingido em suas afeições mais caras, algumas vezes já na vida presente, mas
certamente em outras existências em que sofrerá o que fez os outros sofrerem.
• É bem verdade que alguns pais descuidam-se de seus filhos e não são para eles o que
deveriam ser. Cabe a Deus puni-los. Não cabe aos filhos censurá-los, porque talvez eles
mesmos fizessem por merecer pais assim.
• O erro que se comete em relação a estranhos pode ser considerado apenas uma FALTA
LEVE, mas o mesmo erro cometido em relação aos pais pode ser considerado UM
CRIME, pois nesse caso existe falta de CARIDADE e INGRATIDÃO.
E.S.E. Quem é minha mãe e que são meus
Irmãos
• Quando Jesus chegou em casa, lá reuniu-se uma multidão tão grande de pessoas que
nem mesmo puderam completar sua refeição. Ao saberem disso, seus parentes saíram
para prendê-Lo, pois diziam: "Ele perdeu o Espírito ". Sua mãe e Seus irmãos chegaram,
e, ficando do lado de fora, mandaram chama-Lo. O povo que estava sentado ao seu
redor lhe disse: "Sua mãe e seus irmãos estão lá fora e chamam por Você". Jesus então
respondeu: "Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? E olhando para aqueles que
estavam ao Seu redor, disse: "Eis aqui Minha mãe e Meus irmãos, pois quem quer que
faça a vontade de Deus, é Meu Irmão, Minha irmã e Minha mãe". (Marcos, 3:20, 21 e 31
a 35, Mateus, 12:46 a 50.)
A FAMÍLIA SE IDENTIFICA PELO TRABALHO! PELA MISSÃO!
E.S.E. Parentesco Corporal e Parentesco
Espiritual – Dever dos Pais
• Não são os pais que criam o Espírito do filho, eles apenas lhes fornecem o corpo de
carne. Além de gerar o corpo, os pais são os responsáveis pelo desenvolvimento
intelectual e moral dos filhos, AJUDANDO-OS A PROGREDIR.
• Os Espíritos que encarnam numa mesma família, como parentes próximos, são quase
sempre espíritos simpáticos entre si e unidos por relações anteriores. Essas relações se
manifestam pela afeição que existe entre eles durante a vida terrena.
• Pode acontecer também que os Espíritos sejam completamente estranhos uns aos outros
ou separados por antipatias igualmente anteriores, e que se manifestam por aversões
mútuas. Enquanto estiverem encarnados na Terra, essas aversões serão para eles uma
grande provação.
• Os verdadeiros laços de família não são os laços de sangue, mas sim os laços de simpatia
e afinidade de pensamentos, que unem os Espíritos.
E.S.E. Parentesco Corporal e Parentesco
Espiritual – Tipos de famílias
• Existem, portanto, duas espécies de famílias: as famílias por Laços Espirituais e as
famílias por Laços Corporais.
• As famílias que se unem por Laços Espirituais possuem um relacionamento duradouro e
se fortalecem pela purificação de seus membros. Assim, elas continuarão se relacionando
no Mundo dos Espíritos e na Terra, por meio das inúmeras encarnações da alma.
• A união das famílias por Laços Corporais é frágil como a própria matéria e termina com o
tempo. Muitas vezes essa união se desfaz moralmente já na existência atual.
• Foi isto o que Jesus quis ensinar quando disse a seus discípulos: "Eis aqui Minha mãe e
Meus irmãos", ou seja, minha família pelos Laços do Espírito, “Pois quem quer que faça
a vontade de Meu Pai que está nos Céus, é Meu irmão, Minha irmã e Minha mãe".
TIPOS DE FAMÍLIA
FAMILIA
MATERIAL
X FAMÍLIA
ESPIRITUAL
Família Espiritual e Família Corporal
INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS
A INGRATIDÃO dos filhos e os LAÇOS de família
E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de
família
• A INGRATIDÃO é um dos frutos mais imediatos do egoísmo e revolta sempre os
corações honestos. Entretanto, a ingratidão dos filhos em relação aos pais tem um
caráter ainda mais odioso. E particularmente sob o ponto de vista da ingratidão dos
filhos para com os pais, que faremos a análise de suas causas e de seus efeitos.
