FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO   BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃODisciplina: Administração da Produção                 2008
Disciplina: Administração da Produção                 Primeira Aula    Credenciais do Professor            Bacharel em Adm...
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO   PROGRAMA DA DISCIPLINA1. EMENTA2. OBJETIVOS • Geral • Específicos3. METODOLOGIA
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO                  PROGRAMA DA DISCIPLINAEMENTA: Administração da Produção: conceitos, característ...
Administração da Produção                        CRONOGRAMA Carga horária:     4 aulas semanais – AGN/AAS     72 aulas no ...
Administração da Produção                 Bibliografia BásicaSLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON,Robert. Adminis...
Administração da ProduçãoConceituando ADM da Produção            2008
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO                                  Conceitos•    Administração da produção trata da maneira pela q...
GERENTES DE PRODUÇÃO• São funcionários da organização que exercem  responsabilidades particulares em administrar alguns ou...
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO                                                AdministraçãoForne-          Logística de        ...
Administração da Produção              Modelo Geral                                                                  Objet...
2ª SEMANA
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO         ERAS DA PRODUÇÃO   ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO  O HOMEM PRÉ-HISTÓRICO NÃO ADMINISTRAVA DA           ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO    INICIALMENTE O HOMEM VIVIA EM CLÃS – FAMÍLIAS E A ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO    A FORMAÇÃO DAS TRIBOS, ALDEIAS E ESTADOS PARA A   ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO     A ERA DA PRODUÇÃO EM MASSA: Elevado consumo de   ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO    A ERA DO MARKETING: Consumo motivado e direcionado...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO         CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO   A ERA DA PRODUÇÃO EM MASSA: Elevado consum...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO   A ERA DA PRODUÇÃO INFORMACIONAL: Consumo elevado   ...
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO   A IDÉIA, A MÁQUINA, O SER HUMANO E A PRODUÇÃO =    ...
3ª SEMANA
ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO                        ORGANOGRAMA                 PAPEL DO GERENTE DE PRODUÇÃO     ...
ESTRATÉGIA DA PRODUÇÃO                               Conceitos• Conjunto de princípios gerais que guiarão o  processo de t...
ESTRATÉGIAS NAS TRÊS ATIVIDADES DA                 PRODUÇÃOPROJETO1 - Desenvolvimento de Novos Produtos2 - Integração vert...
ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO                            ORGANOGRAMA                                 PAPEL DO GEREN...
ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO                 ORGANOGRAMA                           Gerente de                     ...
4ª SEMANA
PRODUÇÃO DE BENS ESERVIÇOS  PRODUTOS ou BENS          - Produto é qualquer oferta que possa satisfazer a uma necessidade  ...
A ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E AS DIFERENÇAS                 ENTRE BENS E SERVIÇOSCaracterística                     Indúst...
5ª SEMANA
ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO                                                                                                 ...
RELAÇÃO ENTRE A ADM DA PRODUÇÃO E OUTRAS ATIVIDADES NUMA ORGANIZAÇÃO                        Produção                      ...
6ª SEMANA
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO  BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO    ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO    TIPOLOGIA DA PRODUÇÃO    DIM...
TIPOLOGIA DA PRODUÇÃO       ASPECTOS CONSIDERADOS•Volume•Variedade•Variação de Demanda•Contato com o Consumidor
AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO                 1.   Alta repetibilidade                 2.   Especialização         ALTO        ...
AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO                   1.   Flexível            ALTO   2.   Complexo                   3.    Atende às...
8ª SEMANA
AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO                1.   Capacidade mutante         ALTO   2.   Antecipação                3.   Flexib...
AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO              1.    Satisfação definida pela percepção do                   consumidor            ...
PRÓXIMA AULA:A FERRAMENTA CRONOGRAMA
9ª SEMANA
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO  BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃOQUALIDADE NA PRODUÇÃO            2006
QUALIDADE NA PRODUÇÃO          O QUE É QUALIDADE?               Conformidade?                Padronização?                ...
