PORTO MARAVILHAPA VIIProf.: Luciane TascaGrupo: Aline Dias, Maisa Campos, Thais Vandanezi, Steves Rocha
HISTÓRICO• A ocupação é antiga, desde o processo deexpansão da vila colonial no morro do Castelo;• A vila expandiu-se pelo...
O PROJETO• O Rio dá sinais de uma nova dinâmica econômica, impulsionada pelos grandes eventos que vãoocorrer na cidade nos...
ABRANGÊNCIA
POSIÇÃO ESTRATÉGICA
PRÓXIMO AOS PRINCIPAIS PONTOS NODAIS DE TRANSPORTE...
OBJETIVOS• INFRAESTRUTURA• HABITAÇÃO• CULTURA E ENTRETENIMENTO• COMÉRCIO E INDÚSTRIA
A ocupação do porto será priorizada através dos reforços das vocações já existentesem cada região:
Principais intervenções e  equipamentos urbanos:O Veículo Leve Sobre Trilhos       Museu de Arte do Rio –MAR: A partir(VLT...
Principais intervenções e       equipamentos urbanos:Museu do Amanhã: Com projeto dearquitetura concebido pelorenomado arq...
NOVA SEDE DO BANCO CENTRAL
OBRAS• FASE 1: investimentos públicos• FASE 2: operação urbana consorciada
FASE 1   ÁREA DE INTERVENÇÃO DA FASE 1
FASE 1         DETALHAMENTO
FASE 1         PERSPECTIVAS FUTURAS- Barão de Tefé e Praça Mauá
FASE 1   PERSPECTIVAS FUTURAS- Pier Mauá
FASE 1   NOVO ACESSO VIÁRIO AO PORTO NO CAJU
FASE 1   PROJETO HABITACIONAL “NOVAS ALTERNATIVAS”
FASE 2   NOVA ESTRUTURA URBANA
FASE 2   SOLUÇÃO PARA A PERIMETRAL
FASE 2   OBRAS DE INFRA-ESTRUTURA BÁSICA
UMA REFLEXÃO...• O projeto é bem sucedido por revitalizar não só a áreaportuária, com intervenções que se apresentariam ap...
Porto maravilha
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Porto maravilha

784 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
784
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Porto maravilha

  1. 1. PORTO MARAVILHAPA VIIProf.: Luciane TascaGrupo: Aline Dias, Maisa Campos, Thais Vandanezi, Steves Rocha
  2. 2. HISTÓRICO• A ocupação é antiga, desde o processo deexpansão da vila colonial no morro do Castelo;• A vila expandiu-se pelos morros e, cessados osperigos de invasores franceses e ataquesindígenas, os portugueses começam a traçar novoscaminhos e ocupar as várzeas que circundavam avila de São Sebastião;• No entorno surgem pequenos sítios queabasteciam a cidade de alimentos;• A região tinha então uma atividade portuária dedescarga de mercadorias, e em 1769 adquire maisuma função: o desembarque de escravos ( aintenção era retirar esta vista do Largo do Paço);• Em meados do século XIX o porto passa a recebero café vindo do Vale do Paraíba, aumentando suaposição como principal porto da cidade,suplantando o Largo do Paço.
  3. 3. O PROJETO• O Rio dá sinais de uma nova dinâmica econômica, impulsionada pelos grandes eventos que vãoocorrer na cidade nos próximos anos ( cidade sede da Copa em 2014 e Olimpíadas em 2016);• O projeto reintegra a Região Portuária, há muitos anos relegada a segundo plano;• A Lei Municipal 101/2009 promove a reestruturação da Região Portuária, por meio da ampliação,articulação e requalificação dos espaços públicos da região, visando melhorar a qualidade da atual efutura população e à sustentabilidade ambiental e socioeconômica da área;• Compromisso social: os atuais moradores permancerão na região,haverá investimento na valorizaçãodo Patrimônio e programas de desenvolvimento social;• A parceria público/privado foi fundamental para viabilizar o projeto. Foi firmado o consórcio PortoNovo por Odebrecht, OAS e Carioca Engenharia, que será responsável pelas obras e requalificaçãourbana;• Empresas de grande porte já se instalam na região , revitalizando a área.
  4. 4. ABRANGÊNCIA
  5. 5. POSIÇÃO ESTRATÉGICA
  6. 6. PRÓXIMO AOS PRINCIPAIS PONTOS NODAIS DE TRANSPORTE...
  7. 7. OBJETIVOS• INFRAESTRUTURA• HABITAÇÃO• CULTURA E ENTRETENIMENTO• COMÉRCIO E INDÚSTRIA
  8. 8. A ocupação do porto será priorizada através dos reforços das vocações já existentesem cada região:
  9. 9. Principais intervenções e equipamentos urbanos:O Veículo Leve Sobre Trilhos Museu de Arte do Rio –MAR: A partir(VLT) oferecerá um sistema de de exposições permanentes etransporte sustentável à cidade, temporárias, midiateca, auditórios ealém de otimizar a atuação das pátios de aprendizagem que irãolinhas de ônibus que hoje promover a integração entre arte ecirculam pela área . educação.
  10. 10. Principais intervenções e equipamentos urbanos:Museu do Amanhã: Com projeto dearquitetura concebido pelorenomado arquiteto espanholSantiago Calatrava, o museu é umadas âncoras da área cultural do PortoMaravilha. O espaço será dedicado àsCiências, mas terá formato diferentedos museus de História Natural ou deCiências e Tecnologia já conhecidos.
  11. 11. NOVA SEDE DO BANCO CENTRAL
  12. 12. OBRAS• FASE 1: investimentos públicos• FASE 2: operação urbana consorciada
  13. 13. FASE 1 ÁREA DE INTERVENÇÃO DA FASE 1
  14. 14. FASE 1 DETALHAMENTO
  15. 15. FASE 1 PERSPECTIVAS FUTURAS- Barão de Tefé e Praça Mauá
  16. 16. FASE 1 PERSPECTIVAS FUTURAS- Pier Mauá
  17. 17. FASE 1 NOVO ACESSO VIÁRIO AO PORTO NO CAJU
  18. 18. FASE 1 PROJETO HABITACIONAL “NOVAS ALTERNATIVAS”
  19. 19. FASE 2 NOVA ESTRUTURA URBANA
  20. 20. FASE 2 SOLUÇÃO PARA A PERIMETRAL
  21. 21. FASE 2 OBRAS DE INFRA-ESTRUTURA BÁSICA
  22. 22. UMA REFLEXÃO...• O projeto é bem sucedido por revitalizar não só a áreaportuária, com intervenções que se apresentariam apenasde maneira pontual (ex.: Rio Cidade), mas também porincluir novos padrões urbanísticos;• O porto é reintegrado à cidade;• A requalificação se dá em grande escala, não só físicamas de visibilidade para os moradores e o mundo;• A cidade nos escapa, logo, fundamental então é fornecersubsídios para que ela própria se organize.

×