Revisão enem 2015

1.872 visualizações

Publicada em

Revisão enem 2015 Livro sartre-coc Resolução questões de probabilidade e estatística

Publicada em: Educação
0 comentários
14 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.872
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
422
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão enem 2015

  1. 1. Probabüidade ê Estatística
  2. 2. 135. Em jogo de dados, uma pessoa joga simulta- neamentetrês dados de cores diferentesAscores dos dados são: amarela, vermelha e branca. O jogo é ganho quando o jogador ao lançar os dados obtém no dado vermelho o mesmo resultado do dado branco. Qual a probabilidade do primeiro jogador ganhar o jogo no seu primeiro lança- mento? ( , i i à 5) (5 ) 3 «w
  3. 3. 134. (URE) Numa sala de aula o teto é composto por nove luminárias. Cada três luminárias ligam_re deslígam simul- taneamente, ou seja, a fila formada pelas três luminárias paralelas ao quadro pode se apresentar acesa ou apagada. O mesmo ocorre com a fila paralela à parede do fundo da sala e com fila central. Após o término das aulas, o funcio- nário da escola passa vistoriando cada sala, se as luzes ou ventiladores estiverem ligados ele os desliga. Suponha que cada maneira que o painel luminoso (teto) possa se apresentar seja equiprovável, determine a proba- bilidade do funcionário da escola entrar na sala e encontrar apenas duas filas acesas. z A) E B) Cl D) s) w| N nnlw wIH AIH @Ma IM nm; _L. J_. _~l›: : z
  4. 4. 136. iEr-lEnAlAs 23 ex-alunas de uma turma que completou o Ensino Médio há 10 anos se encontraram em uma reunião comemorativa. Várias delas haviam se casado e tido filhos. A distribuição das mulheres, de acordo com a quantidade de filhos, é mostrada no gráfico abaixo. @união '35 su¡ . PMMA : YWO 3° j_ “R031 H3* L (A*QRON= >ÔXL: IJI ex-alunas. A probabilidade de que a criança premiada tenha _ sido um(a)filho(a) únicoia) é: u: n li V; M &Wir; 1' A) 11s B) 1/4 C) 7/25 D) 7/23 E) 1/3 I . Um prêmio foi sorteado entre todos os filhos dessas É apoc. ) cLMoliIN/ V
  5. 5. 138. (ENLM) Numa escola com 1.200 alunos foi realizada uma pesquisa sobre o conhecimento desses em duas línguas estrangeiras, inglês e espanhol. Nessa pesquisa constatou- se que 600 alunos falam inglês, 500 falam espanhol e 300 não falam qualquer um desses idiomas. Escolhendo-se um aluno dessa escola ao acaso e sabendo-se que ele não fala inglês, qual a probabilidade de que esse aluno fale espa- nhol? A) 1/4 a) 5/14 x: C) 1/2 D) P: ma) E) MKV) &WOQEÍQ pzi/ z, ; Lc 11.01:: 600-1 t/ 'i 5°°T7â3°° cool¡ soo43oo- 11.00
  6. 6. 137. (íiiitfvi) Uma loja acompanhou o número de compra- "dores de dois produtos, A e B, durante os meses dejaneiro, fevereiro e março de 2012. Com isso, obteve este gráfico: 'j ligo: : ; do u 771k; Ill 'P LC 'F ÓQ ils? ??- V' Let l ü E _ “fo, ;a c. im, l l 4'* ÍÀL; rZLC *r ist) 5 LLC Íicovlidwmioa -'› i0 ll cowitdwuió i5 à 10 A loja sorteará um brinde entre os compradores do P_ n (ÍÚA __> P~ i: produto A e outro brinde entre os compradores do produto -u--H 4 ñ 3.00 ' B. Qual a probabilidade de os dois sorteados tenham feito A Õ _ , K suas compras em fevereiro de 2012? ' A) 3/242 s) 1/20 P: _L K- B c) 5x22 1g D) 6/25 E) 7/15