10ª SEMANA
QUALIDADE E NA PRODUÇÃO         Estratégia                            Planejamento        de Produção                  +  ...
OBJETIVOS DE DESEMPENHO   Qualidade                           Rapidez                                                  Con...
11ª SEMANA
CICLO DE VIDA DO        PRODUTOTeoria que compara a evolução dosprodutos no mercado ao ciclo de vida dosseres vivos; que n...
Lançamento,Crescimento,                        CICLO DE VIDA DO PRODUTOMaturidadeou Declínio?                             ...
“Eu freqüentementedigo que tomar uma decisão,  mesmo uma má decisão,  é melhor que não tomar      decisão alguma.”
12ª SEMANA
FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO   Bacharelado em Administração             PROJETOSOBEJTIVOS DA AULA:Conhecer a estruturaç...
PROJETOSO Projeto é uma combinação de atividadesinter-relacionadas que devem ser executadasem determinada ordem, antes que...
PROJETOS           TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO            TEMPORAL DOS PROJETOS:DIAGRAMA DE BARRAS, ou gráfico de GanttCPM (Cr...
PLANEJAMENTO DO PROJETO                        AÇÕES      Definir o projeto, seu escopo e seus objetivos      Identificar ...
14ª SEMANA
PROJETO EXEMPLOEtapas do projeto de Elaboração de uma Apostila com as dependênciasATIVIDADE         DEFINIÇÃO         DURA...
DIAGRAMA DE BARRAS OU GRÁFICO DE                     GANTTO Diagrama de barras mostrado abaixo tem uma grande deficiência,...
DIAGRAMA DE SETAS   Representação Gráfica de uma atividade               Evento ATIVIDADE Evento               Inicial    ...
DIAGRAMA DE SETAS              Sem Escala1) Cada atividade é representada por uma e somente uma seta na rede. Caso uma   a...
Diagrama de Setassem escala3) A atividade fantasma deve ser utilizada em situações em que existam   atividades independent...
DIAGRAMA DE SETAS              Sem Escala4) Quando houver a imposição de alguma condição à execução da atividade, deve-se ...
16ª SEMANA
ANÁLISE DE CUSTOS NO PROEJTO   Três análises principais do projeto:   Levantamento do custo total do projeto;   Formaçã...
CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS DIRETOSSão os custos correspondentes aos recursos utilizados que variam naproporçã...
CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS INDIRETOSDizem respeito aos recursos utilizados na atividade que não variamproporc...
CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS CASUAISSão relativos a prêmios ou multas contratuais.        $                    ...
CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTO TOTALO custo total de uma atividade é a soma de custos diretos, custos indiretos ec...
BOAS FÉRIAS.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Todas as aulas 2008

851 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Todas as aulas 2008

  1. 1. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃODisciplina: Administração da Produção 2008
  2. 2. Disciplina: Administração da Produção Primeira Aula Credenciais do Professor Bacharel em Administração – UFBA Esp Adm Pública,Recursos Humanos...UEFS Mestre em Administração – UNEBDoutorando em Educação e Novas Tecnologia de Gestão – UNISINAI/UNA Programa da Disciplina 2008
  3. 3. ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMA DA DISCIPLINA1. EMENTA2. OBJETIVOS • Geral • Específicos3. METODOLOGIA
  4. 4. ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO PROGRAMA DA DISCIPLINAEMENTA: Administração da Produção: conceitos, características...1. Histórico2. Conceitos3. Estrutura4. Sistemas de Produção5. Objetivos de Desempenho6. Estratégia de Manufatura7. Desenvolvimento de Novos Produtos8. Planejamento e Controle da Produção9. Manutenção Industrial10. Qualidade e Produtividade11. Modelos de Gestão do Sistema de Qualidade12. Busca de Competitividade
  5. 5. Administração da Produção CRONOGRAMA Carga horária: 4 aulas semanais – AGN/AAS 72 aulas no Semestre – AGN/AAS 2 aulas semanais – ACE 36 aulas no Semestre – ACE Avaliação: 04 Avaliações escritas (I e II Unidades). 01 Trabalho em Equipe (III Unidade). Projetos: Filmes e Visitas Distribuição de Artigos Semana do Administrador - Setembro
  6. 6. Administração da Produção Bibliografia BásicaSLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON,Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo:Atlas, 2002.CORRÊA, Henrique L.e CORRÊA, Carlos A. Administraçãoda Produção e Operações. 2.ed. São Paulo: Atlas., 2002. Bibliografia ComplementarMOREIRA, Daniel Augusto. Administração da Produção eOperações. São Paulo: Editora Pioneira, 1999.
