O deserto 11

673 visualizações

Publicada em

estudo e pregação

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
673
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
177
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O deserto 11

  1. 1. MINISTÉRIO AVIVA• PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS• FIQUE ATENTO• COLOQUE O CELULAR NO SILENCIOSO
  2. 2. TENHA REVERÊNCIAÀ PALAVRA DE DEUS
  3. 3. FAÇA SILÊNCIO
  4. 4. MOMENTO DE ORAR PELALEITURA DA PALAVRA DE DEUS
  5. 5. FIQUE DE PÉ
  6. 6. LEVANTE A SUA BÍBLIA E ORE COMIGO:
  7. 7. 1. Do Egito:• A profecia: • Gn 15:13,14 (NTLH) • “Então o SENHOR disse: —Fique sabendo, com certeza, que os seus descendentes viverão num país estrangeiro; ali serão escravos e serão maltratados durante quatrocentos anos. Mas eu castigarei a nação que os escravizar. E os seus descendentes, Abrão, sairão livres, levando muitas riquezas.”
  8. 8. 1. Do Egito:• O cumprimento:• Êx 12:30-42• “Naquela noite o rei, os seus funcionários e todos os outros egípcios saíram da cama. É que em todo o Egito havia gente chorando e gritando, pois em todas as casas havia um filho morto. Nessa mesma noite o rei mandou chamar Moisés e Arão e lhes disse: —Saiam daqui, vocês e todos os outros israelitas! Deixem o meu país. Vão adorar a Deus, o SENHOR, como vocês pediram. Peguem as suas ovelhas e cabras e o seu gado e vão embora. E peçam a Deus que me abençoe. Os egípcios insistiram com os israelitas para que saíssem do país o mais depressa possível. Eles diziam: —Se vocês não saírem, todos nós morreremos! Assim, cada família israelita pegou a massa de pão sem fermento, pôs numa bacia, embrulhou a bacia num pano e carregou no ombro. s israelitas fizeram como Moisés havia ordenado e pediram aos egípcios jóias de prata e de ouro e roupas.
  9. 9. 1. Do Egito:• O SENHOR Deus fez com que os egípcios dessem de boa vontade aos israelitas tudo o que eles pediam. Assim o povo de Israel tomou as riquezas dos egípcios. Os israelitas saíram a pé de Ramessés e foram para Sucote. Eram mais ou menos seiscentos mil homens, sem contar as mulheres, as crianças e os velhos. Com eles foram muitas outras pessoas, e também muitas ovelhas e cabras, e muito gado. Os israelitas fizeram pão sem fermento com a massa que haviam levado do Egito, pois os egípcios os haviam expulsado do país tão de repente, que eles não tinham tido tempo de preparar comida, nem de preparar massa com fermento. Os israelitas tinham vivido no Egito quatrocentos e trinta anos. No dia em que terminaram os quatrocentos e trinta anos, todas as tribos do povo de Deus, o SENHOR, saíram do Egito. Essa foi a noite em que o SENHOR ficou vigiando para tirá-los do Egito. Ela é dedicada ao SENHOR para sempre, como a noite que deverá ser comemorada por todos os israelitas.”
  10. 10. 2. No Mar Vermelho• A profecia: • Êx 14:13-18 (RC)• “Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará; porque aos egípcios, que hoje vistes, nunca mais vereis para sempre. O SENHOR pelejará por vós, e vos calareis. Então, disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco. E eis que endurecerei o coração dos egípcios para que entrem nele atrás deles; e eu serei glorificado em Faraó, e em todo o seu exército, e nos seus carros, e nos cavaleiros, e os egípcios saberão que eu sou o SENHOR, quando for glorificado em Faraó, e nos seus carros, e nos seus cavaleiros.”
  11. 11. 2. No Mar Vermelho• O cumprimento: • Êx 14:24-29 (NTLH)• “Logo antes de amanhecer, da coluna de fogo e de nuvem o SENHOR olhou para o exército dos egípcios e fez com que eles ficassem apavorados. Os carros de guerra andavam com grande dificuldade, pois Deus fez com que as rodas ficassem atoladas. Então os egípcios disseram: —Vamos fugir dos israelitas! O SENHOR está lutando a favor deles e contra nós. Então o SENHOR Deus disse a Moisés: —Estenda a mão sobre o mar para que as águas voltem e cubram os egípcios, os seus carros de guerra e os seus cavaleiros. Moisés estendeu a mão sobre o mar, e, quando amanheceu, o mar voltou ao normal. Os egípcios tentaram escapar das águas, porém o SENHOR os jogou dentro do mar. As águas voltaram e cobriram os carros de guerra, os cavaleiros e todo o exército egípcio que havia perseguido os israelitas no mar. E não sobrou nenhum egípcio com vida. Mas os israelitas atravessaram o mar em terra seca, com muralhas de água nos dois lados.”
