Sementes do Amanhã – Coaching e MentoringAna Teresa Gomes(Este texto é parte integrante do livro “Coaching – Grandes mestr...
importância. É algo que chamo de o poder da presença. Esse poder aplica-se a todos osaspectos da vida infantil e refere-se...
que temos sobre o mundo, sobre a vida e sobre nós mesmos. Além disso, passa,principalmente, pelos valores que nos foram tr...
Ana Teresa GomesResumo profissionalFormada na área de produção pela UFRPE, practtitioner em PNL, arteterapeuta, sóciafunda...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Coaching e mentoring para educação consciente dos filhos, autoeducação, filhos, adolescentes, coaching e mentoring

386 visualizações

Publicada em

Gerando mudanças individuais e ampliação da visão social para o estabelecimento do conceito de sociedade sustentável baseada no cultivo de valores humanos em prol da formação de um novo paradigma social constituído a partir do cuidado PRESTADIO com as crianças e jovens.


“Spess Messis in Semine – A esperança da colheita reside na semente.”
Henrique José de Souza

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
386
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coaching e mentoring para educação consciente dos filhos, autoeducação, filhos, adolescentes, coaching e mentoring

  1. 1. Sementes do Amanhã – Coaching e MentoringAna Teresa Gomes(Este texto é parte integrante do livro “Coaching – Grandes mestres ensinam comoestabelecer e alcançar resultados extraordinários na sua vida pessoal e profissional”)Gerando mudanças individuais e ampliação da visão social para o estabelecimento do conceitode sociedade sustentável baseada no cultivo de valores humanos em prol da formação de umnovo paradigma social constituído a partir do cuidado PRESTADIO com as crianças e jovens.“Spess Messis in Semine – A esperança da colheita reside na semente.”Henrique José de SouzaEste projeto é dedicado às crianças e jovens. Entretanto, de forma indireta. De fato, seu focoestá orientado para as pessoas adultas que amam, educam, cuidam e convivem com crianças.A essas pessoas adultas chamaremos de pais, muitos dos quais serão, inclusive, os paisbiológicos. Nossa abordagem traz o conceito de educação consciente e fundamenta-se na maissimples das leis naturais: a relação de causa e efeito. O mundo de hoje é formado pelascrianças de ontem e o mundo de amanhã será o reflexo das crianças que educamos agora.Neste sentido, é razoável que a orientação de crianças seja realizada não só para um bem-estar no presente, mas também com uma visão de futuro. É importante mencionar que não setrata de um projeto pedagógico, embora possa servir de inspiração para tal. Adiantamos que otermo educação está aqui empregado em um sentido mais amplo, como suporte para a ideiade formação de pessoas sob o ponto de vista ético, cujo caráter equilibrado seja o reflexo douso de valores humanos tais como amor, respeito, cooperação e tolerância em seu quotidiano.A sociedade contemporânea vive uma crise de valores que se manifesta sob as mais diferentesformas. A cultura do ter prevalece sobre a do ser e isso parece desencadear consequênciasperversas. A violência generalizada, o uso de drogas, a corrupção, o consumo exagerado, afalta de ética, a cultura de levar vantagem, o desrespeito ambiental, a falta de tempo, oestresse crônico e o descaso com o próximo são apenas alguns exemplos do comportamentohumano atual. Estamos criando nossos filhos nesse mundo e, certamente, não é por acaso quealgumas crianças da atualidade começam a apresentar quadros precoces de doenças psíquicase físicas como depressão, hipertensão, obesidade e outras complicações infantis. Que adultosestamos formando? Para onde estamos caminhando? Qual o uso que estamos fazendo dasnossas capacidades mentais e emocionais? Estas são perguntas, no mínimo, razoáveis diantedeste cenário de feições caóticas.Vivemos também novos tempos e novas formas de organização familiar e profissional. Porisso, precisamos estar atentos aos impactos que a dinâmica da vida moderna pode causar naeducação das crianças. Muitas pessoas desejam ter ou adotar filhos, mas, ao mesmo tempo,precisam se ausentar de suas casas para trabalhar e cuidar de suas vidas profissionais. Diantedisso, mais do que nunca, faz-se necessária uma atenção permanente às atitudes e aos tiposde dedicação que podemos ter durante as horas que temos disponíveis para estar com nossospequenos. Em grande parte, nossas crianças são o resultado do tempo que dedicamos a elas.Por isso, não importa necessariamente a quantidade, mas sim a qualidade dos momentos quepassamos com nossos filhos.Dentre os inúmeros aprendizados vivenciados ao longo dos anos que tenho dedicado àeducação dos meus filhos e à manutenção da família, um, em particular, considero de extrema