• Quando o Espírito deixa a Terra, leva consigo as paixões e as virtudes próprias de sua
natureza. Retorna ao Plano Espiritual para se aperfeiçoar ou permanecer estacionário
até que deseje se esclarecer. Os que estão mais evoluídos conseguem perceber uma
parte da verdade. Compreendem então os efeitos danosos de suas paixões e procuram
se melhorar, reconhecendo que para chegar até Deus só existe um caminho: a caridade.
Porém, NÃO EXISTE CARIDADE SEM O ESQUECIMENTO DAS OFENSAS E DAS INJÚRIAS,
NÃO EXISTE CARIDADE COM ÓDIO NO CORAÇÃO, E NÃO EXISTE CARIDADE SEM
PERDÃO.
E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de
família
• Após anos de meditação e prece, o Espírito aproveita-se de um corpo que está em
preparo e pede aos Espíritos encarregados de transmitir as ordens superiores permissão
para reencarnar na família daquele a quem detestou. Realizará na Terra o destino
daquele corpo que acaba de se formar. QUAL SERÁ ENTÃO SUA CONDUTA NESSA
FAMÍLIA? Ela dependerá da maior ou menor persistência em cumprir as resoluções
tomadas antes de reencarnar.
• O contato incessante com aqueles a quem odiou é uma prova terrível, e muitas vezes o
Espírito fracassa se não tiver uma vontade bastante forte. Assim, conforme prevaleçam
ou não as boas decisões que tomou, ele será amigo ou permanecerá inimigo daqueles
em cujo meio veio viver. E desse modo que se explicam os ódios, as repulsas instintivas
que se notam em certas crianças e que nenhum ato anterior consegue justificar.
E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de
família
• Espiritas! Compreendam o grande papel da humanidade, compreendam que quando se
gera um corpo A ALMA QUE NELE REENCARNA VEM DO PLANO ESPIRITUAL PARA
PROGREDIR.
• DEUS NÃO DÁ PROVAS ACIMA DAS FORÇAS DAQUELE QUE A PEDE. Ele apenas permite
aquelas que podem ser cumpridas. Se fracassamos, não é por falta de condições, mas
por falta de vontade.
E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de
família – advertência aos Pais
• A cada pai e a cada mãe, Deus perguntará: "O que fizeram do filho que lhes foi confiado?". Se
permaneceu atrasado por culpa de vocês, seu castigo será vê-lo entre os Espíritos sofredores,
pois sua felicidade dependia da dedicação que dispensariam a ele. Então, atormentados pelo
remorso, pedirão uma oportunidade para repararem a falta. Solicitarão uma nova encarnação
para ambos, na qual irão criá-lo com o maior cuidado, e ele, cheio de reconhecimento, irá
retribuí-los com seu amor.
• Não rejeitem, portanto, o filho que no berço repele a mãe, nem aquele que só sabe pagar com a
ingratidão o que recebe. Não foi o acaso que o fez assim, como também não foi o acaso que o
enviou para que dele cuidasse.
• Mães! Abracem o filho que lhes causa desgosto e digam para vocês mesmas: “um de nós é
culpado”.
• Muitas mães, em vez de combaterem pela educação, os maus princípios de nascença
provenientes de existências anteriores, mantem e desenvolvem esses mesmos princípios por
serem fracas no agir ou por serem negligentes. Mais tarde, como coração amargurado pela
ingratidão dos filhos, sofrerão, já nesta vida, o começo das suas expiações.
E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de
família – advertência aos Pais
• A tarefa não é tão difícil quanto podem pensar, pois ela não exige cultura. Tanto o
ignorante quanto o sábio podem cumpri-la. O espiritismo vem facilitá-la, ensinando-os a
causa das imperfeições humanas.
• Desde o nascimento, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de suas
existências anteriores. É preciso aplicar-se em estudá-los. Todos os males tem origem no
egoísmo e no orgulho. Cabe aos pais observar e combater os menores sinais de
manifestação desses vícios, sem esperar que criem raízes profundas.
• Quando os pais fazem tudo o que podem para o adiantamento moral dos filhos, e
