Segurança no trânsito no Cel. Rufino

767 visualizações

Publicada em

Os alunos desenvolveram uma pesquisa sobre segurança no trânsito no Brasil e especificadamente no Mato Grosso do Sul. Eles produziram vídeos e slides sobre o assunto ministrado no 2º bimestre.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
767
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
492
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segurança no trânsito no Cel. Rufino

  1. 1. Trabalho de Física Alunas: Isabelly, Laiany e Rayana N°: 15, 22 e 29 1° ano ‘A’ Professor: Adair Belmonte
  2. 2. Segurança no trânsito
  3. 3. Mantendo a segurança no trânsito • A segurança no trânsito tem sido fonte de preocupação desde que as primeiras vias foram construídas na antiga Mesopotâmia, em cerca de 4000 a.C. Essas vias serviam para fornecer uma superfície mais sólida para veículos com rodas, mas na verdade eram percorridas por quase todo tipo de meio de locomoção: veículos com rodas, pessoas a pé e, na maior parte da história humana, em várias partes do mundo, pessoas conduzindo cavalos e burros. Desde as primeiras vias, o número de veículos com rodas tem aumentado exponencialmente.
  4. 4. • Vários veículos compartilham as vias modernas, dependendo de onde você vive. Em alguns países podemos ver automóveis, ônibus, caminhões, carroças puxadas por cavalos ou bois, motocicletas, scooters, bicicletas usando as mesmas vias. E, obviamente, pessoas andando. Todos os veículos se movem a diferentes velocidades, a menos que estejam presos em um congestionamento. Cada motorista vê a via e os veículos ao seu redor sob seu ângulo de visão e sua perspectiva na via. E, na maior parte do tempo, cada veículo está se dirigindo a um destino diferente. A combinação desses fatores transforma o uso das vias modernas em desafio.
  5. 5. • À medida que o trânsito se tornou mais complexo, foram desenvolvidas regras para controlar a localização e a direção dos veículos. Sinais e placas controlam o fluxo do tráfego. Contudo, nem todos observam as regras ou obedecem aos sinais e placas. Quando as pessoas não cooperam, elas colocam outras pessoas em risco, além de si mesmas. Além disso, podem surgir várias situações que simplesmente não são cobertas por essas regras. Vários fatores podem deixar o tráfego mais difícil: projetos ruins de vias e estradas, veículos sem manutenção adequada e mau tempo, tudo isso pode criar vários tipos de perigos.
  6. 6. As leis de trânsito • As leis de trânsito devem ser obedecidas por todas as pessoas, sejam elas pedestres, ciclistas, motociclistas ou motoristas. • As leis de trânsito existem para organizar e impedir que atos errados sejam feitos e permaneçam impunes dentro do trânsito do país, que é a cada dia mais intenso e com muitas irregularidades, até mesmo com as leis que são impostas e cobradas caso não sejam respeitadas pelos condutores. • Existem leis de trânsito municipais, que estão em vigor apenas nas cidades correspondentes, as leis de trânsito estaduais abrangem todas as cidades do estado e as leis de trânsito federais, que envolvem os 27 estados da nação brasileira e tem como objetivo organizar o trânsito entre os veículos, pedestres e também os ciclistas.
  7. 7. • Existem leis de trânsito que são bastante conhecidas pelos motoristas, como por exemplo, a lei seca, que impede que o condutor dirija com uma determinada quantidade de álcool no corpo, sendo detectado através de bafômetros ou quando há acidentes, a identificação da presença do álcool no sangue do condutor é feita através do exame sanguíneo. • Todas as pessoas, sejam elas pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas devem seguir as leis de trânsito para que não aconteçam acidentes e também para que o trânsito flua normalmente.
  8. 8. Algumas estradas antigas ainda existem, como essa em uma região rural da Irlanda. Contudo, vias que não tenham sido modernizadas não são capazes de acomodar o tráfego moderno. Bons hábitos de segurança no trânsito começam cedo. Os jovens motoristas devem aprender sobre a importância do uso do cinto de segurança quando aprendem a dirigir.
  9. 9. “Seja paciente no trânsito para não ser paciente no hospital!”

×