  12. 12. 3. No deserto• A profecia: • Nm 21:8 (NTLH)• “e ele disse: —Faça uma cobra de metal e pregue num poste. Quem for mordido deverá olhar para ela e assim ficará curado.”
  13. 13. 3. No deserto• O cumprimento: • Nm 21:9 (NTLH) • “Então Moisés fez uma cobra de bronze e pregou num poste. Quando alguém era mordido por uma cobra, olhava para a cobra de bronze e ficava curado.”
  14. 14. 4. No Jordão• A profecia: • Js 3:13 (NTLH)• “Quando os sacerdotes que estão carregando a arca da aliança do SENHOR Deus, o Senhor de toda a terra, puserem os pés dentro da água, o Jordão vai parar de correr, e as águas da parte de cima ficarão amontoadas num lugar.”
  15. 15. 4. No Jordão• O cumprimento: • Js 3:14-17 (NTLH) • “Era o tempo da colheita, e as águas do rio haviam coberto as margens. Foi nessa ocasião que o povo saiu do acampamento para atravessar o Jordão. Os sacerdotes iam na frente, levando a arca da aliança. Quando chegaram ao Jordão e puseram os pés dentro da água, Era o tempo da colheita, e as águas do rio haviam coberto as margens. Foi nessa ocasião que o povo saiu do acampamento para atravessar o Jordão. Os sacerdotes iam na frente, levando a arca da aliança. Quando chegaram ao Jordão e puseram os pés dentro da água, ela parou de correr e ficou amontoada na parte de cima do rio até Adã, cidade que fica ao lado de Sartã. Na parte de baixo, o rio secou completamente até o mar Morto. Então o povo passou para o outro lado, perto de Jericó. Enquanto os israelitas atravessavam, pisando terra seca, os sacerdotes que levavam a arca ficaram parados no seco, no meio do rio Jordão. E ficaram ali até que todo o povo acabou de passar.”
  16. 16. 5. Em Jericó• A profecia: • Js 6:3-5 (NTLH)• “Agora você e os soldados israelitas marcharão em volta da cidade uma vez por dia, durante seis dias. Na frente da arca da aliança, irão sete sacerdotes, cada um levando uma corneta de chifre de carneiro. No sétimo dia você e os seus soldados marcharão sete vezes em volta da cidade, e os sacerdotes tocarão as cornetas. Quando eles derem um toque longo, todo o povo gritará bem alto, e então a muralha da cidade cairá. Aí cada um avançará diretamente para a cidade.”
  17. 17. 5. Em Jericó• O cumprimento: • Js 6:20 (NTLH) • “Então os sacerdotes tocaram as cornetas. Logo que o povo ouviu este som, gritou com toda a força, e a muralha caiu. Aí todos subiram, entraram na cidade e a tomaram.”
  18. 18. 6. De grande perigo• A profecia: • At 27:22 (NTLH)• “Mas agora peço que tenham coragem. Ninguém vai morrer; vamos perder somente o navio.”
  19. 19. 6. De grande perigo• O cumprimento: • At 27:44 (NTLH) • “E mandou também que os outros se salvassem, segurando-se em tábuas ou em pedaços do navio. E foi assim que todos nós chegamos a terra sãos e salvos.”
  20. 20. 7. De qualquer perigo• A profecia: • Sl 116:3,4 (NTLH) • “Os laços da morte estavam me apertando, os horrores da sepultura tomaram conta de mim, e eu fiquei aflito e apavorado. Então clamei ao SENHOR, pedindo: “Ó SENHOR Deus, eu te peço: Salva-me da morte!””
  21. 21. 7. De qualquer perigo• O cumprimento: • 2Co 1:4-9 (NTLH)• “Ele nos auxilia em todas as nossas aflições para podermos ajudar os que têm as mesmas aflições que nós temos. E nós damos aos outros a mesma ajuda que recebemos de Deus. Porque, assim como tomamos parte nos muitos sofrimentos de Cristo, assim também, por meio dele, participamos da sua grande ajuda. Se sofremos, é para que vocês recebam ajuda e salvação. Se somos ajudados, então vocês também são e recebem forças para suportar com paciência os mesmos sofrimentos que nós suportamos. Desse modo a esperança que temos em vocês está firme. Pois sabemos que, assim como vocês tomam parte nos nossos sofrimentos, assim também recebem a ajuda que Deus dá. Irmãos, queremos que saibam das aflições pelas quais passamos na província da Ásia. Os sofrimentos que suportamos foram tão grandes e tão duros, que já não tínhamos mais esperança de escapar de lá com vida. Nós nos sentíamos como condenados à morte. Mas isso aconteceu para que aprendêssemos a confiar não em nós mesmos e sim em Deus, que ressuscita os mortos.”
  22. 22. A PARTIR DE NOVEMBRO QUEMNÃO PARTICIPAR DAESCOLA DOMINICAL PERDERÁ O SEU CARGO NA IGREJA
  23. 23. DIA 26 DE NOVEMBRO ACONTECERÁ A PRIMEIRA REUNIÃO DO G12 DO PASTOR RÔMULO. LOCAL: IGREJA. HORÁRIO:19 HORAS
  24. 24. O G12 TEM O PROPÓSITO DEORGANIZAR A IGREJA EM CÉLULAS. É UM GRUPO FECHADO.
  25. 25. CONVOCADOS (AS) PARA O G12: CLEIDINEY EUNICE MÁRCIA ÂNGELA ADAIR ELDER

×