ainda assim não alcançam êxito, suas consciências devem ficar tranquilas e o desgosto
que sentem por verem todos seus esforços fracassados é natural. Deus lhes reserva uma
imensa consolação, na certeza de que isso é apenas um atraso momentâneo desse
espírito.
Livro dos Espíritos
Livro dos Espíritos
203. Transmitem os pais aos filhos uma parcela de suas almas, ou se limitam a lhes dar a vida
animal a que, mais tarde, outra alma vem adicionar a vida moral?
“Dão-lhes apenas a vida animal, pois que a alma é indivisível. Um pai obtuso pode ter filhos
inteligentes e vice-versa.”
204. Uma vez que temos tido muitas existências, a nossa parentela vai além da que a existência
atual nos criou?
“Não pode ser de outra maneira. A sucessão das existências corporais estabelece entre os Espíritos
ligações que remontam às vossas existências anteriores. Daí, muitas vezes, a simpatia que vem a
existir entre vós e certos Espíritos que vos parecem estranhos.”
208. Nenhuma influência exercem os Espíritos dos pais sobre o filho depois do nascimento deste?
“Ao contrário: bem grande influência exercem. Conforme já dissemos, os Espíritos têm que
contribuir para o progresso uns dos outros. Pois bem, os Espíritos dos pais têm por missão
desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão
culpados, se vierem a falir no seu desempenho.”
Livro dos Espíritos
385. Que é o que motiva a mudança que se opera no caráter do indivíduo em certa idade,
especialmente ao sair da adolescência? É que o Espírito se modifica?
“É que o Espírito retoma a natureza que lhe é própria e se mostra qual era”
“A infância ainda tem outra utilidade. Os Espíritos só entram na vida corporal para se
aperfeiçoarem, para se melhorarem. A delicadeza da idade infantil os torna brandos,
acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. Nessa fase é
que se lhes pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores. Tal o dever que
Deus impôs aos pais, missão sagrada de que terão de dar contas. “Assim, portanto, a
infância é não só útil, necessária, indispensável, mas também consequência natural das leis
que Deus estabeleceu e que regem o Universo.”
Livro dos Espíritos
582. Pode-se considerar como missão a paternidade?
“É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo
dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao
futuro. Deus colocou o filho sob a tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda
do bem, e lhes facilitou a tarefa dando àquele uma organização débil e delicada, que o
torna propício a todas as impressões. Muitos há, no entanto, que mais cuidam de aprumar
as árvores do seu jardim e de fazê-las dar bons frutos em abundância, do que de formar o
caráter de seu filho. Se este vier a sucumbir por culpa deles, suportarão os desgostos
resultantes dessa queda e partilharão dos sofrimentos do filho na vida futura, por não
terem feito o que lhes estava ao alcance para que ele avançasse na estrada do bem.”
Livro dos Espíritos
583. São responsáveis os pais pelo transviamento de um filho que envereda pelo
caminho do mal, apesar dos cuidados que lhe dispensaram?
“Não; porém, quanto piores forem as propensões do filho, tanto mais pesada é a tarefa e
tanto maior o mérito dos pais, se conseguirem desviá-lo do mau caminho.”
892. Quando os filhos causam desgostos aos pais, não têm estes desculpa para o fato de
lhes não dispensarem a ternura de que os fariam objeto, em caso contrário?
“Não, porque isso representa um encargo que lhes é confiado e a missão deles consiste em
se esforçarem por encaminhar os filhos para o bem (582-583). Demais, esses desgostos
são, amiúde, a consequência do mau feitio que os pais deixaram que seus filhos
tomassem desde o berço. Colhem o que semearam.”
Honrar os pais e a família espiritual