  7. 7. Administração da ProduçãoConceituando ADM da Produção 2008
  8. 8. ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO Conceitos• Administração da produção trata da maneira pela qual as organizações produzem bens e serviços.• Administração da produção é o conjunto das atividades auxiliares de planejamento e controle, indispensáveis à fabricação bem sucedida dos produtos industriais.• Administração da produção e operações diz respeito àquelas atividades orientadas para a produção de um bem físico ou à prestação de um serviço.• Administração da produção é o termo usado para as atividades, decisões e responsabilidades dos gerentes de produção.• Administração da produção e operações é o campo de estudo dos conceitos e técnicas aplicáveis à tomada de decisões na função de produção (empresas industriais) ou operações (empresas de serviços).REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  9. 9. GERENTES DE PRODUÇÃO• São funcionários da organização que exercem responsabilidades particulares em administrar alguns ou todos os recursos envolvidos pela função produção.• Lida com os objetivos da empresa, desde declarações genéricas para o futuro, estratégia, até descrição específica de metas que devam rapidamente serem atingidas.• Tomam decisões de acordo com a estratégia da empresa.REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  10. 10. ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO AdministraçãoForne- Logística de Logística de da Clientecedor Suprimentos Distribuição Produção Materiais / Produção Informações / Feedback REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  11. 11. Administração da Produção Modelo Geral Objetivos Estratégicos da Produção AMBIENTE Estratégia de Produção Papel e posição competitivaRecursos da Produçãoa seremtransformados Projeto Melhoria Bens e Input Output Planejamento ServiçosRecursos de e Controletransformação AMBIENTE REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  12. 12. 2ª SEMANA
  13. 13. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO ERAS DA PRODUÇÃO Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  14. 14. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO O HOMEM PRÉ-HISTÓRICO NÃO ADMINISTRAVA DA PRODUÇÃO. POR QUÊ? Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  15. 15. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO INICIALMENTE O HOMEM VIVIA EM CLÃS – FAMÍLIAS E A REPRODUÇÃO ERA DIFICULTADA PELOS LAÇOS FAMILIARES. POPULAÇÃO REDUZIDA E RECURSOS ABUNDANTES. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  16. 16. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A FORMAÇÃO DAS TRIBOS, ALDEIAS E ESTADOS PARA A PROTEÇÃO DAS FAMÍLIAS E DOS RECURSOS ARMAZENADOS E PRODUZIDOS. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  17. 17. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A ERA DA PRODUÇÃO EM MASSA: Elevado consumo de todos os produtos, devido à elevada demanda. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  18. 18. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A ERA DO MARKETING: Consumo motivado e direcionado para produtos com especificidades, devido à melhoria dos processos produtivos e preocupação com o Consumidor. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  19. 19. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A ERA DA PRODUÇÃO EM MASSA: Elevado consumo de todos os produtos, devido à elevada demanda.A ERA DO MARKETING: Consumo motivado e direcionado para produtos com especificidades, devido à melhoria dos processos produtivos e preocupação com o Consumidor.A ERA DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL: Consumo elevado e produção emsérie, com uso de equipamentos e instrumentos de base tecnológica.Substituição do homem nos processos produtivos.A ERA DA PRODUÇÃO INFORMACIONAL: Consumo elevado de serviçose bens que melhorem a qualidade de vida. Foco no cliente e suasnecessidades e desejos. Uso da tecnologia da informação nosprocessos produtivos e na prestação de serviços. TI, Cibernética,Robótica e Mecatrônica. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  20. 20. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A ERA DA PRODUÇÃO INFORMACIONAL: Consumo elevado de serviços e bens que melhorem a qualidade de vida. Foco no cliente e suas necessidades e desejos. Uso da tecnologia da informação nos processos produtivos e na prestação de serviços. TI, Cibernética, Robótica e Mecatrônica. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  21. 21. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTOCURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO A IDÉIA, A MÁQUINA, O SER HUMANO E A PRODUÇÃO = SOBREVIVÊNCIA. Edval Carlos dos Santos Filho - MsC
  22. 22. 3ª SEMANA
  23. 23. ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO ORGANOGRAMA PAPEL DO GERENTE DE PRODUÇÃO ESTRATÉGIA DA ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO ORGANOGRAMA DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃOREFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  24. 24. ESTRATÉGIA DA PRODUÇÃO Conceitos• Conjunto de princípios gerais que guiarão o processo de tomada de decisões na organização (Política e Objetivos da empresa).• Conjunto de definições que estabelece a natureza e a direção futura da organização (Visão, Missão).• É o padrão global de decisões e ações que posicionam a organização em seu ambiente e tem o objetivo de fazê-la atingir seus objetivos a longo prazo (Cultura, Estilo). REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  25. 25. ESTRATÉGIAS NAS TRÊS ATIVIDADES DA PRODUÇÃOPROJETO1 - Desenvolvimento de Novos Produtos2 - Integração vertical3 - Instalações4 - TecnologiaPLANEJAMENTO E CONTROLE1 - Aumento de capacidade2 - Desenvolvimento de fornecedores3 - Estoques4 - Sistemas de PCPMELHORIA1 - Prevenção e Recuperação de Falhas2 - Processo de Melhoria (Benchmarking)
  26. 26. ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO ORGANOGRAMA PAPEL DO GERENTE DE PRODUÇÃO• É bom lembrar que a ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES diz respeito àquelas atividades orientadas para a produção de um bem físico ou à prestação de um serviço.• ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO é o termo usado para as atividades, decisões e responsabilidades dos GERENTES DE PRODUÇÃO. PRODUÇÃO• Os Gerentes de Produção são funcionários da organização que exercem responsabilidades particulares em administrar alguns ou todos os recursos envolvidos pela função produção, logo: – Devem promover a busca da qualidade dos produtos e serviços; – Planejar, controlar, coordenar e dirigir as atividades de um processo produtivo; – Deve alavancar as ações de redução dos custos e despesas no seu setor; – Promover a aplicação das políticas da organização; – Valorizar atitudes que incorporem a defesa do meio ambiente e do social. REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  27. 27. ESTRUTURAÇÃO DA GERÊNCIA DE PRODUÇÃO ORGANOGRAMA Gerente de Produção Staff Técnico SecretáriaCoordenador Coordenador Coordenador Coordenador Recepção Rotina Região Custo$ Informações Gerente Gerente Gerente Gerente Loja A Loja B Loja C Loja D
  28. 28. 4ª SEMANA
  29. 29. PRODUÇÃO DE BENS ESERVIÇOS PRODUTOS ou BENS - Produto é qualquer oferta que possa satisfazer a uma necessidade ou desejo. - Principais categorias de ofertas básicas: bens, serviços, experiências, eventos, pessoas, lugares, etc. SERVIÇOS - É o resultado do trabalho humano em forma de atividade direcionada para atender às necessidades e desejos. DEMANDA - Desejo por produto específico, aliado a possibilidade de pagamento.REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  30. 30. A ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E AS DIFERENÇAS ENTRE BENS E SERVIÇOSCaracterística Indústrias Empresas de ServiçosProduto Físico IntangívelEstoques Comuns ImpossívelPadronização de Insumos Comum DifícilInfluência da mão-de-obra Média/Pequena GrandePadronização dos Produtos Comum Difícil Fonte: Daniel A. Moreira, Administração da Produção e Operações, 1999.