  7. 7. 140. lLi-içlw' i Um apostador tem três opções para partí- cípar de certa modalidade de um jogo, que consiste no sorteio aleatório de um número dentre dez. Opção 1: comprar três números para um único sorteio. Opção 2: comprar dois números para um sorteio e um número para o segundo sorteio. Opção 3: comprar um número para cada sorteio, num total de três sorteios. Escolhendo a opção 2, a probabilidade de o apostador não ganhar em qualquer dos sorteios é igual a: A) 55% @um fo: !'10 a) 70% c) 72% _Â_ 6¡ o) 81% '° (O E) 90% M, ?Wim -_-_"'l2.› ? LX _í-_í-'U-í” 100 ; Lc
  8. 8. i¡ 139. ifLNEivij- Em um concurso de televisão, apresentam- se ao participante 3 fichas voltadas para baixo, estando representada em cada uma delas as letras T, V e E. As fichas encontram-se alinhadas em uma ordem qualquer. O parti- cipante deve ordenar as fichas ao seu gosto, mantendo as letras voltadas para baixo, tentando obter a sigla TVE. Ao desvirá-las, para cada letra que esteja na posição correta ganhará um prêmio de RS 200,00. A probabilidade de o participante não ganhar qualquer prêmio é igual a: A) o a) 1/6 Cl 1/4 o) 1/3 e) 1/2 Quuflñ 151 Efilíl E¡ E E. , coouamu) @JIE -› t” “““^*°) miga 3.o (i (XUAÍW) [E 4 ooo (anemia) E] E _, ooo U1” “MM i1] @HIM : Leo (IMI/ JW) #Paoaialílliolhál d? úaaJun Piñlxltífll- _i_ a; P: l/ g lÕ-D P: --- Mtv) e
  9. 9. 141. -Umaempresadeaiimentoslmprimiuemsuas cada cartão de apostas possui 7 figuras de bolas embakse” "m °3"tã°d° 39W” d° 5°3“¡"'°'¡P°¡ de futebol e 8 sinais de "X" distribuídos entre os Frente dO C3'T5° 15 espaços possíveis, de tal forma que a probabilidade *l Á, de um cliente ganhar o prêmio nunca seja igual a zero. _ _ Em determinado cartão existem duas bolas na linha 4 e 2 ' s? l 3 . i duas bolas na linha S. Com esse cartão, a probabilidade de 3 c: .c, i o cliente ganhar o prêmio é 4 Í. IF 4,' l'. 7, 5 -A í¡ B) 1/72 ? í C) 1/54 Verso do cartão D, 1/36 E) 1/ 27 Como jogar - Inicie raspando apenas uma das altemativas da linha de inicio (linha 1). -Se achar uma bola de futebol, vá para a linha 7 e cespe apenas uma das altemativas. Continue raspando dessa forma até o lim do jogo. - Se encontrar um “x” em qualquer uma das linhas, o jogo está encerrado e você não terá dlfFlÍU ao prémio. -se voce encontrar uma boia de ruteboi em cada uma das linhas terá direito ao prémio.
  10. 10. 142. )_ErlEIL i, - Um município de 628 km2 é atendido por duas emissoras de rádio cujas antenas A e B alcançam um ralo de 10km do município, conforme mostra a figura: 10 km A 10 km Para orçar um contrato publicitário, uma agência precisa avaliara probabilidade que um moradortem de, circulando livremente pelo municipio, encontrar-se na área de alcance de pelo menos uma das emissoras. Essa probabilidade e' de, aproximadamente: A) 20% e) 25% cl 30% o) 35% e) 40% Qro/ lions "li. 01mm cru e» doi» Milo/ w LÀAWQAMA Llvúualxm o. azia. d( um Mwtí- AA) ng: &ATÉ; ir. lol: 1L.5,lLi. l°° Ani fls; lãilfu* ( _ilarllegÊaz-L-“LÍ P: tanga) Ar é” V 2.a /