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor JulianoCarvalho29
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Patricia Farias
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidadeigmateus
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueiregrupodepaisceb
 
Família - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão EspiritualFamília - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão EspiritualRicardo Azevedo
 
CAP. XIV - Piedade filial
CAP. XIV - Piedade filial CAP. XIV - Piedade filial
CAP. XIV - Piedade filial Leonardo Mota
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Afliçõesigmateus
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiEduardo Ottonelli Pithan
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVFábio Paiva
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)Jorge Luiz dos Santos
 
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Leonardo Pereira
 

Mais procurados (20)

Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
 
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrerPalestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
 
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A LeiCap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
Família - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão EspiritualFamília - Uma Visão Espiritual
Família - Uma Visão Espiritual
 
CAP. XIV - Piedade filial
CAP. XIV - Piedade filial CAP. XIV - Piedade filial
CAP. XIV - Piedade filial
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
 
Injúrias E Violências
Injúrias E ViolênciasInjúrias E Violências
Injúrias E Violências
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
 
Os sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntariosOs sofrimentos voluntarios
Os sofrimentos voluntarios
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 

Semelhante a Honrar os pais e a família espiritual

Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9
Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9
Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9Patricia Farias
 
Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos - Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos - Danilo Galvão
 
EEI 10 - Aula 10 espíritos sexo, parentesco
EEI 10 - Aula 10   espíritos sexo, parentescoEEI 10 - Aula 10   espíritos sexo, parentesco
EEI 10 - Aula 10 espíritos sexo, parentescoFatoze
 
Objetivos da aula.pdf
Objetivos da aula.pdfObjetivos da aula.pdf
Objetivos da aula.pdfAlice Lirio
 
Minhas Três Vidas
Minhas Três VidasMinhas Três Vidas
Minhas Três VidasNevas_Amaral
 
Jornal jesus cristo é a resposta novo horizonte - agosto2014
Jornal jesus cristo é a resposta   novo horizonte - agosto2014Jornal jesus cristo é a resposta   novo horizonte - agosto2014
Jornal jesus cristo é a resposta novo horizonte - agosto2014iLauraElisa
 
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventude
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventudeFolder smj encontro dia 29 11 Família e juventude
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventudeManoel Nerys de Almeida
 
Boletim o PAE julho
Boletim o PAE julho Boletim o PAE julho
Boletim o PAE julho O PAE PAE
 
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011Adriano de Paula
 
17 relacionamento na melhor idade
17   relacionamento na melhor idade17   relacionamento na melhor idade
17 relacionamento na melhor idadePIB Penha
 
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa MãeJPS Junior
 
Conflitos familiares
Conflitos familiaresConflitos familiares
Conflitos familiaresVictor Passos
 
Parentela corporal e espiritual[681]
Parentela corporal e espiritual[681]Parentela corporal e espiritual[681]
Parentela corporal e espiritual[681]Helio Cruz
 

Semelhante a Honrar os pais e a família espiritual (20)

Honrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossaHonrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossa
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
 
Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9
Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9
Livro dos Espiritos 206 Evangelho Cap14 item 9
 
Laços familiares
Laços familiaresLaços familiares
Laços familiares
 
Aula honrar pai e mae 3ciclo 2010
Aula honrar pai e mae 3ciclo 2010Aula honrar pai e mae 3ciclo 2010
Aula honrar pai e mae 3ciclo 2010
 
Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos - Abandonar pais, mãe e filhos -
Abandonar pais, mãe e filhos -
 
Aula porque nasci
Aula porque nasciAula porque nasci
Aula porque nasci
 
Família material e espiritual
Família material e espiritualFamília material e espiritual
Família material e espiritual
 
EEI 10 - Aula 10 espíritos sexo, parentesco
EEI 10 - Aula 10   espíritos sexo, parentescoEEI 10 - Aula 10   espíritos sexo, parentesco
EEI 10 - Aula 10 espíritos sexo, parentesco
 
Objetivos da aula.pdf
Objetivos da aula.pdfObjetivos da aula.pdf
Objetivos da aula.pdf
 
Minhas Três Vidas
Minhas Três VidasMinhas Três Vidas
Minhas Três Vidas
 
Jornal jesus cristo é a resposta novo horizonte - agosto2014
Jornal jesus cristo é a resposta   novo horizonte - agosto2014Jornal jesus cristo é a resposta   novo horizonte - agosto2014
Jornal jesus cristo é a resposta novo horizonte - agosto2014
 
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventude
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventudeFolder smj encontro dia 29 11 Família e juventude
Folder smj encontro dia 29 11 Família e juventude
 
Boletim o PAE julho
Boletim o PAE julho Boletim o PAE julho
Boletim o PAE julho
 
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011
Informativo Pastoral Familiar - Paróquia São Benedito - Nº 03 - Julho-2011
 
17 relacionamento na melhor idade
17   relacionamento na melhor idade17   relacionamento na melhor idade
17 relacionamento na melhor idade
 
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe
9 - Honrai Vosso Pai e Vossa Mãe
 
Familia
FamiliaFamilia
Familia
 
Conflitos familiares
Conflitos familiaresConflitos familiares
Conflitos familiares
 
Parentela corporal e espiritual[681]
Parentela corporal e espiritual[681]Parentela corporal e espiritual[681]
Parentela corporal e espiritual[681]
 

