PROPOSTA PAISAGÍSTICA PARA UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA   Eveli Balen Forcelini Orientadora: Evanisa F. R. Q. Melo...
Introdução: <ul><li>Requer interesse e preocupação; </li></ul><ul><li>Necessita de ambientes agradáveis e seguros; </li></...
<ul><li>O jardim é um espaço vital com ambientes de lazer passivo e ativo; </li></ul><ul><li>Envelhecer com saúde e estar ...
Objetivo: Propor um projeto de paisagismo para a área externa de uma ILP.
<ul><li>Acessibilidade; </li></ul><ul><li>Uso da vegetação que atraia a fauna; </li></ul><ul><li>Financeiramente acessível...
<ul><li>Uso da vegetação nativa; </li></ul><ul><li>Iluminação adequada; </li></ul><ul><li>Bancos em materiais quentes; </l...
<ul><li>Sanitários; </li></ul><ul><li>Corrimãos; </li></ul><ul><li>Cultivo de plantas; </li></ul>
<ul><li>Sensoriais - despertam todos os sentidos: </li></ul><ul><li>Paladar : ervas aromáticas; </li></ul><ul><li>Tato : v...
Trabalho desenvolvido na Instituição Casa de Abrigo Nossa Senhora da Luz, Passo Fundo – RS. Materiais e Métodos:
 
 
 
Levantamento das condições existentes no local <ul><li>Avaliação da infra-estrutura do terreno: </li></ul><ul><li>Solo; </...
<ul><li>Análise da vegetação existente; </li></ul><ul><li>Visuais que integram interior e exterior; </li></ul><ul><li>Valo...
<ul><li>Através de entrevista com o diretor da entidade, algumas atividades foram sugeridas: </li></ul><ul><li>Solário; </...
<ul><li>Cancha de Bocha; </li></ul><ul><li>Churrasqueira ampla; </li></ul><ul><li>Banheiro externo; </li></ul><ul><li>Orat...
<ul><li>Cancha de Bocha com mesas ao redor e árvores nativas para sombreamento; </li></ul>Proposta Paisagística: Planta Ba...
Corte Longitudinal Detalhe
<ul><li>Encaminhamentos com barra que levam até o espelho-d’água e oratório; </li></ul>Planta Baixa
Vista Frontal Corte Transversal
<ul><li>Churrasqueira com dupla finalidade e banheiro; </li></ul>Planta Baixa
<ul><li>Horta suspensa para lazer; </li></ul>
<ul><li>Caramanchões ao longo dos encaminhamentos; </li></ul>
<ul><li>Caramanchão próximo ao pomar, com videiras; </li></ul>
<ul><li>Barreira visual para esconder o varal; </li></ul><ul><li>Pomar com frutíferas para uso dos idosos e atrair a fauna...
<ul><li>Drenagem do terreno; </li></ul><ul><li>Corte de algumas árvores; </li></ul><ul><li>Plantio das frutíferas, entre o...
<ul><li>Marcação dos encaminhamentos; </li></ul><ul><li>Execução dos pergolados e caramanchões; </li></ul><ul><li>Asfaltam...
<ul><li>Plantio da cerca-viva; </li></ul><ul><li>Abertura de um portão de serviço; </li></ul><ul><li>Execução da horta sus...
<ul><li>Espelho-d’água e oratório; </li></ul><ul><li>Construção da churrasqueira com banheiro. </li></ul>
Implantação
Perspectiva
Conclusão: O projeto paisagístico trouxe mudanças comportamentais nos idosos criando expectativa de uma melhor qualidade d...
AZEVEDO, C. Plantando sonhos: o jardim terapêutico. In: DEL RIO, V.; DUARTE, C.R.; RHEINGANTZ, P.A.  (Org.)  Projeto do lu...
DEMATTÊ, M. E. S. P. Criando e recriando paisagens: novos olhares, novas experiências.  Revista OLAM - Ciência e Tecnologi...
IBGE – Instituto brasileiro de Geografia e Estatística. 2002. JELLICOE, G. & JELLICOE, S. T he landscape of man.  New York...
LORENZI, H. Á rvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do brasil . Nova Odessa: E...
STEVENS, D. T he garden design sourcebook . London: Conran Octopus Limited. 2001. 191 p. VAZ, D., SANDEVILLE JUNIOR, E. Pa...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROPOSTA PAISAGÍSTICA PARA UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA

2.746 visualizações

Publicada em

O projeto paisagístico trouxe mudanças comportamentais nos idosos criando expectativa de uma melhor qualidade de vida e aumento no sentimento de auto-estima.