  11. 11. 143. jílliilu' j A queima de cana aumenta a concentração de dióxido de carbono e de material particulado na atmosfera, causa alteração do clima e contribui para o aumento de doenças respiratórias. A tabela abaixo apresenta números relativos a pacientes intemados em um hospital no periodo da queima da cana. problemas respmórios rzsrloãlaízfüs outras pacientes causados resuwtantes de doenças total pelas quei- madas outras C3 usas idosos | 5o 15o 60 260 crianças¡ 15o 21o l 9o 45o Escolhendo-se aleatoriamente um paciente internado nesse hospital por problemas respiratórios causados pelas queimadas, a probabilidade de que ele seja uma criança é igual a A) 0,26, o que sugere a necessidade de implemen- tação de medidas que reforcem a atenção ao idoso internado com problemas respiratórios. B) 0,50, o que comprova ser de grau médio a gmvi- dade dos problemas respiratórios que atingem a população nas regiões das queimadas. C) 0,63, o que mostra que nenhum aspecto relativo à saúde infantil pode ser negligenciado. D) 0,67, o que indica a necessidade de campanhas de conscientização que objet-ivem a eliminação das queimadas. E) 0,75, o que sugere a necessidade de que, em áreas atingidas pelas efeitos das queimadas, o atendimento hospitalar no setor de pediatria seja reforçado. @mia : cu nc_ itinllt podnwn obuwm: so + LSO : roo com ¡miriirm ! influi-l v¡ b' iáulu can/ sad» tm @dai-WM . Í,_›. , ; aarcw - um_ iso 13.0.: DAN-t? ”- ' vlw) sousa LDO 51.5
  12. 12. 145. ljFlslFínslü A vida na ma como ela é O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à FOME (M D5) realizou, em parceria corn a ONU, uma pesquisa "°°'_°"a' 505m 3 População queÀvive na rua, tendo sido ouvidas 31.922 pessoas em 71 cidades brasileiras. Nesse levantamento, constatou-se que a maioria dessa popu_ lação sabe ler e escrever (74%), que apenas 15,1% vivem de esmolas e que, entre os moradores de rua que ingres- saram no ensino superior, 0,7% se diplomou. Outros dados da pesquisa são apresentados nos quadros abaixo, Por que viva na ma? Alcoolismo [ __ 36% drogas ' " Desemprego í V [3096 Problemas *TT ' : - _ jaca; Íamll iares Perda de : _ 320% moradia Decepção : :j 316% QMOFOSE Escolaridade Superior completo | 1,4% ou incompleto Médio completo L-I 7,0% ou Incompleto Funda mental completo , _ 58,7% ou incompleto Nunca estudaram 115,196 No universo pesquisado, consldere que P seja o conjunto das pessoas que vivem na rua por motivos de alcoolismo/ drogas e Q seja o conjunto daquelas cujo motivo para viverem na rua é a decepção amorosa. Escolhendo-se ao acaso uma pessoa no grupo pesquisado e supondo-se que seja Igual a 40% a probabilidade de que essa pessoa faça parte do conjunto P ou do conjunto Q, então a probablll- dade de que ela faça parte do conjunto interseção de P e Qé iguala: @aura HS À) 12% l B) 16% P120 ? QVCD-*KVMDÀQ ll- c) 29% PPUQÍHOY. lnoikr-, l Ú) 35% PP :367.['nc»3|à1': ) E) 52% V ' _ Pa; lb! Lu: Mu «l 'PuaF T? *r Pa - ? na Llov. : zexllfs/ _hng Vem: 5274107. PfQQ: N17. PMA
  13. 13. 144. iãí N BV? Temperatura do pescado nas peixarias @mim : tw m¡ *AMM poderam oÂrMAIoo/ x Aomwd( puxa NCOK _Y_ *QM YLM WV** Uma das principais causas da degradação de peixes Íwtu vxb IM*““°*Q'° b' frescos é a contaminação por bactérias. O gráfico apre- senta resultados de um estudo acerca da temperatura de ; OCZ l| 5° 4 q 9 e peixes frescos vendidos em cinco peixarias. O ideal é que esses peixes sejam vendidos com temperaturas entre 2' C e 4'C. Selecionando-se aleatoriamente uma das cinco peixa- rias pesquisadas, a probabilidade de ela vender peixes P 'Yi - L R: frescos na condição ideal e' igual a: ' A) 1/5 Ma¡ 6 B) 1/5 c) 1/4 o) 1/3 E) 1/2
