Viva as DiferençasTodos contra o Preconceito
A sociedade e as DiferençasUma das coisas que mais incomodam o ser humano, hoje e sempre, é apresença de alguém que seja d...
Por um mundo com mais RESPEITOOuvimos dizer que os preconceitos e as discriminações estão diminuindo, que a sociedade está...
Por um mundo com mais RESPEITOPodemos respeitar um homem que é casado com uma mulher, tem filhos,trabalha e vai à Igreja, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Viva as diferencas

393 visualizações

Publicada em

Apresentação feita como atividade para a discipina ACG-ESTUDOS DE WEB 2.0 2011/2

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
393
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Viva as diferencas

  1. 1. Viva as DiferençasTodos contra o Preconceito
  2. 2. A sociedade e as DiferençasUma das coisas que mais incomodam o ser humano, hoje e sempre, é apresença de alguém que seja diferente.Diferente no agir, no pensar, no secomportar, no desejar, no ostentar. O ser diferente por opção, desejo ouorientação diversa daquela da maioria permanece como motivo de segregação,às vezes humilhação, e muitas vezes violência.Apesar das diferenças estarem por toda a parte, há uma deficiência muitogrande nos ser humano em relação ao respeito ao próximo. É preciso entenderque cada um de nós possui suas próprias crenças, seus próprios valores e,principalmente, sua própria personalidade. Se entendermos isso e respeitarmosopiniões diferentes das nossas, não seremos mais um soldado nessa guerra decerto x errado em que estamos infiltrados.Convido a todos os leitores a fazerem o exercício do respeito. Se julgam algumacoisa errada, então façam na sua vida da maneira que achar certo, mas lembre-se de que a sua verdade não é absoluta, e o que é certo para você não énecessariamente certo para todos os outros seres humanos. 
  3. 3. Por um mundo com mais RESPEITOOuvimos dizer que os preconceitos e as discriminações estão diminuindo, que a sociedade estáficando mais acostumada e menos assustadas com as diferenças. Mas ainda estamos longe de ummundo ideal onde cada um pode viver a sua vida de acordo com os seus princípios, sem ter que seesconder. Sabemos que há um código social invisível que nos diz como deve ser nossa conduta: devemos sercrianças comportadas e que obedecem aos pais, pré-adolescentes que estudam, adolescentes quedecidem sua profissão e escolhem uma universidade, adultos que vão à Igreja, trabalham, secasam com uma pessoa do sexo oposto e tem filhos, que devem ser crianças comportadas queobedecem aos pais e assim sucessivamente. Portanto, se alguém se distancia dessa conduta tida como "normal", então essa pessoa é"diferente". Como assim ela é diferente? Quer dizer então que todas as pessoas "normais" sãoiguais? Cada um de nós possui uma personalidade própria, e seguir a conduta normal não faz denós uma pessoa igual a todas as outras que seguem a mesma conduta. O que quero dizer é que,mesmo dentro de um grupo de pessoas "normais" existem muitas diferenças. Por que então que opreconceito e a discriminação só se fazem presentes quando as diferenças de personalidade sãograndes o suficiente para desviar um indivíduo da conduta "normal"? Para mim isso não faz omenor sentido.
  4. 4. Por um mundo com mais RESPEITOPodemos respeitar um homem que é casado com uma mulher, tem filhos,trabalha e vai à Igreja, mas que não gosta de pizza, mesmo sabendo que eleé diferente da maioria, já que quase todo mundo gosta de pizza. Já umhomem que gosta de pizza, e de tudo mais que a maioria das pessoas gostanão merece respeito apenas porque, ao invés de ser casado com umamulher, vive com outro homem. Ambos se diferenciam da maioria por umúnico detalhe: gosto pessoal. Por que não podemos respeitar que cada umpode gostar de coisas diferentes, e que todos têm o direito de buscar suafelicidade vivendo da maneira que julgam melhor para si? Vamos pensar nisso e tentar colocar o respeito às diferenças em prática, odifundindo com o mesmo afinco que os crentes difundem sua religião, afinalde contas respeitar o próximo é um estilo de vida que traz apenas benefíciosa todos.

×