  31. 31. 5ª SEMANA
  32. 32. ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO Tangível Estocável e d oãç udor P oel órt e PDi Tempo entre o n ml A e d oãçi dnu F fe produção e i í u re consumo nç e d et naci r ba F si a ce ps e s açe P a se et nar uat s e R nt Baixo contato re com consumidor be e d oçi vre S aci t á m of nI ns e i r se Transportável r l a c nere G a r otl us no C viç os ci nl C Qualidade oci s P i evidente í i REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  33. 33. RELAÇÃO ENTRE A ADM DA PRODUÇÃO E OUTRAS ATIVIDADES NUMA ORGANIZAÇÃO Produção Produção Marketing Marketing Finanças Finanças P&D P&D Cuida da Cuida da Executa Executa Executa Desenvolve Desenvolve Identifica necessidades Identifica necessidades Identifica necessidades arrecadação e arrecadação eFunçãoFunçãoFunção Distribue Distribue Distribue Vende a imagem Vende a imagem Vende a imagem aplicação do aplicação do Processos e Processos e Atende Atende Atende Produtos Produtos capital capital Cultos Cultos Cultos Defende Minorias Defende Minorias Defende Minorias Obras Sociais Obras Sociais Canções CançõesIgrejasIgrejas Casamentos Casamentos Casamentos Cartas Abertas Cartas Abertas Cartas Abertas Quermesses Quermesses Cursos Cursos Batizados Batizados Catecismo Catecismo Dízimos Arte e Cultura Produtos Recicláveis Propagandas na TV Propagandas na TV Paga fornecedores Monta Monta Produtos DietéticosFast FoodFast Food Sandwiches Sandwiches Brinquedos Brinquedos Investimentos Novos Sabores Internet Internet Filiais Regionalização Regionalização Folders Folders Corta madeira Salários TendênciasFábricaFábrica Corta madeira Monta móveis Etiquetas Etiquetas Salários Compra de madeira Tendências Impermeabilização Monta móveis Certificado Compra de madeira Impermeabilizaçãode Móveisde Móveis Lixa e Pinta Lixa e Pinta Certificado Garantia Impostos Impostos Máximo volume Máximo volume Garantia REFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  34. 34. 6ª SEMANA
  35. 35. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO TIPOLOGIA DA PRODUÇÃO DIMENSÕES DA PRODUÇÃO
  36. 36. TIPOLOGIA DA PRODUÇÃO ASPECTOS CONSIDERADOS•Volume•Variedade•Variação de Demanda•Contato com o Consumidor
  37. 37. AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO 1. Alta repetibilidade 2. Especialização ALTO 3. Sistematização 4. Capital intensivoVOLUME 5. Custo unitário baixo 1. Baixa repetição 2. Maior participação dos funcionários BAIXO 3. Menor sistematização 4. Custo unitário mais alto
  38. 38. AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO 1. Flexível ALTO 2. Complexo 3. Atende às necessidades do consumidor 4. Custo unitário altoVARIEDADE 1. Bem definido BAIXO 2. Rotina, Automação, Padrão 3. Regular 4. Custo unitário baixo
  39. 39. 8ª SEMANA
  40. 40. AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO 1. Capacidade mutante ALTO 2. Antecipação 3. Flexibilidade 4. Ajustado com a demandaVARIAÇÃO DE DEMANDA 5. Custo unitário alto 1. Estável 2. Rotineira BAIXO 3. Previsível 4. Alta utilização 5. Custo unitário baixo
  41. 41. AS DIMENSÕES DA PRODUÇÃO 1. Satisfação definida pela percepção do consumidor 2. Tolerância de espera limitada ALTO 3. Necessidade de habilidade para contato com o consumidorContato com 4. Alta variedade de solicitaçãoConsumidor 5. Custo unitário alto 1. Tempo entre produção e consumo alto 2. Padronizado BAIXO 3. Não há necessidade de habilidade de contato 4. Alta utilização de funcionários 5. Centralização 6. Custo unitário baixo
  42. 42. PRÓXIMA AULA:A FERRAMENTA CRONOGRAMA
  43. 43. 9ª SEMANA
  44. 44. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃOQUALIDADE NA PRODUÇÃO 2006
  45. 45. QUALIDADE NA PRODUÇÃO O QUE É QUALIDADE? Conformidade? Padronização? Adequação?Atender às necessidades e desejos dos Clientes?