  14. 14. 147- (ENEM) Luis é prisioneiro do temível imperador Ivan. lvan coloca Luis à frente de três portas e lhe diz: "Atrás de uma destas portas encontra-se uma barra de ouro, atrás de cada uma das outras, um tigre feroz. Eu sei onde cada um deles está. Podes escolher uma porta qualquer. Feita tua escolha, abrirei uma das portas, entre as que não esco- lheste, atrás da qual sei que se encontra um dos tigres, para que tu mesmo vejas uma das feras. Aí, se quiseres, poderás mudar a tua escolha". Luís, então, escolhe uma porta e o imperador abre uma das portas não-escolhidas por Luís e lhe mostra um tigre. Luís, após ver a fera, e aproveitando- se do que dissera o imperador, muda sua escolha e diz: "Temível imperador, não quero mais a porta que escolhi; quero, entre as duas portas que eu não havia escolhido, aquela que não abriste". A probabilidade de que, agora, nessa nova escolha, Luís tenha escolhido a porta que conduz à barra de ouro é igual a A) 1/3 e) 1/2 c) z/ s o) 2/3 E) 1 Quimica i'll , Suvçmçlo ñ-qTLsoono ii ¡ f¡ g5 LÊ , Sukwuio (Yu. »Qi Maraba! 'tirou/ t (34 bu 0x (premio O íwkliuaulon anuin uma. 649m . o Powíirrliià; l LuÀ-Licochi P. ü VM ÇWVM" “b” “LM trick. . 1 rt HM" , í- Lux¡ Lucila lí. Úlwxlwudm “L” K5 f f , r_ MiLI(lQLMÕ“R7MP| 3°E^1”^-NÍ¡ ) “É 'F' Lwoiunmi. . 7M 15. Ldil LACJUL. ) Í; ('¡, Kiuoü* “b” h"
  15. 15. 145- l-? l'= lF? '~"ii Para disputar a final de um torneio interna- cional de natação, classificaram-se 8 atletas: 3 norte-amerí- canos, 1 australiano, 1 japonês, 1 francês e 2 brasileiros. Considerando que todos os atletas classificados são ótimos e têm iguais condições de- receber uma medalha (de ouro, prata ou bronze), a probabilidade de que pelo menos um brasileiro esteja entre os três primeiros colocados é igual a: A] 3/7 c) 9/14 e) 5/4 B) 4/7 o) 5/7 @Lu/ fl (AE I Hi) Tliwz como í rnilbon caQuLQa/ iwrob o. ?w170i bííiándt à! Via3 ? xvikmwwo liaímío l 44min white-taum Á! ? l ou 1007. Hub . Valim ç; rc' E_ MA, i-l l , , . l_ , 1_. ,, . worms "VW"- Pwlmlnqjflk LL¡ ? Ao WMM 'KIMÀÃLÂLO m V080 L3_ J p: L- ; Ei : í ai: i-_ã_ -1 iii sit* se iii ii¡ ? a0 C- ari-u', pa',
  16. 16. 148- (BRE) Em um determinado semáforo, as luzes completam um ciclo de verde, amarelo e vermelho em 1 minuto e 40 segundos. Desse tempo, 25 segundos são para a luz verde, 5 segundos para a amarela e 70 segundos para a vermelha. Ao se aproximar do semáforo, um veículo @kubim N¡ tem uma determinada probabilidade de encontra-lo na luz verde, amarela ou vermelha. Se essa aproximação for de »I- + *ao _ ll qo": 60"¡ doll: wo" forma aleatória, pode-se admitir que a probabilidade de “ml” ° ' encontrá-lo com uma dessas cores e diretamente propor- , .o , É cionalaotempoem quecada uma delas fica acesa. Suponha xx¡ 2 Í; __. - : Ê “ o. 4p _ que um motorista passa por um semáforo duas vezes ao dia, de maneira aleatória e independente uma da outra. ¡í; , _ p t** p_ Qual e a probabilidade de o motorista encontrar esse semá- ' " “ ' foro com a luz verde acesa nas duas vezes em que passar? _ - _ à , _ h _ A) 1/25 ai "i1. . «.' - , x B) 1/16 c) 1/9 P' Pa' ~ o) 1/3 ' . ._. ... . . -._. L 2.15 E) u¡ WÕÍ¡ LS
  17. 17. 149- (F3 "iF-'i Com base no gráfico, pode-se afirmar que População rural e urbana no Brasil . . _ - . . . . . . . . _ . .. . ~ - ~ - - - - _ _ . . _ _ _ _ _ . . , , _ . . 10o ------------------------------- »- L197o A 1980 l 199o A) em 1970 a população urbana era menor que a população rural. B) nos anos considerados, a população rural se manteve praticamente estável. C) em 1980 a população urbana era cerca de três vezes a população rural. D) nos anos considerados, a população urbana aumentou em cerca de 5D milhões a cada ano. E) nos anos considerados. a hfpulação urbana se manteve constante. @uttlift “M AwOL-ÀO-vxilo o Oyxívco Ox Mimo/ i riL/ llpofxle Í 0~ MMÊ_ 01,5