Mais de Eduardo Ottonelli Pithan

Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaEduardo Ottonelli Pithan
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososEduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmoCapítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmoEduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Eduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deusCapítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deusEduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoEduardo Ottonelli Pithan
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosEduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meuCapítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meuEduardo Ottonelli Pithan
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuEduardo Ottonelli Pithan
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasEduardo Ottonelli Pithan
 
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesusFundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesusEduardo Ottonelli Pithan
 

Mais de Eduardo Ottonelli Pithan (20)

Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Amem seus inimigos
Amem seus inimigosAmem seus inimigos
Amem seus inimigos
 
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmoCapítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deusCapítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
Capítulo 4 ese ninguém pode ver o reino de deus
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meuCapítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
Capítulo 3 ESE - Há muitas moradas na casa de meu
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Fé pela ótica espírita
Fé pela ótica espíritaFé pela ótica espírita
Fé pela ótica espírita
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Livre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espíritaLivre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espírita
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
 
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesusFundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
 
Homossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espiritaHomossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espirita
 
Caminhos, na ótica espírita
Caminhos, na ótica espíritaCaminhos, na ótica espírita
Caminhos, na ótica espírita
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 

Último

ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusVini Master
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19PIB Penha
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 

Último (12)

ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 

Honrar os pais e a família espiritual

  • 1. CAPÍTULO XIV EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO EduardoOttonelli Pithan Vagalumes – Novo Hamburgo 51.982042277 Facebook Eduardo Pithan Email: eduardopithan64@gmail.com Honrar Pai e Mãe!
  • 2. Referências Bibliográficas EVANGELHO SEGUNDO ESPIRITISMO, Allan Kardec, Cap. XIV. LIVRO DOS ESPIRITOS, Allan Kardec, questões 203, 204, 208, 385, 582, 583 e 892 “CÓPIA DA PALESTRA” no SLIDESHARE ou solicitar por email eduardopithan64@gmail.com
  • 3. Evangelho Segundo o Espiritismo
  • 4. Temas do capítulo Piedade Filial Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? Parentesco Corporal e parentesco Espiritual
  • 5. Leitura Evangelho • Jesus disse para aqueles que O escutavam: "Vocês conhecem os mandamentos: Não cometer adultério, não matar, não roubar, não prestar falso testemunho, não fazer mal a ninguém, honrar o pai e a mãe". (Marcos, 10:19, Lucas, 18:20, Mateus, 19: 18) • 2 — Honrem o pai a mãe, afim de viverem muito tempo naTerra que Deus dará a vocês. (Decálogo, Êxodo, 20:12.)
  • 6. LEI MOISÉS– Dez mandamentos 1. NÃO terás outros deuses estrangeiros diante de mim. Não farás imagem talhada, nem figura nenhuma de tudo o que está no Céu e na Terra, nem de tudo o que está nas águas e debaixo da terra. Não os adorarás, nem lhes renderás cultos soberanos. 2. NÃO tomarás em vão o nome do Senhor, teu Deus. 3. Lembra-te de santificar o dia de sábado. 4. HONRA A TEU PAI E À TUA MÃE, A FIM DE VIVERES MUITO TEMPO NA TERRA QUE O SENHOR TEU DEUS TE DARÁ. 5. NÃO matarás. 6. NÃO cometerás adultério. 7. NÃO roubarás. 8. NÃO prestarás falso testemunho contra o teu próximo. 9. NÃO desejarás a mulher de teu próximo. 10. NÃO desejarás a casa de teu próximo, nem seu servo, ou serva, nem seu boi, seu asno, ou qualquer outra coisa que lhe pertença.