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.746
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROPOSTA PAISAGÍSTICA PARA UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA

  1. 1. PROPOSTA PAISAGÍSTICA PARA UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA   Eveli Balen Forcelini Orientadora: Evanisa F. R. Q. Melo 2006
  2. 2. Introdução: <ul><li>Requer interesse e preocupação; </li></ul><ul><li>Necessita de ambientes agradáveis e seguros; </li></ul>TERCEIRA IDADE:
  3. 3. <ul><li>O jardim é um espaço vital com ambientes de lazer passivo e ativo; </li></ul><ul><li>Envelhecer com saúde e estar feliz... é possível! </li></ul>
  4. 4. Objetivo: Propor um projeto de paisagismo para a área externa de uma ILP.
  5. 5. <ul><li>Acessibilidade; </li></ul><ul><li>Uso da vegetação que atraia a fauna; </li></ul><ul><li>Financeiramente acessível; </li></ul>Revisão Bibliográfica: Elementos para um jardim da terceira idade:
  6. 6. <ul><li>Uso da vegetação nativa; </li></ul><ul><li>Iluminação adequada; </li></ul><ul><li>Bancos em materiais quentes; </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Sanitários; </li></ul><ul><li>Corrimãos; </li></ul><ul><li>Cultivo de plantas; </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Sensoriais - despertam todos os sentidos: </li></ul><ul><li>Paladar : ervas aromáticas; </li></ul><ul><li>Tato : vegetações e elementos esculturais, agradáveis ao tato; </li></ul><ul><li>Visão : flores que se destacam pela cor – vermelho e amarelo ; </li></ul><ul><li>Olfato : flores perfumadas; </li></ul><ul><li>Audição : folhagens que produzam sons. Uso da água. </li></ul>
  9. 9. Trabalho desenvolvido na Instituição Casa de Abrigo Nossa Senhora da Luz, Passo Fundo – RS. Materiais e Métodos:
  10. 13. Levantamento das condições existentes no local <ul><li>Avaliação da infra-estrutura do terreno: </li></ul><ul><li>Solo; </li></ul><ul><li>Drenagem. </li></ul>
  11. 14. <ul><li>Análise da vegetação existente; </li></ul><ul><li>Visuais que integram interior e exterior; </li></ul><ul><li>Valorização de pontos focais. </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Através de entrevista com o diretor da entidade, algumas atividades foram sugeridas: </li></ul><ul><li>Solário; </li></ul><ul><li>Pomar; </li></ul><ul><li>Estares contemplativos e sombreados; </li></ul><ul><li>Horta para lazer; </li></ul>Levantamento do Programa de Necessidades:
  13. 16. <ul><li>Cancha de Bocha; </li></ul><ul><li>Churrasqueira ampla; </li></ul><ul><li>Banheiro externo; </li></ul><ul><li>Oratório; </li></ul><ul><li>Estacionamento </li></ul>
  14. 17. <ul><li>Cancha de Bocha com mesas ao redor e árvores nativas para sombreamento; </li></ul>Proposta Paisagística: Planta Baixa
  15. 18. Corte Longitudinal Detalhe
  16. 19. <ul><li>Encaminhamentos com barra que levam até o espelho-d’água e oratório; </li></ul>Planta Baixa
  17. 20. Vista Frontal Corte Transversal
  18. 21. <ul><li>Churrasqueira com dupla finalidade e banheiro; </li></ul>Planta Baixa
  19. 22. <ul><li>Horta suspensa para lazer; </li></ul>
  20. 23. <ul><li>Caramanchões ao longo dos encaminhamentos; </li></ul>
  21. 24. <ul><li>Caramanchão próximo ao pomar, com videiras; </li></ul>
  22. 25. <ul><li>Barreira visual para esconder o varal; </li></ul><ul><li>Pomar com frutíferas para uso dos idosos e atrair a fauna; </li></ul><ul><li>Estacionamento para visitantes, familiares e funcionários, com uso de plantas nativas para sombrear o local. </li></ul>
  23. 26. <ul><li>Drenagem do terreno; </li></ul><ul><li>Corte de algumas árvores; </li></ul><ul><li>Plantio das frutíferas, entre os meses de julho à agosto; </li></ul><ul><li>Plantio de 30 palmeiras, ao longo dos encaminhamentos; </li></ul>Implantação do projeto: Etapas do Projeto:
  24. 27. <ul><li>Marcação dos encaminhamentos; </li></ul><ul><li>Execução dos pergolados e caramanchões; </li></ul><ul><li>Asfaltamento da área de estacionamento; </li></ul><ul><li>Plantio de árvores de sombra; </li></ul>
  25. 28. <ul><li>Plantio da cerca-viva; </li></ul><ul><li>Abertura de um portão de serviço; </li></ul><ul><li>Execução da horta suspensa; </li></ul>
  26. 29. <ul><li>Espelho-d’água e oratório; </li></ul><ul><li>Construção da churrasqueira com banheiro. </li></ul>
  27. 30. Implantação
  28. 31. Perspectiva
  29. 32. Conclusão: O projeto paisagístico trouxe mudanças comportamentais nos idosos criando expectativa de uma melhor qualidade de vida e aumento no sentimento de auto-estima.
  30. 33. AZEVEDO, C. Plantando sonhos: o jardim terapêutico. In: DEL RIO, V.; DUARTE, C.R.; RHEINGANTZ, P.A. (Org.) Projeto do lugar . Rio de Janeiro: PROARQ, 2002. p.123-128.   BINS ELY, V. H. M.; CAVALCANTI, P. B. A valiação dos asilos para idosos em florianópolis . Relatório de pesquisa PET –Grupo Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 2003.   COELHO, P. A jornada do escritor brasileiro que mais vende no mundo e como ele conseguiu realizar a façanha. R evista Florense . Flores da Cunha, ano 3, n.11, p.32-39, 2006.   CUNHA, E. G.; ZECHMEISTER, D.; MELO, E. Q.; MASCARÓ, J. J.; VASCONCELLOS, L.; FRANDOLOSO, M. A . Elementos de arquitetura de climatização natural. Passo Fundo: UPF, 2005. Referências Bibliográficas:
  31. 34. DEMATTÊ, M. E. S. P. Criando e recriando paisagens: novos olhares, novas experiências. Revista OLAM - Ciência e Tecnologia , Rio Claro, v.4, n.1, p. 27-45, abr. 2004.   DORNELES, V.; SZUCS, C.; BINS ELY, V. O idoso na habitação de interesse social – estudo de caso: o projeto bom abrigo da cidade de Florianópolis. 2002.   DUARTE, C.; COHEN, R. Afeto e lugar: a construção de uma experiência afetiva por pessoas com dificuldade de locomoção. In: ENCONTRO SOBRE PERCEPÇÃO E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL: A INTERDISCIPLINARIEDADE NO ESTUDO DA PAISAGEM, 2004, Rio Claro. Anais..., Rio Claro: OLAM, 2004. Cd rom FREIRE JÚNIOR, R.; TAVARES, M. A saúde sob o olhar do idoso institucionalizado: conhecendo e valorizando sua opinião. Rev. Interface, Botucatu, v.9, n.16, p. 2005. Disponível em: <http:// www. scielo . br > Acesso em: 31/08/06
  32. 35. IBGE – Instituto brasileiro de Geografia e Estatística. 2002. JELLICOE, G. & JELLICOE, S. T he landscape of man. New York: Thames and Hudson Inc. 1995.   KALIL, R.; GELPI, A. A cessibilidade urgente . In: WICKERT, A. P. (Org.) Arquitetura e Urbanismo em debate , Passo Fundo: Ed. UPF, 2005. p.205-216.   KLIASS, R. G.; KFOURI, J. J. Lar Golda Meir. In: Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas. VISÕES DE PAISAGEM. São Paulo: ABAP 1997. p. 134-135.  
  33. 36. LORENZI, H. Á rvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do brasil . Nova Odessa: Editora Plantarum, 1992. MACHADO, N. Habitação para idosos: uma casa para todas as estações . 2005. Dissertação (Mestrado em Arquitetura) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.   PINHO, A; CAETANO, V; RODRIGUES, L. Arborização urbana com segurança, paisagismo e produção de alimentos. In: ENCONTRO GAÚCHO DE ARBORIZAÇÃO URBANA, I, Porto Alegre. Disponível em: <http:// www. sbau .com. br > Acesso em: 14/09/06   PRINGLE, B. John Brookes. Garden design . London: Dorling Kindersley Limited, 2001. 383 p.
  34. 37. STEVENS, D. T he garden design sourcebook . London: Conran Octopus Limited. 2001. 191 p. VAZ, D., SANDEVILLE JUNIOR, E. Passeios no parque – acesso a todos. In: ENCONTRO SOBRE PERCEPÇÃO E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL: A INTERDISCIPLINARIEDADE NO ESTUDO DA PAISAGEM, 2004, Rio Claro. Anais..., Rio Claro: OLAM, 2004. Cd rom   VETTORI, T., PRADO JÚNIOR, I. Centro de convivência para a terceira idade na cidade londrina – PR. Revista Terra e Cultura , Londrina, p. 13-34, 2002.  

×