Tuberculose

2.564 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.564
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tuberculose

  1. 1. TUBERCULOSE Peste cinzenta, tísica pulmonar doença do peito
  2. 2. O QUE É ? É uma das doenças infecciosas documentadas desde mais longa data e que continua a afligir nos dias atuais. A tuberculose é causada pela bactéria Mycobacterium Tuberculosis ou Bacilo de Koch.
  3. 3. História 3000 a.C.  Primeiros relatos da tuberculose;  Identificados no antigo Egito. 1824  Surgimento do diagnóstico da doença, através da invenção do estetoscópio. 1882  Foi identificada a bactéria causadora da doença, a Mycobacterium tuberculosis;  Robert Koch foi o responsável pela identificação.
  4. 4. TUBERCULOSE PRIMÁRIA A tuberculose se desenvolve em poucas semanas atacando os pulmões, caracterizada por pequenas lesões (nódulos) nos pulmões.
  5. 5. CAVERNA TUBERCULOSA De pequenas lesões, os bacilos cavam as chamadas cavernas tuberculosas, no pulmão, que costumam inflamar com frequência e sangrar
  6. 6. TIPOS Tuberculose ativa Tuberculose de pele Tuberculose Pleural Tuberculose Óssea Tuberculose Ganglionar Tuberculose Urinaria Tuberculose cerebral
  7. 7. SOBRE A BACTÉRIA... Parasita intracelular, se divide a cada 16-20 horas, assexuada por divisão binária.
  8. 8. REINO MONERA Célula procariótica (o material genético não fica no interior de um núcleo) Quanto à nutrição: heterotrófica parasita Quanto à sua forma: é um bacilo (tem forma de bastonete)
  9. 9. CICLO
  10. 10. TRANSMISSÃO O contágio acontece pelo ar contaminado com gotículas de secreção, quando o doente tosse, ou espirra ou fala eliminando gotículas que contém o bacilo de Koch. Obs: Ás gotículas maiores, que se depositam no chão ou sobre os objetos como pratos, copos, talheres, não oferecem perigo de transmissão da doença.
  11. 11. SINTOMAS DA DOENÇA Tosse (por mais de 15 dias, muitas vezes acompanhada de expectoração Febre (mais comumente ao entardecer) Sudorese noturnos Falta de apetite Emagrecimento Cansaço fácil (fatiga) Dificuldade na respiração (dispnéia), eliminação de sangue e acúmulo de pus na pleura pulmonar são característicos em casos mais graves.
  12. 12. CASOS MAIS FÁCEIS DE CONTRAIR Idosos; Diabéticos; População de rua; Alcoólicos; Insuficientes renais crônicos; Doentes com neoplasias ou sob quimioterapia; Transplantados; Portadores do vírus HIV;
  13. 13. COMO SE AGRAVA: cigarro clima frio ou úmido poluição pó ou poeira ar-condicionado hereditariedade sedentarismo
  14. 14. DIAGNÓSTICO Baciloscopia; Cultura; Raio-X; Tomografia.
  15. 15. MODO DE EVITAR Vacina BCG; Manter afastado de pessoas já contaminadas; Outra forma de prevenção é através da quimioprofilaxia.
  16. 16. TRATAMENTOS Vacina BCG, aplicada nos primeiros 30 dias de vida capaz de proteger contra o agravamento. O RIP: Rifampicina, Isoniazida e Pirazinamida.
  17. 17. TRABALHO REALIZADO POR: BRUNO CORREIA Nº4 Fim

×