SlideShare uma empresa Scribd logo
Concentração das
Soluções
Professora Ana Cristina FélixVieiraDias
Com slides de : Profª Especialista Thaiza Montine
http://quimilokos.blogspot.com
• Você já deve ter observado, que determinado volume de água
pode dissolver quantidades maiores ou menores de açúcar.
Quando o açúcar começa a se depositar no fundo do
recipiente é porque saturamos a solução, na temperatura em
que a realizamos.
• É importante saber que, nas práticas de química, as reações
geralmente ocorrem quando os reagentes estão em solução, e
consequentemente, devemos conhecer a proporção existente
entre as quantidades de soluto e solvente ou ainda de soluto e
de solução. A este procedimento chamamos de concentração
das soluções.
• Existem diversas maneiras de determinar a concentração de
uma solução.
Concentração das Soluções
Concentração Comum
• Concentração comum é a relação entre a massa
do soluto, em gramas e o volume da solução, em
litros.
Sendo: C = concentração comum
m1 = massa do soluto, em gramas.
V = volume da solução, em litros.
Aplicação:
• Qual a concentração de uma solução que contém
20 gramas do soluto dissolvido em 0,5 litro de
solução?
m1 = 20 g
V = 0,5 litro
C = m1/V
C = 20g / 0,5 litro
C = 40 g / litro
Densidade
• Densidade é a relação entre a massa da solução,
em gramas e o volume da solução, em mililitros ou
centímetros cúbicos.
Sendo: d = densidade
m = massa da solução, em gramas
V = da solução em mililitros ou
centímetros cúbicos.
Título em massa
• Título é a relação entre a massa do soluto e
a massa da solução.
Sendo:
τ = título (é um número puro, isto é,
não tem unidade).
m1 = massa do soluto
m2 = massa do solvente
m = massa da solução ( m1 + m2 ).
Aplicação:
• 10 gramas de um soluto A são dissolvidos em 90
gramas de um solvente B. Qual o título da
solução?
m1 = 10 gramas (soluto A)
m2 = 90 gramas (solvente B)
T = m1 / m1 + m2
T = 10 g / 100g
T = 0,1
Porcentagem em peso ou Título
percentual
• % em peso é a massa do soluto em 100 g da
solução.
• Aplicação:
Qual a percentagem em peso da solução anterior ?
(% em peso) = título x 100
(% em peso) = 0,1 x 100
(% em peso) = 10%
Molaridade
• Molaridade ou concentração molar é a relação
entre o número de mols do soluto e o volume da
solução, em litros.
Sendo:
M= molaridade ou concentração molar
n1 = número de mols do soluto.
V = volume da solução, em litros.
OBS.: Número de Mol é a relação entre a massa
do soluto em grama e sua massa molar.
Relacionando a Molaridade com a
Concentração Comum
Aplicação:
• Foram dissolvidos 4,9 g de H2SO4 em água suficiente
para 0,5 litros de solução. Qual a concentração molar
(molaridade) e a concentração comum da solução ?
Dado: massa molar de H2SO4 = 98 g/mol
Cálculo da concentração molar ou molaridade:
n1 = m1 / M M = n1 / V (litros)
n1 = 4,9 g / 98 g M = 0,05 mol / 0,5 litros
n1= 0,05 mol M = 0,1 molar ou mol/L
Cálculo da concentração comum:
C = M . M
C = 0,1 mol/litro . 98 g/mol
C = 9,8g / litro
ou
C = m1 / V
C = 4,9g/0,5 litros
C = 9,8g/litro
RELAÇÕES ENTRE AS
CONCENTRAÇÕES
C = M . M = 1000 . d . T
Bibliografia utilizada:
http://www.virtualquimica.hpg.ig.com.br/concentacao
.html
Concentração de soluções aquosas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
Ezequias Guimaraes
 
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Jessica Amaral
 
Forças intermoleculares
Forças intermoleculares Forças intermoleculares
Forças intermoleculares
Marco Bumba
 
