Módulo 11
 Estar unido, ligado, junto, atado a; formar um todo; consistir;
 Pronomes pessoais:  ele, ela, nós, o, a, lhe, lhes – flexões; “Vitaminas fazem bem à saúde, mas  não devemos tomá-las s...
 Artigos definidos: o, a, os, as  (no, na, nos, nas); “Um cão de caça espantou uma lebre para  fora de sua toca, mas dep...
 Pronomes       possessivos: meu, teu, seu    – flexões;   “A instituição é uma das mais famosas da    localidade. Seus ...
 Expressões qualitativas; “Muito ainda precisamos crescer, revela o maior  jogador de futebol de todos os tempos.” Repe...
 Repetição     de nome próprio/parte    dele:   “Machado de Assis revelou-se como um    dos maiores contistas da literat...
 Palavras sinônimas/quase sinônimas: “Os automóveis colocados à venda durante a  exposição não obtiveram muito sucesso. ...
   Coesão por hiperônimos/hipônimos;   “O Rio de Janeiro é uma das cidades mais importantes    do Brasil. A cidade marav...
 Princípio   da repetição; Todo texto requer a reiteração de  elementos já mencionados. A coerência depende da Coesão:...
 Princípio   da progressão; Acréscimo  de elementos semânticos  novos – não ficar dizendo a mesma  coisa. Respeitar a c...
 Princípio   da não contradição; Não  contradizer o que já foi dito: “O Brasil não jogou mesmo bem  contra a Argentina....
 Princípio da relação; Um texto coerente precisa fazer  sentido, seja no plano da realidade, seja no  da ficção. “Parti...
 Existe um percurso que liga o sentido  denotativo ao conotativo: “A boca do fofoqueiro cospe  veneno, mas a do sábio de...
 Não  há relação de semelhança de  sentido absoluta: Desquite:  dissolução jurídica do  contrato conjugal, com separação...
 Não  há relação de oposição de  sentido absoluta. Uma mesma  palavra ou expressão pode funcionar  como antônima de si me...
 HIPÔNIMO: palavra ou expressão de  sentido mais específico. HIPERÔNIMO: palavra ou expressão de  sentido mais amplo. A...
   HOMÔNIMAS: palavras com a mesma    forma (escrita/som) mas com    significados diferentes.
 HOMÔNIMAS      PERFEITAS: iguais na escrita; e no som (manga, botão); HOMÔNIMAS     HOMÓFONAS: iguais no som; diferente...
   PARÔNIMAS: parecidas na forma, mas    diferentes no significado;   Retificar(corrigir) – ratificar (confirmar);   Co...
   PALAVRAS DÊITICAS: dependem da    situação (contexto) para serem interpretadas;    sentido fora do texto:   Bilhete: ...
 PALAVRAS ANAFÓRICAS:        dependem da situação (contexto) para serem interpretadas; sentido dentro do texto: “Ana    ...
“André e Pedro são fanáticos torcedores defutebol. Apesar disso, são diferentes. Estenão briga com quem torce para outro t...
 PRESSUPOSIÇÕES:       Conteúdos não declarados, mas que podem ser apreendidos a partir de certas palavras ou expressões ...
   SUBENTENDIDOS: informações que    chegam sem terem sido ditas; é o que    se deduz do que é dito ou escrito, sem    es...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3 em mód11-coesão-coerência

1.218 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
136
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3 em mód11-coesão-coerência