  2. 2. importância. É algo que chamo de o poder da presença. Esse poder aplica-se a todos osaspectos da vida infantil e refere-se à nossa capacidade pessoal de estar presente no maiscompleto sentido da expressão. É uma atitude mental-emocional consciente do adulto que fazcom que a criança sinta-se verdadeiramente acompanhada, amada, aceita, orientada,confiante e feliz. Essa atitude favorece o desenvolvimento de uma saúde mental e emocional epode ser exercida em qualquer lugar e em qualquer momento. Acredito que uma dasprincipais bases da estrutura emocional de uma criança está em sentir-se envolvida por estecampo de acolhimento consciente. Os pais têm o poder de gerar um clima favorável oudesfavorável ao bom desenvolvimento dos filhos. Os recém-nascidos, por exemplo,alimentam-se fisicamente pelo aleitamento, mas, em níveis mais sutis, nutrem-se desse algoimponderável que é transmitido por seus primeiros responsáveis emocionais. Podemos darmais atenção a isso. Podemos nos colocar como aprendizes de nossos filhos, no sentido deaprender a ler nas entrelinhas de suas falas e comportamentos. Esse é um bom começo.Podemos também exercitar o amor que prepara para a vida buscando sempre o equilíbrioentre os limites e o carinho. Podemos, ainda, procurar ter lucidez e clareza de intenções sobreo que queremos com cada ação e cada palavra. Isso exige muita vigilância de nossa parte.A formação de uma nova sociedade mental e emocionalmente mais equilibrada depende donosso grau de comprometimento com as crianças e com os jovens dentro das famílias e dasescolas. O desgaste instalado em nossa sociedade é um desgaste resultante da falta de uso dosvalores humanos em nosso dia a dia. O que deixaremos como base humana para essespequenos para que eles possam viver e conviver com saúde emocional e mental? Qual aherança psíquica e ética que pretendemos deixar? Como estamos orientando esses pequenosseres ávidos por conhecimento, pesquisadores por excelência, aprendizes por natureza? Oamanhã de uma sociedade renovada está nas mãos daqueles que estiverem dispostos avislumbrar esse futuro e agir conscientemente em sua direção.O momento é favorável para geração de novas perspectivas de mudança. Afinal, apesar docenário caótico mencionado anteriormente, existe hoje, por outro lado, um visível movimentopara o desenvolvimento sustentável do planeta. Existe uma preocupação com a manutençãoda vida na Terra sob o ponto de vista biológico. Vemos grandes iniciativas para educaçãoambiental, preservação das espécies, limpeza de ambientes poluídos, reciclagem,reflorestamento e uso racional dos recursos naturais. De certo modo, as pessoas estãobuscando alguma forma de conexão com a natureza primordial da qual fazemos parte e pelaqual somos corresponsáveis. Podemos, então, transportar esse modelo de sustentabilidadepara nossa vida pessoal e para o modelo de sociedade que podemos ajudar a construir, a partirde nós mesmos e de nossas crianças. Somos responsáveis pela sustentabilidade do planeta,mas também pelo equilíbrio e evolução de nossa própria espécie. Aliás, o equilíbrio e aevolução parecem ser características intrínsecas à natureza e, consequentemente, também anós. Os avanços científicos e tecnológicos que presenciamos não deixam dúvida que usamosnossas faculdades racionais para realizar feitos grandiosos. Temos a razão e a vontade aonosso dispor, entretanto, na maioria das vezes, não incluímos entre esses feitos grandiosos oplanejamento de uma sociedade melhor, no sentido do equilíbrio mental-emocional jámencionado. Precisamos refletir seriamente sobre algumas questões.Existem duas perguntas de crucial importância para os pais ou, como dissemos, para osadultos que cuidam de crianças. Uma delas é quais são os valores que estamos transmitindoaos nossos filhos? Esta pergunta leva-nos a refletir sobre qual o tipo de sociedade que, a médioe longo prazo, estamos ajudando a construir. De fato, somos coautores dessa formação dehumanidade e é altamente desejável que tomemos posse consciente dessa responsabilidade.Entretanto, a própria aceitação desta coautoria depende da resposta à outra pergunta aindamais fundamental: quais são nossos próprios valores? Somente é possível transmitir aquiloque temos consciência que possuímos. Esta questão está estreitamente relacionada à visão