Concentração das soluções
Concentração  das soluçõesConcentração  das soluções
Concentração das soluções
Adrianne Mendonça
 
Solubilidade
SolubilidadeSolubilidade
Solubilidade
Ajudar Pessoas
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
José Nunes da Silva Jr.
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
Kátia Elias
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
Adrianne Mendonça
 
Soluções 2º ano
Soluções   2º anoSoluções   2º ano
Soluções 2º ano
Silvio Gentil
 
Dilução e mistura de soluções
Dilução e mistura de soluçõesDilução e mistura de soluções
Dilução e mistura de soluções
Marilena Meira
 
Misturas e substâncias puras
 Misturas e substâncias puras Misturas e substâncias puras
Misturas e substâncias puras
samuelr81
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
Ajudar Pessoas
 
Densidade
DensidadeDensidade
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - RelatórioSolubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
Gabriela Begalli
 
Relatório exp. 01
Relatório exp. 01Relatório exp. 01
Relatório exp. 01
Ubirajara Vieira
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
Pedro Monteiro
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
Slides da aula de Química (Manoel) sobre SoluçõesSlides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
Turma Olímpica
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
URCA
 
Potenciometria
PotenciometriaPotenciometria
Potenciometria
Márcia Anjos
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
Paulo Filho
 

Mais procurados (20)

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
 
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
 
Forças intermoleculares
Forças intermoleculares Forças intermoleculares
Forças intermoleculares
 
Concentração das soluções
Concentração  das soluçõesConcentração  das soluções
Concentração das soluções
 
Solubilidade
SolubilidadeSolubilidade
Solubilidade
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
 
Soluções 2º ano
Soluções   2º anoSoluções   2º ano
Soluções 2º ano
 
Dilução e mistura de soluções
Dilução e mistura de soluçõesDilução e mistura de soluções
Dilução e mistura de soluções
 
Misturas e substâncias puras
 Misturas e substâncias puras Misturas e substâncias puras
Misturas e substâncias puras
 
Aula 1 introdução à química orgânica.
Aula 1    introdução à química orgânica.Aula 1    introdução à química orgânica.
Aula 1 introdução à química orgânica.
 
Densidade
DensidadeDensidade
Densidade
 
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - RelatórioSolubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
 
Relatório exp. 01
Relatório exp. 01Relatório exp. 01
Relatório exp. 01
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
Slides da aula de Química (Manoel) sobre SoluçõesSlides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Soluções
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
 
Potenciometria
PotenciometriaPotenciometria
Potenciometria
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 

Destaque

Soluções - Química geral para engenharia
Soluções - Química geral para engenhariaSoluções - Química geral para engenharia
Soluções - Química geral para engenharia
Joana Gomes
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
oliveiradr
 
Soluções 1
Soluções 1Soluções 1
Soluções 1
UNIGRANRIO
 
Solucoes-Colóides- Prof André
Solucoes-Colóides- Prof AndréSolucoes-Colóides- Prof André
Solucoes-Colóides- Prof André
André Melão Brondani
 
Aula 02. Concentração Comum e Densidade
Aula 02. Concentração Comum e DensidadeAula 02. Concentração Comum e Densidade
Aula 02. Concentração Comum e Densidade
Carlos Henrique de Oliveira
 
TERMOQUÍMICA - TEORIA
TERMOQUÍMICA - TEORIATERMOQUÍMICA - TEORIA
TERMOQUÍMICA - TEORIA
Cursos Profissionalizantes
 
Concentração das soluções parte 2
Concentração  das soluções parte 2Concentração  das soluções parte 2
Concentração das soluções parte 2
Adrianne Mendonça
 
Preparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma SoluçãoPreparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma Solução
713773
 
Concentracao de solucoes
Concentracao de solucoesConcentracao de solucoes
Concentracao de solucoes
Cristina De Morais Mendes
 