  1. 1. Módulo 11
  2. 2.  Estar unido, ligado, junto, atado a; formar um todo; consistir;
  3. 3.  Pronomes pessoais: ele, ela, nós, o, a, lhe, lhes – flexões; “Vitaminas fazem bem à saúde, mas não devemos tomá-las sem a devida orientação”. Advérbios: aqui, ali, lá, aí; “Ele não podia deixar de visitar o Corcovado. Lá demorou mais de duas horas.”
  4. 4.  Artigos definidos: o, a, os, as (no, na, nos, nas); “Um cão de caça espantou uma lebre para fora de sua toca, mas depois de longa perseguição, ele parou a caçada. Um pastor de cabras, vendo- o parar, ridicularizou-o dizendo:[...] O cão de caça respondeu:” Pronomes demonstrativos: este, esse, aquele – flexões; “O que me fascina em Machado de Assis é isto: sua ironia”.
  5. 5.  Pronomes possessivos: meu, teu, seu – flexões; “A instituição é uma das mais famosas da localidade. Seus funcionários trabalham lá há anos.” Numerais: primeiro, segundo, ambos. “Foram divulgados dois avisos: o primeiro era para os alunos e o segundo cabia à administração do colégio”.
  6. 6.  Expressões qualitativas; “Muito ainda precisamos crescer, revela o maior jogador de futebol de todos os tempos.” Repetição de uma palavra/expressão; “O papa viajou pelo Brasil. O papa reuniu nas capitais grande multidão de admiradores”.
  7. 7.  Repetição de nome próprio/parte dele: “Machado de Assis revelou-se como um dos maiores contistas da literatura brasileira. A vasta produção de Machado garante a diversidade temática e a oferta de variados títulos”. Nominalização: “A moça foi declarar-se culpada do crime. Essa declaração, entretanto, não foi aceita pelo juiz responsável pelo caso.”
  8. 8.  Palavras sinônimas/quase sinônimas: “Os automóveis colocados à venda durante a exposição não obtiveram muito sucesso. Isso talvez tenha ocorrido porque os carros não estavam em um lugar de destaque no evento.” Coesão por metonímia: “O governo tem demonstrado preocupação com os índices de inflação. O Planalto não revelou ainda a taxa deste mês”.
  9. 9.  Coesão por hiperônimos/hipônimos; “O Rio de Janeiro é uma das cidades mais importantes do Brasil. A cidade maravilhosa é conhecida mundialmente por suas belezas naturais, hospitalidade e carnaval”. Coesão por elipse ou ausência: “Cazuza viveu intensamente. Tinha fama de rebelde, mas queria mesmo era transgredir”. Coesão por frame; “Ontem fiz compras num supermercado. Esqueci de trazer o cupom fiscal”.
  10. 10.  Princípio da repetição; Todo texto requer a reiteração de elementos já mencionados. A coerência depende da Coesão:- Retomadas, substituições, recorrênci as de termos já mencionados.
  11. 11.  Princípio da progressão; Acréscimo de elementos semânticos novos – não ficar dizendo a mesma coisa. Respeitar a coerência: “Caio Fernando Abreu escreveu um bom livro. Os quatro princípios da coerência são repetição, progressão, não contradição e relação”.
  12. 12.  Princípio da não contradição; Não contradizer o que já foi dito: “O Brasil não jogou mesmo bem contra a Argentina. A vitória brasileira merece elogios de todos os brasileiros.”
  13. 13.  Princípio da relação; Um texto coerente precisa fazer sentido, seja no plano da realidade, seja no da ficção. “Partida da seleção brasileira em Belém. Entrevistaram o jogador Paulo Isidoro e perguntaram: - O que você acha de jogar em Belém? - É uma emoção muito forte jogar na cidade em que Cristo nasceu. – responde o jogador.”
  14. 14.  Existe um percurso que liga o sentido denotativo ao conotativo: “A boca do fofoqueiro cospe veneno, mas a do sábio destila mel.” “A cascavel produz veneno letal; a abelha produz mel” Veneno: produz dano. Mel: benéfico.
  15. 15.  Não há relação de semelhança de sentido absoluta: Desquite: dissolução jurídica do contrato conjugal, com separação de corpos e bens, sem quebra do vínculo matrimonial. Divórcio: rompimento legal de vínculo de matrimônio entre cônjuges, estabelecido na presença
  16. 16.  Não há relação de oposição de sentido absoluta. Uma mesma palavra ou expressão pode funcionar como antônima de si mesma: Eu te amo: dita depois de 20 anos de matrimônio feliz . Imagina, meu bem; você sabe que eu te amo: ironia.
  17. 17.  HIPÔNIMO: palavra ou expressão de sentido mais específico. HIPERÔNIMO: palavra ou expressão de sentido mais amplo. Aparelho/bafômetro; Jornalista uruguaio/Eduardo Galeano; Réptil/jacaré, cobra, lagarto, tartaruga.
  18. 18.  HOMÔNIMAS: palavras com a mesma forma (escrita/som) mas com significados diferentes.
  19. 19.  HOMÔNIMAS PERFEITAS: iguais na escrita; e no som (manga, botão); HOMÔNIMAS HOMÓFONAS: iguais no som; diferentes na escrita (acento/assento); HOMÔNIMAS HOMÓGRAFAS: iguais na escrita; diferentes no som (SEDE: /ê/é/);
  20. 20.  PARÔNIMAS: parecidas na forma, mas diferentes no significado; Retificar(corrigir) – ratificar (confirmar); Comprido (longo) – cumprido (realizado); Comprimento (extensão) – cumprimento (saudação); Descrição (ato de descrever) – discrição (reserva); Despensa (lugar para mantimento) – dispensa (desobrigação); Emergir (vir à tona) – imergir (afundar).
  21. 21.  PALAVRAS DÊITICAS: dependem da situação (contexto) para serem interpretadas; sentido fora do texto: Bilhete: “Aquela reunião será hoje à tarde”; Pronomes, artigos, advérbios, tempos verbais; “Aquela reunião será hoje à tarde”;
  22. 22.  PALAVRAS ANAFÓRICAS: dependem da situação (contexto) para serem interpretadas; sentido dentro do texto: “Ana Clara cortou-se com a faca ao descascar a laranja”. Pronomes,artigos definidos, alguns tempos verbais e advérbios;
  23. 23. “André e Pedro são fanáticos torcedores defutebol. Apesar disso, são diferentes. Estenão briga com quem torce para outro time;aquele o faz”.Isso: retoma o predicado, “são fanáticostorcedores de futebol”;Este: recupera a palavra Pedro;Aquele: refere-se ao termo André;o faz: retoma o predicado “briga com quem torcepara o outro time”.
  24. 24.  PRESSUPOSIÇÕES: Conteúdos não declarados, mas que podem ser apreendidos a partir de certas palavras ou expressões do texto. “Paulo parou de beber”. Pressuposição: Paulo bebia.
  25. 25.  SUBENTENDIDOS: informações que chegam sem terem sido ditas; é o que se deduz do que é dito ou escrito, sem estar literalmente dito. “Um jovem rapaz pergunta: - A bolsa da senhora está pesada?” Subentendido: o rapaz está se oferecendo para carregar a bolsa. DEPENDEM INTEIRAMENTE DE QUEM ESTÁ INTERPRETANDO O QUE É DITO/ESCRITO.

×