  • 7. E.S.E. Piedade Filial • O mandamento "honrar o pai e a mãe" é uma consequência da Lei da Caridade e de Amor ao próximo, porque não se pode amar o próximo sem amar o pai e a mãe. • O termo "honrar' encerra um dever a mais para com eles: o da piedade filial. Deus quer que ao amor que se deve ter pelos pais se junte o RESPEITO, a ATENÇÃO, a OBEDIÊNCIA e a PACIÊNCIA. • Assim, é preciso ser mais caridoso e atencioso para com os pais do que para com o próximo em geral. Deve-se ter também o mesmo CARINHO e ATENÇÃO para com aqueles que assumem o papel de pai e mãe. • Honrar pai e mãe não é somente respeitá-los, é também ajudá-los em suas necessidades. É proporcionar a eles o repouso na velhice, cercando-os de cuidados como eles fizeram conosco na infância.
  • 8. E.S.E. Piedade Filial - advertência • Existem filhos que julgam estar cumprindo o mandamento "honrar pai e mãe" dando-lhes apenas o necessário para que não morram de fome, ENQUANTO ELES não se privam de nada. • Colocam seus pais nos piores cômodos da casa, só para não deixá-los na rua, reservando para si o que há de melhor e mais confortável. Menos mal, quando não o fazem de má vontade, obrigando os pais a fazerem os trabalhos domésticos pelo resto de suas vidas! • Caberá aos pais velhos e fracos servirem aos filhos jovens e fortes? Quando eles ainda estavam no berço, sua mãe cobrou-lhes o leite com que os alimentava? Contou quantas vezes deixou de dormir quando estavam doentes? Contou quantos passos deu para lhes proporcionar os cuidados necessários? Não. • O que os filhos devem a seus pais pobres não é só o estritamente necessário. Devem dar a eles as pequenas alegrias do supérfluo, as atenções, os cuidados carinhosos, pois estarão apenas retribuindo o amor que receberam e pagando uma divida sagrada! ESSA É A ÚNICA PIEDADE FILIAL ACEITA POR DEUS.
  • 9. E.S.E. Piedade Filial - advertência • INFELIZ daquele que esquece sua dívida para com aqueles que o sustentaram na infância, aqueles que com a vida material lhe deram também a vida moral e que, muitas vezes, se submeteram a duras privações para lhe assegurar o bem-estar. • INFELIZ DO INGRATO, porque será punido com a ingratidão e o abandono. Será atingido em suas afeições mais caras, algumas vezes já na vida presente, mas certamente em outras existências em que sofrerá o que fez os outros sofrerem. • É bem verdade que alguns pais descuidam-se de seus filhos e não são para eles o que deveriam ser. Cabe a Deus puni-los. Não cabe aos filhos censurá-los, porque talvez eles mesmos fizessem por merecer pais assim. • O erro que se comete em relação a estranhos pode ser considerado apenas uma FALTA LEVE, mas o mesmo erro cometido em relação aos pais pode ser considerado UM CRIME, pois nesse caso existe falta de CARIDADE e INGRATIDÃO.
  • 10. E.S.E. Quem é minha mãe e que são meus Irmãos • Quando Jesus chegou em casa, lá reuniu-se uma multidão tão grande de pessoas que nem mesmo puderam completar sua refeição. Ao saberem disso, seus parentes saíram para prendê-Lo, pois diziam: "Ele perdeu o Espírito ". Sua mãe e Seus irmãos chegaram, e, ficando do lado de fora, mandaram chama-Lo. O povo que estava sentado ao seu redor lhe disse: "Sua mãe e seus irmãos estão lá fora e chamam por Você". Jesus então respondeu: "Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? E olhando para aqueles que estavam ao Seu redor, disse: "Eis aqui Minha mãe e Meus irmãos, pois quem quer que faça a vontade de Deus, é Meu Irmão, Minha irmã e Minha mãe". (Marcos, 3:20, 21 e 31 a 35, Mateus, 12:46 a 50.) A FAMÍLIA SE IDENTIFICA PELO TRABALHO! PELA MISSÃO!
  • 11. E.S.E. Parentesco Corporal e Parentesco Espiritual – Dever dos Pais • Não são os pais que criam o Espírito do filho, eles apenas lhes fornecem o corpo de carne. Além de gerar o corpo, os pais são os responsáveis pelo desenvolvimento intelectual e moral dos filhos, AJUDANDO-OS A PROGREDIR. • Os Espíritos que encarnam numa mesma família, como parentes próximos, são quase sempre espíritos simpáticos entre si e unidos por relações anteriores. Essas relações se manifestam pela afeição que existe entre eles durante a vida terrena. • Pode acontecer também que os Espíritos sejam completamente estranhos uns aos outros ou separados por antipatias igualmente anteriores, e que se manifestam por aversões mútuas. Enquanto estiverem encarnados na Terra, essas aversões serão para eles uma grande provação. • Os verdadeiros laços de família não são os laços de sangue, mas sim os laços de simpatia e afinidade de pensamentos, que unem os Espíritos.