  18. 18. 150. ¡IESM l A distribuição de probabilidades dada abaixo refere-se aos atributos idade e violação das leis de trânsito. Represente por E¡ os eventos elementares associados à idade e por Fi os eventos elementares associados à violação das leis de trânsito. Violação das leis de tânsito nos Idade últimos 12 meses Nenhuma Uma Duas ou mais _'í . < - 21 anos » 0,230 « 0,120 , 0,050 Mvizqqggçqiqo+o, oio z 0,60 A probabilidade de que um motorista escolhido ao p O Li S' acaso não tenha cometido nenhuma violação de trânsito Y) ( " l nos últimos 12 meses dado que o mesmo tenha mais de Hang-o p- mini_ OMS -_ L-Líziwons 3,0', um” Mo 90 “I c) 0,5 LE_ D) 0,66 E) 0,75
  19. 19. 151. i i *rn-api 0 mercado automobilistico brasileiro possui marcas de automóveis disponíveis aos consumidores. Para cinco dessas marcas (A, B, C, D e E), a matriz fornece a probabilidade de um proprietário de um carro de marca da linha ítrocar para o carro de marca da coluna), quando da compra de um carro novo. Os termos da diagonal principal dessa matriz fornecem as probabilidades de um proprie- tário permanecer com a mesma marca de carro na compra de um novo. l A 0,6 l 0,1 l 0,2 I 0,1 l 0,0 B l 0,3 0,5 0,0 0,1 l 0,1 c l 0,2 0,2 l 0,4 i 0,1 0,1 o f 0,3 0,2 0,2 “ 0,3 ' 0,0 E 0,2 0,3 l 0,1 i 0,2 ' 0,2 -v A probabilidade de um proprietário de um carro da marca B comprar um novo carro da marca C, após duas compras, é; A) 0 B) 0,09 C) 0,20 D) 0,24 E) 0,25 i7/ l le-hcu¡ if* tam¡ ~ c -›(o,3)1r›, z): oi°6 B Ç-Õ eqojs 7 LOA _ou e a L°-l›). (.°/ ¡')' ' L? 0,1 lâo/ L E. ~ e "â (WÚ-(PIU: 0101' . . _____7 g #F7 [ser : um 4,4 0,°: .+0r°t "i ? =°'°q KB
  20. 20. 152- (UF-Wii Uma 95ml¡ fez uma PESQUÍSG de opinião entre sobre o exposto, assinale a alternativa incorreta. os seus alunos para decidir sobre as modalidades espor- A) o número de alunos da escola é Loco. tívas distintas de futebol que seriam priorizadas para treina- B) Na escola, existem mais alunos da sexo feminino. mento. Todos os alunos da escola responderam à pesquisa, c) Escolhendo aleatoriamente um aluno x da escola. _ a probabilidade de X ter optado por ginástica optando por apenas uma modalidade. 0 gráfico a seguir é15%. resume o resultado da pesquisa_ D) Escolhendo aleatoriamente um aluno X da escola, a a probabilidade de X ser mulher ou ter optado por N' de °'““°5 vôlei é 75%. E) Escolhendo aleatoriamente um aluno homem X Mu| here5 da escola, a probabilidade de X ter optado por basquete é 15%. Q *ñ 'SL ¡Mueóz L' 'um 'naun d 535k (MM “wh 59H90. ¡Lsnsouxsnsosoüã “Lgnz (000 (um nm: tou ¡sm »sm : um mu); ;,504 Ma» us | -$0=5'5° -›: _›_L_n)___ MM_ ns __¡57_ “t” Luv) loov 'W311 l - r. »r 313W Raw): PM 4' iv - ? MIN Vôlei Basquete Ginástica Outros Modalidades g 55.0_+J§LL°°_ 12153595¡ : ooo ! ooo mao m¡ : um P; &hi-oc; 55,557. ¡_ 5
  21. 21. 153. : à I 4 Em uma máquina caça-níquel com 4 simbolos e 3 carretes, cada resultado é formado aleatoriamente por 3 símbolos dos 4 possíveis, como exibido na linha central da 'máquina de caça-níquel abaixo. Sabendo que se ganha quando se obtêm 3 simbolos diferentes ou quando se obtêm 3 símbolos iguais, qual é a probabilidade de ganhar? a. A A) 7/16 B) 35/54 c) 9/16 o) 43/64 E) 3/4 s_ @mim iss Subowko_ ou; o» ¡LívnLolM MÀOW? x-*i-'E -W