Vírus
VírusVírus
1S- Citoplasma completo outubro2014
1S- Citoplasma   completo  outubro20141S- Citoplasma   completo  outubro2014
1S- Citoplasma completo outubro2014
Ionara Urrutia Moura
 
Lista 1-preparação-de-soluções
Lista 1-preparação-de-soluçõesLista 1-preparação-de-soluções
Lista 1-preparação-de-soluções
viano esvencio nofre morais
 
Aminoácidos
Aminoácidos   Aminoácidos
Aminoácidos
Caio Passoni
 
Célula vegetal parede celulósica
Célula vegetal parede celulósicaCélula vegetal parede celulósica
Célula vegetal parede celulósica
Marcos Albuquerque
 
Concentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
Concentração de soluções - Resumo e Lista de ExercíciosConcentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
Concentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
rennan_ps
 
Aula 1 preparo de soluções
Aula 1   preparo de soluçõesAula 1   preparo de soluções
Aula 1 preparo de soluções
Josué Fogaça
 
Fisico quimica
Fisico quimicaFisico quimica
Fisico quimica
Marconi Borba Mondo
 
Proteínas resumao
Proteínas resumaoProteínas resumao
Proteínas resumao
LeomaraAndrade
 
Quimica Alimentos Proteinas Aplicações
Quimica Alimentos Proteinas AplicaçõesQuimica Alimentos Proteinas Aplicações
Quimica Alimentos Proteinas Aplicações
Ricardo Stefani
 
Os colóides do solo
Os colóides do soloOs colóides do solo
Os colóides do solo
Ibrain A. Pires
 

Destaque (20)

Soluções - Química geral para engenharia
Soluções - Química geral para engenhariaSoluções - Química geral para engenharia
Soluções - Química geral para engenharia
 
Equilíbrio químico
Equilíbrio químicoEquilíbrio químico
Equilíbrio químico
 
Soluções 1
Soluções 1Soluções 1
Soluções 1
 
Solucoes-Colóides- Prof André
Solucoes-Colóides- Prof AndréSolucoes-Colóides- Prof André
Solucoes-Colóides- Prof André
 
Aula 02. Concentração Comum e Densidade
Aula 02. Concentração Comum e DensidadeAula 02. Concentração Comum e Densidade
Aula 02. Concentração Comum e Densidade
 
TERMOQUÍMICA - TEORIA
TERMOQUÍMICA - TEORIATERMOQUÍMICA - TEORIA
TERMOQUÍMICA - TEORIA
 
Concentração das soluções parte 2
Concentração  das soluções parte 2Concentração  das soluções parte 2
Concentração das soluções parte 2
 
Preparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma SoluçãoPreparação e Diluição de uma Solução
Preparação e Diluição de uma Solução
 
Concentracao de solucoes
Concentracao de solucoesConcentracao de solucoes
Concentracao de solucoes
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
1S- Citoplasma completo outubro2014
1S- Citoplasma   completo  outubro20141S- Citoplasma   completo  outubro2014
1S- Citoplasma completo outubro2014
 
Lista 1-preparação-de-soluções
Lista 1-preparação-de-soluçõesLista 1-preparação-de-soluções
Lista 1-preparação-de-soluções
 
Aminoácidos
Aminoácidos   Aminoácidos
Aminoácidos
 
Célula vegetal parede celulósica
Célula vegetal parede celulósicaCélula vegetal parede celulósica
Célula vegetal parede celulósica
 
Concentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
Concentração de soluções - Resumo e Lista de ExercíciosConcentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
Concentração de soluções - Resumo e Lista de Exercícios
 
Aula 1 preparo de soluções
Aula 1   preparo de soluçõesAula 1   preparo de soluções
Aula 1 preparo de soluções
 
Fisico quimica
Fisico quimicaFisico quimica
Fisico quimica
 
Proteínas resumao
Proteínas resumaoProteínas resumao
Proteínas resumao
 
Quimica Alimentos Proteinas Aplicações
Quimica Alimentos Proteinas AplicaçõesQuimica Alimentos Proteinas Aplicações
Quimica Alimentos Proteinas Aplicações
 