  • 12. E.S.E. Parentesco Corporal e Parentesco Espiritual – Tipos de famílias • Existem, portanto, duas espécies de famílias: as famílias por Laços Espirituais e as famílias por Laços Corporais. • As famílias que se unem por Laços Espirituais possuem um relacionamento duradouro e se fortalecem pela purificação de seus membros. Assim, elas continuarão se relacionando no Mundo dos Espíritos e na Terra, por meio das inúmeras encarnações da alma. • A união das famílias por Laços Corporais é frágil como a própria matéria e termina com o tempo. Muitas vezes essa união se desfaz moralmente já na existência atual. • Foi isto o que Jesus quis ensinar quando disse a seus discípulos: "Eis aqui Minha mãe e Meus irmãos", ou seja, minha família pelos Laços do Espírito, “Pois quem quer que faça a vontade de Meu Pai que está nos Céus, é Meu irmão, Minha irmã e Minha mãe".
  • 14. Família Espiritual e Família Corporal
  • 15. INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS A INGRATIDÃO dos filhos e os LAÇOS de família
  • 16. E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de família • A INGRATIDÃO é um dos frutos mais imediatos do egoísmo e revolta sempre os corações honestos. Entretanto, a ingratidão dos filhos em relação aos pais tem um caráter ainda mais odioso. E particularmente sob o ponto de vista da ingratidão dos filhos para com os pais, que faremos a análise de suas causas e de seus efeitos. • Quando o Espírito deixa a Terra, leva consigo as paixões e as virtudes próprias de sua natureza. Retorna ao Plano Espiritual para se aperfeiçoar ou permanecer estacionário até que deseje se esclarecer. Os que estão mais evoluídos conseguem perceber uma parte da verdade. Compreendem então os efeitos danosos de suas paixões e procuram se melhorar, reconhecendo que para chegar até Deus só existe um caminho: a caridade. Porém, NÃO EXISTE CARIDADE SEM O ESQUECIMENTO DAS OFENSAS E DAS INJÚRIAS, NÃO EXISTE CARIDADE COM ÓDIO NO CORAÇÃO, E NÃO EXISTE CARIDADE SEM PERDÃO.
  • 17. E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de família • Após anos de meditação e prece, o Espírito aproveita-se de um corpo que está em preparo e pede aos Espíritos encarregados de transmitir as ordens superiores permissão para reencarnar na família daquele a quem detestou. Realizará na Terra o destino daquele corpo que acaba de se formar. QUAL SERÁ ENTÃO SUA CONDUTA NESSA FAMÍLIA? Ela dependerá da maior ou menor persistência em cumprir as resoluções tomadas antes de reencarnar. • O contato incessante com aqueles a quem odiou é uma prova terrível, e muitas vezes o Espírito fracassa se não tiver uma vontade bastante forte. Assim, conforme prevaleçam ou não as boas decisões que tomou, ele será amigo ou permanecerá inimigo daqueles em cujo meio veio viver. E desse modo que se explicam os ódios, as repulsas instintivas que se notam em certas crianças e que nenhum ato anterior consegue justificar.
  • 18. E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de família • Espiritas! Compreendam o grande papel da humanidade, compreendam que quando se gera um corpo A ALMA QUE NELE REENCARNA VEM DO PLANO ESPIRITUAL PARA PROGREDIR. • DEUS NÃO DÁ PROVAS ACIMA DAS FORÇAS DAQUELE QUE A PEDE. Ele apenas permite aquelas que podem ser cumpridas. Se fracassamos, não é por falta de condições, mas por falta de vontade.
  • 19. E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de família – advertência aos Pais • A cada pai e a cada mãe, Deus perguntará: "O que fizeram do filho que lhes foi confiado?". Se permaneceu atrasado por culpa de vocês, seu castigo será vê-lo entre os Espíritos sofredores, pois sua felicidade dependia da dedicação que dispensariam a ele. Então, atormentados pelo remorso, pedirão uma oportunidade para repararem a falta. Solicitarão uma nova encarnação para ambos, na qual irão criá-lo com o maior cuidado, e ele, cheio de reconhecimento, irá retribuí-los com seu amor. • Não rejeitem, portanto, o filho que no berço repele a mãe, nem aquele que só sabe pagar com a ingratidão o que recebe. Não foi o acaso que o fez assim, como também não foi o acaso que o enviou para que dele cuidasse. • Mães! Abracem o filho que lhes causa desgosto e digam para vocês mesmas: “um de nós é culpado”. • Muitas mães, em vez de combaterem pela educação, os maus princípios de nascença provenientes de existências anteriores, mantem e desenvolvem esses mesmos princípios por serem fracas no agir ou por serem negligentes. Mais tarde, como coração amargurado pela ingratidão dos filhos, sofrerão, já nesta vida, o começo das suas expiações.
