Joel coen

345 visualizações

Publicada em

Joel Coen - Comunicação e Multimédia - Produção Audiovisual

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
345
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Joel coen

  1. 1. Joel Daniel CoenNome: Joel Daniel CoenData de nascimento: 29 Novembro1954, Minneapolis, Minnesota, EUANacionalidade: AmericanoÁrea: produção, realização e escrita cinematográfica.
  2. 2. PortfólioFargo (1996) No Country for Old Men (2007)
  3. 3. PortfólioThe Man Who Wasn’t There (2001) True Grit (2010)
  4. 4. PortfólioA Serious Man (2009) Burn After Reading (2008)
  5. 5. Técnicas Sendo o seu trabalho realizado em parceria com o seuirmão Ethan Coen torna-se quase impossível analisar umsem o outro. Joel é conceituado por estabelecer uma uniformidadeao seguir as regras de realização, juntamente com o seuirmão. Nos seus filmes podem ser encontradas váriasreferências a Stanley Kubrick (Laranja Mecânica, TheShining, 2001: Odisseia no Espaço). Os trabalhos cinematográficos dos dois irmãos têm emfoco, geralmente, um objeto do quotidiano, por exemplo: Millers Crossing (1990) – Chapéu; The Big Lebowsky (1998) – Bola de bowling; The Man Who Wasn’t There (2001) – Roda de umcarro.
  6. 6. Técnicas (Continuação) Joel Coen criou também aspetos que permitemidentificar com facilidade os seus filmes. Entre elesdestacam-se:• O recurso ao mesmo ator - Steve Buscemi (6vezes); Frances McDormand (5 vezes); Jon Polito (5vezes); entre outros.• O uso de uma frase característica que é repetida váriasvezes no desenrolar do filme.• Recurso a estereótipos no que toca à construção dapersonagem e que intensifica o cenário e a localizaçãoescolhida para o filme.• Recurso a um personagem com uma forma invulgar deapresentar a narrativa.
  7. 7. Técnicas (Continuação)• O recurso a time pieces, isto é, a narrativa em sidesenrola-se não no presente, mas sim num passadopróximo - Fargo (1996) desenrola-se em 1987; The BigLebowski (1998) em 1991; No Country for Old Men (2007)em 1980.• A maioria dos seus filmes contém uma personagemvítima de um crime violento.• Os homens tendem a sofrer mortes sangrentas ebizarras.• A cena de abertura é feita mostrando uma paisagemque indica o local onde o filme se vai desenvolver, e com orecurso ao voiceover – No Country For Old Men; The BigLebowski ; O Brother, Where Art Thou?
  8. 8. Técnicas (Continuação)• Recorre a cenas de rapto na grande parte dos seusfilmes – Fargo• http://www.youtube.com/watch?v=Jn2VtCfsqdQ
  9. 9. Reflexão Fazendo do ecrã a sua tela e da camarao seu pincel, Coen criou elaboradashomenagens a cineastas de renome, atécnicas revolucionadoras e a obras primasdo cinema, sustentando assim os pilaresdesta arte e criando um curioso elo deligação entre o cinema de hoje em dia e osclássicos que nos acompanham.
  10. 10. Conclusão Tendo dirigido 18 filmes e escrito 21, JoelCoen, com o seu irmão Ethan, criou o seupróprio cinema, dando-lhe inúmerascaracterísticas (quer na seleção deatores, quer na construção da narrativa emsi) que permitem que a audiência identifiquefacilmente o seu trabalho.
  11. 11. Webgrafia• http://www.imdb.com/name/nm0001054/bi o• http://www.youtube.com

×