Os colóides do solo
Os colóides do soloOs colóides do solo
Os colóides do solo
 

Semelhante a Concentração de soluções aquosas

Aula3 SOLUCÇÕES.pptx
Aula3 SOLUCÇÕES.pptxAula3 SOLUCÇÕES.pptx
Aula3 SOLUCÇÕES.pptx
JooEdilsonJoaquim
 
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptxAULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
FernandoThiago9
 
Soluções - resolução de exercícios
Soluções - resolução de exercíciosSoluções - resolução de exercícios
Soluções - resolução de exercícios
MateusCoelho36
 
concentração comum e concentração em molL.ppt
concentração comum e concentração em molL.pptconcentração comum e concentração em molL.ppt
concentração comum e concentração em molL.ppt
MarcoReisBrugnerotto
 
"Somos Físicos" Concentração Comum
"Somos Físicos" Concentração Comum"Somos Físicos" Concentração Comum
"Somos Físicos" Concentração Comum
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Concentracao
ConcentracaoConcentracao
Concentracao
quimicaloka
 
Atividade 9 e 10 progressao semi ext noite 2016
Atividade 9 e 10    progressao semi ext noite 2016Atividade 9 e 10    progressao semi ext noite 2016
Atividade 9 e 10 progressao semi ext noite 2016
paulomigoto
 
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5es
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5esSolu%E7%F5es Defini%E7%F5es
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5es
Tallys_bio_qui
 
Mais
MaisMais
Aula0803
Aula0803Aula0803
Aula0803
LaizaDias3
 
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãofCONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
alessandraoliveira324
 
Solucoes
SolucoesSolucoes
Solucoes
positrao
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
Fábio Lippa
 
Aula iii soluções
Aula iii   soluçõesAula iii   soluções
Aula iii soluções
Aline Carla
 
Dispersões e soluções.pdf
Dispersões e soluções.pdfDispersões e soluções.pdf
Dispersões e soluções.pdf
hevertonvaz
 
Soluções e cálculos químicos (mariana)
Soluções e cálculos químicos (mariana)Soluções e cálculos químicos (mariana)
Soluções e cálculos químicos (mariana)
Leonardo Carneiro
 
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
Vídeo Aulas Apoio
 
Concentração de soluções
Concentração de soluçõesConcentração de soluções
Concentração de soluções
eufisica
 
Teoria da solução
Teoria da soluçãoTeoria da solução
Teoria da solução
Ana Dias
 
Apostila de quimica inorganica
Apostila  de  quimica  inorganicaApostila  de  quimica  inorganica
Apostila de quimica inorganica
Neejacp
 

Semelhante a Concentração de soluções aquosas (20)

Aula3 SOLUCÇÕES.pptx
Aula3 SOLUCÇÕES.pptxAula3 SOLUCÇÕES.pptx
Aula3 SOLUCÇÕES.pptx
 
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptxAULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
AULA atual de SOLUCOES da QUIMICA!!.pptx
 
Soluções - resolução de exercícios
Soluções - resolução de exercíciosSoluções - resolução de exercícios
Soluções - resolução de exercícios
 
concentração comum e concentração em molL.ppt
concentração comum e concentração em molL.pptconcentração comum e concentração em molL.ppt
concentração comum e concentração em molL.ppt
 
"Somos Físicos" Concentração Comum
"Somos Físicos" Concentração Comum"Somos Físicos" Concentração Comum
"Somos Físicos" Concentração Comum
 
Concentracao
ConcentracaoConcentracao
Concentracao
 
Atividade 9 e 10 progressao semi ext noite 2016
Atividade 9 e 10    progressao semi ext noite 2016Atividade 9 e 10    progressao semi ext noite 2016
Atividade 9 e 10 progressao semi ext noite 2016
 
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5es
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5esSolu%E7%F5es Defini%E7%F5es
Solu%E7%F5es Defini%E7%F5es
 
