Agrofloresta botânica (stones)

193 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
193
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agrofloresta botânica (stones)

  1. 1. Trabalho Agrofloresta - Botânica Ana Gabriela nº02 Bruno Felipe nº03 Jéssica Muniz nº19 Júlia Gabrielle nº22 Nathália Paiva nº28 Ricardo Lousada nº31 Washington Lins nº38 Turma Stones
  2. 2. Nome popular: MAMÃO Nome científico: Carica papaya L. Família: Caricaceae Sinonímia popular: Mamoeiro; mamão-do- amazonas; mamãozinho
  3. 3. O mamão origina-se da América Tropical, na faixa que vai do noroeste da América do Sul e sul do México sendo que, de um total de 22 espécies do gênero Carica, a mais cultivada comercialmente consiste na Carica papaya L. O Brasil tem sido o maior produtor de mamão, com oferta, nos últimos anos, em torno de 45% da produção mundial. Nas terras nacionais a zona de cultivo mais relevante localiza-se no sul da Bahia e no norte do Espírito Santo. No comércio internacional, as vendas brasileiras ocupam o 3° lugar, depois do México e da Malásia.
  4. 4. Acerola A acerola , também conhecida popularmente como cereja-das-antilhas ou cereja-de-barbados, tem origem nas Antilhas, América Central e norte da América do Sul. Pertence à família das Malpighiaceae. O fruto nasce na aceroleira. Suas flores, de cor rósea-esbranquiçada, são dispostas em cachos e têm floração durante todo o ano. Após três ou quatro semanas, se dá sua frutificação. Por ser uma planta muito rústica e resistente, ela se espalhou facilmente por várias áreas tropicais, subtropicais e até semiáridas. A acerola, quando madura, tem uma variação de cor que vai do alaranjado ao vinho, passando pelo vermelho. Esta coloração é resultado da presença de antocianinas, especialmente pelargonidina e malvidina. A acerola está dividida em duas seleções: a acerola vermelha e a acerola laranja. Sua superfície é lisa ou dividida em três gomos. Possui três sementes no seu interior. O sabor do fruto é levemente ácido e o perfume é semelhante ao da maçã. Possui vitaminas A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), cálcio, fósforo, ferro e, principalmente, vitamina C.
  5. 5. Bananeira Banana, pacoba ou pacova é uma pseudobaga da bananeira, uma planta herbácea vivaz acaule da família Musaceae . São cultivadas em 130 países. Originárias do sudeste da Ásia (com exceção da banana-da- terra, que é nativa do Brasil ), são atualmente cultivadas em praticamente todas as regiões tropicais do planeta. Vulgarmente, inclusive para efeitos comerciais, o termo "banana" refere-se às frutas de polpa macia e doce que podem ser consumidas cruas. Contudo, existem variedades de cultivo, de polpa mais rija e de casca mais firme e verde, geralmente designadas por plátanos, banana- pão ou plantains, que são consumidas cozinhadas (assadas, cozidas ou fritas), constituindo o alimento base de muitas populações de regiões tropicais. Cada banana pesa, em média, 125g, com uma composição de 75% de água e 25% de matéria seca. Bananas são fonte apreciável de vitamina A, vitamina C, fibras e potássio.
  6. 6. Pinheiro brasileiro – Araucária O pinheiro brasileiro, também conhecido como araucária, é a árvore predominante da floresta ombrófila mista, também conhecida como floresta com araucárias, uma das formações florestais do bioma Mata Atlântica. Originalmente, essa floresta se espalhava por cerca de 200.000 quilômetros quadrados dos estados do Sul e Sudeste do Brasil, principalmente nos planaltos e regiões mais frias. O Pinheiro Brasileiro, cientificamente chamado de Araucaria angustifolia, é uma árvore de tronco cilíndrico e reto, cujas copas dão um destaque especial à paisagem. Chega a viver até 700 anos, alcançando diâmetro de dois metros e altura de até 50 metros.
  7. 7. Fontes: http://www.apremavi.org.br/noticias/apremavi/599/ sua-majestade-o-pinheiro-brasileiro  http://ci-67.ciagri.usp.br/pm/ver_1pl.asp? f_cod=101 e ftp://ftp.sp.gov.br/ftpiea/publicacoes/tec2- 0907.pdf

×