  22. 22. ISSJUERJ) Protéticos e dentistas dizem que a procura por dentes postiços não aumentou. Até declinou um pouquinho. No Brasil, segundo a Associação Brasileira de Odontologia (ABO), há 1,4 milhão de pessoas sem nenhum dente na boca, e 80% delas já usam dentadura. Assunto encerrado. Adaptado de VEJA, out. 1997.) Considere que a população brasileira seja de 160 milhões de habitantes. Escolhendo, ao acaso, um desses &Mics; ¡55 habitantes, a probabilidade de que ele não possua nenhum dente na boca e use dentadura, de acordo com 307. da u-l : 70 u_ : ¡luL o _1.- a ABO, é de: o i A) 0,28% . mu): Leo e) 0,56% wUl) : w- : I _L_ ou O ? Á o) 0,70% No ' e 0,30% i eu
  23. 23. 154. [Vuncsni Após uma partida de futebol, em que as equipesjogaram com as camisas numeradas de 1 a 11 e não houve substituições, procede-se ao sorteio de dois joga- dores de cada equipe para exame antidoping. Osjogadores da primeira equipe são representados por 11 bolas nume- radas de 1 a 11 de uma urna A e os da segunda, da mesma maneira, por bolas de uma urna B. sorteia-se primeiro, ao acaso e simultaneamente, uma bola de cada urna. Depois, para o segundo sorteio, o processo deve ser repetido com as 10 bolas restantes de cada urna. Se na primeira extração foram sorteados dois jogadores de números iguais, a proba- bilidade de que aconteça o mesmo na segunda extração é de: A) 0,09 s) 0,1 c) 0,12 o) 0,2 e) 0,25 Qui/ lia? 15"¡ . . ' _ _'l SuYCWúÚ no 1°. ,clima itaim , saúdo ct Lola 1 SzÃFAU/ tao¡ ic beim , . miss/ Lc, us c is: i4.à. w.s, ›~, ul WWW “nürl-Jnüixbi: Multi). (m, » -, Wi i MW): murais) : 10x10 : 100 MA) ; l(: .,z›, i:, s3,(u, u), (um) i0 ! LNA/ GM p: mini Mic! )
  24. 24. 156.iUn Fic? ! A Organização Mundial da Saúde - OMS - pesquisou e concluiu que um casal sadio, em que os dois não sejam parentes consanguineos (parentes em primeiro grau), ao gerar uma criança, pode apresentar o seguinte quadro probabiiístico em relação a problemas congênitas: sexo masculino tem 2% de risco e sexo femi- nino, 3%. A probabilidade de um casal gerar um menino _ com doença congênita ou uma menina sadia é, em %, Quota l56 expressa por: A) 0,485 Blolrabíiickaág (ig mewmassozmqçz B¡ 2,5 ? rollrotlyiirdaolx Á( m. ,Mira : O,5.0A'l: *lY, '›"/ . C) 49,5 PAoLablzJa/ r A¡ m, .i. ,rtlt; o,s.4,7.= n07. o)9z5 _ e) 99 PÍWIWLJZÚL°°Á4ÁINMWhGN/ Môdotwit r @MQ 0~ “M2524 l, oX: qq,5x [l, C
  25. 25. 157. (ENEX-i) O quadro abaixo mostra a taxadecrescimento natural da população brasileira no século XX. Periodo Taxa anual média de crescimento natural (36) 1920-1940 1,90 1940-1950 2.40 19501960 “ 2,99 1950-1970 i 2,39 Í à - 1970-1980 2,43 “í | 5 1_ 1980-1991 1,93 1991-2000 1,64 _ ' ' @RST ÓVQ butt/ xi; Co inutil/ ici “rj/ ui «yscaçig 5.75- r * Fonte: IBGE, Anuárlos EstatlstlcasdoBrasil ' " r *Fut/ Cl . " t Analisando os dados podemos caracterizar o periodo entre R. B A) 1920 e 1960, como de crescimento do planeja- mento familiar. B) 1950 e 1970, como de nitida explosão demográ- fica. c) 1960 e 1980, como de crescimento da taxa de fertilidade. D) 1970 e 1990, como de decréscimo da densi- dade demográfica. E) 1980 e 2000, como de estabilização do cresci- mento demográfico.