Mais
MaisMais
Mais
 
Aula0803
Aula0803Aula0803
Aula0803
 
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãofCONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES.pdconcentraçãof
 
Solucoes
SolucoesSolucoes
Solucoes
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Aula iii soluções
Aula iii   soluçõesAula iii   soluções
Aula iii soluções
 
Dispersões e soluções.pdf
Dispersões e soluções.pdfDispersões e soluções.pdf
Dispersões e soluções.pdf
 
Soluções e cálculos químicos (mariana)
Soluções e cálculos químicos (mariana)Soluções e cálculos químicos (mariana)
Soluções e cálculos químicos (mariana)
 
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Soluções - Vídeo Aula
 
Concentração de soluções
Concentração de soluçõesConcentração de soluções
Concentração de soluções
 
Teoria da solução
Teoria da soluçãoTeoria da solução
Teoria da solução
 
Apostila de quimica inorganica
Apostila  de  quimica  inorganicaApostila  de  quimica  inorganica
Apostila de quimica inorganica
 

Mais de Ana Dias

Teoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganicaTeoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganica
Ana Dias
 
Isomeria
IsomeriaIsomeria
Isomeria
Ana Dias
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
Ana Dias
 
Funçoes oxigenadas
Funçoes oxigenadasFunçoes oxigenadas
Funçoes oxigenadas
Ana Dias
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
Ana Dias
 
GASES PERFEITOS
GASES PERFEITOSGASES PERFEITOS
GASES PERFEITOS
Ana Dias
 
Introdução à Química Orgânica
Introdução à Química OrgânicaIntrodução à Química Orgânica
Introdução à Química Orgânica
Ana Dias
 
Eletroquimica PILHAS
Eletroquimica PILHASEletroquimica PILHAS
Eletroquimica PILHAS
Ana Dias
 
Eletroquímica prof.ana cristina
Eletroquímica prof.ana cristinaEletroquímica prof.ana cristina
Eletroquímica prof.ana cristina
Ana Dias
 
Roteiro cesio radioatividade
Roteiro cesio radioatividadeRoteiro cesio radioatividade
Roteiro cesio radioatividade
Ana Dias
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
Ana Dias
 
Tabela periódica dos elementos
Tabela periódica dos elementosTabela periódica dos elementos
Tabela periódica dos elementos
Ana Dias
 
Atomística - Dalton ao átomo Moderno
Atomística - Dalton ao átomo ModernoAtomística - Dalton ao átomo Moderno
Atomística - Dalton ao átomo Moderno
Ana Dias
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
Ana Dias
 
Gases e poluição
Gases e poluiçãoGases e poluição
Gases e poluição
Ana Dias
 
Aula inaugural
Aula inauguralAula inaugural
Aula inaugural
Ana Dias
 

Mais de Ana Dias (16)

Teoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganicaTeoria Acido-base inorganica
Teoria Acido-base inorganica
 
Isomeria
IsomeriaIsomeria
Isomeria
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
 
Funçoes oxigenadas
Funçoes oxigenadasFunçoes oxigenadas
Funçoes oxigenadas
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
GASES PERFEITOS
GASES PERFEITOSGASES PERFEITOS
GASES PERFEITOS
 
Introdução à Química Orgânica
Introdução à Química OrgânicaIntrodução à Química Orgânica
Introdução à Química Orgânica
 
Eletroquimica PILHAS
Eletroquimica PILHASEletroquimica PILHAS
Eletroquimica PILHAS
 
Eletroquímica prof.ana cristina
Eletroquímica prof.ana cristinaEletroquímica prof.ana cristina
Eletroquímica prof.ana cristina
 
Roteiro cesio radioatividade
Roteiro cesio radioatividadeRoteiro cesio radioatividade
Roteiro cesio radioatividade
 
Ligaçoes quimicas
Ligaçoes quimicasLigaçoes quimicas
Ligaçoes quimicas
 
Tabela periódica dos elementos
Tabela periódica dos elementosTabela periódica dos elementos
Tabela periódica dos elementos
 