  46. 46. 10ª SEMANA
  47. 47. QUALIDADE E NA PRODUÇÃO Estratégia Planejamento de Produção + e Controle + Melhoria RECURSOS A SEREM TRANSFORMADOSREFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e JOHNSTON, Robert. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  48. 48. OBJETIVOS DE DESEMPENHO Qualidade Rapidez Confiabilidade Flexibilidade CustoREFERÊNCIAS: SLACK, Nigel, CHAMBERSISON, Stuart e et ali Adm da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  49. 49. 11ª SEMANA
  50. 50. CICLO DE VIDA DO PRODUTOTeoria que compara a evolução dosprodutos no mercado ao ciclo de vida dosseres vivos; que nascem, crescem,desenvolvem-se e morrem.
  51. 51. Lançamento,Crescimento, CICLO DE VIDA DO PRODUTOMaturidadeou Declínio? Vídeos Cassetes Celular Micro analógico Computadores Internet grátisAlguns autores preferem 5 fases: Introdução, Crescimento,Maturidade, Saturação e Declínio.
  52. 52. “Eu freqüentementedigo que tomar uma decisão, mesmo uma má decisão, é melhor que não tomar decisão alguma.”
  53. 53. 12ª SEMANA
  54. 54. FACULDADE SANTÍSSIMO SACRAMENTO Bacharelado em Administração PROJETOSOBEJTIVOS DA AULA:Conhecer a estruturação de Projetos.Identificar as técnicas existentes.Compreender com o gerente de projetos atuanuma Organização.
  55. 55. PROJETOSO Projeto é uma combinação de atividadesinter-relacionadas que devem ser executadasem determinada ordem, antes que toda atarefa seja concluída; logo, todo projeto sinalizaa existência de um conjunto sistemático de ações.
  56. 56. PROJETOS TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO TEMPORAL DOS PROJETOS:DIAGRAMA DE BARRAS, ou gráfico de GanttCPM (Critical Path Method – Método do Caminho Crítico)PERT (Program Evaluation and Review Technique – Técnica deAvaliação e Revisão de Programas). Daremos ênfase no estudo do CPM e do PERT, por serem osmais aplicados na região.
