Protocolo de enfermagem

305 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Protocolo de enfermagem

  1. 1. CENTRO DE EDUCAÇÃO TENOLÓGICA DE TERESINAFACULDADE TECNOLÓGICA DE TERESINA – CETDISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEMPROFESSORA: PATRICIAPROTOCOLO DE ENFERMAGEM EM UMHOSPITAL DE PEQUENO PORTETERESINA(PI)MAIO/2013
  2. 2. COMPONENTES:• ARIANA COSTA DOS SANTOS• IVONETE BELMIRO• KELY CRISTINA E SILVA• ROSA SILVANA E LIMA• MARIA TERESA DA SILVA FERREIRA• SOLANGE MARIA LEITA DE SÁ
  3. 3. MENSAGEMA atividade do cuidar, além decomplexa, exige confiabilidade à assistênciaprestada por meio de procedimentos seguros.A construção de protocolos é imprescindívelpara a execução das ações nas quais aenfermagem está envolvida.
  4. 4. PROTOCOLOCONCEITO:• É o conjunto de dados que permitemdirecionar o trabalho e registrar oficialmenteos cuidados executados na resolução ouprevenção de um problema.• É uma proposta de padronização deprocedimentos feitos pela equipe deenfermagem.
  5. 5. FINALIDADESPadronizar as técnicas e os procedimentosrealizados pela equipe de enfermagem emtoda a rede de assistência hospitalar;Fornecer conteúdos teóricosnecessários, como:finalidade, indicação, contra-indicação, responsabilidade,risco e pontoscríticos;Fornecer materiais necessários, descrição datécnica, recomendações e referências.
  6. 6. ATRIBUIÇÕES DO ENFERMEIRO 1. Participar de ações de Educação em saúde realizando grupos educativos; 2. Participar das atividades em vigilância à saúde; 3. Participar do núcleo de saúde coletiva; 4. Integrar a equipe de acolhimento, recebendo, executando, resolvendo erealizando o encaminhamento necessário; 5. Apoiar a equipe de saúde; 6. Participar da discussão e elaboração de projetos terapêuticos; 7. Participar do processo de cadastramento e adscrição de clientela; 8. Executar procedimentos básicos de enfermagem; 9. Participar de atendimentos programáticos prestando assistência integral àsaúde individual e coletiva ao longo do ciclo vital; 10. Participar e estimular o controle social ; 11. Promover a intersetorialidade; 12. Produzir conhecimentos técnicos através da realização de pesquisas e estudosda ação profissional e utilizá-los como subsídios nas intervenções em saúde; 13. Prescrever medicamentos e solicitar exames laboratoriais previstos emprotocolos de saúde pública (em anexo).
  7. 7. ATRIBUIÇÕES DO AUXILIAR DEENFERMAGEM• Realizar procedimentos básicos de enfermagem (verificação desinais vitais, punção venosa periférica, curativo, administração demedicamento via oral, nasal, tópica, retal e parenteral, deinalação, oxigenoterapia, coleta de exames);• Executar e orientar ações do projeto terapêutico;• Promover ações de higiene e conforto;• Efetuar controle de rede de frio;• Administrar imunobiológicos;• Efetuar controle de pacientes e comunicantes em doençastransmissíveis;• Realizar esterilização e desinfecção;• Participar de ações de educação em saúde;• Participar no acolhimento;• Realizar visitas domiciliares e convocação;• Participar no processo de cadastro e adscrição de clientela.
  8. 8. ATRIBUIÇÕES DO TÉCNICO DEENFERMAGEM- Realizar higiene do paciente (enfermaria);- Fiscalizar a higiene do paciente pré-hemodiálise;- Instalação do paciente nas máquinas de diálise;- Monitorização da terapia;- Atuação nas intercorrências que possam surgir durante a terapia;- Administração de medicamentos prescritos;- Atuação sistêmica de maneira integral ao paciente.

×