  26. 26. 158. L_í'-JE; -w. j No gráfico a seguir, estão especificados a produção brasileira de café, em toneladas; a área plantada, em hectares (ha); e o rendimento médio do plantio, em kg/ ha, no período de 2001 a 2008. cafe (em grãos) - Brasil 3.000.000 »É zsmommñ. .. n, v Rendimento médio snn. ouo--~--: ---'-~-»-l-r- › a › sua . 1 , _ . ¡ 4 i o 1M¡ 1002 ! D03 IOM 2005 2005 2007 2005 o pmduçzoimnelauas) -C-: fãgudamn -L-wenuaneaiouq/ na¡ Se a tendência de rendimento observada no gráfico, no periodo de 2001 a 2008, for mantida nos próximos anos, então o rendimento médio do plantio do café, em 2012, será aproximadamente de A) 500 kg/ ha. B] 750 kg/ ha. C) 850 kg/ ha. D) 950 kg/ ha. E) 1.250 kg/ ha. @twin Is? ?do ? égua kwànmog “cha tva V104 d-VLM im o “Wdíwwlo um nu izíolégiina. , M30 WWW-hulk ot WMM @ainda . M 3-00. MMX Á( 17.30 KML-n 11.6
  27. 27. 160. , ti , -›-: .'u: O quadro a seguir apresenta todas as meda- lhas ganhas por países da América do Sul durante os jogos olimpicos de Atenas realizados no ano 2004. Dos 12 países sul-americanos, apenas um não participou do evento. 0 (Â Lea ÍM . 'J -l desvio padrão do número de medalhas de bronze conquis- _BAONÊ tadas pelos seis paises do quadro é igual a: País . Número de medalhas Jg M l mário¡ w? «hmm É : Z : L l Ouro Prata l Bronze Total 1 *b* Brasil 5 2 3 1o ? mM/ y Argentina 2 0 l 4 6 L Chile i 2 ã o l 1 3 . - t ¡- _ 'b - l (1-L)i. (L-l3 Paraguai l 0 Í 1 i 0 i 1 VÔMÂVXQO. : (54 l' (q'1')* u M* (o n* l Venezuela 0 l 0 l 2 Ji 2 b Colômbia 0 0 2 l 2 lg- s_ Total 9 g 3 . 12 I 24 '^ * l-ll-H-LJA-itoiro _. _ : .- a. UM'. __. _.. _--*--- $ VMA Vx b e A) s/ í/s 31 sli/ s » Cl s/ Ê/s Duma ? QÁAÕ 1 J -Ê- K - o Dl Jã/3 E) «iG/ s
  28. 28. 159. (t. '-5l; l'~. ~'l) A escolaridade dos jogadores de futebol nos grandes centros e' maior do que se imagina, como mostra a pesquisa abaixo, realizada com os jogadores profissionais dos quatro principais clubes de futebol do Rio de Janeiro. De acordo com esses dados, o percentual dosjogadores dos quatro clubes que concluíram o Ensino Médio é de aproximadamente: Total: 112 jogadores Fundamental Fundamental Médio Médio Superior incompleto incompleto incompleto A) 14% a) 48% c) 54% o) 50% E) 68% Tolo. ) d¡ 'àOãU-AMM¡ lu' En/ IMO Mofo 014 Slllglwil* lvlwvnliqtlo: 5“H'l'-[ : 63 ill, -- lOOY e? --9° I. : 53. loo llfb Jc: go, ll'/ . (1.9
  29. 29. 161.l'u. ~_1.›]< i Turma Homens l Mulheres l l 1o l 25 n . 35 ¡ 3o Um colégio prepara duas turmas para uma olimpiada cultural e as avalia, periodicamente, através de provas simuladas, de desafios entre grupos competidores e de outros meios que estimulem a evolução dos estudantes. Considerando-se a distribuição do número de estudantes, por turma e gênero, dada na ta bela. Sendo 9,0 e 6,0, respec- tivamente, a maior e a menor nota obtidas pelos homens da Turma l em uma prova simulada, a média das notas de todos os homens dessa turma é: A) menor que 4,0. B) Igual 5,0. c) igual a 6,0. D) maior que 7,5. E) entre 8,0 e 8,5. @tania ici TMwia 1*? 10 liomrm, < é -v m Lvion maior q** maio». maio ÊÉÊ: @mw q/ -iilllcxí g @l came-mf; pu c» com &ta; 'pcdiwem &ãtctütxt/ in t) ? avi lê* VL/ LÇKÃÍA ; em um 1M? , uniu QQ q_ Cxfúukoulaa (Yu M ami/ MM 842mm» 'ÍMÍMMMÍÁÍQK M: qm rxuyã-: a/: zg: / i0 &L; Suironimx 14d M @M4006 9 (AQAMM *lulwwl Wma)- u: mes; _dlãçjó : E [O