  57. 57. PLANEJAMENTO DO PROJETO AÇÕES Definir o projeto, seu escopo e seus objetivos Identificar as atividades distintas (as unidades básicas de desenvolvimento da tarefa), que consomem tempo e recursos.ALP
  58. 58. 14ª SEMANA
  59. 59. PROJETO EXEMPLOEtapas do projeto de Elaboração de uma Apostila com as dependênciasATIVIDADE DEFINIÇÃO DURAÇÃO (dias) DEPENDÊNCIA A Definição do Escopo 1 - B Pesquisa Bibliográfica 4 A C Texto preliminar 2 B D Digitação 2 C E Desenhos 3 C F Revisão 2 DeE G Correção e impressão 2 FOs Diagramas de Grafos (Rede PERT – CPM ) usados comferramentas de Pesquisa Operacional mais comuns são:Gráfico de Gantt ou de Diagrama de BarrasDiagrama de SetasDiagrama de Blocos
  60. 60. DIAGRAMA DE BARRAS OU GRÁFICO DE GANTTO Diagrama de barras mostrado abaixo tem uma grande deficiência, queo fato de não mostrar claramente as interdependências entre asatividades. Para resolver isso, foram desenvolvidos os gráficos de setas,baseados na seguinte representação de uma atividade. DIAS ATIVIDADE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Definição do EscopoPesquisa Bibliográfica Texto preliminar Digitação Desenhos RevisãoCorreção e impressão
  61. 61. DIAGRAMA DE SETAS Representação Gráfica de uma atividade Evento ATIVIDADE Evento Inicial Final O sentido da seta indica a direção de evolução da realização da atividade. O evento final de uma atividade é igual ao inicial da atividade sucessora. Existem dos tipos de Diagramas de Setas: Diagramas de Setas sem escala Diagramas de setas com escala
  62. 62. DIAGRAMA DE SETAS Sem Escala1) Cada atividade é representada por uma e somente uma seta na rede. Caso uma atividade seja decomposta em duas, cada uma das partes torna-se uma atividade distinta, com representação própria.2) Duas atividades não podem ser desenhadas de modo a compartilharem o mesmo evento inicial e o mesmo evento final. A saída para a representação de atividades paralelas é a criação de uma atividade fantasma, representada por uma seta tracejada, que serve apenas para indicar a inter-relação. A atividade fantasma não tem duração, nem consome recurso. A A B C C EI EF EI EF Atividade Representação B Fantasma errada Representação Correta
  63. 63. Diagrama de Setassem escala3) A atividade fantasma deve ser utilizada em situações em que existam atividades independentes que compartilhem as mesmas atividades antecedentes. Fazer Café com leite Fazer Café com leite Café Café Fazer Comprar coalhada Comprar Fazer leite leite coalhadaDependëncia indesejada: Atividade fantasma eliminaFazer coalhada não depende Dependëncia indesejada.de fazer café
  64. 64. DIAGRAMA DE SETAS Sem Escala4) Quando houver a imposição de alguma condição à execução da atividade, deve-se lançar mão da atividade fantasma para representá-la. Pedir Orçamento Comparar os dos Equipamentos equipamentos Aguardar a aprovação dos orçamentos pela diretoria REPRESENTAÇÃO DE ATIVIDADE CONDICIONADA
  65. 65. 16ª SEMANA
  66. 66. ANÁLISE DE CUSTOS NO PROEJTO Três análises principais do projeto: Levantamento do custo total do projeto; Formação individual do custo de cada atividade, criando-se a possibilidade de otimizar o projeto; Levantamento das necessidades de recursos por unidade de tempo e análise do nivelamento dos recursos. IDENTIFICAÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS À REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE ELABORAÇÃO DO CRONOGRAMA DE ALOCAÇÃO DOS RECURSOS ÀS ETAPAS DA ATIVIDADE ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DO CUSTO COM A DURAÇÃO DA ATIVIDADE
  67. 67. CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS DIRETOSSão os custos correspondentes aos recursos utilizados que variam naproporção direta da realização da atividade. $ CA CN tA tN DURAÇÃO (t)
  68. 68. CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS INDIRETOSDizem respeito aos recursos utilizados na atividade que não variamproporcionalmente com a execução da atividade. $ DURAÇÃO (t)
  69. 69. CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTOS CASUAISSão relativos a prêmios ou multas contratuais. $ MULTA DURAÇÃO (t) PRÊMIO
  70. 70. CONCEITO DE CUSTOS DAS ATIVIDADESCUSTO TOTALO custo total de uma atividade é a soma de custos diretos, custos indiretos ecustos casuais. CUSTO $ $ TOTAL CA CUSTOS INDIRETOS CUSTOS DIRETOS CN CUSTO CASUAL tA tN tO DURAÇÃO (t)
  71. 71. BOAS FÉRIAS.

×