  • 20. E.S.E. A ingratidão dos filhos e os laços de família – advertência aos Pais • A tarefa não é tão difícil quanto podem pensar, pois ela não exige cultura. Tanto o ignorante quanto o sábio podem cumpri-la. O espiritismo vem facilitá-la, ensinando-os a causa das imperfeições humanas. • Desde o nascimento, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de suas existências anteriores. É preciso aplicar-se em estudá-los. Todos os males tem origem no egoísmo e no orgulho. Cabe aos pais observar e combater os menores sinais de manifestação desses vícios, sem esperar que criem raízes profundas. • Quando os pais fazem tudo o que podem para o adiantamento moral dos filhos, e ainda assim não alcançam êxito, suas consciências devem ficar tranquilas e o desgosto que sentem por verem todos seus esforços fracassados é natural. Deus lhes reserva uma imensa consolação, na certeza de que isso é apenas um atraso momentâneo desse espírito.
  • 22. Livro dos Espíritos 203. Transmitem os pais aos filhos uma parcela de suas almas, ou se limitam a lhes dar a vida animal a que, mais tarde, outra alma vem adicionar a vida moral? “Dão-lhes apenas a vida animal, pois que a alma é indivisível. Um pai obtuso pode ter filhos inteligentes e vice-versa.” 204. Uma vez que temos tido muitas existências, a nossa parentela vai além da que a existência atual nos criou? “Não pode ser de outra maneira. A sucessão das existências corporais estabelece entre os Espíritos ligações que remontam às vossas existências anteriores. Daí, muitas vezes, a simpatia que vem a existir entre vós e certos Espíritos que vos parecem estranhos.” 208. Nenhuma influência exercem os Espíritos dos pais sobre o filho depois do nascimento deste? “Ao contrário: bem grande influência exercem. Conforme já dissemos, os Espíritos têm que contribuir para o progresso uns dos outros. Pois bem, os Espíritos dos pais têm por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho.”
  • 23. Livro dos Espíritos 385. Que é o que motiva a mudança que se opera no caráter do indivíduo em certa idade, especialmente ao sair da adolescência? É que o Espírito se modifica? “É que o Espírito retoma a natureza que lhe é própria e se mostra qual era” “A infância ainda tem outra utilidade. Os Espíritos só entram na vida corporal para se aperfeiçoarem, para se melhorarem. A delicadeza da idade infantil os torna brandos, acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. Nessa fase é que se lhes pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores. Tal o dever que Deus impôs aos pais, missão sagrada de que terão de dar contas. “Assim, portanto, a infância é não só útil, necessária, indispensável, mas também consequência natural das leis que Deus estabeleceu e que regem o Universo.”
  • 24. Livro dos Espíritos 582. Pode-se considerar como missão a paternidade? “É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro. Deus colocou o filho sob a tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda do bem, e lhes facilitou a tarefa dando àquele uma organização débil e delicada, que o torna propício a todas as impressões. Muitos há, no entanto, que mais cuidam de aprumar as árvores do seu jardim e de fazê-las dar bons frutos em abundância, do que de formar o caráter de seu filho. Se este vier a sucumbir por culpa deles, suportarão os desgostos resultantes dessa queda e partilharão dos sofrimentos do filho na vida futura, por não terem feito o que lhes estava ao alcance para que ele avançasse na estrada do bem.”
  • 25. Livro dos Espíritos 583. São responsáveis os pais pelo transviamento de um filho que envereda pelo caminho do mal, apesar dos cuidados que lhe dispensaram? “Não; porém, quanto piores forem as propensões do filho, tanto mais pesada é a tarefa e tanto maior o mérito dos pais, se conseguirem desviá-lo do mau caminho.” 892. Quando os filhos causam desgostos aos pais, não têm estes desculpa para o fato de lhes não dispensarem a ternura de que os fariam objeto, em caso contrário? “Não, porque isso representa um encargo que lhes é confiado e a missão deles consiste em se esforçarem por encaminhar os filhos para o bem (582-583). Demais, esses desgostos são, amiúde, a consequência do mau feitio que os pais deixaram que seus filhos tomassem desde o berço. Colhem o que semearam.”