MUDANÇAS
ECONÔMICAS
SOCIAIS
POLÍTICAS
CULTURAIS
CRIAÇÃO DE
TECNOLOGIAS
AUMENTO
DE
DESAFIOS E
IMPASSES
O processo de
transformação
da sociedade
Saúde
Problemas
sanitários
Nas ultimas décadas...
Cuidar da vida e reduzir vulnerabilidades
Saúde como modo de organização de
trabalho, produção, soc...
8° Conferência Nacional de Saúde
• Em 1986
• Tema: “Democracia é Saúde”
• Luta pela descentralização do sistema da saúde!
...
Base do processo de criação do SUS
• Conceito ampliado de saúde
• Necessidade de criar políticas públicas para
promovê-la
...
“A promoção da saúde
contribui nas condições
de ações que
possibilitem responder às
necessidades sociais em
saúde.”
SUS e a Estratégia de Promoção da
Saúde
• Possibilidade de enfocar os aspectos que
determinam o processo saúde-adoecimento...
Promoção da saúde e Vigilância em
saúde
• Articulação que reforça a exigência de um
movimento integrador na construção de ...
Trabalho em rede
Exige que o planejamento das ações em saúde
esteja mais vinculado às necessidades
percebidas e vivenciada...
CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988
OBJETIVOS:
• Redução das desigualdades sociais e regionais;
• Promoção do bem de todos e a co...
“A ampliação do comprometimento e da co-
responsabilidade entre trabalhadores da Saúde,
usuários e território altera os mo...
O compromisso do setor Saúde na articulação
intersetorial é tornar cada vez mais visível o processo
saúde-adoecimento;
É t...
Persiste o desafio de organizar estudos e pesquisas
para identificação, análise e avaliação de ações de
promoção da saúde ...
OBJETIVOS
I- Promover a qualidade de
vida e reduzir
vulnerabilidade e riscos à
saúde;
II- Incorporar e implementar
ações d...
OBJETIVOS
V- Valorizar e otimizar o uso dos
espaços públicos de convivência e de
produção de saúde para o
desenvolvimento ...
Slides coletiva andressa p.01 à p.20
Slides coletiva andressa p.01 à p.20
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides coletiva andressa p.01 à p.20

119 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
119
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides coletiva andressa p.01 à p.20

  1. 1. MUDANÇAS ECONÔMICAS SOCIAIS POLÍTICAS CULTURAIS CRIAÇÃO DE TECNOLOGIAS AUMENTO DE DESAFIOS E IMPASSES
  2. 2. O processo de transformação da sociedade Saúde Problemas sanitários
  3. 3. Nas ultimas décadas... Cuidar da vida e reduzir vulnerabilidades Saúde como modo de organização de trabalho, produção, sociedade... Porém, modelo de atenção e cuidado marcado na centralidade dos sintomas
  4. 4. 8° Conferência Nacional de Saúde • Em 1986 • Tema: “Democracia é Saúde” • Luta pela descentralização do sistema da saúde! • Implantação de políticas sociais que defendessem e cuidasse da vida! • Saúde como direito social irrevogável • Resultado: proposta dos fundamentos do SUS
  5. 5. Base do processo de criação do SUS • Conceito ampliado de saúde • Necessidade de criar políticas públicas para promovê-la • Imperativo da participação social na construção do sistema e das políticas de saúde • Impossibilidade do setor sanitário responder sozinho à transformação dos determinantes e condicionantes para garantir opções saudáveis para a população.
  6. 6. “A promoção da saúde contribui nas condições de ações que possibilitem responder às necessidades sociais em saúde.”
  7. 7. SUS e a Estratégia de Promoção da Saúde • Possibilidade de enfocar os aspectos que determinam o processo saúde-adoecimento em nosso País.
  8. 8. Promoção da saúde e Vigilância em saúde • Articulação que reforça a exigência de um movimento integrador na construção de consensos e sinergias • Execução das agendas governamentais a fim de que as políticas públicas sejam cada vez mais favoráveis à saúde e à vida • Estimulação e fortalecimento do protagonismo dos cidadãos em sua elaboração e implementação • Ratificação os preceitos constitucionais de participação social.
  9. 9. Trabalho em rede Exige que o planejamento das ações em saúde esteja mais vinculado às necessidades percebidas e vivenciadas pela população nos diferentes territórios e, concomitantemente, garante a sustentabilidade dos processos de intervenção nos determinantes e condicionantes de saúde.
  10. 10. CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 OBJETIVOS: • Redução das desigualdades sociais e regionais; • Promoção do bem de todos e a construção de uma sociedade solidária sem quaisquer formas de discriminação; • Direitos e deveres dos cidadãos; • Acesso universal e igualitário aos serviços de saúde.
  11. 11. “A ampliação do comprometimento e da co- responsabilidade entre trabalhadores da Saúde, usuários e território altera os modos de atenção e de gestão dos serviços de saúde, uma vez que a produção de saúde torna-se indissociável da produção de subjetividades mais ativas, críticas, envolvidas e solidárias “
  12. 12. O compromisso do setor Saúde na articulação intersetorial é tornar cada vez mais visível o processo saúde-adoecimento; É tarefa do setor saúde convocar os outros setores a considerar a avaliação e os parâmetros sanitários quanto à melhoria da qualidade de vida da população quando forem construir suas políticas específicas.
  13. 13. Persiste o desafio de organizar estudos e pesquisas para identificação, análise e avaliação de ações de promoção da saúde que operem nas estratégias mais amplas que foram definidas em Ottawa (BRASIL, 1996) e que estejam mais associadas às diretrizes propostas pelo Ministério da Saúde na Política Nacional de Promoção da Saúde.
  14. 14. OBJETIVOS I- Promover a qualidade de vida e reduzir vulnerabilidade e riscos à saúde; II- Incorporar e implementar ações de promoção da saúde, com ênfase na atenção básica; III- Ampliar a autonomia e a co-responsabilidade de sujeitos e coletividades; IV- Contribuir para o aumento da resolubilidade do Sistema, garantindo qualidade, eficácia, eficiência e segurança das ações de promoção da saúde;
  15. 15. OBJETIVOS V- Valorizar e otimizar o uso dos espaços públicos de convivência e de produção de saúde para o desenvolvimento das ações de promoção da saúde; VI- Contribuir para elaboração e implementação de políticas públicas integradas que visem a melhoria da qualidade de vida no planejamento de espaços urbanos e rurais; VII- Prevenir fatores determinantes e/ou condicionantes de doenças e agravos à saúde; VIII- Valorizar e ampliar a cooperação do setor Saúde com outras áreas de governos, setores e atores sociais para a gestão de políticas públicas e a criação e/ou o fortalecimento de iniciativas que signifiquem redução das situações de desigualdade

×