Atomística - Dalton ao átomo Moderno
Atomística - Dalton ao átomo ModernoAtomística - Dalton ao átomo Moderno
Atomística - Dalton ao átomo Moderno
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
Gases e poluição
Gases e poluiçãoGases e poluição
Gases e poluição
 
Aula inaugural
Aula inauguralAula inaugural
Aula inaugural
 

Último

O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

Concentração de soluções aquosas

  • 1. Concentração das Soluções Professora Ana Cristina FélixVieiraDias Com slides de : Profª Especialista Thaiza Montine http://quimilokos.blogspot.com
  • 2. • Você já deve ter observado, que determinado volume de água pode dissolver quantidades maiores ou menores de açúcar. Quando o açúcar começa a se depositar no fundo do recipiente é porque saturamos a solução, na temperatura em que a realizamos. • É importante saber que, nas práticas de química, as reações geralmente ocorrem quando os reagentes estão em solução, e consequentemente, devemos conhecer a proporção existente entre as quantidades de soluto e solvente ou ainda de soluto e de solução. A este procedimento chamamos de concentração das soluções. • Existem diversas maneiras de determinar a concentração de uma solução. Concentração das Soluções
  • 3. Concentração Comum • Concentração comum é a relação entre a massa do soluto, em gramas e o volume da solução, em litros. Sendo: C = concentração comum m1 = massa do soluto, em gramas. V = volume da solução, em litros.
  • 4. Aplicação: • Qual a concentração de uma solução que contém 20 gramas do soluto dissolvido em 0,5 litro de solução? m1 = 20 g V = 0,5 litro C = m1/V C = 20g / 0,5 litro C = 40 g / litro
  • 5. Densidade • Densidade é a relação entre a massa da solução, em gramas e o volume da solução, em mililitros ou centímetros cúbicos. Sendo: d = densidade m = massa da solução, em gramas V = da solução em mililitros ou centímetros cúbicos.
  • 6. Título em massa • Título é a relação entre a massa do soluto e a massa da solução. Sendo: τ = título (é um número puro, isto é, não tem unidade). m1 = massa do soluto m2 = massa do solvente m = massa da solução ( m1 + m2 ).
  • 7. Aplicação: • 10 gramas de um soluto A são dissolvidos em 90 gramas de um solvente B. Qual o título da solução? m1 = 10 gramas (soluto A) m2 = 90 gramas (solvente B) T = m1 / m1 + m2 T = 10 g / 100g T = 0,1
  • 8. Porcentagem em peso ou Título percentual • % em peso é a massa do soluto em 100 g da solução. • Aplicação: Qual a percentagem em peso da solução anterior ? (% em peso) = título x 100 (% em peso) = 0,1 x 100 (% em peso) = 10%
  • 9. Molaridade • Molaridade ou concentração molar é a relação entre o número de mols do soluto e o volume da solução, em litros. Sendo: M= molaridade ou concentração molar n1 = número de mols do soluto. V = volume da solução, em litros. OBS.: Número de Mol é a relação entre a massa do soluto em grama e sua massa molar.
  • 10. Relacionando a Molaridade com a Concentração Comum Aplicação: • Foram dissolvidos 4,9 g de H2SO4 em água suficiente para 0,5 litros de solução. Qual a concentração molar (molaridade) e a concentração comum da solução ? Dado: massa molar de H2SO4 = 98 g/mol Cálculo da concentração molar ou molaridade: n1 = m1 / M M = n1 / V (litros) n1 = 4,9 g / 98 g M = 0,05 mol / 0,5 litros n1= 0,05 mol M = 0,1 molar ou mol/L
  • 11. Cálculo da concentração comum: C = M . M C = 0,1 mol/litro . 98 g/mol C = 9,8g / litro ou C = m1 / V C = 4,9g/0,5 litros C = 9,8g/litro
  • 12. RELAÇÕES ENTRE AS CONCENTRAÇÕES C = M . M = 1000 . d . T