Arquitetura da Informação e Experiência do Usuário

2.898 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre arquitetura da informação centrada na experiência do usuário (conhecida pela sigla "UX"). Affordances, contexto e cenário de uso.

Publicada em: Design
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.898
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
171
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arquitetura da Informação e Experiência do Usuário

  1. 1. Palestra User Experience Prof.a Thaïs Campas
  2. 2. UX ???? Você sabe o que é isso?
  3. 3. UX significa: User Experience.
  4. 4. <ul><li>A experiência do usuário é composta de 03 conceitos básicos: </li></ul><ul><li>Contexto de Uso. </li></ul><ul><li>Cenário de Uso. </li></ul><ul><li>Affordances. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Contexto de Uso </li></ul><ul><li>Motivação do usuário em interagir com o sistema. </li></ul><ul><li>Situação ou circunstância em que isso acontece. </li></ul><ul><li>Condições básicas e imediatas em que a interação ocorre. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Cenário de Uso </li></ul><ul><li>Pequeno storyboard do contexto de uso. </li></ul><ul><li>Ao contexto se agregam variáveis materiais como máquina, conexão, ambiente (rede segura, via celular, banda larga, acesso de casa, do trabalho e etc). </li></ul><ul><li>O cenário de uso tem que ser montado em cima das key features. </li></ul>
  7. 7. Affordance : Refere-se ao atributo de um objeto que permite às pessoas aferir como utilizá-lo . Norman (em1988) definiu o termo como “dar uma pista” e introduziu o termo para falar sobre o design de objetos de uso diário.
  8. 8. Affordance : Estão profundamente ligadas à inovação
  9. 9. Affordance : Refletem motivações profundas, coletivas ou individuais.
  10. 10. Você já quis ter o seu próprio “veículo” voador?
  11. 11. Já pensou em ter explorar o fundo do mar?
  12. 12. Que tal ir mais fundo e ainda por cima levar um amigo?
  13. 13. Você pode preferir ficar na superfície….
  14. 14. Na água, mas bem longe dela!
  15. 15. Muitas Grandes invenções levaram anos para tomar forma, mas começaram assim!
  16. 19. Por mais louca que uma invenção ou idéia nos pareça, muitas delas começaram assim…
  17. 25. Será que ainda vamos viver assim?
  18. 26. Affordance : Uma pista imediatamente reconhecida pelo usuário é um conhecimento em “terceiridade”, ou seja, trata-se de uma pista que já faz parte do repertório do usuário . O conceito de Affordance tornou-se muito popular entre designers: a interface dos objetos deve ser projetada de maneira a tornar óbvio o seu padrão de utilização .
  19. 27. <ul><li>O conceito de affordance logo conquistou os designers de interação e posteriormente, arquitetos de informação e analistas de usabilidade : </li></ul><ul><li>Para interfaces do chamado mundo real, as affordances são bem fáceis de averiguar, mas quando consideramos interfaces virtuais, com toda a sua complexidade, a dificuldade de refletir os tais atributos que caracterizam affordances é óbvia. </li></ul>
  20. 28. <ul><li>O conceito de affordance logo conquistou os designers de interação : </li></ul><ul><li>Norman então postulou que os projetistas de interface devem se focar nas affordances percebidas . </li></ul>
  21. 29. <ul><li>Tradução do termo affordance para o português : </li></ul><ul><li>Propiciação vem do verbo Propiciar, (Subentenda-se “Tornar Propício”) que significa, pelo dicionário, tornar favorável, proporcionar - ( Carlos Faraco, lingüista .) </li></ul>
  22. 30. <ul><li>Norman define 2 tipos de affordance ou propiciação : </li></ul><ul><li>Propiciação Real: é a propiciação tátil, não virtual, motora, física, sensorial. </li></ul><ul><li>Propiciação Percebida : visual, sujeita a um background ou repertório cultural específico, pessoal, particular. </li></ul>
  23. 31. <ul><li>Propiciação ou Affordance para os arquitetos de informação : </li></ul><ul><li>Propiciação Real: Interface Dura, sob a qual não podemos não temos controle ou temos menos controle: teclado, botõe, mouse e etc. </li></ul><ul><li>Propiciação Percebida : organização da informação, controles de interação, sinais, elementos gráficos, taxonomia e modelo mental. </li></ul>
  24. 32. <ul><li>Affordance é o conforto cognitivo e emocional previsto em projetos ainda conceituais : </li></ul><ul><li>A affordance entrega atributos que foram aprendidos por nós através da experiência de interação com os objetos. </li></ul><ul><li>Quanto mais affordable tornamos uma interface ao criá-la, menor será a curva de aprendizado e a sobrecarga de memória sobre o usuário. </li></ul>
  25. 33. Clicabilidade e botões conceituais : botões refletem ações ou modelos de interação que sugerem as conseqüências ao acioná-los. <ul><li>Clicabilidade: os botões (modelos) conceituais sugerem e nos induzem a ações tais como : </li></ul><ul><li>Parar. </li></ul><ul><li>Tocar. </li></ul><ul><li>Assistir um filme. </li></ul><ul><li>Acessar um arquivo de som. </li></ul><ul><li>Dar um refresh </li></ul><ul><li>Voltar… </li></ul>
  26. 34. <ul><li>A Clicabilidade nos mostra como a usabilidade evolui pela experiência do usuário : </li></ul><ul><li>Algo que não fazia sentido passa a ser natural para os usuários. </li></ul><ul><li>Algo que era desconfortável e estranho passa a fazer sentido. </li></ul>
  27. 35. <ul><li>Usabilidade e Utilidade das interfaces: </li></ul><ul><li>A Usabilidade refere-se aos objetivos dentro de contextos e cenários que projetamos. </li></ul><ul><li>A Utilidade é uma propriedade das interfaces que vai além dos objetivos, contextos e cenários propostos. </li></ul><ul><li>A utilidade está intimamente relacionada aos atributos que determinam a affordance de uma interface. </li></ul><ul><li>A capacidade de determinar affordances está profundamente ligada à capacidade de inovar. </li></ul>
  28. 36. <ul><li>Exemplos de correta visualização das affordances no mundo tecnológico </li></ul><ul><li>Computação Pessoal </li></ul><ul><li>Mouse. </li></ul><ul><li>Navegação por ícones. </li></ul><ul><li>iPod </li></ul><ul><li>iPhone. </li></ul>
  29. 37. A capacidade de inovar seguindo as tendências corretas de consumo em termos de tecnologias da informação e comunicação necessita de uma correta análise das affordances , usabilidade e utilidade das interfaces.
  30. 39. <ul><li>UX e Affordance: </li></ul><ul><li>A affordance é um elemento delicado e que exige constante atenção durante todo o ciclo de vida do projeto e do produto. </li></ul><ul><li>A affordance pode ser “quebrada” ou perdida se não forem obedecidas guidelines ou design patterns. </li></ul><ul><li>A affordance também é um conceito ligado à experiência estética. </li></ul><ul><li>Affordances e direção de arte estão intimamente relacionadas. </li></ul><ul><li>Affordances são fundamentais na mídia online. São as famosas “call to action”. </li></ul><ul><li>Pseudo Criatividade pode “matar” uma affordance. </li></ul>
  31. 41. Arquitetura da Informação : Final – Palestra 07/03/09 Thaïs Campas A.I. Sr / analista de usabilidade [email_address]

×