  3. 3. que temos sobre o mundo, sobre a vida e sobre nós mesmos. Além disso, passa,principalmente, pelos valores que nos foram transmitidos pelos adultos que nos educaram.O projeto “Sementes do Amanhã – Coaching e Mentoring” foca-se em dois aspectoscomplementares:a) Conscientização dos adultos sobre si próprios: definição da sua visão de mundo,autoestima, comprometimento e valores;b) Educação consciente e com propósito: orientação desses adultos sobre procedimentosno cuidado prestadio com crianças e jovens, ou seja, na orientação de crianças paraque elas sejam felizes no presente e realizadas no futuro.Gerar um clima favorável ao bom desenvolvimento das crianças depende do efeito conjuntodesses dois aspectos citados, pois a forma mais simples de amar e cuidar de uma criança éaplicar tudo que aprendemos para amar a nós mesmos. Em outras palavras, é fundamentalaplicar os nossos comportamentos de autoestima na relação com essa criança. Afinal, apenassomos capazes de suprir as necessidades de alguém, quando também estamos preenchidos.Ocorre que, em muitos casos, não temos preparo para isso, pois, infelizmente, não fomosensinados a nos amar.Contudo, a boa notícia é que autoestima se aprende. Além disso, buscar uma visãoaprofundada sobre nós mesmos, através do autoconhecimento, torna- nos mais atentos àsnossas ações e necessidades. Ao entrar no caminho para identificar o que verdadeiramenteprecisamos e como estamos suprindo as nossas próprias carências, obtemos uma visão maisclara sobre a tarefa de cuidar do outro e percebemos que esse cuidado adquire um novosignificado. O caminho que nos leva ao comprometimento com o outro passa pelocomprometimento consigo próprio e isso nos acrescenta em autoestima e interesse social. Aessência do cuidado prestadio está em sentir-se comprometido e feliz com o plenodesenvolvimento e bem estar do outro.A Declaração Universal dos Direitos Humanos define os valores essenciais à vida e remete àsresponsabilidades que se deve ter não apenas com os outros seres humanos, mas tambémconsigo próprio. Esses valores eternos formam uma base sólida para compor um caráterequilibrado e o nosso trabalho inspira-se nesses valores para estabelecer suas ações práticas.Neste projeto, a orientação dos adultos é comprometida com o conceito de aceitação, tantodo outro como de si próprio. Ao reconhecer os recursos que cada um possui, a aceitaçãoaponta possíveis saídas e facilita a ocorrência de mudanças. Dessa forma, “Sementes doAmanhã – Coaching e Mentoring” favorece a troca de experiências trabalhando de formapersonalizada, de acordo com o panorama de vida e as possibilidades de cada um. Com isso,instrumentaliza para a mudança de atitude e de comportamento a favor da qualidade de vidapresente e futura focada na educação consciente das crianças e jovens do Brasil e do mundo.
  4. 4. Ana Teresa GomesResumo profissionalFormada na área de produção pela UFRPE, practtitioner em PNL, arteterapeuta, sóciafundadora da associação pernambucana de arteterapia e terapeuta floral. Coach e MentorISOR®. Mãe com propósito. Idealizadora dos programas “Sementes do Amanhã - Coaching eMentoring” para educação consciente dos filhos, “Coaching para a Mulher Mãe e Musa”,“Nasce uma Mãe”, “Paginação – unindo pelo afetivo e pelo imaginário”, “Mandalas: OCaminho Interior” e “Autoestima: O Despertar da Primavera”. Especializações em programascomportamentais , práticas de vida sustentável, dinâmicas de grupo e tecnologias do trabalhocomunitário. Voluntária em programas de estudos e pesquisas em psicologia social, programasassistenciais e grupos de apoio à criança e ao adolescente. Experiência em atendimentosindividuais e grupos desde 1998. Atua como Coach com tecnologias integradas e ofereceassistência às mães pós-parto. Ministra cursos e palestras in company. Estudiosa de filosofiasorientais e Membro da Sociedade Brasileira de Eubiose.Site: www.anateresagomes.comFacebook: www.facebook.com/holisticacoaching___________________________

×