Kardec e o princípio da Doutrina Espírita
“Só acreditarei quando o vir” “ Era lógico este raciocínio”
“ Uma mesa falante? Ainda não me entrara na mente. “
Saltavam e corriam em condições tais que não deixavam lugar para qualquer dúvida
Foi assim que mais dez médiuns prestaram concurso a esse trabalho
Era o teu espírito familiar
Para ti chamar-me-ei verdade e todos os meses aqui durante um quarto de hora estarei à tua disposição
Não te ajudar a viver seria não te amar
Quanto a ti Rivail, a tua missão é aí, é o obreiro que reconstrói o que foi demolido
Nenhum homem é constrangido a fazer coisa alguma A nossa assistência não te faltará, mas será inútil se de teu lado, não f...
Espíritas se quereis ser invencíveis, sede benévolos e caridosos; o bem é uma couraça contra a qual sempre se quebrarão as...
Trabalhamos para compreender, por enriquecer a nossa inteligência e o nosso coração; lutamos com os outros, mas lutamos co...
Lagos, 20 Nov. 2010
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Kardec e o princípio da doutrina espírita

626 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Kardec e o princípio da doutrina espírita

  1. 1. Kardec e o princípio da Doutrina Espírita
  2. 2. “Só acreditarei quando o vir” “ Era lógico este raciocínio”
  3. 3. “ Uma mesa falante? Ainda não me entrara na mente. “
  4. 4. Saltavam e corriam em condições tais que não deixavam lugar para qualquer dúvida
  5. 5. Foi assim que mais dez médiuns prestaram concurso a esse trabalho
  6. 6. Era o teu espírito familiar
  7. 7. Para ti chamar-me-ei verdade e todos os meses aqui durante um quarto de hora estarei à tua disposição
  8. 8. Não te ajudar a viver seria não te amar
  9. 9. Quanto a ti Rivail, a tua missão é aí, é o obreiro que reconstrói o que foi demolido
  10. 10. Nenhum homem é constrangido a fazer coisa alguma A nossa assistência não te faltará, mas será inútil se de teu lado, não fizeres o que for necessário.
  11. 11. Espíritas se quereis ser invencíveis, sede benévolos e caridosos; o bem é uma couraça contra a qual sempre se quebrarão as manobras da malevolência!...
  12. 12. Trabalhamos para compreender, por enriquecer a nossa inteligência e o nosso coração; lutamos com os outros, mas lutamos com caridade e abnegação. O amor do próximo escrito em nosso estandarte é a nossa divisa .
  13. 13. Lagos, 20 Nov. 2010

×