Al 2.1 preparação e diluição de soluções

738 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
738
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Al 2.1 preparação e diluição de soluções

  1. 1. Visualizar: http://highered.mcgraw- hill.com/olcweb/cgi/pluginpop.cgi?it=swf::525::530::/sites/dl/free/0073511072/32 2633/Making_a_Solution.swf::Making http://highered.mcgraw- hill.com/olcweb/cgi/pluginpop.cgi?it=swf::525::530::/sites/dl/free/0073511072/32 2633/10_prep_solu_dilution.swf::Preparing
  2. 2. 1ª parte - Como preparar 50,0 cm3 de uma solução aquosa de tiossulfato de sódio penta-hidratado 0,030 mol dm-3 ?
  3. 3. 1º - Determinar a massa de sólido (soluto), necessária à solução: • Determinação da quantidade de soluto (n) na solução a preparar: • Determinação da massa molar, M, do tiosulfato de sódio penta- hidratado: M(Na2S2O3.5H2O) = 248,20 g mol-1 • Calcular a massa, m, do soluto a utilizar:
  4. 4. 2º - DISSOLUÇÃO do soluto 1º - Medir a massa de soluto em vidro de relógio, numa balança. 2º - Transferir o soluto para um copo de precipitação com a ajuda de uma vareta. 3º - Lavar o vidro de relógio com o solvente (água destilada) para dentro do copo de precipitação. 4º - Dissolver o soluto numa pequena quantidade de solvente, com o auxilio de uma vareta. 5º - Transferir a mistura para o balão volumétrico com a capacidade desejada. 6º - Lavar o copo de precipitação e o funil, adicionando mais solvente.
  5. 5. DISSOLUÇÃO (cont.) 7º - Homogeneizar a solução invertendo várias vezes o balão volumétrico tapado. 8º - Encher o balão até ao traço de referência (menisco inferior coincidente com o traço); se necessário utilizar uma pipeta de Pasteur. 9º - Homogeneizar, de novo. 10º - Transferir a solução para um frasco, previamente rotulado com uma etiqueta indicando o nome da solução, a sua concentração e a data de preparação.
  6. 6. 2ª parte - Como preparar uma solução, a partir da anterior, por diluição ? Solução A V = 50 cm3 c = 0,003 mol dm-3 Solução B V = 100 cm3 c = 2,4 10-3 mol dm-3 Solução C V = 250 cm3 c = 1,8 10-3 mol dm-3
  7. 7. 1º - Determinação do volume de solução-mãe necessário para efectuar as diluições propostas: • Solução A V = 50 cm3 c = 0,003 mol dm-3
  8. 8. Determinação do volume de solução-mãe necessário para efectuar as diluições propostas (cont.) • Solução B V = 100 cm3 c = 2,4×10-3 mol dm-3
  9. 9. Determinação do volume de solução-mãe necessário para efectuar as diluições propostas (cont.) • Solução C V = 250 cm3 c = 1,8×10-3 mol dm-3
  10. 10. 2º - Diluição 1º - Medir, com uma pipeta (graduada ou volumétrica), o volume de solução concentrada (solução-mãe). 2º - Transferir o volume medido para o balão volumétrico com a capacidade desejada. 3º - Adicionar água destilada (solvente) até ao traço de referencia do balão volumétrico (menisco inferior do liquido coincidente com o traço). 4º - Homogeneizar a solução e verificar o volume da solução. 5º - Armazenar a solução com o devido rótulo.
  11. 11. consultar: http://fisica10f.wordpress.com/

×