Bullying Filipa E Ana

454 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bullying Filipa E Ana

  1. 1. Escola básica 2º/3º ciclos, José Maria dos Santos, Pinhal Novo<br />Violência entre namorados<br />Trabalho realizado por: 8ºC<br />Ana Patrícia, nº1<br />Filipa Andreia, nº7<br />Disciplina: Área de Projecto<br />Professor: Pedro Francisco<br />Ano lectivo: 2009/10<br />
  2. 2. O que é a violência?<br />Violência é um comportamento que causa danos a outra pessoa, ser vivo ou objecto. <br />Nega-se autonomia, integridade física ou psicológica e mesmo a vida de outro. <br />É o uso excessivo de força, além do necessário ou esperado.<br />
  3. 3. O que é a violência no namoro?<br />É quando numa relação amorosa um dos parceiros ameaça ou utiliza intencionalmente a força física, o poder ou o controlo sobre o(a) outro(a), com o objectivo de obter o que deseja, causando-lhe um prejuízo ou sofrimento físico, psicológico ou sexual.<br />
  4. 4. Estudo sobre a violência entre namorados:<br />Segundo um estudo da Universidade do Minho, onde foram inquiridos 4730 jovens, 25 por cento dos jovens dos 15 aos 25 anos já foram vítimas de violência do namorado ou namorada. <br />
  5. 5. Continuação:<br />25 por cento disseram que foram vítimas, pelo menos uma vez, de um comportamento abusivo da parte do companheiro ou companheira. <br />20 por cento sofreram violência emocional (insultos, ameaças, jogo psicológico e coerção) <br />14 por cento agressão física. <br />30 por cento admitiram ter agredido o parceiro, <br />23 por cento agressão física, <br />18 por cento emocional <br />3 por cento física severa. <br />Nesta amostra, 58 por cento são raparigas e 42 por cento são rapazes. <br />
  6. 6. Conclusão do estudo:<br />Os rapazes são os que agridem com maior gravidade (sovas, murros e pontapés). <br />Já na pequena violência, não há diferença de género e vale tudo, desde insultos, bofetadas, empurrões, puxões de cabelos e até ameaças. <br />

×