  30. 30. 162. (Linka-np) As mensalidades dos planos de saúde são estabelecidas por faixa etária. A tabela ao lado fomece os valores das mensalidades do plano "Geração Saúde". Sabendo que o salário mínimo nacional vale, hoje, RS 465,00.! ) gráfico em formato de pizza ao lado mostra o comprometimento do rendimento mensal de uma pessoa que recebe 8 salários mínimos por mês e aderiu ao plano de saúde "Geração Saúde". Em cada fatia do gráfico, estão indicados o item referente ao gasto e o ângulo correspon- dente, em graus. A que faixa etária pertence essa pessoa? Faixa etária Mensalidade (RS) Até 15 anos 120,00 de 16 a 30 anos 180,00 de 31 a 45 anos 260,00 de 46 a 60 anos 372,00 61 anos ou mais 558,00 Habltação Outros 0 gráfico em formato de pizza mostra o comprometi- mento do rendimento mensal de uma pessoa que recebe 8 salários mínimos por mês e aderiu ao plano de saúde "Geração Saúde”. Em cada fatia do gráfico, estão indicados o item referente ao gasto e o ângulo correspondente, em graus. Determine a que faixa etária pertence essa pessoa. A) Até 15 anos B) De 16 a 30 anos C) De 31 a 45 anos D) De 46 a 60 anos E) 61 anos ou mais mui. ; 161/ aq** _qzJ-lbí : 0,543516: : 55? “S il: Ml 658200 ¡LE
  31. 31. 163. (UFMG) Um carro, que pode utilizar como combustivel álcool e gasolina misturados em qualquer proporção, é abas- tecido com 20 litros de gasolina e 10 litros de álcool. Sabe-se que o preço do litro de gasolina e o do litro de álcool são, respectivamente, RS 1,80 e RS 1,20. Nessa situação, o preço médio do litro cio combustivel que foi utilizado é de: A) R$1,40. B) Rs 1,45. c] R$1,50. o) RS 1,55. E) R$ 1,60. @M4073 RN: gb eu. : Jg. : 1.6 à RÍRHLQO
  32. 32. QuestãoEGabarito¡ Competência. l Habilidade 134 D C7 ' H28 Probabilidade 135 D C7 H28 : Probabilidade 13s c c7 ' H28 Probabilidade 137 B C7 H30 Probabilidade 138 C C7 H29 Probabilidade 139 D C7 H28 = Probabilidade 140 C C7 H29 Probabilidade 141 C C7 H30 Probabilidade 142 B C7 H30 Probabilidade 143 E C7 H30 Probabilidade 144 B C7 H28 _Probabilidade 145 A C7 H30 Probabilidade 146 C C7 H29 Probabilidade 147 D C7 H30 Probabilidade 148 B C7 H30 Probabilidade 149 B C7 H29 _ Estatistica 150 E C7 H29 Probabilidade 151 B C7 H28 Estatistica 152 E C7 H29 Estatistica 153 A C7 HZB , Probabilidade 154 B C7 H29 l Probabilidade 155 D C7 H29 Probabilidade 156 C C7 H30 , Probabilidade 157 8 C7 H27 Estatística 158 E C7 H27 Estatística 159 D C7 H27 Estatistica 160 c c7 H30 i Estatistica 161 D - C7 H30 Estatistica 162 E C7 H30 Estatística 163 E C7 H30 Estatística

×